Os Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)

 Os Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)

Confira os melhores clipes independentes lançados em Junho | 2021 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2021

As listas de melhores clipes independentes 2020 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo quinto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de melhores clipes independentes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da PlayTV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos. O programa encerrou em Agosto de 2020 suas atividades (saiba mais como ajudar para que ele volte clicando aqui).

Listas de Melhores Clipes (2021)

* Janeiro
* Fevereiro
* Março
* Abril
* Maio

Seu Clipe na TV

Fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Os Melhores Clipes Independentes | Maio (2021)

Neste mês de Julho trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube – e Spotify – com os 162 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Junho

Em Junho inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 162 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 5,4 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 160 artistas de 21 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE JUNHO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1) Duda Beat feat. Trevo “Nem Um Pouquinho”



No dia 30/06 a pernambucana Duda Beat lançou o videoclipe para “Só Mais um Pouquinho”, parceria com Trevo. A faixa está presente no disco recén-lançado Te amo lá fora. A direção é da dupla Alaska.

Futurista, a mega produção conta com referências do clássico filme ET e no universo da música pop. Na trama, o crush não está muito aí para ela, e Duda passa a perseguir ele nas mais diversas situações.

Para isso, ela se transforma até em outras pessoas, brincando com a letra da música.

“Cada música funciona como o capítulo de um livro. Se em ‘Meu Pisêro’ essa mulher sofria, mas perdoava e seguia adiante, ela já mostra uma outra faceta em ‘Nem Um Pouquinho’.

O que acho muito legal e verdadeiro nisso é que a gente vive as relações de maneiras diferentes mesmo. Então, é muito real para mim que agora haja um amargor, uma coisa mais sombria, que leva essa heroína por caminhos mais dramáticos até que ela se liberte”, explica Duda Beat

2) Criolo “Fellini”



Com referências ao diretor de cinema italiano, o tão aguardado clipe do Criolo foi lançado no fim de Junho e foi feito totalmente em 3D.

“Foi feito com muito carinho, um estudo, uma pesquisa muito forte sobre cenas icônicas dos filmes desse grande diretor de cinema que se misturam a esse novo roteiro, esse novo enredo que Fellini tenta apresentar.

Foi tudo feito com muito carinho, com muito respeito. Toda a equipe extremamente dedicada para fazer acontecer. Espero que vocês gostem, espero que vocês passem pros amigos, passem pro mundo. Esse trabalho de arte, que foi feito com muito carinho”, conta Criolo

3) 2De1 “Emersão”



Os irmãos gêmeos do 2DE1 no dia da Revolta de Stonewall lançaram o clipe para “Emersão”, primeiro lançamento do novo EP. Para locação do clipe eles escolheram a antiga fábrica em que ocorreu a Greve de Perus, local que é patrimônio histórico. Por lá ocorreu uma longa luta de sete anos dos queixadas por melhores condições de trabalho e de vida em plena ditadura militar.

“Essa música é um auto reconhecimento dentro dessa ruptura pessoal e uma compreensão de como agir nesse cenário. É a sensação de não querer mais fechar os olhos para as mazelas sociais, é o momento de se reconhecer na luta”, explica Fernando.

“Mesmo dolorida, a mudança precisa acontecer tanto em nós quanto no mundo. É o momento de sair mudado desse mergulho, passar a enxergar pontos que precisam de atenção e começar a buscar transformação real”, completa Felipe sobre a nova fase do duo

O vídeo conta com direção de Pietro Godinho, produção executiva de Toti Higashi, direção de arte de Chantal Joubert; coreografia criada por Eddy Soares e performance dos irmãos.

4) marcelo perdido “Que Bom”



Perspicaz e questionador por natureza, o multiartista traz em seu novo single, que ganhou um lindíssimo clipe com direito a animação, uma quebra de paradigmas que consegue juntar ao mesmo tempo duas datas emblemáticas.

O mês do orgulho LGBTQIA+ e o Dia dos Namorados. “Que Bom” chega junto para colorir os versos de tantas histórias de amor escritas sem considerar que as pessoas são diferentes e o coração não tem padrão. É desta forma sintética e poderosa que Marcelo Perdido descreve seu novo single.

Colorido e animado, o vídeo dirigido pelo músico explora as cores e tons que por muito tempo ficaram em P/B nos romances de Sessão da Tarde ou que eram retratados apenas como alegoria – como não tivessem a mesma importância, intensidade, magia, cumplicidade e beleza.

Ele traz em seus versos várias situações do cotidiano que todo LGBTQIA+ já vivenciou em algum momento da vida. Com direito a um arranjo de metais, ele celebra as histórias e convida os casais para dançar ao som dos teclados – e melodias pop – que nos remetem ao fantástico universo de games como o icônico Atari.

Perdido traz para a tela histórias de amores que por muito tempo ficaram perdidas por trás das películas da sétima arte mas que hoje em dia, felizmente, estão sendo retratadas cada vez com mais intensidade – e menos tabus. Afinal o amor é universal e existe de todas as formas, não escolhendo CEP, RG, credo, sexualidade ou conta corrente.

5) Mineiros da Lua “Nas Suas Mãos part. Nena (La Leuca)”



Um pouco antes de lançarem seu novo disco, os Mineiros da Lua apresentaram o conceitual videoclipe para “Nas Suas Mãos”. Com enredo onde reflete de maneira metafórica os angústias vividas durante o período de isolamento social que marcou o momento das gravações à distância do novo material.

A produção foi dirigida pelo baixista da banda, Diego Dutra, e traz como personagem central o homem pássaro, interpretado por Rogério Tavares, que passa pela jornada da autodescoberta em meio à natureza. Remoendo memórias do que já foi algum dia para olhar para frente.

“O clipe tenta dialogar com o isolamento digital que vivemos hoje, mascarado pela brutalidade primitiva da natureza. Percorremos todas as emoções vividas, mesmo não vendo o rosto direito. Essa sensação tenta metaforizar a estranheza de viver o dia a dia com uma máscara de proteção e de conversar com outras pessoas assim. Todo esse sentimento de não conseguir esboçar um sorriso ou de não entender muito bem o que a outra pessoa está falando”, conta Dutra.

6) Bebé “Saltos de Realidade”



A artista Bebé Salvego lançou em junho o belo videoclipe para “Saltos de Realidade”, nele se destaca a fotografia. A faixa estará presente em seu álbum de estreia previsto para o dia 15 de julho e que conta com as participações de Ana Frango Elétrico, Fabriccio e Vitor Milagres.

“Nesse som divago sobre as múltiplas realidades existentes, sonhos e intuições”, diz a cantora. “É como o nascimento/amadurecimento das questões dessa minha atual fase. De início pode parecer sutil, mas em algum momento existe essa virada em que encaro muito mais as coisas como elas verdadeiramente são”.

7) Daniel Peixoto & Filipe Catto “Postal De Amor”



Daniel Peixoto se juntou a Filipe Catto para uma releitura eletrônica para “Postal de Amor”, originalmente gravada por Ney Matogrosso e Fagner. A homenagem ganhou uma produção audivisual futurista com estética que nos remete ao universo de David Bowie na era Ziggy Stardust.

Em seu roteiro o vídeo conta a história de uma família separada pela perda do pai, ao longo da trama a mãe conta uma versão lúdica para o filho de como o pai não está mais entre eles porque está “no céu” pilotando naves intergaláticas pelos planeta. Com narrativa lúdica a produção também homenageia as famílias que perderam entes queridos durante a pandemia.

8) Bayside Kings “Existência”



Os veteranos do Bayside Kings deram o pontapé em uma série de lançamentos que acontecerá mês a mês e culminará no disco #livreparatodos, que abordará conceitos sobre lutas internas e sociedade.

O primeiro single a ser revelado é “Existência” que ganhou uma excelente animação que irá agradar aos fãs de HQs. O clipe é uma produção da Baia Filmes, a animação é assinada por Arthur Feltraco e som por Rodrigo Acedo.

A Mudança para o Português

A faixa, inclusive, marca a estreia a banda cantando em português, sendo a primeira vez em uma década de existência que optam por gravar em seu idioma natal. Tudo isso sem perder a intensidade marcante em seu hardcore old school.

“Queremos abrir novos campos de diálogo”, revela o vocalista, que estudou as métricas do português para adequar a sua forma de cantar – bandas como Colligere e Mais que Palavras são algumas referências para este processo. O resultado está em “Existência”, em que cada palavra da música é entendida.

“Um recomeço, com a experiência e maturidade de 10 anos. “Queremos coisas novas e esse é o momento ideal”, conta Milton sobre a mudança

“Existência é o tempo do agora – o ontem já passou e o amanhã não chegou. Por isso, precisamos sentir, fazer valer e perpetuar o aqui e o agora, dar o nosso melhor no momento para existir, como um tributo ao ontem e um pavimento ao amanhã”, relata o vocalista Aguiar

9) Troá “Me Fudi”



Prestes a apresentar seu novo disco via PWR Records o duo carioca Troá lançou o videoclipe para o single “Me Fudi” em busca de respostas.

“Se a gente tivesse em 2012, seria como aquele post que você compartilha no Tumblr às duas horas da manhã esperando que alguém esteja sentindo o mesmo”, compara a Troá. “É a mensagem na garrafa digital, só que agora em forma de música, de um jeito que a gente nunca disse antes.”, conta o duo

“Como uma banda formada por uma millennial e uma geração z, crescemos acreditando que o futuro guardava um espaço pra gente. Parecia que o Brasil ia dar em outros frutos e caminhos, que existiam garantias que hoje em dia a gente lembra como passados muito distantes.

Por ter tido essa quebra de expectativa, nossa geração é marcada pela intensa impressão de que ninguém sabe o que tá fazendo, e já que todo esforço parece inútil, todo mundo se fudeu.”, sintetizam sobre como ela se relaciona com o atual momento

O clipe que ganhou mais detalhes sobre os bastidores nas redes sociais do grupo (acompanhem o TikTok e Instagram para saber mais) foi retratado em uma instalação de 40 metros de acetato, canos de PVC e durex, segundo elas para criar um universo irônico e fora da realidade para transmitir a sensação de enclausuramento. Com metáforas, experimentações sarcásticas e tocando em feridas internas. O resultado é intenso e mostra a força das boas ideias – e do faça você mesmo.

“No clipe usamos 40m de tecido de toalha vinho pra descaracterizar a mesma sala onde a música foi composta. Também filmamos o mesmo piano, dessa vez com o interior exposto, pra trazer essa estética genuína e fiel de âmago. […] Mostrando as nossas entranhas, dizendo pela primeira vez tudo que a gente queria dizer”, relata a dupla.

10) Paolo Ravley “Mundos”



O músico maranhense Paolo Ravley foi até os incríveis Lençóis Maranhenses para gravar o videoclipe para “Mundos”, faixa título do seu próximo álbum de estúdio.

“Essa letra me veio de maneira muito natural e instintiva, me fazendo lembrar como eu já lutei muito “contra a maré”, tentei ser quem não era ou tentei “existir pela metade”. Nessa música me convido a viver a plenitude do que sou, minha essência. É uma canção bem introspectiva e pessoal. A considero como uma “carta aberta” para mim mesmo. Esse sou eu, colando os pedaços da minha existência, e me preparando para expor absolutamente tudo de uma forma mais verdadeira e coerente”, conta o músico

O clipe tem a direção de JrFranch que anteriormente já havia assinado os clipes para ‘Pôr do Sol’ e ‘Pele Morena’, contou com equipe reduzida formada por profissionais locais, tem coreografia de Uatila Coutinho e a participação especial do dançarino Luís Luzes. Já o figurino é uma criação de João Almeida.

11) O Campo “Parece Pouco”



Inicialmente pensada para ser uma faixa instrumental, o novo som d’O Campo, ajudou com que o grupo encontrasse as ambiências e encontrasse, e aperfeiçoasse, a identidade que buscavam para o novo trabalho.

A letra é de autoria de Leo Santi, que conta que teve a ajuda dos pais, Adela Sens e Luiz Otavio de Santi, para encontrar algumas palavras para a composição.

“Michel jogou um questionamento sobre ‘o que é realmente essencial?’ e ficamos com isso na cabeça, procurando a letra e a melodia certa.

A composição surgiu quando o Leo estava assistindo TV e pirou na ideia de que o homem sempre esteve em busca de superar Deus, para justificar as suas atrocidades e conquistar o poder de dominar a natureza, a ciência e, acima de tudo, a vida”, comentam o integrantes d’O Campo.

Bruno Kenia assina a direção para o vídeo minimalista que cria uma atmosfera à parte através dos elementos, cores e cenário de sua produção.

As metáforas e figuras de linguagem atuando como componentes para sintetizar a proposta do roteiro que mesmo sem dizer nomes deixa claro para quem são as críticas, seja no campo da política como da cegueira da fé. Deixando a tensão, o escapismo, a loucura, o sufoco e a escuridão terem papel crucial dentro da produção.

As consequências de cada decisão ganham as telas de forma poética, com direito a dança abstrata elaborada pelo coreógrafo e bailarino Suarily Santos, que traz leveza para a dinâmica contemplativa e surrealista do clipe.

Gustavo Pereira que assina a iluminação e cor acompanha Kenia na direção de fotografia, já a direção de arte foi realizada por Barbara Ribeiro. Edição e montagem foram feitas por Leo Santi e Gui Alves foi assistente de produção. Negreita assina o hair style.

12) Bits em Chamas “Hello World”



Os gaúchos da Bits em Chamas em junho lançou um clipe excelente para fãs de desenhos e animações. Produzido por Apj e dirigido por Marcelo Gafanha e Vini Albernaz, as cores ganham protagonismo e enchem as telas para contar a história.

Segundo o duo a letra da música “é o programa de “Olá mundo” da linguagem de programação C#. No vídeo, faz referência direta a um acontecimento dentro da narrativa”.

13) Daparte, Zé Ibarra “Pescador”



A parceria entre os mineiros da Daparte e o carioca Zé Ibarra ganhou um ótimo clipe em animação dirigido por Lucas Siqueira.

“Pescador nasceu em uma viagem minha para a praia que em determinado momento comecei a me sentir distante das pessoas… época eu tinha acabado de terminar um namoro. Comecei a compor ela com o intuito de desabafar essa vontade de ‘botar o barco pra frente e voltar a remar’.

Imaginei a música como busca ou um pedido de socorro. Criei na narrativa essa figura de um ‘Pescador’, mas que se traduziu com clareza em minha cabeça, durante o processo de composição, na imagem do meu pai”, comenta João Ferreira, também vocalista e guitarrista do grupo.

“Desde o início a Daparte queria fazer um clipe animado. Quando escutei pescador pela primeira vez vi que poderia aplicar uma ideia que já tinha em mente há algum tempo. Fazer um clipe totalmente em 3D com várias texturas diferentes. Fiz alguns segundos pra tentar ilustrar para banda e todos adoraram a ideia. A partir disso, fomos construindo o roteiro juntos”, conta Lucas Siqueira.

“Já conhecíamos o trabalho do Lucas Siqueira que é um amigo e um artista talentoso. E acabou casando com querermos uma proposta de clipe diferente, que não necessariamente aparecesse a gente atuando. Queríamos algo artístico que trouxesse mais profundidade para a canção”, finaliza João Ferreira.

14) Mariana Degani “CANTO ÀS VADIAS (REMIX)”



A paulistana Mariana Degani lançou em junho um versão para “Canto às Vadias” em uma nova versão remix produzida por Alejandra Luciani (Carabobina).

A faixa ganhou também um ótimo videoclipe com direito a colagens e efeitos para dar força a seus versos de protesto em uma produção assinada por Gabi Jacob da Casa de Clipes e teve produção 100% feminina.

15) Lara Aufranc “Viver Sem Dó” Part. Tatá Aeroplano



Com produção realizada à distância ao longo de 10 meses o videoclipe para “Viver Sem Dó” de Lara Aufranc em parceria com Tatá Aeroplano.

“Esse clipe foi meio que a nossa “salvação” no meio de tanto horror. Porque é uma música que fala dos prazeres da vida, de uma coisa sensorial, psicodélica. E tem sido muito bacana receber o retorno das pessoas que, depois de tanto tempo confinadas, sentem um respiro assistindo o clipe.”, conta Lara

“A letra da música e essas imagens são a afirmação da vida, sempre ela, que mesmo nos momentos de horror que vivemos temos que segurar sua mão.” – diz a diretora Tarsila Araújo, que também dirigiu o clipe “Muito Mais”.

OUTROS CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 15 eleitos como melhores do mês de Junho | 2021 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Arquétipo Rafa “Muro” (PE), Cronixta, Djonga “Deus é Mãe” (PA), Rodrigo Amarante “I Can’t Wait” (Rio de Janeiro / RJ), LEALL “Demonike” (Rio de Janeiro / RJ), Rael “Passiflora” part. Céu, RDD e Ailton Krenak (São Paulo / SP), Filipe Mariz e Yo Soy Toño “Algo Seu” (Maceió / AL), Marina Sena “Voltei Pra Mim” (Goiânia / GO), Liniker “Baby95” (Araraquara / SP), Os Amantes “Cotijuba” (PA), Kdu dos Anjos “Ciganinha” (MG), Gali Galó “Aceita” (SP), Gustavo Bertoni “Old Ghosts, New Skin” (Brasília / DF), Francisco, el Hombre “Roda Viva” (SP), Bemti feat. ÀVUÀ “Samba!” (MG), Kélanie “Pulando”.

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)| Parte 2

The Baggios “Baggios encontra Siba” (SE), Juvenil Silva “Você Mulher” (Recife / PE), Karol Conká “Mal Nenhum” (Curitiba / PR), Pabllo Vittar “Triste com T” (MA), Ana Frango ElétricoPromessas e Previsões” (Rio de Janeiro / RJ), Floresthá “Teto Azul” (Ribeirão Preto / SP), La Burca “Mato Sem Cachorro” (Bauru / SP), Dayá “Desculpa” (PA).

Rincon Sapiência “Meu Mundo” (São Paulo / SP), As Baías “Primeiro Beijo” ft. Péricles (São Paulo / SP), Davi Cartaxo “Distração” (Fortaleza / CE), Iza “Gueto” (Rio de Janeiro / RJ), Djonga “Ea$y Money” (Belo Horizonte / MG), Marcus Zalves “32 De Janeiro” (Sorocaba / SP), Kafé e Rincon Sapiência “Se Liberta” (Salvador / BA), Mateus Carrilho feat. Mc Dricka “PANCADA” (Goiânia / GO), Felipe Flip “Ruim de Esquecer” feat Lio (Tuyo) (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)| Parte 3

Joana Marte “Pra Gente Acontecer” (PA), Flav “Tipo Fevereiro”, Ana Gabriela “Capa de Revista”, DeepLeaks & Fernanda Vital “Love & Caos”, Karola Nunes “A Pressa” (Rondonópolis / MT), Raul Misturada “Pipocar no mundo” (Recife / PE), Marcelo Tofani “Não Beijei Ninguém” (GO), Zezil, Gabeu “Casa no Sertão” (Montes Claros / MG), Thais Badu feat. Lil David “A Tal Sou Eu” (Manaus / AM).

Bárbara Eugênia aka djane fonda feat Guilherme Held “The Best” (Niterói / RJ), Mallu Magalhães “Quero Quero” (São Paulo / SP), Marisa Monte “Calma” (Rio de Janeiro / RJ) el escama “Mesma Rua” (São Paulo / SP), Ravih “Tarde Demais” (SP), BIN “Apê 1001” FT. Ludmilla (Belfort Roxo / RJ), Mineiros da Lua “No Caminho Pra Piedade” part. Rogério Tavares e Vitor Borges (Belo Horizonte / MG), JUBA “O Sertão Precisa é Disso” (Part. Anjo Gabriel) (PE), MV Bill feat Kmila CDD, Stephanie “Nossa Lei” (Rio de Janeiro / RJ).

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021) | Parte 4

André Abujamra “Béradêro” (SP), Dju “Bem Te Vi” (MS), Luzmilla “Aurora”, LUI feat Hiran “Enredo” (Salvador / BA), Valuá “Tudo Que Eu Vejo” (Rio de Janeiro / RJ), Pedro Alex “NEOUL & Velas Acesas” (Brasília / DF), Henri “Ruído” (SP), Victor Mus “Apaixonado” (Rio de Janeiro / RJ), Eu, Trovador e Sabrina Oliveira “Procura-se” (São Paulo / SP), Black Bell Tone “Não Conserve a Dor” (RS), Alysson Salvador “A Saga da Sobrevivência” (MG).

Naroca “Tangará” (MG), Versa Libertália “Por Perto” (SP), Bernardo John “Será Que Você Sente?” (ES), Nic Dias “Remédio pra Racista é Bala” (Belém / PA), Diego Schaun “Por Trás do Riso” (BA), Baby “Raio X” (SP), Kevin O Chris e Jon Jon “Recaída” (Rio de Janeiro / RJ), Felipe Câmara “Não Queria te Perder” (São Paulo / SP), Fernando Mascarenhas “Cigana” (Belo Horizonte / MG), Vito Velasso “Onde as Dores são Afogadas”, Hierofante Púrpura “Aqui Temos Medo” (Mogi das Cruzes / SP).

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)| Parte 5

Virgo Virgo “Tour” (RJ), Duquesa “One Time” feat. Bivolt, Onnika (BA), Giovanna Moraes “Rosalía – III” (São Paulo / SP), Meno Del Picchia e Romulo Fróes “Falta Muito”, Marcio Markkx “Outro Amor”, Haikaiss & KayBlack “Big Boss” (São Paulo / SP), VITA “Incapaz” (Ribeirão Preto / SP), Bravaguarda “Fica Mais Um Pouco” (São Paulo / SP), Kaboom23 “Como é Bom Te Ver”, Ashira, fleezus “Apostas e Contratos” (SP), Aline Vivas “Basta” (RJ),

Naiá Camargo “Salomé” (São Paulo / SP), Ella From The Sea “Lonely” (São Paulo / SP), Electric Mob “your ghost” (Curitiba / PR), Matheus Godoy “súplica” (PR), Bernardo Espinhaço “Árvorin” (MG), Diablo Angel “Incansável” (Recife / PE), O Preço “Sonhos da Televisão” (SP), Taco de Golfe “Pessoa Que Fala” (SE).

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)| Parte 6

Devotos “Nossa História” (Recife / PE), LaMona Divine feat. Boombeat “Todo Lugar”(SP), Marsalla “Viajar” (Brasília / DF), Isa Roth “Vai Assim Mesmo” (Feira de Santana / BA), Marcia Castro “Diga Sim”, Izzy Gordon “A Vingança” (São Paulo / SP), Thalicia “Melhor de 3” (SP), Bixarte “ÀRÓLÉ (A NOVA ERA, PARTE III)” (PB), Mc Sid e Fabio Brazza “Antes do Mundo Acabar (Prod. Chiocki)” (Brasília / DF), Tunna “Transe Psicodélico” (PA), Gustavo Galo “Quarto Crescente” (São Paulo / SP), The Barba “Psicanálise” (RJ), Daniel Peixoto e Silvero Pereira “Anjo Querubim” feat DJ Chernobyl.

Giulia Be “Lokko” (Rio de Janeiro / RJ), N.I.N.A., taleko “Contramão”, Daparte “Acrobata” (Beko Horizonte / MG), KM – Budah “BABY”, Wills Tevs “(Des)congelar” feat. Crizzan (São Paulo / SP), Delacruz & MC Marcinho “Romântico 90” (Rio de Janeiro / RJ).

Lucas Felix e Illy “Mar de Flores” (RJ/BA), Cynthia Luz & Budah “Ilusão” (São Paulo / SP), Grand Paradiso “Caos”, PTK ft. Wall Hein “Cara do gol” (ES), B.I.G Carter e JayA Luuck “Tudo ou Nada”, Jotapê “Dossiê” (Guarulhos / SP), Dow Raiz | Sombra | Tio Fresh | Sandrão RZO “Sai da Bota” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)| Parte 7

Allen Key “Love You More” (São Paulo / SP), Márcia Guzzo “Outro Bar” (Rio de Janeiro / RJ), Costa Alves “Papo Reto”, Magik Cube “Don’t Give It Up” (GO), Plutão Já Foi Planeta “Vontade de Te Ver” (Natal / RN), Acerola “Tinker Bell” ft. Abbot (Vila Velha / ES), Balara “Deixa Ela Voar” (Santos / SP), Dia Cinza “Bravata” (Itapira / SP).

Varal Royal “Terra Natal” (Avaré / SP), Bullet Bane “Cura” Feat. Vocês (São Paulo / SP), Gabriel Henriques, Lucas Fortunato Feat André Nine e NOX “Me Disse Pra Ficar” (São Paulo / SP), WLL “Kinda Funk”, PS e a Banda do Porto “O Segredo” (Caxias do Sul / RS), Cassio Oli “Meu Bloco” (PE).

Daniel Arena “ReelingTime” (Florianópolis / SC), Juliano fm Costa “É Bom Sonhar” (São Paulo / SP), HOZE “(De)compondo” (Campinas / SP), Inês é Morta “Banalidade do Anonimato” (São Paulo / SP), André Abujamra “Saiba” (São Paulo / SP), Lau e Eu, Laura Lavieri & Dieguito Reis “Stories pra Boy Dormir” (SE/SP/BA), Just Bella “Getting Cold” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)| Parte 8

Clenio “Irradiar”, No One Spoke “Fear of Regret” (Florianópolis / SC), MC Versa “Escolhas” (Florianópolis / SC), Lado B & Natacha Kamilla part. Fabio Sung “Tão Só”, Projeto Pancada “Pancada” (Rio do Sul / SC), A Olívia “Globo Terrestre” (São Paulo / SP), Relespública “Mods Are Back Again” (Curitiba / PR), Suzana Morales “Sambinha do Ajuntamento” (RJ), Isa Salles “What the hell did we just do?” (Caxias do Sul / RS). 

Melhores Clipes Independentes | Junho (2021)


PLAYLIST NO YOUTUBE (Junho | 2021)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 162 videoclipes coletados durante o mês de Junho | 2021. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



PLAYLIST NO SPOTIFY (Junho | 2021)

Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Junho (2021). Dos 162 vídeos do post, 5 não têm as faixas disponíveis no Spotify, 157 estão em nossa lista!

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify <-



Qual dos melhores clipes independentes você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes | Junho (2021) você mais gostou!

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *