Com a enxurrada de lançamentos todas as sextas-feiras muitas vezes pérolas da música brasileira acabam tendo menos destaque do que mereciam. Por isso trazemos nesta segunda-feira (21) o melhor da semana.

O Melhor da Semana (14/07 – 20/07)


Rodrigo Amarante O Melhor da Semana Eliot Lee Hazel

Rodrigo AmaranteFoto Por: Eliot Lee Hazel


Guilherme Arantes “Nossa Imensidão a Dois”

A primeira da lista vem acompanhada de uma boa história. “Nossa Imensidão a Dois”, primeiro single do novo disco de Guilherme Arantes, previsto para 2021, foi composta ainda em março de 2018.

A canção foi feita sob encomenda do produtor Marcus Preto para um possível disco da Wanderléa que nunca aconteceu. A demo ficou guardada em uma versão demo, somente com piano e voz, no facebook do músico.

A versão completa foi gravada à distância e conta com novos arranjos de cordas de Guilherme com Cassio Poletto (violinos), Alexandre Blanc (guitarra semiacústica), Willy Verdaguer (baixo) e Gabriel Martini (bateria).

A pré-produção foi feita na Espanha, o piano é o Steinway D Hamburgo da Sala Sinfônica do Centro de Exposições e Congressos Lienzo Norte, em Ávila. Já na engenharia de som, a mixagem é assinada por Antonio “Moogie” Canazio e a masterização de Howie Weinberg, ambos em Los Angeles.

Apaixonada, e com finos arranjos, a faixa é nostálgica e faz uma viagem a memórias de uma longa história de amor. Trazendo em detalhes, os obstáculos e desafios, mas sem esquecer da ternura, cumplicidade e gratidão por ter a oportunidade de poder compartilhar os melhores momentos da vida. Uma canção de amor maduro.



André Abujamra “Saiba”

Em Duzoutruz, Volume 1, álbum previsto para agosto, André Abujamra traz releituras da obra de outros artistas. O primeiro gostinho é a sua interpretação para “Saiba”, de Arnaldo Antunes.

“Eu sempre adorei ‘Saiba’ e admiro muito o trabalho do Arnaldo Antunes. Ele é genial. A letra tem uma simplicidade mágica, algo que toca direto a alma e coração”, conta Abujamra sobre a escolha da música que integra a playlist da vida do músico

“‘Saiba’ gera uma reflexão sobre o que temos de comum como humanos. Todo mundo já foi neném, já teve infância, teve medo e vai morrer.

Apesar dos absurdos negacionistas que vemos por aí, temos que aceitar nossas diferenças e ter consciência que fora do coletivo, não teremos chances como humanidade.  Se vamos passar por esta existência de alguma maneira, então que seja o melhor possível para todos”, reflete Abu.

“Já tinha terminado meu último disco solo e a ideia surgiu quando fiz uma versão simples de ‘Saiba’ para um post do Instagram. As pessoas gostaram muito e daí deu um click: Nunca havia gravado oficialmente músicas ‘duzoutroz’ como intérprete.

Me deu uma vontade imensa de gravar músicas de amigos que eu sempre admirei. Então fiz uma seleção intuitiva, fui gravando as músicas que estavam habitando minha cabeça há muito tempo. Depois de um mês tinha material para dois álbuns no meu computador”, conta André.

O disco reunirá versões de Chico César, Zélia Duncan, entre outros.



Rodrigo Amarante “I Can’t Wait”

Drama, novo disco do cantor, compositor e multi-instrumentista Rodrigo Amarante é um forte candidato a um dos melhores discos de 2021 e teve revelado seu segundo single “I Can’t Wait”. Aliás, o disco chega nas plataformas de streaming no dia 16/07.

Com delicadeza, o músico expõe sua visão sobre liberdade e deixa aberta a interpretação que encaixa perfeitamente aos embates, e cegueiras, dos nossos tempos. O choque entre o real, o imaginário e a fé, a liberdade e o plano dos sonhos, o coletivo e o contemplativo – a ação e a esperança por dias melhores.

“Escrevi essa música porque Jesus é seguido por traidores. Escrevi porque as idéias de Darwin estão servindo ao propósito de nos colocarmos uns contra os outros, porque acredito que a liberdade não decorre da independência, separação ou desconexão como sugerem os dicionários, mas sim do reconhecimento da nossa interdependência, porque liberdade é fazer parte.

Escrevi esta canção porque a esperança não é suficiente. Escrevi depois de esbarrar em um verbete de um dicionário latino: Noster Nostri – 1: Nosso. 2: Nossos corações batem como um só. 3: Aquele nosso velho sonho.”, conta Amarante



BNegão feat. Paulão King “Cérebros Atômicos” (Ratos de Porão)

Uma grata surpresa foi a versão de “Cérebros Atômicos”, uma releitura de BNegão com participação de Paulão King, para um clássico dos Ratos de Porão que completa 40 anos de serviços prestados ao punk rock nacional.

Paulão (uma das grandes vozes do som pesado feito no país) é responsável pelo inconfundível vocal gutural em clássicos dos BNSF como “A Verdadeira Dança Do Patinho”,”Funk Até O Caroço” e na versão de “Qual é O Seu Nome” (da antiga banda Euthanasia, atual Eutha).

A versão estará presente no álbum Metamorfoses, Riddims e Afins e ganhou um lyric video produzido por Gustavo Codorna.



WRY Uma Pessoa Comum

Após lançar o álbum Noites Infinitas, os sorocabanos do WRY continuam a lançar versões remixadas para outras pistas. Agora foi a vez de disponibilizar o EP Uma Pessoa Comum com remixes de Adriano Cintra (ex-Cansei de Ser Sexy e Thee Butcher’s Orchestra), Malka, Iwaszko e Petri.

“Sempre quisemos ter remixes de nossas músicas lançadas, mas somente agora com o selo OAR, pudemos ter esse sonho realizado. O EP que lançamos agora é o terceiro de um total de 5 lançamentos, sendo que o quinto será nada menos que o próprio álbum remixado na íntegra. Mas antes disso teremos mais uma surpresinha.”, Mario Bross

O registro ainda conta com um misterioso remix sem dono (!) e da faixa-título. Como bônus eles disponibilizaram um clipe da faixa de Cintra. O vídeo foi editado por Mario; já as imagens no carro foram filmadas pela sua esposa, Simone Nolé.

“Infelizmente ainda estamos no meio de uma pandemia forte e não estamos nos arriscando”, relembra

Os clipes de dançarinas e dançarinos foram feitos por eles mesmos. Em ordem de aparição, dançando, estão: Isadora Araújo, Ananda Jacques, Mimi Naoi, Leandro Moura, Rafaela “Slashdomain” e Beatriz Duarte.



Concordam com a lista com o Melhor da Semana? Deixe um comentário!