Confira os melhores clipes lançados em dezembro (2019) em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes 2019

As listas de melhores clipes 2019 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo terceiro ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos.

Agora temos mensalmente a lista de melhores clipes do mês e a de sessions.

A de lyric videos foi encerrada, e singles ganharão espaço na programação do Dezgovenadoz sob a curadoria do Hits Perdidos na Mutante Radio (Toda quarta-feira às 16 horas)

Udigrudi na Play TV

Em Dezembro continuamos a parceria com o programa Udigrudi da Play TV, onde o Hits Perdidos seleciona semanalmente alguns clipes para aparecer por lá.

Inclusive fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Vários clipes dos listões já tem aparecido na programação. Lembrando que o programa vai ao ar todos os domingos às 20:30h.

LISTAS 2019

Janeiro 
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro

Os Melhores Clipes lançados em Dezembro (2019)

Neste mês de Janeiro trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 67 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes
lançados em Dezembro

Em Dezembro inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 67 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 2,16 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 67 artistas de 18 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE DEZEMBRO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1 Tuyo “Eu Não Te Conheço”



O trio Tuyo, de Curitiba (PR), no dia 05/12 disponibilizou o videoclipe para “Eu Não Te Conheço”. Com direção de Fernando Moreira o vídeo com muita sensibilidade, ótimos takes e fotografia impecável, mostra um pouco mais sobre as relações familiares, sua dinâmica e os momentos onde é necessário contemplar o silêncio.

2 Ga Setubal “Artéria de Titã”



No dia 17/12 foi a vez de Ga Setubal nos impressionar mais uma vez com um ótimo vídeo. O músico conhecido pelos projetos Pitanga e Trupe Chá de Boldo lançou seu segundo single “Artéria de Titã” com estética Vaporwave que por muitas vezes beira o non-sense e viaja pelo incrível universo distópico dos Memes.

O registro dirigido por Lufe Bollini (Kino-Cobra Filmes) usa abusa de colagens e efeitos durante seu roteiro, naturalmente prendendo a atenção de quem assiste. São cenas fantásticas que também dialogam com cenas VHS da infância do músico.

Curiosidades

Como locação foram utilizados a “Lavanderia dos Artistas”, Estúdio Lâmina e o Gapão do grupo Palapatões. Para gravar Ga teve realizou duas semanas de preparação corporal para que fosse possível flutuar.

A fotografia é assinada por Rafael Avancini, a produção por Juka Tavares, arte por Giovana Rodrigues e maquiagem por Manhã Ortiz.

3 Tássia Reis + Monna Brutal “Dollar Euro”



Um dos grandes discos de 2019, Próspera, da Tássia Reis também contou com um poderoso feat com a Monna Brutal. A faixa, “Dollar Euro”, que alia ao hip hop elementos de trap ganhou um ótimo vídeo repleto de crítica social mas também tem espaço para o bom humor.

Entre as participações especiais do vídeo o clipe conta no elenco com Liniker. O registro foi dirigido por Camila Tuon e Gabiru, teve Marcela Tissot como assistente de direção, coreografia por Bianca Lordelo e fotografia assinada por Ygor Carvalho.

4 Sammliz “Leviatã Lux”



No dia 20/12 em Premiere no Hits Perdidos (Confira) a paraense Sammliz disponibilizou o videoclipe para “Leviatã Lux”. Este que vem de um sonho antigo de Sammliz de fazer um clipe homenageando a Monga.

“Já havia falado sobre usar essa mística da mulher gorila em algum trabalho, com Adrianna Oliveira, que fez dois clipes meus e com quem tenho muita afinidade, e eis que um belo dia chega um circo em Belém, onde uma das atrações era um gorila mecanizado de 12 metros de altura que emulava o clássico King Kong. Que tal?

Pilhei minha amiga diretora e botamos na cabeça que iríamos gravar com o macaco de qualquer jeito para alguma coisa que ainda não sabíamos ao certo.”, relembra Sammliz

A história de uma mulher comum que dá a volta por cima após passar por uma tormenta acaba entrando no enredo do clipe dirigido por Adrianna de Oliveira e que conta com direção de fotografia de Matheus Almeida.

“As imagens de um tempão atrás encontraram o destino, o conceito da mulher comum, vulnerável, mas enaltecida quando vira fera. Temida, mas que ninguém tem ideia do que aconteceu com ela até que virasse o jogo. A nossa mulher gorila, a nossa Monga.”, conta a paraense

O processo do clipe durou quase 2 anos e só foi possível graças a parceria com o circo itinerante Khronos que estava de passagem por Belém. Eles puderam filmar com um macaco robótico de aproximadamente 10 metros que inspirou a criação de um vídeo que falasse sobre transformação.

O amor e as experiências dolorosas traduzidas nos versos da canção acabam ganhando os holofotes em uma atuação que dialoga com a personagem da Monga.

Fotografia & Trama

A fotografia, coloração e as luzes acabam por sua vez enchendo a tela e colaboram para o impacto da produção audiovisual. O suspense e o drama ganham contornos em sua narrativa que vai ambientando o espectador ao cenário aos poucos.

O aspecto de cada cena poder virar uma fotografia é presente, do choro de sangue ao intenso jogo de luzes. Plástico e aos poucos adicionando elementos que culminam na guinada da personagem. A dança antes triste ganha energia e confiança – tanto que isso se reflete nos traços de confiança estampados na face de Sammliz durante sua performance.

Se empodera de tal forma que de tão forte não teme as garras do Gorila por mais assustador que ele pareça. Um roteiro que mostra a força da transformação e de como a vida pode dar voltas. Nada como um dia após o outro. Nada como uma nova história de amor para fazer tudo voltar a ter sentido na vida. Superação.

5 lllucas “Azul”



Em pleno dia de natal lllucas decidiu presentear os fãs com o clipe para “Azul”. O single foi lançado em setembro ganhou uma produção audiovisual rebuscada e um tom, digamos assim, existencialista.

O vídeo capricha na fotografia trazendo cores do campo e uma narrativa em slow-motion que dialoga com a letra da canção. O movimento e as ações dão a dinâmica de desintoxicação dos ares nada puros da cidade. A odisséia ganha a companhia de amigos que também passam lentamente pelo mesmo processo doloroso de redescoberta de sua própria essência.

Assina a produção a produtora Lombada Filmes em parceria com o baixista Caio Campos que assina o roteiro ao lado de Luiz Gustavo Auricchio. Já a direção foi realizada por Alice Stamato e Auricchio.

“O clipe de Azul encara de forma mística e contemplativa a busca pelo desprendimento estético entre o lo-fi e a produção independente que estamos acostumados”, explica Caio.

“Acho que a cor azul sempre carregou a simbologia da tristeza. No caso, a tristeza e solidão do jovem suburbano. Mas, dentro do contexto da música, ela vai além. Azul se torna, no ambiente distópico proposto pelas texturas sintéticas, uma marca preditiva que algumas pessoas carregam, com tons tão sensuais quanto radioativos, o que fica reforçado no vídeo.”, completa Lucas.

6 Moreati “Tempo Pra Dizer”



O power trio de rock psicodélico capixaba Moreati fez para merecer o espacinho por aqui com um clipe D.I.Y. e bastante caprichado.

Para antecipar o lançamento da novíssima fase do trio, eles trazem um videoclipe repleto de referências e gravado em uma fexxtinha daquelas. Com direito a luzes, cenografia, biritas, roteiro e narrativa que prendem o espectador, eles lançaram no dia 12/12 a produção audiovisual em Premiere no Hits Perdidos (Confira).

A produção audiovisual de maneira sábia usa dos recursos da festa a seu favor. Dos amassos, passando pelas bebedeiras, poses, dancinhas blasé ao descompasso de quem “cai de paraquedas” no fervo.

Mas a canção “Tempo pra Dizer” ao mesmo tempo também passa uma sensação de cura e reconforto após ter que lidar com rupturas e mudanças de paradigma em relação a vida.

Em seu enredo a protagonista, vivida por Marina Melim, desfila por uma festa e tem que lidar com altos e baixos. No fim, ela está sozinha e o estopim para suas emoções é quando encontra a foto de um velho amor no bolso, que queima ao fim da história.

A ruptura do fim conversa com a maturidade da personagem que entende: tudo passa e está tudo bem. Fazendo desta forma as passes com o passado para conseguir seguir em frente.

O Ponto de Vista

“A ideia era partir do ponto de vista do narrador no futuro, que olha para trás e reconhece tudo de bom que deixou passar, e que poderia ter aproveitado melhor.

Ao se dar conta da sua mortalidade, e do tempo que nunca para, o olhar com nostalgia, torna-se melancólico. Maduro, o personagem enxerga, com a distância do tempo, o macro com mais clareza.”, explica Vitor Locatelli, voz e guitarra.

Na ficha técnica do curta temos Vitor Locatelli (direção, roteiro, produção e direção de fotografia), Ju Galdis (direção, roteiro, câmera e edição); Marina Melim (roteiro, produção e é a protagonista do vídeo) e Fepaschoal (assistente de câmera).

7 Hot e Oreia “Padrões”



O duo mineiro Hot e Oreia no dia 16/12 disponibilizou o vídeo para “Padrões”. A direção do clipe é assinada por Celina Barbi e tem produção realizada pela Xeque Mate. O bom humor e a desconstrução de esteriótipos são abordados dentro do contexto contestador da letra…o vídeo por sua vez navega neste flow.

8 Supercolisor e Victor Meira “Incêndios”



A Supercolisor, de Manaus (AM), iniciou em dezembro o que tem tudo para ser um grande ano para a banda, afinal de contas, o terceiro disco Viagem ao Fim da Noite está perto de ganhar a luz do dia e será lançado ainda no primeiro semestre. Para aquecer o grupo lançou “Incêndios” faixa que conta com a participação de Victor Meira (Bratislava / Godasadog) e no dia 13/12 ganhou um belo videoclipe.

“Incêndios é a primeira faixa que trazemos ao público, depois de um período intenso pra nós, de internamento e intimidade com o time que fez este novo disco. Não por acaso é também fruto lírico de um momento igualmente intenso do país e do mundo, de chamas reais e metafóricas, de combustão perigosa das relações pessoais e sociais nessas novas – e portanto ainda desconhecidas – formas de se comunicar”, conta Ian Fonseca, vocalista, pianista e principal compositor do grupo.

“Desde bem cedo no processo, essa canção já tinha um significado especial, como um primeiro passo desse novo estágio em direção a um som que ainda não conhecíamos bem. E ainda assim, observando o seu estado final, soa como uma transição natural entre o que o público já conhece do Supercolisor e o que estamos querendo explorar agora. Quase com um gesto simbólico de queima e renascimento, parecia a canção apropriada pra nos reconectarmos a nós e às pessoas ao nosso redor”, conclui Ian.

O vídeo dirigido por Alberto Whyte traz na sensibilidade, calmaria e sensações o trunfo de sua inflamável narrativa em P/B. A participação de Victor Meira traz a poesia e contrapõe com a serenidade e otimismo em meio ao caos.

9 Cyanish “Act Of Love”



Em Dezembro (2019) também realizamos a Premiere (Confira) de um clipe que estava sendo feito já a um bom tempo e finalmente ganhou a luz do dia. Lúdico e misterioso, seria uma ótima forma de definir o roteiro e os plots twists do novo clipe da banda Cyanish.

O vídeo para o single “Act Of Love” teve direção e edição do vídeo realizados por Paulo Doi.

“Em suma, o clipe reflete a ideia de inadequação transmitida pela letra, de forma que cada cena apresenta um personagem que se encontra em situação de desconforto ou algo similar, seja em uma briga, em uma festa ou em um trabalho entediante.

Ao final do vídeo, as cenas aparecem em sentido contrário e contam o desfecho de cada história, algumas mais óbvias, outras com margem maior para uma interpretação subjetiva”, explica Scalone.

O escuro e o slowmotion acabam entrando como elementos de cena fazem com que as relevações, desfechos eplot twists acabam transparecendo na tela. Feito o rebobinar de uma cena de crime de CSI.

10 La Leuca “Morning Gloria (O Medo)”



Prestes a se apresentar na SIM São Paulo, realizada em Dezembro (2019), a La Leuca de Florianópolis (SC) lançou o videoclipe para “Morning Gloria (O Medo)”.

O vídeo com estética p/b foi produzido por Ailaiqueti (@ailaiquetistudio) e mostra uma atmosfera mais dark que flerta com o post-punk entre outras referências. Já mostrando por sua vez um amadurecimento em relação ao Dente de Leite.

11 Luiza Lian e Bixiga 70 “Alumiô”



A parceria entre Luiza Lian e Bixiga 70 (saiba mais) também ganhou uma produção audiovisual no começo de Dezembro (2019). O vídeo foi dirigido por Filipe Franco e conta com as participações de Luiza Lian, Bixiga 70, Alzira E., de diversos artistas e da diretora de teatro Claudia Schapira.

12 Ousel “Silent Mess”



No dia 13/12 a banda Ousel, de Goiânia (GO), disponibilizou o videoclipe para “Silent Mess”. A faixa é o segundo single do projeto que pretende lançar seu primeiro disco no dia 17/01.

Sua sonoridade flerta com o dream pop / post-rock e como referências eles citam Slowdive, Minor Victories e Mogwai. O videoclipe foi dirigido por Túlio Queiroz e Tiago Felberg.

OUTROS VIDEOCLIPES

Além dos 12 eleitos como melhores do mês de Dezembro (2019) nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Duda Beat “Vem Quente que Eu Estou Fervendo” (Recife / PE), Amanda Magalhães e Seu Jorge “Saiba” (São Paulo / SP), Rincon Sapiencia “Primeiro Volante (Verso Livre)” (São Paulo / SP), Janine Mathias “Rumores” (Brasília / DF), Acruz Sesper “Just Fine” (Santos / SP), Cartel “Tarde Demais” (Dom Feliciano / RS), Ovo Ou Bicho “Trem” (Rio de Janeiro / RJ), Gloria Groove “A Caminhada” (São Paulo / SP),

Superbrava “Teia” (São Vicente / SP), Violet Soda “Charlie” (São Paulo / SP), Naked Girls And Aeroplanes “Lost & Found” (Curitiba / PR), Vivendo do Ócio “Muito” (Salvador / BA), Persie “Lanchonete Cupido” (São Paulo / SP), Atalhos “ O Primeiro Filme de Leo Carax” (Birigui / SP), Pabllo Vittar “Amor de Que” (São Luís / MA), Project46 “Pode Pá” (São Paulo / SP)

Clipes de Dezembro (2019) | Parte 2

Vanguart “Sente” (Cuiabá / MT), Leela + Letrux “Scarfacebook” (São Paulo /SP), Thiba “Traz Sua Saudade” (São Paulo / SP), Animizmo “Vida Curva” (Curitiba / PR), Røkr “Damn Done” (Recife / PE), Nego Gallo “Onde Há Fogo” (Fortaleza / CE), IZENZÊÊ ft Morcego “123UM” (Rio de Janeiro / RJ), Caio “Só” (São Paulo / SP), Flor Et “Vox” (Porto Alegre / RS), FBC part. Ebony “Confio” (Belo Horizonte / MG), Alice Caymmi “Areia Fina” (Rio de Janeiro / RJ), A Outra Banda da Lua “Lua” (Montes Claros / MG), Institution “Memória Falha / A Queda” (São Paulo / SP),

Jorg. “Outros Passando” (Maceió / AL), Rael “Vendaval” (São Paulo / SP), Carne Doce “Tônus”  (Goiânia / GO), Never Too Late “Disconnected” (São Paulo / SP), Constantina “Frida” (Belo Horizonte / MG), Império da Lã “Dançando no Giroflex” (Porto Alegre / RS), Bel_Medula “Pança Cheia”  (Porto Alegre / RS), Teorias do Amor Moderno “Rua Augusta” (Santo André / SP), Ludmilla “Verdinha” (Duque de Caxias / RJ), Benziê “Eu amo você menina” (Sorocaba / SP)

Clipes de Dezembro (2019) | Parte 3

Red Lights Gang “She Put The Spell On Me (My Baby)” (São Paulo / SP), Malvina “Hairesis” (Niterói / RJ), Murillo Augustus & Steve Warren “Hostile Sanatorium” (Salto /SP), Ordinals “Respirar a Cor” (Aracaju / SE), Dongo Dongo “O Vilarejo” (São Paulo / SP), Ossos Cruzados ““Palhaços” (Taboão da Serra / SP), Bruna Caram “Baile Da Revanche” (São Paulo / SP), Mc Rebecca, Kevin O Chris e Wc No Beat “Repara” (Rio de Janeiro / RJ),

Canil “Foda-se” (Fortaleza / CE), Capitão Nemo “Princípio, Meio e Fim” (Piracicaba / SP), Novo Atto “Vem da Mente” (São Paulo / SP), Matheus Brant “Supera” (Belo Horizonte / MG), Delon “Segura Bola” (São Paulo / SP), Putz “Eu Sei” (São Paulo / SP), Rockstrada “Pessoas Problemas” (São Paulo / SP), Dona Iracema “Tô no Cid” (Vitória da Conquista / BA).


Melhores Clipes Dezembro (2019)


PLAYLIST NO YOUTUBE (Dezembro | 2019)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 67 videoclipes coletados durante o mês de Dezembro (2019). Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



PLAYLIST NO SPOTIFY

Desta forma chegamos a playlist com os clipes lançados no mês de Dezembro (2019). Dos 67 vídeos do post, 65 possuem as faixas no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify<-



Qual você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual clipe de dezembro (2019) você mais gostou!