Enfim as listas de 2019 começam a sair do forno no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo terceiro ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro. Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos.

Agora temos mensalmente a lista de melhores clipes do mês e a de sessions. A de lyric videos foi encerrada, e singles ganharão espaço na programação do Dezgovenadoz sob a curadoria do Hits Perdidos na Mutante Radio (Toda quarta-feira às 16 horas)

Em Abril continuamos a parceria com o programa Udigrudi da Play TV, onde o Hits Perdidos seleciona semanalmente alguns videoclipes para aparecer por lá. Inclusive fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Vários clipes dos listões já tem aparecido na programação. Lembrando que o programa vai ao ar todos os domingos às 20:30h.


Screen Shot 2019-05-01 at 15.16.29

Neste domingo (12/05) o Udigrudi chegará a sua edição 394 na telinha da Play TV.


LISTAS 2019

Janeiro 
Fevereiro
Março

Neste mês de Abril trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 119 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Em Abril inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s. Reunimos 119 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira. O que impressiona é termos uma média de 3,96 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 117 artistas de 16 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE ABRIL. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!


1 Luiza Lian
“Vem Dizer Tchau”



Depois do belíssimo clipe para “Azul Moderno”, a paulistana Luiza Lian chega com mais um vídeo para promover seu novo álbum – lançado no ano passado via selo RISCO.

Desta vez com “Vem Dizer Tchau” que foi disponibilizado no dia 16/04. A produção audiovisual é assinada por Pedro Sokol que teve como assistente de direção Arthur Vitolo e foi produzido pela Central Content.

Com muita sensibilidade, simbolismos e fotografia impressionante, a delicadeza das metáforas, coloração e roteiro consegue captar a atmosfera de um relacionamento em frangalhos.

Leve, denso, sentimental e conseguindo colocar o espectador dentro do contexto de sua prosa. Tendo até como recurso a perspectiva “do que é real”, do que é “um sonho” e do que é apenas “uma metáfora”.

2 Boogarins “Invenção”



No dia 11/04 foi a vez dos goianos do Boogarins lançaram o videoclipe para “Invenção”. Foi o campo das metáforas e a brincadeira de “cientista maluco” o caminho para falar sobre a própria criação. As passagens pelos anos, aprendizados e transformações ganharam vida em um roteiro que ganhou uma roupagem – e linguagem visual – um tanto quanto psicodélicas.

O vídeo tem roteiro de Raphel Vaz, baixista da banda, e foi dirigido por Gabriel Rolim e iluminação de Hugo Aboud. No dia 10/05 via OAR e LAB 344 eles lançarão o quarto disco de sua carreira, Sombrou Dúvida.

3 O Terno
“Pegando Leve”



Para promover seu novo álbum, que saiu em abril, O Terno no dia 09/04 disponibilizou o videoclipe para “Pegando Leve”. A faixa 2, de atrás/alémganhou logo uma produção audiovisual que consegue ser ao mesmo tempo: irônica, divertida e crítica a nossos tempos.

Tanto a velocidade com as coisas, a preocupação demasiada com trabalho, se manter ativo nas redes sociais e a pouca valorização dos momentos que temos para descansar – e se divertir – acabaram ganhando espaço tanto na composição de Tim Bernardes, como no vídeo.

O clipe foi produzido pela Pródigo Films, teve direção de Guilherme Nasser, e roteiro feito em conjunto pela banda e o diretor. Os destaques ficam para os takes aéreos e a simplicidade de mostrar, mesmo dentro de um barco, nossos dramas cotidianos.

4 Mombojó “Anjo que
Nasce Homem”



Lançado já nos últimos dias do mês, no dia 26/04, os pernambucanos do Mombojó apresentaram o vídeo para “Anjo que Nasce Homem”. Canção que tem como temática o ódio e a intolerância, temas que têm dado o que falar nos últimos tempos.

Criticando privilégios e exemplificando isso através de um personagem que ingere uma “droga” (LSD) chamada “Jesus” para notar o quanto faz mal para a sociedade ao seu redor.

“Essa música foi composta no primeiro semestre deste ano. Era uma vontade minha de fazer uma autocrítica, como homem hétero, das condições que a gente vive, em que as pessoas tendem a criticar ganhos de direitos sociais da comunidade LGBTQ+. Ouço muitas pessoas falando sobre “mimimi”, dizem que eles “reclamam muito” e que não existe preconceito no Brasil.

Eu, como cantor e compositor, quero estar do lado do movimento LGBTQ+, mas, claro, que no meu lugar. Eu pensei em uma primeira pessoa para falar sem fugir da minha condição, fazendo uma autocrítica de alguma maneira, mesmo que abstrata. É difícil ser homem hétero e questionar isso, geralmente a gente só silencia e se cala. São 500 anos de violência que a gente sofre nesse país e as pessoas não conseguem rever esse discurso.”, contou Felipe S. em entrevista para o jornalista Rafael Donadio

Forte, ácido, com coloração forte, descontrole e roteiro afiado, o registro teve direção, fotografia e edição realizadas por Luan Cardoso.

5 FingerFingerrr
Rollz Royce



No dia 08/04 em Premiere no Hits Perdidos o duo FingerFingerrr lançou o videoclipe para “Rollz Royce”.

Após excursionar por mais de 2 anos eles estão atualmente se preparando para um novo disco. Este em que eles prometem continuar realizando experimentações… mas sem perder o espírito D.I.Y. e fugir de sua essência wanderlust.

Mas enquanto isso não acontece eles aproveitaram uma passagem pela Califórnia para gravar o videoclipe para “Rollz Royce”. Ao lado do amigo, e diretor, John Threat eles optaram por gravar um videoclipe de tirar o fôlego.

“Rollz Royce foi o primeiro single lançado depois do nosso disco de estréia, MAR, e veio com a proposta de trazer uma nova faceta do FingerFingerrr, mais quente, astral e sexy”, comenta Cifas.

Com intensidade, improviso e roteiro sendo formulado enquanto gravavam, o resultado do clipe, que faz uma road trip pelas ruas e subúrbios de Los Angeles, trouxe além de experiências inesquecíveis uma porção de hematomas para os integrantes.

“Foi coisa do destino: nos sentindo em movimento em direção ao próximo trabalho, recebemos esse presente do John, um clipe para uma música com nome de carro”, revela Flavio

Threat é amigo de longa data do duo e entrou de cabeça na pira automobilística do vídeo. Até mesmo seu carro foi “tunado” especialmente para as gravações.

“Com o qual o diretor ficou tão animado que, para realizar os efeitos da pós produção, pintou o próprio carro de azul com lata de spray de um dia para o outro”, conta Cifas

“Trabalhar com o John é sempre incrível. Conhecemos ele há algum tempo. Ele é muito criativo, doido, gosta muito do nosso trabalho e há um respeito mutuo de se deixar levar pela arte e fazer o melhor possível.

É sempre uma adrenalina fudida (sic), ele cobra muito a nossa performance e a gente se joga de cabeça (por isso inclusive que a gente acaba as gravações exausto e com vários hematomas)., finaliza o músico

A produção audiovisual empolga justamente pela insanidade e pelo fato de a câmera colocar quem assiste ao vídeo dentro dele. O estilo “fora da lei” e flerte com o 4×4 do vídeo vai ganhando cenários…incluindo a linha de trem. Momento que teve adrenalina durante as gravações.

“Ele (Threat) fica o tempo todo gritando: pula! sai do carro! dança! agita! quebra tudo! É frenético mas o resultado é incrível. O clipe da “Rollz Royce” foi muito desafiador nesse sentido.”, relembra Cifas

6 Filipe Catto
“Eu Não Quero Mais”



No dia 19/04 foi a vez do gaúcho Filipe Catto lançar o vídeo para “Eu Não Quero Mais”. A produção contou com a direção de fotografia e edição de Tuane Eggers e Kim Costa Nunes e as filmagens foram realizadas em Porto Alegre (RS).

Os destaques ficam para a produção, maquiagem, iluminação e cenografia que transformam o vídeo em uma obra de arte.

7 Pseudo Banda
Ouvidos ao Mistério



Para falar sobre assuntos misteriosos – e esotéricos – a Pseudo Banda, lançou no dia 17/04 o videoclipe para “Ouvidos ao Mistério”.

A produção brinca justamente para o meio de campo entre a fé a razão, suas dúvidas e questionamentos, e como isso interfere em nossas vidas. Exaltando as divindades, ao mesmo tempo, que se atenta a liberdade de escolha.

“Ouvidos ao Mistério aborda questões relacionadas à espiritualidade. A música é um retrato da busca incessante por compreender o mistério e ao mesmo tempo sobre a angústia que essa busca causa, por vezes gerando uma rejeição. O desejo de adentrar no universo místico versus a exaustão da procura”, resume Vinícius Árabe

O roteiro veio das obras da artista surrealista espanhola Remedios Varo. O destaque fica justamente pela montagem do cenário, etéreo, e a atuação do trio que cria todo um ar espirituoso em meio a dúvida.

“A ideia veio primeiro da criação de um ‘Pseudo Universo’, um lugar onde nos transformamos. Trabalhamos com livre associações das pinturas, optamos por não utilizar um roteiro clássico, linear, mas sim investir na plasticidade das imagens e na atmosfera mística do clipe”, explica Bea.

8 Tuyo “Vidaloca”



Talvez a música que mais merecesse um videoclipe do novo disco dos curitibanos da Tuyo, Pra Curar, fosse justamente “Vidaloca”. E foi justamente a faixa escolhida para ser trabalhada em conjunto com a dupla de filmakers Couple Of Things.

“‘Vidaloca’ é uma percepção, um recorte do episódio de perceber que felicidade e realização são mitológicas”, assim define Lio, da Tuyo. 

“Por isso pensamos em levar essa história pra um ambiente praticamente deserto que, de tão neutro e pleno, acabasse gerando o sentimento de vazio e de profunda reflexão e dualidade. Nesta história, angústia e alegria caminham juntas o tempo todo”, completam Diana e Leo.

“Vidaloca” foi filmado em plano sequência. E foi em apenas uma tarde. O cenário escolhido foi a praia de Guaratuba, no litoral do Paraná.

“É assim que fazemos quase todos nossos clipes: com a estrutura mínima possível e com a intensidade ao máximo. Somos um duo vivendo e criando sets de filmagem mais pessoais e afetivos. O contrário não nos interessa tanto”, dizem Diana e Leo.

“A experiência da gravação foi marcante por conta do tamanho da leveza que foi trabalhar junto com Diana e Leo, em contraste com a tensão que eu tava antes por conta do tamanho da nossa preocupação com cor, discurso da imagem… magicamente a gente se encaixou de um jeito muito natural e leve”, comenta Lio sobre a percepção da banda sobre a gravação.

É justamente na simplicidade, no detalhe e na narrativa que o clipe acerta. Talvez se fosse algo muito rebuscado a poesia da canção que discorre sobre a “vida louca” fosse perdida. Visualmente a praia traz o conforto de um abraço e as meninas estarem de azul, e o menino de rosa, já deixa clara a opinião sobre a infeliz fala de Damares.

9 Bernardo Bauer
part. Sara Não Tem Nome

“Coragem”



Prestes a lançar o disco Pássaro-Cão, Bernardo Bauer no dia 25/04 disponibilizou o videoclipe para “Coragem”. Tanto a faixa, como o clipe, contaram com a participação, da também mineira, Sara Não Tem Nome que também assina a direção de arte da produção.

“Coragem” foi composta durante as eleições presidenciais de 2018, em uma reflexão de Bauer sobre como o medo impede o aprofundamento de todas as discussões e ações. “Medo de gente, medo do espelho, dos juros e taxas, dos comentários da internet.

Queria trazer esse lado urbano pra dentro do repertório do disco pra por o pé no chão. Com as músicas que falam do mato – como “Calçada” – eu tenho uma intimidade forçada, uma saudade de um tempo que eu não vivi, mas me entrego pra esse mundo velho e fantasioso que eu gostaria de visitar. Já “Coragem” é uma música que vem pra situar, é como se fosse a cama onde todos esses sonhos e pesadelos acontecem”, reflete Bauer.

Segundo o músico o clipe é uma espécie de sonho lúcido, onde o personagem está sempre em movimento por lugares um tanto surreais.

“Brincando com essa estética 2D que estamos acostumados a ver em games, nos inspiramos um tanto em um jogo chamado Limbo, onde o personagem vai ultrapassando obstáculos em um ambiente soturno, encontrando portais que o levam a submundos. Levando essa história do medo pra um ambiente cibernético, onde a realidade vai se metamorfoseando”.

Ele levou a ideia para Leonardo Branco, diretor do videoclipe, que desenvolveu o roteiro e o realizou junto da equipe de sua produtora, Limão Capeta Filmes.

Luzes, cores, sobreposições de imagens e um mix de tons escuros e vivos contrastam no vídeo que realmente nos leva para o universo lúdico dos videogames e suas tarefas. Estas que em sua letra ironiza quando cita nosso comportamento nas redes sociais. Um vídeo para assistir mais de uma vez!

10 Pedro Mann
Menino e Menina
feat. Mari Blue



O cantor e compositor carioca Pedro Mann no dia 08/04 lançou o videoclipe para “Menino e Menina”. A canção e produção audiovisual conta com a participação da Mari Blue. Ironiza o discurso de Damares, e posicionamento do atual governo federal, como no verso “O preconceito faz um muro e a gente passa por cima” deixa explícito.

“Resolvi falar de gênero e me veio esse refrão em forma de pergunta: ‘por que rosa é de menina e azul é de menino?’ Eu não queria falar somente sobre o papel do homem na sociedade, queria falar sobre gênero”, revela o artista.

Para que a discussão não ficasse fria ele adiantou seu planejamento de divulgação da peça audiovisual.

“Estou priorizando outros lançamentos e meu disco novo, mas senti que agora passamos por um retrocesso. Esse é o momento certo para falar sobre essa questão. Não é coincidência eu ter escrito isso há um ano e meio e ela ter falado isso agora.

Só reflete o retorno de um conservadorismo que não é de hoje. As coisas na sociedade andam em ondas, em ciclos. Infelizmente estamos numa época em que o conservadorismo está voltando e temos que falar sobre isso. Devemos ter cuidado.”, relembra o artista carioca

11 Pietá “Mar de Sonhos”



Pietá no dia 05/04 lançou o videoclipe para “Mar de Sonhos”. O registro foi lançado em parceria de Demarca e Rafael Lorga, e canção estará presente no próximo álbum da banda que sai ainda neste primeiro semestre.

Dirigido por Elisa Mendes, o clipe é um dos 12 finalistas da Mostra Competitiva do edital Novos Talentos da Música Firjan / Sesi. Os destaques ficam justamente para a produção, boa escolha da locação, figurinos, teatralidade e recurso poético dos espelhos como artifício da profunda, e densa, narrativa.

12 Zé Pereira “Quente”



O trio paulista Pereira lançou uma das produções mais criativas do mês no quesito “trabalhar a disposição do vídeo na tela”, um talento dado na edição e pós-produção. O vídeo para “Quente” foi disponibilizado no dia 26/04.

Os cortes e imagens constroem em si um divertido roteiro que embala o ritmo quente – e dançante – da faixa. São movimentos, cores, dancinhas, movimentos do cotidiano e o bom uso das cores que embalam a balada caliente.

“A gente escolheu ‘Quente’ para abrir os caminhos do novo EP por dois motivos”, explica o trio.

“Primeiro, por ser uma música que dá continuidade ao disco anterior, Pereira (2017) e, segundo, porque também sinaliza uma nova fase da banda, mais madura e com mais experimentações”, reflete.

O registro foi produzido pela Vênus Filme e contou com a direção de Thatiane Almeida.

13 Reggae Viking “War”



Quem aparece por aqui também é o Reggae Viking diretamente de Londrina (PR). No dia 08/04 foi disponibilizado o vídeo para “War”, este que foi produzido pelo Projeto Aletheia e contou com a direção de Tamy Iwanaga.

Segundo Tamy e Ed, diretores como Dario Argento e até Quentin Tarantino serviram como inspirações para o clipe.

O registro apresenta a atriz Maira Kodama imersa em uma rotina repetitiva e monótona que acaba despertando, por sua vez, um comportamento explosivo. É através de cores vivas, recortes e repetição que a sensação de paranóia e epifania enchem a tela. O figurino e a caracterização também merecem destaque.

14 Saskia “E Agora?”



A gaúcha Saskia continua provando que é uma das grandes revelações da música gaúcha e no dia 09/04 escolheu disponibilizar seu novo single através de um videoclipe. A faixa em questão é “E Agora?” e teve vídeo dirigido, e fotografia, realizadas por Kim Costa Nunes e Tuane Eggers.

“O cenário do clipe foi onde eu cresci. Minha casa em Guarujá, zona sul de Porto Alegre, onde fiquei até os 14 anos, quando me mudei para [a cidade de] Torres. Essa casa da minha família foi construída pelo meu avô há pelo menos uns 50 anos. É um lugar representativo pra mim, pois morar nesse espaço mais isolado e periférico me influenciou a explorar a criatividade. Foi onde aprendi a tocar meu primeiro instrumento, o violão.

Na beira do [rio] Guaíba foi onde eu escrevi minhas primeiras letras, e ainda escrevo, sempre dando uma banda sozinha na beira do rio. Essa música fala sobre minha volta para Porto Alegre, em 2016, agora morando sozinha, tentando passar na faculdade, conseguir um estágio, longe da família e do conforto, tendo que juntar as moedas pra pegar o ônibus ou indo a pé mesmo. Todo o processo de reconhecimento da responsabilidade da independência aconteceu nesse bairro pegando esse ônibus. Serraria – 179, o único ônibus que me leva pra casa.”, contou Saskia em entrevista para a Noize

É justamente a simplicidade, linguagem e estética que se destacam na produção audiovisual. Não deixem de acompanhar os próximos passos da gaúcha que impressiona por ter apenas 23 anos.

15 DSTN Young Folks



No dia 18/04 foi a vez dos limeirenses da DSTN lançarem em Premiere no Hits Perdidos o vídeo para “Young Folks”.

O clima burlesco e de festa de rua entram em cena no falso plano sequência do videoclipe. O grande destaque de “Young Folks” é justamente seu roteiro interativo.

Nele o espectador é convidado a experimentar, e somar, nos passinhos do registro que traz em cena jogadores de futebol americano, ravers, universitários, o espírito dandy e o clima do interior. Lembrando bastante a estética dos videoclipes dos anos 2000, onde mil coisas aconteciam ao mesmo tempo e mal tínhamos tempo para respirar.

Já sua sonoridade vai fisgar fãs de The Fratellis, Arctic Monkeys, Miles Kane e Kasabian.

A produção audiovisual tem direção de Lucas Mendes, roteiro idealizado por Lucas e Felipe Tofoli e direção de fotografia assinada por Thomas Dalfré, Lucas e Felipe.

“A nossa idéia desde o começo foi trazer a energia que a gente tinha no palco pra um disco, ele é a playlist que tocaria na nossa festa.

Nos últimos anos o hábito de dançar e ficar à vontade pra chapar e se libertar foi se perdendo por vários motivos. Esse contato com o mundo é muito importante, a vida sempre foi caótica e estressante.

“Young Folks” é a música que mais representa isso nesse universo que a gente criou. Ela fala sobre quem vai curtir um rolê e não tá nem aí se alguém vai julgar ou não vai entender. “Folks just wanna dance around / And have fun like there’s nothing to care””, reflete e relembra Gui Ferraz

OUTROS VIDEOCLIPES

Além dos 15 eleitos como melhores do mês nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

francisco, el hombre “CHÃO TETO PAREDE :: pegando fogo” (Campinas / SP), Terno Rei “Dia Lindo” (São Paulo / SP), Rosa Neon “Embalagem” (Goiânia / GO), Djonga “Hat-Trick” (Belo Horizonte / MG), Marcelo Jeneci “Aí Sim” (São Paulo / SP), Thiago Pethit “Orfeu” (São Paulo / SP), Drenna “Guerra” (Rio de Janeiro / RJ), Lupa “E Se Não Der Pra Esperar?” (Brasília / DF), Ventilador de Teto “Focault” (Duque de Caxias / RJ), Mulamba “Canção de Amor para Estimada Natália” (Curitiba / PR), Soledad “Por Amor” (Fortaleza / CE), Young Lights feat. Gustavo Bertoni “Fast Heart” (Belo Horizonte / MG), Facção Caipira “Um Dia de Festa” (Rio de Janeiro / RJ), Não Não-Eu “Sou o que me trai” (Belo Horizonte / MG), Sara Não Tem Nome “Dias Difíceis” (Belo Horizonte / MG), Catavento “Leve Agora Mesmo!” (Caxias do Sul / RS), LeelaCada Vez Mais” (Rio de Janeiro / RJ), Indigo Mood “As You Go” (Fortaleza / CE), Banda-Fôrra “Abril” (João Pessoa / PB), Craca “Brazuka Noir” (São Paulo / SP), Black Alien “Vai Baby” (Niterói / RJ), Rincon Sapiência “Bon Voyage (Crioulo em Paris)” (São Paulo / SP)

Oto Gris “Palavras do teu corpo” (Fortaleza / CE), lllucas “Medusa (São Paulo / SP), Diablo Angel “Futuro” (Recife / PE), Beach Combers “Go Go Beach Combers” (Rio de Janeiro / RJ), Falso Coral, Bemti, Tiê “Faísca” (São Paulo / SP), Siso “Cascagrossa” (Belo Horizonte / MG), Clarice Falcão “Minha Cabeça” (Recife / PE), Maya “Labirinto” (Niterói / RJ), Luedji Luna “Acalanto” (Salavador / BA), Bia Ferreira “De Dentro do Ap (part. Thata Alves)” (Aracaju / SE), Statues On Fire “Time Stand Still” (Santo André / SP), Pata “Downer” (Belo Horizonte / MG), ACruz Sesper “Window” (São Paulo / SP), Oruã “Cruz das Almas BA” (Rio de Janeiro / RJ), Abacaxepa “Piracema” (São Paulo  / SP), Emicida “Mil Coisas” part. Drik Barbosa (São Paulo / SP), YOÚN “Meu Grande Amor” (Baixada Fluminense / RJ), Lagum “Detesto Despedidas” (Belo Horizonte / MG), Boogarins ‘Tardança” (Goiânia / GO), Dona Onete “Ação e Reação” (Cachoeira do Ariri / PA), Bruna Mendez “Calor, Sol e Sal” (Goiânia / GO), Victor Mus “Vapor” (Rio de Janeiro / RJ), Luísa Lacerda e Quarteto Geral “Capitães de Areia” (Rio de Janeiro / RJ), Coruja BC1 “Éramos Tipo Funk” (Osasco / SP), Síntese “A Rua Sabe” (São Paulo / SP), Triz “Pra Berlin” (São Paulo / SP)

Mari Blue “Fora de Série” (Belo Horizonte / MG), Alteris “A Revolução Interna” (Barra Mansa / RJ), Tuyo “Conselho do Bom Senso (KEL REMIX)” (Curitiba / PR), Akio Ponte “Última Tentativa” (Brasília / DF), Heitor Vallim “Por Que Você Não Vem Dormir?” (part. Gabriela Lenti)  (Santos / SP), Joana Castanheira “Para Ana” (Florianópolis / SC), Wallacy Williams “Escapismo” (Fortaleza / CE), Wagner Almeida “O Cão e a Raposa” (Belo Horizonte / MG), Thalles Cabral “Olivia” (Porto Alegre / RS), Céu de Vênus “Memes” (Curitiba / PR), O Cientista Perdido “Storm” (Brasília / DF), Malundu “Libanês na São João” (Rio de Janeiro / RJ), Deaf Kids “Espirais da Loucura” (São Paulo / SP), Overfuzz “Keep Yourself Awake” (Goiânia / GO), Frogslake “Escape” (Rio de Janeiro / RJ), Cordillera “Black Sea” (Campinas / SP), CPM 22 “Honrar Teu Nome” (Barueri / SP), Black Opala “Bar do Centro” (Rio de Janeiro / RJ), Virótica “Latino Americano” (Rio de Janeiro / RJ), Ivy Morais “Força de Dentro” (Governador Valadares / MG), Isadora Melo “Para Iluminar o Rolê” (Recife / PE), IZA “Brisa” (Olaria / RJ)

Banda Cigarra “Caboclo” (São Paulo / SP), Playmoboys “Anos Perdidos (Ela Disse Que)” (Rio de Janeiro / RJ), Siamese “Moleque” (Curitiba / PR), Caos Lúdico “Recordações” (Brasília / DF), Veja Luz “Dona da Minha Cabeça” (São Paulo / SP), KIM “Mais Um Sol Chegar Part. Marcello Sonoro” (São Paulo / SP), Fafá de Belém “Alinhamento Energético (Humana)” (Belém / PA), Melim “Dois Corações” (Niterói / RJ), NVS “Mensagem Sobre A Vida” (part Léo Souza) (João Pessoa / PB), Devilish Dear “Glass React” (Rio de Janeiro / RJ), ESKRÖTA “Eticamente Questionável” (Rio Claro e São Carlos / SP), São Yantó & Chicão “Offline [Marcelo Segreto]” (São Paulo / SP), Fernanda Santanna “Capoeira”  (Barbacena / MG), Ilessi “Ladra do Lugar de Fala” (Rio de Janeiro / RJ), Mixhell & Joe Goddard “Killer Whale” (São Paulo / SP), Fenestra “Adolescência” (Barueri / SP)

Banana Juana “Sugar Baby” (Campo Bom / RS), Rosa de Saron “Um Dia” (Campinas / SP), Lascaux “Doce Ruim” (Fortaleza / CE), Sofá a Jato “Pra Nunca Mais” (Porto Alegre / RS), O Retrô Ativo “Loucura” (Ouro Preto D’Oeste / RO), Jambalaia “Suspeito” (Campinas / SP), Banda Marília Gabriela “A Arte de Fazer Cagada” (São Paulo / SP), A Olívia “Passar em Branco” (São Paulo / SP), eletá (Tamima Brasil & Elena Diz) “Mar Verde” (Salvador / BA), Roberta “Ela diz que me ama” feat. Gilberto Gil e Jorge Ben Jor (Natal / RN), Caio Bars “O Nosso Amor A Gente Inventa” (São Paulo / SP), Paulo Rocker & Os Rockaways “TV Aberta!” (Brasília / DF), Domestic Junkies “Daydreamer” (Rio de Janeiro / RJ) A Banda Não Veio “Por que Você Não Vai Dormir” (Embu das Artes / SP), Ossos Cruzados “A Prova de Morte” (Taboão da Serra / SP), Rebel Machine “In My Heart” (Porto Alegre / RS), Pavio “Cuviteiro” (Rio de Janeiro / RJ), Madame Tolstoy “Still Hurt” (São Paulo / SP), Jolt “Naquele Lugar” (São Bernardo do Campo / SP).

PLAYLIST NO YOUTUBE

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 119 videoclipes coletados durante o mês de Abril. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



Melhores Clipes ABRIL19


PLAYLIST NO SPOTIFY

Desta forma chegamos a playlist com os clipes independentes lançados no mês de Abril (2019). Dos 119 vídeos do post, 102 possuem as faixas no Spotify. Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma e outros pelo artista/banda não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify <-



Qual você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post!