O ano de lançamentos insiste em não terminar (é sério gente sosseguem um pouco!) mas hoje trazemos para você um belo videoclipe que reuniu “uma galera” para que este fosse possível. O power trio de rock psicodélico capixaba Moreati fez para merecer o espacinho por aqui com um clipe D.I.Y. e bastante caprichado.

Recentemente eles inclusive tiveram a saída do baixista Izac Alemeida mas tá tudo tão bem que ele até fez uma pontinha no vídeo.

A Moreati tem pouco mais de dois anos de existência e aos poucos tem firmado seu posto no cenário independente local tendo lançado um disco Algum Lugar (2018) e se apresentado ao lado de grandes nomes do indie como The Baggios e os conterrâneos My Magical Glowing Lens e André Prando, os três artistas inclusive que entraram no nosso TOP de Melhores Clipes de 2019 (Vote agora vai até sexta!)

“Depois dos dois primeiros anos de banda, resolvemos concentrar nossas energias em novas músicas e na busca por explorar novos ares. Agora com um pouco mais de maturidade e calma, conseguimos olhar para os processos de composição e produção com mais tranquilidade e explorar o que temos de melhor.

O desejo é preparar o terreno para um EP de 04 faixas que vai passear além do psicodélico, para as derivações mais suaves do gênero.”, antecipa Vitor.


Moreati

MoreatiFoto Por: Marina Melim


O Primeiro Capítulo

Para antecipar o lançamento da novíssima fase do trio, eles trazem um videoclipe repleto de referências e gravado em uma fexxtinha daquelas. Com direito a luzes, cenografia, biritas, roteiro e narrativa que prendem o espectador, eles lançam nesta quinta-feira a produção audiovisual em Premiere no Hits Perdidos.

A produção audiovisual de maneira sábia usa dos recursos da festa a seu favor. Dos amassos, passando pelas bebedeiras, poses, dancinhas blasé ao descompasso de quem “cai de paraquedas” no fervo.

Mas a canção “Tempo pra Dizer” ao mesmo tempo também passa uma sensação de cura e reconforto após ter que lidar com rupturas e mudanças de paradigma em relação a vida.

Em seu enredo a protagonista, vivida por Marina Melim, desfila por uma festa e tem que lidar com altos e baixos. No fim, ela está sozinha e o estopim para suas emoções é quando encontra a foto de um velho amor no bolso, que queima ao fim da história.

A ruptura do fim conversa com a maturidade da personagem que entende: tudo passa e está tudo bem. Fazendo desta forma as passes com o passado para conseguir seguir em frente.

“A ideia era partir do ponto de vista do narrador no futuro, que olha para trás e reconhece tudo de bom que deixou passar, e que poderia ter aproveitado melhor.

Ao se dar conta da sua mortalidade, e do tempo que nunca para, o olhar com nostalgia, torna-se melancólico. Maduro, o personagem enxerga, com a distância do tempo, o macro com mais clareza.”, explica Vitor Locatelli, voz e guitarra.



Na ficha técnica do curta temos Vitor Locatelli (direção, roteiro, produção e direção de fotografia), Ju Galdis (direção, roteiro, câmera e edição); Marina Melim (roteiro, produção e é a protagonista do vídeo) e Fepaschoal (assistente de câmera).

O Futuro é Hoje!

O trio formado por Vitor, Luiz Alves (bateria) e agora, com Renan Lobo (baixo) agora encara uma nova frase e neste próximo ano lançará seu novo EP que mostrará um pouco mais sobre os novo rumos do projeto. A mixagem do registro é de Jackson Pinheiro, enquanto a masterização é assinada por Igor Comério.

Ouça Moreati