Confira os melhores clipes lançados em agosto de 2019 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes 2019

As listas de melhores clipes 2019 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo terceiro ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos.

Agora temos mensalmente a lista de melhores clipes do mês e a de sessions.

A de lyric videos foi encerrada, e singles ganharão espaço na programação do Dezgovenadoz sob a curadoria do Hits Perdidos na Mutante Radio (Toda quarta-feira às 16 horas)

Udigrudi na Play TV

Em Julho continuamos a parceria com o programa Udigrudi da Play TV, onde o Hits Perdidos seleciona semanalmente alguns clipes para aparecer por lá.

Inclusive fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Vários clipes dos listões já tem aparecido na programação. Lembrando que o programa vai ao ar todos os domingos às 20:30h.


Clipes Moblins

Programa exibido no dia 08/09 na Play TV.


LISTAS 2019

Janeiro 
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho
Julho

Os Melhores Clipes lançados em Agosto

Neste mês de Setembro trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 118 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes
lançados em Agosto

Em Julho inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 118 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 3,80 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 118 artistas de 17 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE AGOSTO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1 YMA
“Colapso Invisível”



No dia 22/08 YMA voltou a apresentar mais uma produção fantástica. Ainda colhendo frutos de seu álbum de estreia, Par de Olhos, a artista lançou o cinematográfico videoclipe para “Colapso Invisível”.

Feito um quebra-cabeças, o videoclipe mistura cinema, mitologia grega, estética de videoclipes de nomes como Björk e Kate Bush; e tendo como companheiras de produção audiovisual outras artistas do cenário independente nacional. GEO e Gab Ferreira, por exemplo, participam da trama que discorre sobre o tão importante amor próprio.

Com direção geral de Sillas H., as personagens dialogam com Eros, Deus da paixão na mitologia grega, e cada uma representa, por sua vez, os elementos: terra, ar, fogo e água.

Cheio de metáforas e metalinguagens, o brilho da produção se destaca através de seus frames “instagramáveis”. Algo bem presente no Pop atual, basta ver os clipes dos coreanos do BTS, que prezam por frames e uma explosão de cores, assim fazendo com que o espectador assista até o final.

2 Raissa Fayet
“Zoiúda”



Os caminhos da fé guiam o videoclipe de “Zoiúda” da curitibana Raissa Fayet. O vídeo bilíngue, contendo poesia em Libras; foi gravado na Ilha do Mel e no Parque Estadual Vila Velha (PR).

Lançado logo no dia 01/08, “Zoiúda” é o primeiro single da trilogia homônima produzida por Kastrup. Sua narrativa discorre sobre a conexão com sagrado da terra, medicina da floresta e cura.

“Eu participei de um espetáculo quilombola em 2009, onde tinha um garoto que
interpretava um Orixá que falava: “Zóiudo! Vai matá os mal do mundo”.

Fiquei com essa frase ecoando e, no passar dos anos, ela esteve sempre presente…
brincava em casa com a minha mãe: ‘Zóiuda! Vai matá os mal do mundo…

Um dia, a canção se materializou, veio com letra e melodia, uma reza, um auto empoderamento, a conexão com o divino”, conta Raissa.

Assina a direção e roteiro Fernando de Carvalho Moreira, em uma produção que carrega muitos personagens míticos e simbolismos.

“A maior referência veio com Baloji, um artista do Congo que faz um trabalho audiovisual com uma estética única e sensacional. Produzimos entidades e boa parte do elenco é a comunidade nativa da ilha”, explica Raissa.

Sobre a tradução para Libras ela enfatiza:

“Eu faço toda a canção em língua de sinais brasileira (libras) assim como Rafaela Hoebel (atriz e ativista surda que me apaixonei) e Jonatas Medeiros (tradutor intérprete e ativista), que representou a entidade da semente crioula no clipe.

Eles fizeram a tradução da canção em forma de poesia-sinalizada com uma linguagem impecável, criativa e artística comunicando toda essa poética com surdos e ouvintes. Aumentando assim o espectro de comunicação”, finaliza a artista

3 The Baggios feat. Céu
“Bem-Te-Vi”



Com um olho atento para as produções cinematográficas, os clipes dos sergipanos do The Baggios têm o costume de serem um show à parte. O de “Bem-te-vi” lançado no dia 14/08 fez jus a fama e contou com a direção do próprio vocalista, Julio Andrade.

Presente em seu quarto disco, a libertação da “cidade tóxica” acaba se tornando o plot de seu roteiro que através da natureza, simbolismos e time lapse, constrói sua sutil narrativa.

A leveza do encontro com o verde transparece em suas metáforas e a maneira que escolhe para contar esta história. Com fotografia que mistura cores como vermelho e verde – que se complementam – o “labirinto de cobras” da letra acaba ganhando projeção audiovisual.

O ritual de expurgo do mal da sociedade dos engravatados acaba por sua vez sendo elemento de conflito na narrativa – e contribui para sua plasticidade.

4 Gabriel Thomaz Trio
“Toilet Line”



No dia 23/08 foi a vez do Gabriel Thomaz Trio lançar o videoclipe para “Toilet Line”. O formato escolhido foi uma vibrante e divertida animação envolvendo todo o universo imaginário magnético que acompanha tanto a banda como o Autoramas. Entre naves espaciais, colagens e astronautas. Assina a direção Eduardo Souza Lima.

5 Teago Oliveira
“Corações em Fúria (Meu Querido Belchior)”



Teago Oliveira, vocalista e guitarrista da Maglore, lançará seu primeiro disco solo no dia 17/09. O registro será via Natura Musical e para aquecer o baiano lançou uma música que tem em alguns de seus trechos homenagens a Belchior; “Corações em Fúria (Meu amigo Belchior)”.

A temática atravessa diversas camadas, uma das frases diz respeito à uma casa em Salvador, com 10 pessoas, que abrigava sua família e a de todos os irmãos de seu pai.

O videoclipe, gravado em Salvador, foi dirigido por Victor Marinho, que já trabalhou com Teago em outros projetos, incluindo o clipe de “Mantra”, faixa do álbum III (2015/Deck) da Maglore.

É através da tensão, do silêncio e das metáforas que o clipe segura seu enredo e prende a atenção do espectador. Vale o play e destrinchar cada um de seus versos.

6 Vivian Kuczynski
“Mesmo Lugar / Ictus”



No dia 02/08 a curitibana Vivian Kuczynski que lançou Ictus, recentemente via Balaclava Records, lançou o videoclipe duplo para “Mesmo Lugar / Ictus”.

O vídeo que impressiona por sua narrativa, paleta de cores e fotografia, teve a direção, fotografia e edição realizadas por Richardyson Marafon Trochman; direção artística e roteiro por Rafael Faret e maquiagem por Anna Wypych.

A própria letra acaba servindo de apoio para a narrativa e relacionamentos em frangalhos acabam transparecendo. A hipocrisia, falta de conexão, dispersão e conflitos acabam transparecendo em uma cena típica de jantar em família. Até claro que a dose de fúria acaba sendo o desfecho do vídeo para “No Mesmo Lugar”.

Já “Ictus” escolhe o frio do azul para conduzir a paleta da cenografia. A tensão, o medo e a solidão ganham desfechos poéticos – e muito sensíveis.

7 Luiza Lian
“Mil Mulheres”



Se teve um clipe que teve que lutar para ficar disponível nas redes sociais, foi o de “Mil Mulheres” da Luiza Lian. O Youtube derrubou, o Vimeo derrubou mas enfim tudo resolvido, ufa!

“O filme retrata uma relação afetiva que oscila entre os sentimentos de amor e de distância, onde os protagonistas fundem seus corpos e se separam na geografia de uma cama.”

Artístico, potente e intenso, o vídeo traz à tona a temática carnal da faixa. Esta que é uma das mais vibrantes do elogiadíssimo Azul Moderno. Então nada como dar a palavra para a própria Luiza Lian contar mais detalhes.

A direção é assinada por DIABA (Camila Maluhy + Octávio Tavares), produção por Aurora Ibri e Mafê Uehara; e direção de fotografia por André de Souza.

Mil Mulheres

“Nos programamos hoje (08/08) pra lançar o clipe de “Mil Mulheres” e fomos bloqueados em três plataformas diferentes, Instagram, Youtube e Facebook. Que a censura dos corpos nas redes é uma realidade, a gente já sabe faz tempo, nenhuma novidade. Mas restringimos a idade, protegemos o conteúdo, borramos as imagens e ainda assim foi surpreendente a agilidade com que se prontificaram em tirar esses vídeos do ar, os alertas gritam mais alto quando o assunto é nudez.

A música é sobre isso, sexo, o clipe também, bem simples e feijão com arroz, sem querer nem conseguir ficar emperequetando as ideias com imagens, essa foi a nossa decisão enquanto artistas, ser mais literais. Falar dos corpos, da pele, do que transcende nos encontros, bem crus e bem reais.”

O Desabafo

“Tínhamos esperança que com a restrição de idade o clipe ficasse lá, já que o filme que nos inspirou a fazê-lo, muito mais radical e explícito, está na íntegra no canal. Love, do Gaspar Noé.

A sensação que fica é que corremos sempre atrás do rabo no que diz respeito a nossa expressão, um passo pra frente e 10 pra trás. Esculturas e pinturas de homens nus são espalhadas pelas cidades do mundo desde a Grécia antiga, vem algum eleitoreiro reclamar de uma performance no MAM.

As pessoas dão um jeito de moralizar o sexo de toda forma que for possível, com os maiores malabarismos de discurso, a direita e a esquerda, o desejo é um tabu. É mais tabu pra “políticas de comunidade” do que os milhares de vídeos de pessoas morrendo, levando tiro, da violência diária física, fotografada e verbal sofrida por mulheres, vídeos misóginos, vídeos racistas, tudo passa pelo algoritmo e precisa de muito mais pra ser derrubado.

Discursos de ódio que destroem completamente a vida de pessoas, notícias falsas, nunca são derrubadas, mas é o corpo nu… o corpo nu que é perigoso. O corpo nu precisa de uma hora pra ser repreendido.  O desejo que é o que mais mata.”

Luiza Lian

8 C A P
“Oquedeu”



A C A P, de Sorocaba (SP), no dia 26/08 disponibilizou o videoclipe para “oquedeu”, este que contou com a direção de Rafael Augusto. A frustração com o ambiente tóxico de trabalho acabou sendo a temática da canção.

“Este trabalho me afetou de tal forma que acabei me tornando infeliz e improdutivo, tanto no trampo, quanto na música e na vida em geral”, esclarece o vocalista.

“Quando escrevi a música, pensei em diversos nomes e frases depressivas para retratar o momento, mas optei por fazer diferente. Escolhi escrever sobre o sentimento da virada.

Sobre o quanto eu lutei e fiz tudo o que podia naqueles dias, e que nem sempre a gente vai sair vencendo as batalhas, mas que quando a gente percebe os motivos das derrotas, pode fazer diferente na próxima”, explica Bruno.

Com uma estética noventista, que lembra um pouco Basement, câmera lenta e um parque de diversões, a energia da temática acaba sendo contextualizada de maneira delicada. Deixando claro os momentos de apatia e letargia.

9 Viratempo
“Fatos / Fotos”



No dia 09/08 foi a vez da Viratempo presentear os fãs com um vídeo para “Fatos / Fotos”. O grande equívoco – e distanciamento – promovido pelo uso indiscriminado das redes sociais acaba se refletindo em seu roteiro nostálgico que relembra como era o mundo antes de tudo isso.

Para quem gosta de fitinhas VHS, e seus efeitos analógicos, o vídeo também é um ótimo passatempo. O roteiro e edição são assinados por Vanessa Vannucchi.

“O desespero da cena em que sou “plastificado” é puramente real pois estava sufocando de verdade!

Acho que o ato de tentar escapar do plástico e não conseguir, pode ser comparado a relação entre agonia e superficialidade, relação muito parecida com o momento que estamos vivendo, as relações sociais digitais e a vida ilusória que vivemos nelas”, diz Vallada sobre o videoclipe.

10 Baleia
“Tudo falta, você sobra”



Nos anos 00 o Ok Go ficou marcado por fazer clipes que na época foram chamados de incríveis – e inovadores – por muitos. E muito disso se dava por conta dos detalhes e narrativa que propunha, era difícil não querer ver o que acontecia no próximo frame.

Quando me deparei com o novo vídeo da Baleia para “Tudo Falta, Você Sobra” tive a mesma sensação. E são os detalhes, closes, elementos e simplicidade que fazem dele impactante.

O vermelho e o contraste estão em todos lugares, lembrando até mesmo aquela estética que deu tão certo com Franz Ferdinand e White Stripes, não é mesmo?

O registro conta com direção geral – e de arte – realizada por Bruno Tavares e Carolina Vianna; e direção de Fotografia por Vianna.

11 Supervão
“Toneleadas”



A Supervão, de São Leopoldo (RS), continua a promover o Faz Party (Honey Bomb Records / Lezma Records / Natura Musical / 2019). A vida, o conceito de re-existência e aproveitar os momentos acabam entrando na narrativa do clipe dirigido por Lucas Carneiro Neves; e produção da CLAVA.

“Sempre gostei muito do trabalho de vídeo do diretor Lucas Carneiro Neves e o clipe me passa uma ideia de dar valor para vida, mas sem glorificar o medo de morrer”, conta Leonardo Serafini.

“O clipe parece narrar o desaparecimento em seu caráter parcial de possibilidade de reaparição da existência. Poder des-existir como alguma condição de continuar apostando na vida, em algo, que seja.

A despedida de algo que também deixa aberto um “até logo” mesmo que pareça ser impossível.”, frisa Ricardo Giacomini

12 Basement Tracks
“Blooming Inside”



Luz, câmera, ação! O novo clipe da Basement Tracks mergulha na noite sem ter horas para acordar. Para fechar o ciclo de Rave On (2018), os mineiros escolheram disponibilizar o videoclipe que faz uma ponte interessantíssima entre os anos 80 e 90.

A direção é assinada por Ivan Cunha e Victor Fonseca, já a direção de fotografia por Taua Klonowski e Igor Tibiriçá Mendes. O vídeo foi realizado via MVF Comission.

A história por trás dele é no mínimo curiosa. Até por isso pedimos para eles nos contarem mais detalhes sobre.

“O clipe de “Blooming Inside” começou de maneira muito espontânea. Digo isso porque inicialmente, tínhamos como projeto lançar um clipe para “Daydreamin’” mas acabou que não chegamos a um ideia concreta que transmitisse o feeling da música.”, conta Victor

A Protagonista

“Conhecemos a Vírginia Loures, a atriz do clipe, em uma noite em que Ruan e eu estávamos discotecando. Já conhecia a Virginia de matérias de jornal e de documentários voltados para a história do movimento punk em Juiz de Fora no início da década de 80.

Virginia tem uma história muito interessante; fez parte da primeira leva punk brasileira, dirigindo uma casa noturna, NAC (Núcleo de Ação Cultural) – voltado para o estilo que ainda tinha poucos adeptos e uma pequena divulgação na cidade – seu codinome era “Virgin Punk” e organizava shows e festivais mais voltados para o gênero em Juiz de Fora.

Jornalista e radialista, ela trabalhou em um jornal local e no incío do anos 90 mudou-se pra Nova York. Tendo trabalhado como correspondente de música e cinema de publicações alternativas brasileiras como a International Magazine. Além da Bizz e Set.

Hoje, vive em um sítio próximo a Juiz de Fora onde se dedica ao cultivo de alimentos orgânicos.

Digo que o clipe de “Blooming Inside” teve uma origem espontânea porque toda ideia surgiu ao ver Virginia dançando enquanto discotecavamos. Ela tem uma forma muito original e autêntica de dançar.”, relembra o músico

13 Gabriel Peri
“Visitante”



Este clipe acabou entrando de última hora no nosso listão e a culpa? Dos seguidores do instagram do Hits (já seguiu a gente por lá?). Em uma pesquisa para saber quais não poderia faltar este foi bastante votado e de fato mereceu o lugar no nosso seleto TOP 15.

O músico Gabriel Peri, de Cubatão (SP), no dia 30/08 lançou o vídeo para “Visitante”. O registro foi dirigido por Beto Whyte e teve direção de arte feita por Frederico Marcondes (Art Intel Media).

As partidas inesperadas acabando sendo um dos planos centrais da obra audiovisual; mas o lado místico do tarô por sua vez acaba entrando como elemento. A fotografia, as marionetes, a plasticidade e o cenário caprichado acabam por sua vez contribuindo para que se resulte em uma produção de destaque.

A performance é complementada pela dança de uma bailarina presa a fios e por marionetes que, manipuladas por bonequeiros, atuam como se fossem personagens do enredo. Repleta de intertextualidades, a montagem é “bonita e aflita ao mesmo tempo”, reflete o cantor.

14 Tangolo Mangos
“Gosto de Sol”



No dia 02/08 em Premiere no Hits Perdidos o quinteto baiano lança seu primeiro videoclipe. Parte de um trabalho de conclusão de curso, o processo de produção contou com a ajuda de amigos e foi feito de maneira bastante D.I.Y.

O resultado ficou divertido justamente por isso, por carregar uma identidade lo-fi ao mesmo tempo que deixa imortalizado o momento de construção da banda. A faixa em questão é a good vibes “Gosto de Sol” que conforme derrete: leva o ouvinte junto.

A escolha dela se dá justamente por ser a mais ouvida do grupo de Salvador (BA) nas plataformas digitais. Sua gravação foi em agosto de 2018 e sua conclusão foi apenas neste mês.

O roteiro mostra o calor do sol “derretendo” a tela, entre filtros e imagens da banda, e seus amigos, curtindo a praia literalmente num dia de mormaço.

15 Violet Soda
“Tangerine”



No dia 01/08 foi a vez do Violet Soda, de São Paulo, disponibilizar o videoclipe para “Tangerine”. O vídeo contou com a direção de Denis Carrion e através de uma narrativa em slow motion e de trás para frente consegue prender quem assiste.

OUTROS VIDEOCLIPES

Além dos 15 eleitos como melhores do mês nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Castello “Powerfull” (Rio de Janeiro / RJ), Luísa e os Alquimistas “Furtacor” (Natal / RN), Guaxe “Onda” (Goiânia / GO e Paraty / RJ), La Leuca “Ninfa” (Florianópolis / SC), marina melo “loukkk” (São Paulo / SP), Heloá “Agô” (Aracaju / SE), GEO “Condensar (feat. 1LUM3)” (Santos / SP), DELPHOS “Bruxa” (Brasília / DF), Transe “Greta” (Vitória / ES), fntsma “A Falta de Um Caminho” (Curitiba / PR), Massonettos “Milésima Vez” (São Paulo / SP), Twin Pumpkin & Mary More “Sunflower Daydreams” (Taubaté / SP e sul de MG), Kikito “Retina” (Belém / PA), Marcelo Gross “Me Recuperar” (Porto Alegre / RS), Blizterin’ Sun “Target” (Juiz de Fora / MG), Joana Marte “Egresso” (Belém / PA), giramundocão “vinte e três”(Petrópolis / RJ), Lupa “Bixinho” (Brasília / DF), Carpechill “Fama de Chato” (São Paulo / SP), Leo Fressato “Louco e Divertido” (Curitiba / PR)

Clipes de Agosto (Parte 2)

Iorigun “Wasting My Time” (Feira de Santana / BA), Urias “Diaba” (Maranhão), Flaira Ferro e Chico César “Suporto Perder” (Recife / PE), Tequila Bomb “Na Minha Jangada” (Maceió / AL), Inocentes “Donos das Ruas” (São Paulo / SP), Alice Caymmi “Pelo Amor de Deus” (Rio de Janeiro / RJ), Marcelo D2 & Sain “Eu Tiro é Onda – DJ Nuts RMX 2019” (Rio de Janeiro / RJ), Pitty “Ninguém é de Ninguém” (Salvador / BA), Manoel Cordeiro “Kalamazoo” (Ponta de Pedras / PA), Tiê “Não Sei Part. Rael” (São Paulo / SP), grãomestre “Saara” (Rio de Janeiro / RJ), Cidrais “Infinita” (Curitiba / PR), Rosabege “Imagem” (Niterói / RJ), Do Amor “Guanabara” (Rio de Janeiro / RJ), TCHELO “Transbordar” feat. MEL (São Paulo / SP), Davi “Ritual” (Goiânia / GO), Hikikomori “Ogrotóxico” (São Paulo / SP), hugo “não sou daqui” (Rio de Janeiro / RJ)

Clipes de Agosto (Parte 3)

Doris Encrenqueira “Além do Mapa” (Porto Alegre / RS), Comandante 22 “Boogie Solitario” (Rio de Janeiro / RJ), Carbo “Taste/Freedom (feat. Alexandre Marchi)” (Volta Redonda / RJ), Verbara “Meu Cabelo Arrepia” (Rio de Janeiro / RJ), Drop Inside “O que há de errado com você?” (Caxias do Sul / RS), Hurry Up “Sobre o Fim” (Americana / SP), Crazy Bastards “My Mistakes” (Curitiba / PR).

Haynna e Os Verdes “Você” (Parnaíba / PI), Devonts “Engrenagens” (Bragança Paulista / SP), Los Volks “Santa Bárbara” (Guarujá / SP), Matheus Who “My Best Lover” (Rio de Janeiro / RJ), Hutal “Acende devagar” (Indaiatuba / SP), Dongo Dongo “A Aventura” (São Paulo / SP), Yamí “Baião da Onça” (Rio de Janeiro / RJ), Bruna Black “Te Ter” (Diadema / SP), Cigarros Indios “Me Chama” (Araçatuba / SP), Tourdelanave “Ela Vai” (ABC Paulista / SP)

BEL “Real Grandeza” (Rio de Janeiro / RJ), Vaine (part. Natania Borges) “Engenho de Dentro” (Uberlândia / MG), Gabriel Buarque “Quando te Vi” (Niterói / RJ), Karina Libânio “Navega em você” (Belo Horizonte / MG), lekinnn “Peça” (Volta Redonda / RJ), Gravatas Borboletas “Curso Natural de Nós” (Fortaleza / CE), Isaac de Salú “O Peixe Se Afoga com Ar” (São Paulo / SP), Andro Baudelaire “Cê” (Belém / PA)

Mais Clipes (Parte 4)

Anna Ratto “Como 2 e 2” (Rio de Janeiro / RJ), MIDRA “Um Pouco De Ti” (São Paulo / SP), Natasha Falcão “Reginaldo” (Belo Jardim / PE), Rodrigo Del Arc “Afogar” (São Paulo / SP), Kafé feat Gloria Groove “Chama” (São Paulo / SP), Lauro Mendonça “When You Find Her” (Natal / RN), Guardavento “Copacabana” (Brasília / DF), Majur “20ver” (Salvador / BA), Mc Sid “Cuidado com o que deseja” (Brasília / DF), Carlos Sales “A Saudade” (Rio de Janeiro / RJ), Síntese “Da Sul Pra Leste” (São Paulo / SP)

OBEY! “Dança” (Juiz de Fora / MG), Virus ft. CeloDut, Young Piva “Antes Eu Corria Atrás” (Salvador / BA), Melim “Gelo” (Niterói / RJ), FBC, DaPaz, DJ Murillo & TH “Iluminado” (Belo Horizonte / MG), Martte “Cor da Noite” (São Paulo / SP), Iza “Talismã” (Rio de Janeiro / RJ), Guti[R] “Entrelinhas (Feat. Mestre Guerreiro & Milleide Lopes)” (Goiânia / GO), Guilherme Meirelles “Máscaras Rasas” (Rio de Janeiro / RJ), Sin Ayuda “Again” (São José dos Campos / SP), Momo. “Diz a Verdade” (RJ/Lisboa), Roger Deff “Etnografia Suburbana” (Belo Horizonte / MG), Último Sopro “Contra o Tempo” (Rio de Janeiro / RJ), Dazaranha “Coisas de Deus” (Florianópolis / SC).

(Ainda) Mais Clipes (Parte 5)

Mr.Flower feat. Raoni (Valente) “Teu lado Ninguém Vê” (Porto Alegre / RS), Lucas Mayer, Iris Fuzaro, JotaPê, Yasmin Olí, Lulinha Alencar, Kabé Pinheiro e Markus Thomas “Te Vejo em Dezembro”, Caio Couto “Movimento” (MG), Inluzt “Follow The Leader” (SP), Nan Dantas “Esperei Você Chegar” (Salvador / BA), Bravaguarda “Abra Essa Janela” (São Paulo / SP), Jack Boris “Showtime” (Diamantina / MG), General Sagaz “Nariz de Palhaço” (Rio de Janeiro / RJ), Os Indomáveis & Sandoval Shakerman “Açúcar Amargo” (Goiânia / GO), Projeto Trator “Absurdos” (São Paulo / SP), Envelope Nuclear “Explodir A Cidade” (Imaruí / SC), ilha dos gatos cegos “w i r e s 取 り 除 ” (Curitiba / PR), JVHN “Cidade” (São Paulo / SP), Uelo “Lugar Melhor” (Santos / SP), Dona Iracema “Volta Pra Casa João Feat. Luiz Caldas” (Vitória da Conquista / BA) e Jah Dartanhan “Acordei Pensando em Você” (São Paulo / SP).

PLAYLIST NO YOUTUBE

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 118 videoclipes coletados durante o mês de Agosto. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



Melhores Clipes Agosto


PLAYLIST NO SPOTIFY

Desta forma chegamos a playlist com os clipes lançados no mês de Agosto (2019). Dos 118 vídeos do post, 115 possuem as faixas no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify<-



Qual você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post!