Lista

Os Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)

Confira os melhores clipes independentes lançados em Julho | 2022 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2022

As listas de melhores clipes independentes 2022 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo sexto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de melhores clipes independentes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da PlayTV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos. O programa encerrou em Agosto de 2020 suas atividades (saiba mais como ajudar para que ele volte clicando aqui).

Listas de Melhores Clipes (2022)

* Janeiro
* Fevereiro
* Março
* Abril
* Maio
* Junho

Seu Clipe na TV

Fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Os Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)

Neste mês de Agosto trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube – e Spotify – com os 81 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Julho

Em Julho inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 81 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 2,61 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 79 artistas de 15 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE JULHO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1) Luísa e os Alquimistas “Guapetona”



Com claras inspirações na música urbana, reggaeton e na estética da cantora espanhola Rosalía, o grupo potiguar Luísa e Os Alquimistas apresentou em Julho o dançante videoclipe para “Guapetona”. O roteiro traz a história de um romance de duas mulheres que quando se encontram sai faísca. A artista revela que para a letra foi atrás de gírias argentinas e chilenas para deixar ainda mais soltos os versos.

“Essa música surgiu de uma pesquisa que eu estava fazendo de reggaeton sobre timbres, riffs que se repetem. Eu achei o riff junto com o synth ao mesmo tempo e o flow de Luísa foi construído em cima das bases. Trago uma influência meio cigana, meio árabe, meio leste europeu, além de timbres de metais”, conta Gabriel Souto

“Eu sou bissexual e essa música fala de um flerte com outra garota. A guapetona é a minha musa inspiradora e eu deixo isso muito nítido no clipe. Rola essa pegação mesmo na balada em um clima quentíssimo. Fogo!!”, explica Luisa Nascim.

A própria Luísa foi a responsável pela concepção do clipe, como costuma fazer ao longo da videografia. “Eu sempre estou muito junto na parte da concepção artística pensando que elementos vamos trazer. Tenho algumas cartas na manga onde destacamos também a dança, o circo, entre outros elementos”, ressalta a artista

2) Rachel Reis “Lovezinho”



Uma das revelações do ano a baiana Rachel Reis lançou em Julho o videoclipe para “Lovezinho”, faixa que estará no seu álbum de estreia, com direção de Lu Villaça. A canção ainda conta com produção de Barro e Guilherme Assis.

“Essa música foi mais uma forma que eu encontrei de falar sobre paixão de uma forma leve e desprendida, colocando a mulher numa narrativa diferente da convencional. A música fala de uma mulher apaixonada, que vive o sentimento intensamente, mas é perfeitamente capaz de ir embora quando quiser”, explica Rachel Reis.

“Vai ter tudo o que me conectou à música da minha infância até aqui”, antecipa a artista sobre a estreia

Já o clipe que tem direção de arte de Debora Pascotto e Milena Seta traz consigo o mistério, a dança e a teatralidade para o primeiro plano.

“Parece um assunto cansado, mas muito infelizmente a falta de liberdade de expressão, sexual e emocional da mulher permeiam tudo. Vivemos o país da selvageria e quem é algemada de imediato é uma mulher com os seios de fora em uma praia.

Vivemos um discurso de livre arbítrio, mas mulheres sofrem pressões emocionais muito cruéis a qualquer escolha que rompa expectativas de uma sociedade ultrapassada. É esperado que a mulher queira viver para coisas além dela e um verdadeira independência feminina ainda é um movimento de resistência”, contextualiza a diretora Lu Villaça.

3) Duda Brack “Man”



Duda Brack continua sua série original, escrita e dirigida por ela mesma em parceria com Ana Campos e Rebeca Brack. Em “Man”, terceiro vídeo da saga a artista que também tem carreira consolidada como atriz atua ao lado do ator Gabriel Leone. O vídeo é o terceiro a ser apresentado e também o último episódio, “Man” está presente em Caco de Vidro, eleito como um dos Melhores Álbuns Nacionais de 2021 pelo Hits Perdidos.

Em seu roteiro a produção audiovisual busca retratar o momento mais frágil da relação dos personagens, quando o relacionamento esfria e o parceiro passa a invisibilizar a personagem de Duda, mas também o ponto de virada de uma mulher que resgata seu poder e se liberta das amarras de um relacionamento opressor.

4) Glue Trip “Marcos Valle”



O ilustrador Daniel Vincent pode trabalhar pela terceira vez ao lado dos paraibanos da Glue Trip. Desta vez na faixa “Marcos Valle” do recém-lançado Nada Tropical.

“Daniel é um parceiro de longa data da Glue Trip. A primeira vez que trabalhamos juntos foi em 2013 e a gente não imaginava que essa união daria tão certo e seria tão duradoura. Hoje nosso primeiro videoclipe tem mais de 15 milhões de visualizações e é um dos grandes destaques do audiovisual psicodélico.

Quando mostrei para Daniel as músicas do disco novo deixei ele livre para escolher a que ele transformaria em vídeo. E pra minha surpresa ele escolheu Marcos Valle, a música que mais sintetiza a sonoridade do disco novo, trilha sonora perfeita de uma festa. E foi exatamente isso que ele fez, uma festa psicodélica de música brasileira em outra realidade, cheia de cor e de referências para um mundo que gostaríamos de construir. A atuação da atriz paraibana Raquel Ferreira também foi um grande destaque. Muito orgulho da equipe e do trabalho que construímos.”, pontua Lucas Moura.

“Marcos Valle” foi último single a ser revelado nas antevésperas do lançamento do disco. Com papel de reverenciar o trabalho do músico carioca a faixa carrega sintetizadores e ganhou um videoclipe em animação.

O swing também está presente na linha de baixo e na malemolência do coral que acompanham os vocais de Lucas. A referência do drink azul citado na música acaba entrando até mesmo no ensaio fotográfico do disco – e no vídeo para a música.

Já experiência das memórias, e vivências, ao ouvir o trabalho do músico acabam transparecendo ao longo da letra que diz “ouvir Marcos Valle bebendo demais, fumando demais”.

“Que combo! A mistura da derretida brisa psicodélica da Glue com a malemolência swingada tropical que Marcos Valle representa foi um prato cheio para a criação dessa animação. Uma delícia mergulhar nas várias influências brasileiras que permeiam o novo disco para trazer essa energia para o clipe.

Na primeira vez que ouvi a música, a animação já começou a surgir na minha mente, essa misticidade que o drink azul trás foi o ponto de partida para o desenvolvimento da ideia.

Esse projeto foi especial por vários motivos, mas o principal foi pelo time que foi montado. Tivemos a honra de contar com o talento de Raquel Ferreira, que interpretou nossa protagonista de forma genial, superando tudo que eu tinha imaginado. E também por ter contado com os traços de Daniela Simões e Tainá Lima, que mandaram bem demais trabalhando na rotoscopia da personagem.”, conta Daniel Vincent, diretor do clipe

5) Madame Javali “Luz Dentro do Caos”



A banda sergipana Madame Javali foi atrás de referências cinematográficas para sua nova produção audiovisual lançada em Julho. Se trata de “Luz Dentro do Caos” que foi beber da fonte inesgotável de criatividade de David Lynch, trazendo até mesmo referências e contrastes de Eraserhead (1977) e O Homem Elefante (1980).

“Luz Dentro do Caos discorre sobre a possibilidade de desfrutar uma utopia que efetua-se no presente, uma utopia que habita o campo do real”, revela Allan

O vídeo se passa num cenário de um futuro caótico e pós-apocalíptico, cujo protagonista é o frontman da banda, Allan Jonnes, sob a direção audiovisual de Alisson Mota. A inspiração é justamente a caótica e sem perspectiva de uma luz no fim do túnel do mundo nos últimos tempos, fazendo um paralelo entre o isolamento e a falta desilusão.

“O lugar comum clama por uma resolução que se apresentará apenas no porvir, por isso aguardam por uma luz no fim do túnel. O contraponto proposto pela canção está posto desde a construção adverbial que a titula; luz “dentro” do caos, que é a luz do agora, deste momento histórico, porque há luzes também no breu e na confusão, há dias que salvam-se, há encontros luminosos dentro do horror, pontos de fuga na tormenta, feixes de farol no caos”, completa o vocalista.

6) Pássaro Vivo “Corredeira”



A banda mineira Pássaro Vivo em Julho apresentou seu segundo clipe do novo disco. “Corredeira” se passa em um futuro distópico onde a água passa a ser um bem escasso e como mensagem tem como alertar sobre o momento nebuloso que estamos vivendo no trato com a natureza e suas terríveis consequências.

O cinema e a literatura acabaram entrando como referências através de clássicos, o filme Mad Max e o livro “Grande Sertão: Veredas” de Guimarães Rosa, aparecem nos detalhes do clipe dirigido por Sandrow Almeidan que já trabalhou anteriormente com o grupo.

“Corredeira” foi gravado na fazenda do amigo Geraldo Mendonça, em Galena, município a 70 km de Patos de Minas, cidade natal da banda. Nele a protagonista Humana, interpretada por Bárbara de Araújo em busca de um paraíso perdido onde é possível encontrar água e, portanto, vida. Deixando também um aviso importante, pois a falta de água potável já atinge 40% da população mundial e provoca guerras e migrações.

“Muitas músicas tratam da chuva como um símbolo de vida, de esperança, principalmente em locais áridos como o Nordeste. A chuva neste caso pode ser qualquer coisa que traz renovação, um novo começo, um novo respirar para a vida. O roteiro foi baseado na ideia de um futuro distópico no cerrado onde o aquecimento global, o desmatamento e a escassez de recursos naturais farão a vida civilizatória entrar em colapso.

A água, bem mais precioso da terra, vem como um novo sopro de esperança para pessoas de um sertão futurista, que lutam para sobreviver diante das ameaças de escassez de recursos e de agentes que simbolizam o capital e sua força destrutiva”, alerta Lucas de Paula

O segundo depois do caos, novo disco dos mineiros foi lançado no fim de Julho via Natura Musical.

7) Cidade Dormitório feat. Tangolo Mangos “Salvador”



De Aracaju (SE) o duo Cidade Dormitório lançou o single “Salvador” em parceria com os baianos da Tangolo Mangos. A faixa que estará presente no terceiro disco que será lançado via Before Sunrise Records ganhou um videoclipe repleto de mistério.

O roteiro do vídeo traz a fuga do baterista a fuga do baterista e vocalista Fábio Aricawa para Salvador, buscando se escorar em uma nostalgia do passado, para solucionar um surto do presente – tudo dentro de um universo onde não se sabe o limite do real e da loucura, entre a paranoia e o terror psicológico. O drama, claro, ganha contornos macabros e você descobre o desfecho assistindo até o final.

O vídeo foi produzido pela Lombada Filmes e tem direção geral e montagem por Poncho Boy.

OUTROS CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 7 eleitos como melhores do mês de Julho | 2022 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Davi Sabbag “BICHO SOLTO!!!” ft. Pedrowl (Goiânia / GO), Henri “Secreto Amor” (São Paulo / SP), Ombu “Reclama” (São Paulo / SP), Alles Club “Andrômeda” (Juiz de Fora / MG).

Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)| Parte 2

Zeeba “Teu sim, mas não” feat Mariana Nolasco e Pedro Calais, Filipe Ret e Anitta “Tudo Nosso” (Rio de Janeiro / RJ), Lou Garcia “Não Fosse Tão Tarde” (Salvador / BA), Marô “Vilã” (Criciúma / SC), Luísa Sonza “Cachorrinhas” (Tuparendi / RS), Luana Flores feat. Mestra Ana do Coco “O que vem ver” (PB), Blacci x Vitão “Amor e Mais” (São Paulo / SP), Bruno Berle “Quero Dizer” (Maceió / AL).

Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)| Parte 3

Vanessa Bumagny “Tudo Está Bem” (São Paulo / SP), Bruno Martini, Zeeba, Mayra “A.R.T.” (São Paulo / SP), Anna Suav & Bruna BG feat. Karen Francis “Lábios Pretos” (Belém / PA), Antonio Sobral “Vista” (São José do Vale do Rio Preto / SP), Delnur “Intimacy” (Rio de Janeiro / RJ), Aretuza Lovi feat Getúlio Abelha “Baião de Dois” (Cristalina / GO), Thalicia e Dada Yute “Fogo No Olhar”, Juliana Calderón “Leoa Tectônica” (São Paulo / SP), Victorino “Recalcule” (Porto Alegre / RS), Cronixta, Sóciro, Matheus Padoca “Só Love” (Belém / PA), Dieguito Reis, Lau e Eu, Pedro Bienemann “Verão na Cidade Sem Mar” (BA).

Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)| Parte 4

Nizz e Vic Brow “Liberdade” (Rio de Janeiro / RJ), Malcolm VL, Geenuino, o Pai e Kustor – DEJAVU “Ruas de SP” (São Paulo / SP), Giovanna Moraes “Nó é Nó” (São Paulo / SP), Black Pantera “Eles Que Lutem” (Uberaba / MG), Oruã “Obrei Orei” (Rio de Janeiro / RJ), D’Ogum “Raio de Sol” (São Bernardo do Campo / SP), Anônimos Anônimos “Arquipélago” (São Paulo / SP), Midra “A Better Place” (Palmares / PE), π Teco Martins “Entrelaçados” (São Paulo / SP), Pobre Orfeu “Me Amar” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)| Parte 5

Lara Sales “Coração Brechó” (Campina Grande / PB), Djavan e Milton Nascimento “Beleza Destruída” (Maceió / AL), Julia Joia “Deprimida” (Rio de Janeiro / RJ), Mulatu “Tudo Escuro”, Lila “Pulsando” (RJ), Ju Moraes “Ai Eu Vou Dizer” (BA), Luizga e Izem “Yemamaya” (MG), Victoria Dafner “Minha Cara”, Viviane Pitaya “Você Sempre Kiss” (São Paulo / SP), Tília e OIK “Arrepiou” (RJ), Theo Bial “Vertigem”, Gabriel Menezes “Moda de saudade” (Rio de Janeiro / RJ), Victor Seixas “Mal de Te Ver” (Rio de Janeiro / RJ), Muddora “Mais Uma Vez” (RJ), Tarcis “Feitiço” feat. BIA DOXUM, Bel Medula “Abala Ladaia” (Pelotas / RS).

Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)| Parte 6

Ingrime “Ceder” (Marília / SP), A Olívia “Cadê o Fogo” (São Paulo / SP), Playmobille “O Amor Pede Carona” (Rio de Janeiro / RJ), Hóspedes da Rua Rosa “A Dama” (Recife / PE), Rafael Escobar “Deixar Levar” (RS), Luciana Maya “Pra Ficar Com Você”, Edoux “Saudade” (BA), Di Ferrero e Badauí “Um Brinde” (São Paulo / SP), Capital Inicial e Samuel Rosa “Amor Em Vão” (Brasília / DF), RAWI “PINKNCSJ” (Santarém / PA), Persia “Rebobinar” (São Paulo / SP), Djavan “Num Mundo de Paz” (Maceió / AL), Cabal & Terra Preta “POP” (São Paulo / SP), Markos Hawk “Eu Sinto Saudade” ft. Emilly Brito (São Paulo / SP), Madame Ralph “Juiz” (Resende / RJ).

Melhores Clipes Independentes | Julho (2022)| Parte 7

Hóspedes da Rua Rosa “Não Inventa” (Recife / PE), Zezza Vic “A Kama Surta” (SP), Apollo “Bolo De Nota” (SP), Maremoto “Irreversível” (Campinas / SP), Thiago e o Infinito Mofo Azul “Sei” (Itapecerica da Serra / SP), Sambasoul “De Repente” (Vila Velha / ES), Danzo feat. Mc Igu “Ambição e desejo” (SP), CT, Meno Tody “Desde Menozin” (Niterói / RJ), Ancestral Diva “AFTER” (Belo Horizonte / MG), Alee “Pocotó” (BA).


PLAYLIST NO YOUTUBE (Julho | 2022)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 81 videoclipes coletados durante o mês de Julho | 2022. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



PLAYLIST NO SPOTIFY (Julho | 2022)

Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Julho (2022). Dos 81 vídeos do post 80 têm as faixas disponíveis no Spotify.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify <-




Qual dos melhores clipes independentes | Julho (2022) você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes | Julho (2022) você mais gostou!

This post was published on 9 de agosto de 2022 11:00 am

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Posts Recentes

June revela com exclusividade os detalhes do álbum “Crying for Attention”

"Crying for Attention" é o segundo álbum de estúdio de June  Com apenas 23 anos…

28 de setembro de 2022

“Sem Medo de Mudar”, WRY reencontra a esperança em momento decisivo para o país

Se em Noites Infinitas (2020) o WRY em suas composições trazia o amargo na garganta…

28 de setembro de 2022

Show Guilherme Arantes In Concert ressalta a relevância do artista na música brasileira

Recentemente, em entrevista a Clemente Magalhães, Guilherme Arantes declarou que sua geração de artistas brasileiros…

27 de setembro de 2022

Conheça o DPR: coletivo de hip hop e R&B da Coreia do Sul chega ao Brasil para show sold out

A Regime World Tour, da gravadora sul-coreana DPR, chega ao Brasil para um show inédito…

26 de setembro de 2022

Festival MADA 2022 leva a Natal Mayra Andrade, Emicida, BayanaSystem, Linn da Quebrada, Boogarins e mais; garanta seu ingresso

O Festival MADA 2022 acontece nesta sexta-feira (23/09) e sábado (24/09) ocupando a Arena das…

21 de setembro de 2022

Com críticas a distopia brasileira, Planet Hemp lança single e clipe com Criolo

Explosão, confusão, crítica social afiada e linha de frente. A volta do Planet Hemp não…

20 de setembro de 2022

This website uses cookies.