Os Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)

 Os Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)

Confira os melhores clipes independentes lançados em Maio | 2022 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2022

As listas de melhores clipes independentes 2022 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo sexto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de melhores clipes independentes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da PlayTV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos. O programa encerrou em Agosto de 2020 suas atividades (saiba mais como ajudar para que ele volte clicando aqui).

Listas de Melhores Clipes (2022)

* Janeiro
* Fevereiro
* Março
* Abril

Seu Clipe na TV

Fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Os Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)

Neste mês de Junho trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube – e Spotify – com os 105 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Maio

Em Maio inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 105 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 3,38 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 105 artistas de 18 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE MAIO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1) IO Y TE “Hour of the Birds”



O duo IO Y TE formado pelo casal Christian Dias e Tainá Medina, ela atriz que já trabalhou em projetos para a Globo, Netflix e Amazon e ele guitarrista e produtor musical que já pode trabalhar ao lado de artistas como Lobão, Sepultura, Mahmundi e Illy. Em maio eles lançaram o single “Hour of the Birds” que ganhou um videoclipe inspirado no mundo macabro dos filmes de terror.

A letra que tem como tema a distopia pandêmica e a despedida de uma realidade conhecida a partir de ações humanas danosas à natureza, ganhou nas mãos dos diretores Gabriela Gaia Meirelles e Antônio Arraes uma produção audiovisual que retrata um jantar ritualístico eterno. Aliás vale acompanhar a odisseia pois este é o primeiro de quatro vídeos que vão de vampiros, passando por zumbis aos temidos fantasmas.

O conceito é justamente abordar questões íntimas e existenciais a partir do macabro, tirando a figura feminina do altar de musa e colocando-a no lugar de monstro.

2) Posada “Cordões e Pisantes”



Em produção coletiva da Baracoa Filmes, junto com a Jerimundo Filmes, o compositor pernambucano Carlos Posada ganhou no fim do mês um clipe para a faixa “Cordões e Pisantes”. O vídeo teve apoio da FUNARJ e foi inspirado em premiada HQ americana (“Aqui”, de Richard McGuire).

O clipe entrelaça três histórias separadas pelo tempo, todas confinadas no mesmo espaço: a sala de uma casa. Separadas por décadas, e com muita sensibilidade, o filme tem como ouro os detalhes. Entre as passagens, alegrias, tristezas e até mesmo uma cena de assalto fazem parte do rico roteiro. A edição, assim como a direção de arte e produção, se destacam.

“Foi um desafio criar essa narrativa visual para uma canção tão sensível, mas conseguimos tocar no mesmo lugar: a importância das conexões humanas”, explica Felipe Bibian, diretor do clipe.

“Sem que os personagens saibam, suas vidas conversam, rimam e se opõem, aproximando destinos e fragmentando o aqui e o agora”, o roteirista Mateus Lana completa

3) Luna França “Como” 



Com muito bom humor e fazendo uso do duplo sentido, Luna França apresenta seu novo single, “Como”. A canção que chega acompanhada de um videoclipe sugestivo, cheio de cores e sabores, tem produção da artista em parceria com André Whoong e está sendo lançado via Boia Fria Produções. O registro é o primeiro a ser revelado de seu novo disco UM.

Em seu instrumental ela revela que se inspirou em grandes artistas como Prince, Rita Lee, St. Vincent, Janelle Monae, entre outros, e além da companhia de Whoong teve a produção de Rafael Castro na produção musical, em seu instrumental, com a gravação de guitarras.

“Como é uma canção cheia de duplos sentidos. Uma ode ao prazer. A música também diz respeito à mulher que se apropria de seu corpo e seu desejo de forma livre e sincera”, conta Luna

Já o clipe conta com a produção assinada pela Panamá Filmes e direção e roteiro da artista visual Thany Sanches, parceira de Luna França em todo o projeto do álbum, responsável por suas capas, videoclipes, fotos de divulgação e concepção visual do show.

4) A Transe e Ana Muller “Pela Cidade”



Representante da cena capixaba o duo de indie pop que em seu som traz também referências da nossa MPB, A Transe, encerra o ciclo do EP visual Chorei com direito a uma produção audiovisual. Depois da faixa título e de “Taróloga Pessimista com Sintomas de Ansiedade”, que inclusive ganhou um vídeo que foi selecionado e entrou na nossa lista mensal de melhores clipes independentes, agora é a vez de “Pela Cidade” ganhar as telinhas.

A canção que é fruto de uma parceria entre Francesca Pera, Fernando Zorzal e Flora Miguel foi composta buscando a esperança na coletividade depois de uma série de acontecimentos caóticos que tivemos que enfrentrar durante a reclusão oriunda da pandemia.

A composição, inclusive, tem uma história toda atípica e nasceu a partir de uma corrente de e-mails que Gabriela Terra (My Magical Glowing Lens) enviou para Francesca. A proposta para aliviar a tensão do momento era simples: cada um que recebesse o recado enviaria um poema ou música para outra pessoa.

“A partir dessa provocação, fomos trocando música e poema com a Flora, que já acompanha a jornada da Transe faz anos, e a composição surgiu”, comenta o duo que compõe A Transe

Com a faixa finalizada veio a ideia de convidar a conterrânea Ana Muller para participar, além de dar seu toque com os vocais, a artista ainda participa do videoclipe. O lado solar da canção traz uma nova esperança em um ano de grandes transformações no campo político-social, reverberando, e relembrando, que através da fé e união entre as pessoas: é possível vislumbrar uma nova luz no fim do túnel.

O vídeo por sua vez traduz essa aura luminosa de forma literal com direito a própria luz como protagonista principal. O figurino futurista, a maquiagem e as cores também vislumbram um futuro esperançoso – e quem sabe mais leve para se viver.

5) Rico Dalasam “30 Semanas” 



O rapper Rico Dalasam continua a lançar faixas que estarão presentes no disco Fim das Tentativas que será lançado em 2022 via Natura Musical. Quem ganhou clipe desta vez foi “30 Semanas” bastante minimalista e com a dança e o entrelaço dos corpos como poesia.

“30 semanas é o single onde retomo as composições de 2018 que não foram lançadas. É minha continuação nas canções populares. 30 semanas é uma farofinha sincera celebrando um coração recuperado após muito chororô”, conta o músico.

A direção criativa é de Felipa Damasco e o figurino é um dos destaques da produção que discorre sobre a superação.

6) Arthur Navarro “Marcha, Mastro e Fé” (feat. Kiranpal Singh



“Marcha, Mastro e Fé”, do instrumentista, compositor e produtor Arthur Navarro, ganhou um clipe feito em animação para representar a origem da cultura do Congo no Espírito Santo. A faixa, inclusive, é uma parceria com o músico e maestro indiano Kiranpal Singh que une elementos ocidentais e orientais.

“A história relata que no século 18 o naufrágio de um navio que transportava pessoas escravizadas vindas da África levou sobreviventes até a costa da praia do Espírito Santo. Essas pessoas teriam trazido a cultura do Congo, amplamente difundida hoje no estado”, comenta Navarro

A ideia para o vídeo foi trazer essa atmosfera histórica como pano de fundo para uma narrativa de amor que transcende tempo e espaço, jogando luz à alegria e mistérios do povo africano e mostrando de forma lúdica, com ilustrações e animação de Luiz Quintanilha, quanta riqueza simbólica havia ali.

“O jovem Benê realiza uma viagem espiritual ao passado e se depara com as alegrias, glórias e sofrimentos de seu povo, além de reencontrar Yanã, seu amor ancestral”, diz Navarro sobre a obra audiovisual, cujo roteiro e direção ele assina.

7) Bel Aurora “Ofélia” 



Bel Aurora lançou em maio clipe em formato animação em parceria com a artista plástica Leila Monsegur. O trabalho feito em tinta óleo sobre vidro traz no roteiro a história de uma personagem que é consumida pelo desejo de morrer e renascer.

A faixa e o clipe para “Ofélia” tem como inspirações tanto o quadro do inglês John Everett Millais (1829-1896), que traz que traz a imagem de uma mulher boiando em seu vestido como a imagem que é uma versão para o texto de William Shakespeare em “Hamlet”. Na história a personagem enlouquece e se suicida afogando-se num rio.

“‘Ofélia’” sempre foi uma música muito forte pra mim, tanto pela questão literária quanto por como ela de certa forma ultrapassa a personagem original do Hamlet. Acho que o dado que o Felipe (Kouznetz) traz na letra é muito forte, tanto dessa personagem que deseja morrer quanto do interlocutor, que de certa forma implora para ser um sacrifício que delongue essa vida dela. Como com toda a construção as cenas fortes de rio, passagem, espaço, navio. A letra é muito acertada, precisa, constrói um imaginário e a melodia e a harmonia são bem simples. Inclusive, por ser tanta repetição que eu e o Ariel [Aricas, produtor musical] decidimos fazer as modulações no nosso arranjo”, comenta Bel Aurora.

“Quando eu fui trabalhar na minha execução vocal dessa canção, nas minhas aulas com a professora Raquel Lara Rezende, ela observou que essa passagem da personagem não necessariamente precisaria significar uma morte. Mas uma passagem para outros planos. Foi bem doido inclusive porque na aula ela propôs um exercício de visualização que tem muito a ver com a meditação do thetahealing, envolvendo camadas e camadas de existência, de visualização, uma viagem que foi importante para mim no sentido de extrapolar o sentido dessa música.

E aí foi esse o direcionamento que buscamos no clipe, buscar trazer os elementos da letra, trazer o sangue, o rio, os elementos fantásticos, mas tentar extrapolar esse campo semântico para coisas mais abstratas, paisagens mais diferentes. Puxar mais pelo fantasioso que pelo soturno”, explica Bel.

“Toda a realização foi bem artesanal. A ambivalência é o símbolo que permeia o percurso de Ofélia, ela é desenhada quadro a quadro, em linhas de nanquim sobre papel com formas abertas e todo o ambiente se modifica com sua passagem durante sua viagem iniciática”, revela Leila.

A direção é assinada pela própria artista ao lado de Cris Rangel.

A canção integra o EP Mulher Ao Mar.

8) Pássaro Vivo “Barato”



A banda de Patos de Minas (MG), Pássaro Vivo lançou em Maio o sensível e empático videoclipe para “Barato”. Escrita em 2008 a faixa se ressignificou na pandemia.

“Esta música foi gravada pela primeira vez pela banda Vandaluz no ano de 2008, é uma composição de Vane Pimentel, Alan Delay e Ciro Nunes. Da letra original, de Vane Pimentel, nós resolvemos cortar as respostas às perguntas que eram feitas, como forma de instigar as pessoas a responderem por elas mesmas. O nome da música sugere uma resposta em si”, conta Lucas de Paula (voz, viola caipira e violão).

O vídeo foi dirigido por Sandro Almeidan (Ancora Filmes) e teve como inspiração a matéria europeia sobre a “terapia do carinho”, tratamento que ganhou adeptos após a pandemia de COVID-19, que acabou por despertar a sensação de solidão nas pessoas. Eles materializaram no abraço o amor dos reencontros de forma bastante poética na produção audiovisual.

Ronaldo Pereira e Érica Elke, atores do grupo PONTO DE PARTIDA de Barbacena (MG), contracenam no vídeo que tem como o afeto o grande conceito central.

“[Afeto-ação] é uma atitude deliberada de vivenciar os afetos, sejam eles desagradáveis ou agradáveis. É uma postura ativa diante das nossas experiências subjetivas que, ao invés de evitá-las, vivenciá-las em toda a sua integridade”, explica Lucas.

OUTROS CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 8 eleitos como melhores do mês de Maio | 2022 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Tim Bernardes “Mistificar” (São Paulo / SP), Mulamba “Lascívia” (Curitiba / PR), Mallu Magalhães “Cena de Cinema” (São Paulo / SP), Gabriel Aragão “Dia Cheio” (Fortaleza / CE), Betina feat. Boogarins “Polaroids” (PR), Héloa “Nosso Altar” (SE), Samuca e a Selva e Márcia Széliga “À Beça” (SP), Francisco, el Hombre e La Pegatina “Solo Muere El Que Se Olvida”, Tuyo “Soledad”.

Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)| Parte 2

Izzy La Reina “Pa Ti” (feat Amenazzy) (Rio de Janeiro / RJ), Télema “Sábado” (São Paulo / SP), Clara Valverde “Curiosidade” (São Paulo / SP), Vic Brown “Garrafas” (Porto Alegre / RS), O Hipertrópico “Bilhete de Ida” (Londrina / PR), Day “7 Vidas” (Goiânia / GO), Vanessa da Mata “Hoje Eu Sei” (Alto Garças / MT), Ágatha “Let Ü Go” feat. Redükt e Jamm’, Johnny Hooker “Cuba”, Tedros “Empty House” (PB), Paradise Guerrilla “Escape” ft. Tsukiyomi .

Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)| Parte 3

AMEN JR “Mysterio”, Bratislava “Terra do Nunca” (São Paulo / SP), Antonia Morais “A Rota do Indivíduo” (Rio de Janeiro / RJ), Vivi Rocha “Um recado pra mim” (São Paulo / SP), Lary “Tu Não Merecia”, Sessa “Canção da Cura” (São Paulo / SP), Caiena “Confuso Centro” ft. Barro (São Paulo / SP), Grisa “Vítreo e Feroz” (Assis / SP), Di Ferrero “Uma Bad Uma Farra”.

Sofi Frozza “you look like me”, Froid ft Bless “AFF”, Lucy Alves “Perigosíssima” (João Pessoa / PB), Pedro Mariano “Bem Perto” (São Paulo / SP), Juçara Marçal “Sem Cais” (Duque de Caxias / RJ), Maglore “Amor De Verão” (Salvador / BA), Renegado e Rebecca “Pele Preta” (Belo Horizonte / MG).

Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)| Parte 4

Amanda Magalhães “Coup de Foudre” (Rio de Janeiro / RJ), Pedro Luís “Caio no Suigue” (Rio de Janeiro / RJ), Chorou Bebel “Ciumêra” (Vitória / ES), Ju Moraes “Topa Ficar” (BA), Luaz “Mar Aberto”, Dani Bessa “Vou Te Contar” (Rio de Janeiro / RJ), Luiza Goto “Vai Querida” (Rio de Janeiro / RJ), Lara Kadocsa “Decisão” (São Paulo / SP), Paulo Fraval “Ilás de Oxalá” (Salvador / BA), Ponto de Equilíbrio e Maneva “Mais que Desejo” (Rio de Janeiro / RJ), Tiago Mac “Não Tem Sol”.

Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)| Parte 5

Gabriel Sebastian “Macetadona” (São Luís / MA), Marianna “Deixa ir” (Rio de Janeiro / RJ), João Gordo “Fuscão Preto” (São Paulo / SP), Turistae “HJ N VO FZ ND” (SP), Pedrosa “Nada Vai Adiantar” (Cabo Frio / RJ), Tartamudo “Êxtase” (Brasília / DF), Maranda “Corpo de Lata” (Rio de Janeiro / RJ), Aquafaba feat. Salma Jô “Mania de Você”, Acidental “Amarela” (SC), giant “Na Caixa”, Luiza Breves “Anéis” (Rio de Janeiro / RJ), Piêit “Maré De Pé”.

Giovanna Moraes, Bola “Voar” (São Paulo / SP), Ganggorra “Nada pra Provar” (São Paulo / SP), Anônimos Anônimos feat. Phil Fargnoli (CPM22) “Esse Cara Não Sou Eu” (São Paulo / SP), Didi Fiorucci “Esquecer e Lembrar” (Curitiba / PR), Lua Novaes feat. Thaísa do Brega “Vacinada” (Salvador / BA), Thathi “Sexta-feira” (Salvador / BA), Brisa Flow “Making Luv” (São Paulo / SP), Jota Quest Dilsinho “Te Ver Superar” (Belo Horizonte / MG), Falcão e Tribas “Caridade” (Rio de Janeiro / RJ), Nath Rodrigues feat. Luedji Luna “Conto” (MG), Alderia “Ralé Brasileira” (AM), SYNX “Terraço” (Goiânia / GO), Dirty Lion “A Morte Dos Discos” (Pelotas / RS).

Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)| Parte 6

Taís Cardoso “Um Novo Dia” (Brasília / DF), Fish Ventura & DJ Chernobyl “Vai por mim” (SC), Juliette “Cansar de Dançar” (Campina Grande / PB), Chediak & KBrum “BMW voa” (RJ), Matanza INC “Tudo Destruído” (Rio de Janeiro / RJ), Aknus “Sobreviver” (MG), BudahCesar Mc Bk’ “Reis e Rainhas em Bel-Air” (ES).

Xauim “Samba Sample” (Salvador / BA), Rafa Bicalho “A Minha Mente Não Me Deixa Quieto” (Divinópolis / MG), Hate Moss “Pensar” feat. Isis Broken, Zinga “Brasileirinha” (MG), PhillZr “Garimpeiro do Arco-íris” (SP), Liah Soares Roberta Campos “Lilases” (Marabá / PA), Transit Your Ryes “Take Your Time” (RS), Luzmilla Luz “Sou Semente” (MG), Eduardo Arantes “Baby” (SP).

Tas MC “Mantém a Fé” (Salvador / BA), ROOSTER “Perdidos Na Escuridão” (Guaíba / RS), Jotapê “Primeira Mensagem” (Guarulhos / SP), Zeira “Nada Vai Nos Separar” (Porto Alegre / RS), Marcy Santtos “A Vida Joga” (PR), Mateus “Pior Inimigo” (MG), Caosmaria “Drum’n’core” (Taubaté / SP), Zamba Rap Clube “Do Luto a Luta” (São Paulo / SP), Sobral “Eu me odeio mil milhões” (Rio de Janeiro / RJ).

Os Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)


PLAYLIST NO YOUTUBE (MAIO | 2022)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 105 videoclipes coletados durante o mês de Maio | 2022. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



PLAYLIST NO SPOTIFY (Maio | 2022)

Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Maio (2022). Dos 105 vídeos do post, 103 têm as faixas disponíveis no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify <-


Playlist - Os Melhores Clipes Independentes | Maio (2022)



Qual dos melhores clipes independentes | Maio (2022) você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes | Maio (2022) você mais gostou!

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!