The Bombers lança versão para clássico dos australianos do Spy vs Spy

O The Bombers neste estranho e atípico ano de 2020 comemora suas bodas de prata. Isso mesmo, são 25 anos em atividade e trazendo para seu rock’n’roll elementos de punk rock, ska, reggae e até mesmo experimentações como no caso do premiado Embracing The Sun; onde teve espaço para o Rap e o Baião.

Com planos para lançar um álbum neste ano, o grupo que nasceu em Santos (SP) no ano de 1995 e já reside na capital paulista a um bom tempo; viu a quarentena frustrar os planos.

“Estávamos em processo de gravação do disco novo, quando fomos surpreendidos pela pandemia do vírus e tivemos que obrigatoriamente parar. Parte desse processo, era fazer todos os passos, tendo ideias e criando e gravando dentro do estúdio.

Finalizamos as baterias e já estávamos indo para as gravações do baixo. Queríamos dar esse presente de 25 anos de formação para todos, ainda esse primeiro semestre. Um disco novo! Olhar para frente! E então tudo parou…”, conta o vocalista do The Bombers Matheus Krempel


The Bombers SPY VS SPY

The BombersFoto Por: Bruno Polengo


The Bombers na Quarentena

Para se aproximar dos fãs durante a quarentena, o vocalista tem realizado lives no instagram mas resolveu também lançar um projeto novo ao lado da banda. Já que a banda possui a facilidade de contar com estúdios próprios surgiu a ideia de gravarem um EP com versões para entreter os fãs e também quem acabou de conhecer.

“Decidimos fazer releituras de músicas de artistas e bandas que gostamos, para que possamos enfrentar esse período da quarentena na esperança de levar um pouco de diversão para dentro dos lares de todos.

Cada um direto da sua casa (Ok o Matheus tem a Porto Produções Musicais em São Paulo e o Estefan tem o Studio G em Santos).”, conta o The Bombers

O processo foi realizado inteiramente a distância e a motivação principal é se manter ativo.

“As ideias são discutidas por conferência on-line, e todo o processo é feito a distância. É mais do que simplesmente gerar conteúdo, se trata de nós mantermos mais próximos fazendo música.”, frisam os músicos que não quebraram a quarentena

A Primeira Versão

A primeira faixa a ser escolhida para ganhar uma versão foi um clássico do rock australiano. “Clarity of Mind”, da banda Spy vs Spy que originalmente foi lançada como single no ano de 1988. A canção acabou integrando o álbum Xenophobia (Why?), lançado no dia 21 de Marco daquele ano.

Em dezembro de 2018, 20 anos após o lançamento do hit que flerta com a surf music, Michael Weiley, guitarrista e vocalista do grupo australiano Spy v Spy, faleceu aos 59 anos. Então podemos dizer que a versão é uma homenagem póstuma ao músico australiano.

A faixa com letra poética, um pé na surf music e outro na new wave, traz ensinamentos provenientes da quilometragem adquirida com a passagem dos anos. Vale lembrar que o músico lançou a música aos 39 anos de idade. Matheus lança aos 41 recém completados.

A faixa tem um toque do estilo do The Bombers que deixou a faixa ainda mais punk rocker. O sentimento de aprendizado e vivências acaba transparecendo na intensidade com que Krempel canta e nas batidas de Estefan ao fundo. Sem firulas, dá para entender como a banda queria deixar a sensação de versão sendo executado ao vivo.

Ficha Técnica

Na formação atual além do vocalista e guitarrista, a banda conta com Gustavo Trivela (Guitarra), Raul Signorini (Baixo) e Estefan Ferreira (Bateria). A versão inclusive foi mixada e masterizada pelo baterista. Já o vídeo teve imagens captadas pelos celulares e editadas por Rodiney Assunção. A ilustra ficou à cargo de João Paulo Furukawa.

A versão estará presente no EP Diversões Sessions que será lançado aos poucos nos próximos meses. Esse lançamento é fruto da parceria entre os estúdios Porto Produções Musicais, Studio G e selo Craic Dealer Records.

The Bombers “Clarity of Mind (Spy vs Spy Cover)”