Ritmada: Playlist reúne + de 140 bandas instrumentais do Brasil

A música instrumental tem muitos adeptos no país e inclusive por aqui temos uma série de festivais que ajudam a fomentar o cenário. Plural, o hibridismo de estilos e sonoridades é comum. Talvez por isso as possibilidades de criação sejam ainda maiores do que na música vocalizada.

Muitas vezes as bandas brasileiras que optam por este caminho são mais reconhecidas no exterior do que no próprio país. Por outro lado festivais como o renomado PIB – Produto Instrumental BrutoGoyaz FestivalFestival de Música Instrumental da BahiaFestival de Música Instrumental de Araxá, Circuito Aurora Instrumental (PE), Festival Porto Alegrense de Bandas Instrumentais (FEBI), Festival de Música Instrumental para Viola (SP), Festival Serrinha Instrumental (SP), Festival Música Instrumental de Araçatuba (SP), Floripa Instrumental (SC), Festival BR-135 Instrumental (MA), Samsung E-Festival Instrumental, entre tantos outros são fundamentais para a propagação da música no país.

Inclusive o MIMO Festival abriu ontem um edital para concorrer ao Prêmio MIMO e você pode saber mais sobre clicando aqui.

Um projeto super interessante mantido pela banda paulista Chimpanzé Clube Trio é a iniciativa da ONDA INSTRUMENTAL.

Criada e administrada por eles, a Onda Instrumental, busca justamente abraçar e unir ainda mais toda a cena instrumental que mesmo contra todas as adversidades, se mantém artisticamente pulsante.



“A Onda Instrumental é uma plataforma aberta que pretende juntar bandas, músicos, produtores, casas de show, jornalistas e quem mais se interesse pela nova música instrumental.

O objetivo é fomentar a cena através de eventos produzidos pelas próprias bandas instrumentais em parceria com casas que tenham interesse neste tipo de música. Essas datas também funcionam como ponto de encontro entre os interessados nesta cena.

Esta página é administrada coletivamente por algumas bandas, artistas, produtores e donos de casas de show que tem liberdade total para divulgar assuntos relacionados com a cena da música instrumental. Você também pode criar seu próprio evento e participar da administração da página. Apareça num dos eventos da Onda e fale com a gente!” – diz a página do Facebook da iniciativa

Em entrevista para o Hits Perdidos Luiz Miranda do Chimpanzé Clube Trio contou mais sobre sua visão da música instrumental no país:

“Em 2002 o Chimpa parecia ser exceção. Todo mundo tinha vocalista. Logo depois conhecemos o pessoal da Pata de Elefante e depois disso apareceu o Macaco Bong (todos grandes parceiros de muito talento). Muita gente no país descobriu o Chimpa nesse holofote que deram para essas 3 grandes bandas de fora de São Paulo.

Hoje é recorrente alguém vir me falar que montou uma banda instrumental ou não, depois que viu ou ouviu o Chimpanzé Clube Trio. E essa vertente instrumental no Brasil só aumenta e seus músicos estão cada vez mais reconhecidos e admirados pelo seu talento e resiliência.

Estamos felizes com isso e sempre dispostos a ajudar quem esta chegando agora. Criamos e administramos a ONDA INSTRUMENTAL justamente para abraçar e juntar ainda mais essa cena incrível que contra todas as adversidades desse país, se mantém artisticamente à frente. E se a política ajuda um pouco, a coisa anda muito. Se no outro ano ou mandato a cultura vai pra última prioridade, a coisa desacelera mercadologicamente muito também. É resistência e resiliência mesmo ano após ano. Só assim.”

PLAYLIST NO SPOTIFY



No Brasil a música instrumental tem muitos adeptos e muita gente talentosa batalhando para mostrar seu trabalho país afora. Muitos que em seu som flertam com diversos estilos e que reforçam as mil e uma possibilidades existentes. Sendo assim, reuni 148 bandas e artistas do gênero. A seleção Especial pode ser encontrada no Spotify do Hits Perdidos (siga o Hits no Spotify!).

A playlist conta com sons das bandas: Chimpanzé Clube Trio, Macaco Bong, A Banda de Joseph Tourton, Camarones Orquestra Guitarrística, E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante, Ema Stoned, Kalouv, Huey, LILT, Mais Valia, Skrotes, Quartabê, Sick, Dercy, Strobo, The Raulis, The Tape Disaster, Vruumm, Bombay Groovy, Mescalines, TIGRE DENTE DE SABRE, Guizado, Rumbo Reverso, Satanique Samba Trio, ruído/mm, Quarto Ácido, Transquarto, Paquetá, Fluhe, Mineiros da Lua, Apicultores Clandestinos, Passo Largo, Monstro Amigo, Mahmed, Gasolines, Cosmo Grão, O Grande Ogro, Circvlo, Aminoácido, Os Brutus, Beach Combers, Auramental, Bixiga 70, Chaiss, Leões de Marte, The Dead Rocks, Giant Gutter From Outer Space, Iconili, Jubarte Ataca, Koogu, Os Aquamans, Sentidor, Trabalhadores Especiais Manuais, Tuer Lapin, Zé Bigode, Astro Venga, Constantina, Kovtun, MENEIO, Monte Resina, Odradek, Pata de Elefante, Retrofoguetes, The Mullet Monster Mafia, Muntchako, Banana Maça.

Harmônicos do Universo, Kick Bucket, SLVDR, AIURE, Ceú de Vênus, Nômade Orquestra, Mar de Marte, Los Pollos Caipiras, Labirinto, Kubata, Electric Light Pulp, Stase, Ozu, Ralo, Testemolde, The Pulltones, Wake Up, Killer, Igapó de Almas, Cæs, The Experience Nebula Room, Lucky Lupe, Projeto B, Aeromoças e Tenistas Russas, ÀBrasa, A 25ª Experiência, Baleia Mutante, Terremotor, Hurtmold, Surf Aliens, Pollux & Castor, Vulgo Garbus, maquinas, Música de Selvagem, Black Mantra, Horta Project, Banda Black Rio, Os Pontas, YANGOS, Fast Fusion, Quarto Sensorial, 5:18, Magarabat, Moio, Gabriel Romano e Grupo, Kiai, Picumã, Funqquestra, Astronauta Marinho, Buena Onda Reggae Club, Amoradia do Som, dpsmkr, Dolphins On Drugs, Bodes & Elefantes, La Cumbia Negra, Radio Sangre, Continental Combo, Elma, Pequeno Céu, Eudes Carvalho, Ricardo Herz, Ludere, Rogério Caetano, Jorginho Neto, Duo Santoro, O Bicho de 3 Cabeças, Gabriel Martins, Lívio Nascimento, Hermeto Pascoal & Big Band, Egberto Gismonti, Armandinho, Duofel, Kingargoolas, Brian Oblivion e seus raios catódicos, El Cabong, Vitalism, Cosmos, Esdras Nogueira, Monstro Extraordinário, Pressão Baixa, Obasquiat, Dialeto, PUPPI, Ted Boys Marinos.      

Faltou alguma? Indica para a gente que adicionamos!


Rafael Chioccarello

Editor do Hits Perdidos, organizador dos Tributos aos Titãs, Pato Fu e Autoramas. Parceiro da Mutante Radio, Spotify e Curador do UDIGRUDI, programa de videoclipes da Play TV. Nas horas vagas pesquisa sobre música e tenta assistir a maior quantidade possível de shows. Siga o Hits no Instagram: @hitsperdidos

View Comments

Recent Posts

As Melhores Live Sessions | Julho (2021)

As Melhores Live Sessions | Julho (2021) O Que São Live Sessions? Live Sessions tem…

30 de julho de 2021

O “Comingback” do Parcels é uma das melhores notícias de 2021

Parcels revela “Comingback”, segundo single do 1° álbum de inéditas desde 2018  Os australianos do…

28 de julho de 2021

TikTok e ECAD fecham contrato para pagamento dos direitos autorais

Não é de hoje a polêmica da arrecadação dos direitos autorais por parte do TikTok.…

28 de julho de 2021

Terno Rei vai do Inferno ao Paraíso no clipe para “Medo”

Que o Terno Rei tem planos de lançar os primeiros singles do sucessor de Violeta,…

27 de julho de 2021

No clima das Olimpíadas 2021: Conheça artistas do cenário musical de Tóquio

Com a chegada das Olimpíadas 2021 o mundo volta os olhos para Tóquio onde durante…

26 de julho de 2021

Músico faz medley bem humorado para clássicos do emo dos anos 2000

O músico e Youtuber fez uma paródia para clássicos do emo dos anos 2000 Acidentalmente cai…

23 de julho de 2021

Este site utiliza cookies para melhor personalização para você.