Internacional

NOBRO, a Girl Gang elogiada por Iggy Pop que você precisa conhecer!

O Canadá sempre foi um grande celeiro de bandas e com uma forte cena de punk rock/hardcore que vai do D.O.A. passando pelo SNFU, Subhumans, Nomeansno, Propagandhi, Comeback Kid, Cancer Bats ao PUP. Com a ajuda da Julie Neff até mesmo já listamos mais de 100 bandas do país. Formada em 2014, a NOBRO é uma banda de punk rock de Montreal que em sua linha de frente conta com a baixista Kathryn McCaughey, a guitarrista Karolane Carbonneau, a baterista Sarah Dion, e a percussionista Lisandre Bourdages.

“Quando começamos a procurar por guitarristas mulheres, havia um monte de caras que diziam ‘Oh, eu vou tocar guitarra na sua banda ou qualquer outra coisa’ e era tipo ‘Não, mano’” (NO, BRO), disse McCaughey. “Era uma piada, [e] agora é o nosso nome.”

O primeiro EP veio em abril de 2020, Sick Hustle, e junto disso elas já emendaram uma turnê com grupos como FIDLAR, The Distillers, Pussy Riot, Alexisonfire e o PUP, de Toronto. Em ascensão na cena canadense a girl gang tem turnê marcada nos próximos meses em datas com grupos como Anti-Flag e Billy Talent e mais do que isso, agora em seu novo EP, LIVE YOUR TRUTH SHRED SOME GNAR, foram até mesmo notadas pelo eterno avô do punk rock, Iggy Pop, que fez questão de tocar o divertido single “Bye Bye Baby” em seu programa, Iggy Confidencial, na BBC Radio 6 Music.


NOBRO, banda de punk rock de Montreal. – Foto: Divulgação

NOBRO Live Your Truth Shred Some Gnar

Lançado no dia 23/02 o novo EP Live Your Truth Shred Some Gnar está sendo disponibilizado pelos selos Dine Alone Records / Big Scary Monsters.

Live Your Truth Shred Some Gnar é sobre a necessidade de acreditar em algo. Para nós, somos nós mesmos. Acreditando que podemos e vamos fazer isso”, diz a baixista evocalista Kathryn McCaughey.

“Você tem que viver sua verdade e não pode perder de vista quem você é. Mesmo quando você se sinta um perdedor limpando o vômito da pia do banheiro, ou por causa de rejeição, mágoa e uma lista aparentemente interminável de razões para desistir. Você tem que destruir obstáculos porque você é a única pessoa que pode viver sua própria vida.”, completa

O primeiro single a ser anunciado do segundo EP foi “Better Each Day”, em dezembro de 2021, com energia cativante e introdução gospel logo na abertura. Os teclados anunciam o ritmo festeiro do quarteto e o vocal rasgado mostra a fúria da vocalista em apontar o dedo para dizer “get the fuck out of here” mas sem perder o compasso, o lado powerpop e seu espírito catchy. As guitarras já mostram a aproximação com o punk rock nova iorquino setentista e debochado dos NY Dolls.

Aliás, basta lembrar a conexão dos Dolls justamente com a icônica Betty Davis que nos deixou em fevereiro aos 77 anos, mostrando que soul e o punk rock podem se conectar com muita classe.



Na sequência temos “Julia” com ar de suspense em uma história de amizade, e drogas, bem dançante, com destaque para as percussões e guitarras dissonantes de Johnny Thunders – que provavelmente se identificaria com a letra.

“East Slay Chardonnay” é divertida e ramoníaca, então se você gosta de The Muffs provavelmente vai se identificar com a faixa de pouco mais de um minuto e meio.



“Not Myself” já mostra o lado mais rasgado, visceral e conta até mesmo com palmas como elemento para compor a faixa. “Bye Bye Baby” é bem crua, reta e direta, com uma energia de viúva negra, guitarras calibradas e até mesmo versos em francês – lembrando um pouco do espírito anárquico dos ingleses do Chron Gen.

Já na parte final do EP temos a poderosa, e kick-ass, “Get With You” que tem uma mensagem mais direta impossível. O interessante fica por conta das influências dos anos 60 e 70 que elas trazem para seu instrumental, com referências até mesmo a riffs de hits como “I Wanna Be Adored” dos Stooges. A percussão é algo interessante e quando parece que a música vai terminar ela ressurge das cinzas. O caos, a fúria, o sentimento e a vibração do high energy rock’n’roll, está tudo ali.

Com o espírito da banda quem fecha mesmo é a divertidíssima “Life Is a Voyage” empunhando o violão e com cara de lado b (Bonus Track) e letra que fala sobre viver o hoje e deixar a pressão social de lado. Algo um tanto poético e divertido que talvez Stiv Bators nos presentearia.

O disco da NOBRO tem um pouco de tudo isso e até mesmo em alguns momentos sentimos a Patti Smith dando as caras.
Para quem quer entender um pouco do espírito delas durante as gravações basta ver o vídeo abaixo.



 

This post was published on 8 de março de 2022 12:00 pm

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Posts Recentes

Bratislava se entrega de corpo e alma em “Parte Do Que Vem”

O íntimo, o interno, o intenso e a natureza humana se afloraram em todos nós…

1 de julho de 2022

Joe Silhueta incorpora o espírito dos tempos em “Sobre saltos y outras quedas”

Quatro anos depois de Trilhas do Sol (2018) a banda candanga Joe Silhueta, encabeçada por…

30 de junho de 2022

saudade celebra o despertar em “bem vindo, amanhecer”

saudade lança bem vindo, amanhecer, segundo disco da carreira solo A pandemia foi um momento…

29 de junho de 2022

Sessa mantém a “Estrela Acesa” em seu segundo álbum

Sessa lança Estrela Acesa via Mexican Summer Fundador do grupo de psych-funk Garotas Suecas, Sergio…

28 de junho de 2022

Edital Aceleração Musical LabSonica 2.0 :: Toca do Bandido; saiba como se inscrever

Na quarta-feira (29/06) serão abertas as inscrições para o edital Aceleração Musical LabSonica 2.0 ::…

27 de junho de 2022

Pato Fu revela nuances do “Música de Brinquedo” às vésperas de completar 30 anos de história

PicniK Festival terá shows especiais do Pato Fu no formato tradicional e apresentando o Música…

24 de junho de 2022

This website uses cookies.