O trio Cardamomo no ano passado lançou seu EP de estreia. Com apenas três faixas, o material acabou entrando na nossa lista de destaques lançados em 2019 (confira a lista). Para dar continuidade a divulgação do trabalho, os gaúchos lançam hoje em Premiere no Hits Perdidos o videoclipe para “Idris Elba”.

Para quem não conhece, Idris Elba é um ator, DJ e diretor de cinema britânico. Conhecido por seus trabalhos em Rock’n’Rolla – A Grande Roubada, Luther, Motoqueiro Fantasma e Thor. Seu nome chegou até a ser ventilado recentemente para ser o protagonista da clássica série de cinema, 007. Ele ainda é conhecido pela atuação em The Wire e por produzir músicas de soul e hip hop.

Conversamos com eles sobre a origem da canção e do videoclipe que tem ares da série da HBO, True Detective. Com Del Rey ligado, a trama do curta-metragem é marcada por muito suspense, mistério e uma atmosfera um tanto quanto sinistra. Segundo o power trio eles quiseram trazer um pouco do clima das apresentações ao vivo para a produção audiovisual.

Cardamomo “Idris Elba”


Cardamomo

O novo clipe da banda gaúcha CardamomoFoto Por: Fábio Spolti


O roteiro também prende bastante a tensão, afinal o protagonista em fuga busca abandonar
um corpo dentro da mata. A trama policial marca a parceria entre a banda e o diretor – e produtor de vídeos – Fábio Spolti. Ele que é conhecido por dirigir videoclipes de rock e rap na capital gaúcha.

Fábio é o responsável pela direção, gravação, edição, roteiro e finalização. Como protagonista temos Luciano Bolobang, além da participação dos próprios integrantes da Cardamomo.



A fotografia, coloração e sangue frio dão o tom a trama e conduzem o espectador a entrar em cena. A adrenalina e a hesitação do protagonista deixam o clima ainda mais tenso. O surf punk embala feito uma trilha, e deixa aqueles momentos de ação, ainda mais à flor da pele.

Entrevista: Cardamomo

Conversamos com o trio gaúcho para saber mais sobre a música, videoclipe, cinema e sonoridade.

De onde veio a ideia de chamar a música de Idris Elba? Fãs dos filmes, músicas ou apenas uma grande brincadeira?

Johnny: “Eu compus o riff principal e levei pro nosso ensaio e aconteceu do resultado ser bem próximo do que eu imaginava, mas mais ainda, o conjunto da obra naturalmente caiu pra esse lado de trilha sonora.

A partir dali ficou construído no nosso imaginário que essa música se passa numa perseguição de carro, em momentos tensos de ação, um tiroteio. Mais especificamente sobre o nome, bem na época que a gente tava compondo esse som tava rolando também uma boataria de que o Idris Elba possivelmente seria o novo 007.

Nós gostamos muito dele, achamos um grande ator, além do nome dele ser muito sonoro. Inclusive quando lançamos o som marcamos ele nas postagens e tudo mais, e o pessoal que nos segue gostou da ideia. Agora foi divulgado que ele está com o coronavírus, então estamos torcendo por ele também.”

Aliás o clipe tem um pouco a ver com o seriado True Detective contem mais sobre isso, a criação do roteiro, a parceria com o diretor e a produção do vídeo.

Boll: “A semelhança com True Detective a gente só percebeu mesmo depois de ver o clipe pronto. Na real acho que só eu vi a série. Mas pela atmosfera meio mística meio drama policial me lembrou de alguma forma. Mas a criação mesmo veio toda do Fábio.

A gente se juntou com ele pra gravar o clipe de outra música, mas quando ele deu essa ideia pra Idris Elba a gente curtiu muito, por combinar com ela mesmo, que tem um urgência que lembra perseguições policiais de filmes e afins.

O Fábio veio com a ideia bem pronta, falou de um amigo, o Luciano Bolobang, que mora em um sítio mais afastado do centro da cidade, e que já tinha o Del Rey, que combinava totalmente com a ideia. A gente acrescentou no dia da gravação uns detalhes mínimos, como objetos para aparecem em algumas cenas, mas o resto é tudo da cabeça do Fábio, que dirigiu e gravou tudo em um dia e depois editou e finalizou, fez tudo (risos)”.

A música puxa para uma linha bem diferente das outras músicas experimentando elementos da surf music e até mesmo do punk rock. Contem mais sobre o EP da Cardamomo lançado no ano passado.

Marcelo: “Idris Elba realmente puxa pra algo mais punk e surf, então é diferente das outras duas do EP. Mas quem acompanhava nossos shows via essa versatilidade, pois tínhamos outras músicas pesadas, assim como Idris, e outras mais leves, como “Sete e Meia.”

Todas nossas referências, de cada um, foram aparecendo nas primeiras músicas e não pensamos em gravar o primeiro EP com músicas muito semelhantes entre si. Nós gravamos o EP com poucos meses de banda, há 1 ano atrás, com o intuito de deixar registrado aquele momento inicial, em que a banda estava em alto ritmo de composição e criando uma identidade.

Desde então, as composições foram mudando e ganhando uma nova cara, e mais peso também, o que aparece já no nosso último single, “Neurônios” (ouça). Ele vai estar no nosso primeiro álbum, que está em processo de gravação, a ser lançado em 2020, e que vai mostrar uma nova etapa da nossa identidade sonora.”

Ouça Cardamomo no Spotify