Nacional

Sandro lança “Boca do Lixo”, primeiro single do álbum CRUEL

Trazendo diversas analogias, colocando pra fora a mágoa, aquela angústia guardada no peito, nesta sexta-feira (13) Sandro abre o coração e coloca tudo pra fora em “Boca do Lixo”, seu mais novo single. 

Parafraseando “Você foi mor rata comigo”, famoso trecho de “Rocks“, de Caetano Veloso, o cantor e compositor volta com tudo com seu primeiro single do álbum que está por vir.   

Aproveitando o tema, até brincamos e perguntamos quem o Sandro deixaria na Boca do Lixo, e ele respondeu 

“Na boca não, mas lá no fundo e soterrado por muita casca de banana eu deixaria esse atual governo e seus comparsas.”

Quem é Sandro?

Sandro é um cantor e compositor nascido no Rio Grande do Sul e radicado em São Paulo. Lançou seu primeiro single DANÇA em 2018 apostando numa sonoridade dançante, oras debochado, oras reflexivo. Tem músicas em parceria com diversos artistas. Tuyo, Sebastianismos, PeLu, Keops e Raony, Carol Navarro, Góbi e Natalia Noronha.



Saiba mais sobre o Sandro em post do Hits Perdidos

Sempre muito animado nos shows, Sandro sabe como conduzir o público – que não é pequeno – e que embarcam nas danças coreografadas ou não. 

A forma de compor é bem simples, é pegar o microfone e cantar o que tem na cabeça em cima de uma base que o próprio Sandro cria ou que Manoel Andrade e Góbi criam para ele.  

“Muitas das vezes, a voz guia acaba entrando na música, como no caso de “Boca do Lixo”. Gosto de escrever simples, como se estivesse cara a cara”

O single “Boca do Lixo”

Boca do Lixo” é o primeiro single do novo disco e a escolha para ser a primeira música é bem significativa.  

“Precisava ser ela. Eu passei todo esse período de isolamento vendo muito das coisas que construí desmoronando, fui ao fundo do poço emocionalmente, tendo que voltar pra cidade de onde vim, sem nenhuma expectativa. Ela veio pra me tirar dessa bad”, conta Sandro. 

A música vicia, e quanto mais você canta mais se identifica. E não só a letra, mas a melodia, a batida gruda no seu cérebro feito chiclete. Ele não descarta a possibilidade de lançar um clipe da música assim que o álbum for lançado, mas inicialmente a ideia é ter um visualizer/lyric video.



A faixa traz além dos produtores Manoel Andrade, Góbi e Leo Ramos um time de peso. Erick Endres na Guitarra, Arthur Kunz (Strobo, Amantes) na bateria, mixagem e masterização por Leo Ramos (Supercombo e Scatolove). A Arte da capa é de Bruno Queiroz a foto por Vulgo PX.

Sandro CRUEL

Sandro tem alguns singles, um EP e está prestes a lançar seu disco. Nós perguntamos se ele poderia dizer em primeira mão o nome e ele não foi nada CRUEL, risos. 

O nome do disco se chamará CRUEL, isso mesmo! Deve ser lançado no início do segundo semestre. Embora ele tenha esse nome distinto fazendo alusão ao período de isolamento, ele mistura bem a raiva com músicas bem otimistas – “Estamos fechando os últimos detalhes pra lançar ele bem bonitinho, como deve ser”. Segundo o músico, o material vai misturar muito new wave, indie pop e outras maldades pra que a gente possa cantar e dançar muito.


This post was published on 13 de maio de 2022 8:45 am

Mila Borges

Colaboradora no Hits Perdidos, nas horas vagas descobrindo o que há de bom na música Brasil a fora. Fora isso adoro futebol, churrasco. Não gosto de preconceito no geral (música então nem se fala).

Posts Recentes

Mukeka Di Rato quer a cabeça do homem de bem em “Boiada Suicida”

Após 8 anos de hiato, os capixabas do Mukeka di Rato estão lançando neste dia…

5 de agosto de 2022

Parceria entre Quiriku e Thales Castanheira, “Par de Meias”, vai do Homeshake ao neo-soul

Vizinhos de infância e amigos de longa data, Pedro Ferreira, que iniciou sua carreira artística…

5 de agosto de 2022

Noporn completa 20 anos e lança o single “Nome Sujo + Estranha e Louca”

Formado em 2002, na cidade de São Paulo, o Noporn denomina seu som como Spoken-word…

4 de agosto de 2022

As Melhores Live Sessions | Julho (2022)

As Melhores Live Sessions | Julho (2022) O Que São Live Sessions? Live Sessions tem sido um…

3 de agosto de 2022

Adorável Clichê explora a melancolia dos fins em “Alarmes e Relógios”

A dúvida entre ficar e não dar o melhor de si ou deixar aquela pessoa…

2 de agosto de 2022

5 jogos brasileiros de julho, mês que registrou marco histórico de estúdios nacionais

No começo deste mês, a primeira edição da Pesquisa Nacional da Indústria de Games revelou…

1 de agosto de 2022

This website uses cookies.