As eleições americanas acontecem oficialmente nesta terça-feira (03/11) em todo território estadounidense e já contou com 90 milhões de votos antecipados, um recorde absoluto. A comunidade artística se mobilizou bastante para ambos os lados, saiba quem votou em cada um dos candidatos e as suas motivações em post especial sobre as eleições americanas do Hits Perdidos.


Eleições Americanas 2020 Biden Foo Fighters Green Day


Artistas que apoiam Trump nas Eleições Americanas

Conservador de longa data, o músico Ted Nugent é GOP de carteirinha, ele até mesmo vendeu bonés de caminhoneiro para a campanha do atual presidente. Kid Rock costuma até mesmo jogar golfe com Trump e deixou claro seu posicionamento nas redes sociais quando o presidente estava sofrendo com o processo de impeachment.

O rapper 50 Cent é um dos apoiadores do Trump mais famosos nas redes

Curtis Jackson, o 50 Cent, afirmou já que não se importa se Trump não gosta de negros e afirmou que Biden elevaria os tributos, quando questionado sobre afirmou que votaria no republicano dando chilique em suas redes sociais. Outro rapper que se posicionou nas redes postando foto em conjunto com o presidente foi Lil Wayne, ele apoia, e rasgou elogios, a reforma no sistema criminal que o governante tem realizado.

Aaron Carter, irmão do Nick Carter, dos Backstreet Boys, e cantor pop, afirmou apoio via Twitter com os seguinte argumento: “Os EUA querem um presidente que segue ou que lidera? Eu voto em Donald Trump”. A polêmica Azealia Banks anunciou em um Tweet que votaria no candidato. Ao lado de Trump também se posicionou Lil Pump.

Artistas que apoiam Biden nas Eleições Americanas

Taylor Swift usou as redes para manifestar seu apoio a chapa democrata e até mesmo apareceu na capa de revista, V Magazine, com cookies com os nomes dos presidenciáveis.

Taylor afirmou na entrevista: “A mudança de que mais precisamos é eleger um presidente que reconheça que as pessoas de cor merecem se sentir seguras e representadas, que as mulheres merecem o direito de escolher o que acontece com seus corpos e que a comunidade LGBTQIA + merece ser reconhecida e incluída.”.

No dia 01/09  Billie Joe Armstrong, vocalista do Green Day, disse: “É 1º de setembro de 2020 e estou bem acordado na América. Este foi o ano mais sem precedentes de nossas vidas. Uma pandemia. Levante racial. Como diz a música, “Wake me up when September ends.” Rogo a todos que acordem e registrem-se para votar. Estou apoiando sinceramente Joe Biden para presidente. Kamala Harris para vice-presidente.”

Public Enemy através de Chuck D expressou apoio a Bernie Sanders desde o começo. Com a saída dele da corrida diz que há que votar contra o fascismo, os supremacistas e que política do país não deveria ser o reality show que Trump faz.

Eminem liberou até mesmo a canção “Lose Yourself” para um dos anúncios da campanha.



Billie Eilish deixou claro tantas vezes seu posicionamento que é até mesmo perseguida peles seguidores de Donald Trump. Axl Rose, do Guns’N’Roses é crítico ferrenho a Trump e costuma utilizar o Twitter para fiscalizar e fazer denúncias contra o governo. Cher também já deixou claro seu posicionamento ainda em fevereiro.

A Resistência da Comunidade Artística

Kelley Deal do The Breeders deixou claro que a má administração de Trump em relação a pandemia fez com que milhares de pessoas ficassem desempregadas e se sentiu privilegiada por ser autônoma e poder trabalhar com música.

Milo Aukerman, dos Descendents, lançou um EP solo em ukulele e também ao lado da banda da California. Pela primeira vez ele escreveu músicas com a temática politizada (Saiba Mais). Ariana Grande postou uma foto em seu Instagram para promover seu álbum Positions que saiu no dia 30/10 declarando seu voto em Biden.



Will Butler, do Arcade Fire, falou em entrevista para a Pitchfork que sempre estará do lado da classe trabalhadora e por isso sempre votará no partido Democrata. Flea, do Red Hot Chilli Peppers preferia Bernie Sanders mas contra Trump está 100% aliado a Biden.

Beyonce em um post no instagram encorajou eleitores do Texas a votar em Biden com direito a mostrar uma máscara da chapa. Lady Gaga em um tweet expressou seu apoio a chapa e convocou a Pennsylvania para votar. Harry Styles não é norte-americano, como sabem, mas manifestou publicamente que se pudesse votar no país seria 100% Biden e Kamala. O Fall Out Boy na conta de Twitter oficial da banda disse “Essa é a eleição mais importante de nossas vidas, e ficar de fora não é uma opção. Nós apoiamos Joe Biden. Então por favor, vá votar. Vidas dependem disso.”

Kim Gordon, eterna Sonic Youth, fez uma campanha incansável durante as primárias para Bernie Sanders, com a desistência do candidato a corrida migrou seu apoio para Biden. Segundo ela “não é possível fazer nada de maneira progressista enquanto não nos livramos do Trump”.

O Debate Pautou as Redes Sociais de artistas como Justin Timberlake e Foo Fighters

Dave Grohl, do Foo Fighters, postou um vídeo no Twitter oficial da banda com direito a conversar diretamente com a esposa do candidato democrata. Fiona Apple fez um post no instagram cantando e incluindo frases indicando o voto em Biden – com direito a um adesivo da chapa. Bruce Springsteen diz que Bidden está do lado da classe trabalhadora. Leon Bridges cantou até mesmo durante a convenção nacional dos democratas. O Nine Inch Nails, aka. Trent Reznor, tweetou apoio a chapa democrata no dia 28/10.

Mark Mothersbaugh, do DEVO, acredita que a democracia nos Estados Unidos está em perigo, afirma que irá votar e que espera que a sanidade volte ao país. Ele até mesmo se envolveu em um projeto chamado postais pela democracia. Justin Timberlake além de declarar seu voto ainda disse que iria votar por correio e com antecedência. Cardi B diz acreditar nas ideias de Biden e Madonna votou antecipadamente e mostrou apoio com a hashtag #Bidenharris2020 em seu twitter.

“Voto no Menos Pior”

Beth Ditto, do The Gossip, acredita que nenhum dos dois candidatos está a altura do país mas que Trump é de longe a pior opção. Corin Tucker, da Sleater-Kinney, diz que é a eleição mais importante da sua vida e que definitivamente irá votam na chapa Biden Kamala. Ela argumenta que seu voto é contra o racismo e misoginia na Casa Branca, ficou chocada com o alinhamento de Trump com os supremacistas e a violência em sua cidade natal, Portland, durante os protestos.

Yungblud foi reto e direto “Vou subir a hashtag #FuckTrump em todos os tweets até o dia 03/11. Lembrar para votar. Tenha um bom dia, XOXO #FuckTrump”; e até então ele tem cumprido a sua promessa.

Os Valores e o combate ao COVID-19 como motivação para o Voto

Carlos Arévalo, do Chicano Batman, diz estar de saco cheio deste governo. Defende a ciência, condena a política negacionista em relação a COVID-19 e as políticas climáticas. Além dos acampamentos de detenção espalhados ao redor do mundo.

Sophie Allison, conhecida também como Soccer Mommy, diz que os EUA precisam passar por sérias mudanças, entre elas não ter líderes racistas. Ela adiciona que o país não pode mais ignorar as mudanças climáticas e que é necessário o combate ao COVID-19 antes que mais pessoas morram. Ela acredita que Biden é o menos pior e que para estas agendas ele irá fazer melhor que o candidato republicano.

Na noite da segunda-feira (02/11) Katy Perry em sua conta no Twitter disse: “Amanhã é o dia da eleição! Fale para sua mãe falar para o seu pai, conte para estranhos na rua para votar! e expressou seu apoio aos democratas em outro post.

Outros artistas que posicionaram: Cindy Lauper, Lizzo, Eddie Vedder, MC Hammer, John Legend, David Crosby, Jason Mraz, Barbra Streisand, Tegan and Sara, Best Coast, Jimmy Eat World, Pharrel Williams e Halsey.

Artistas que Ficaram Revoltados com Trump usando suas músicas durante comícios das Eleições Americanas

A lista de desafetos ocorridos durante as eleições americanas é longa e envolve as duas eleições mas para focar na de 2020 começamos com Tom Petty que não gostou nada de “I Won’t Back Down” ser tocada em um comício em Tulsa (Oklahoma). Outro que expressou seu descontentamento foi Brendon Urie, do Panic At The Disco! ao saber que “High Hopes” estava sendo usadas nos comícios. Ele ainda disse: “Trump não representa nenhuma das nossas causas. A maior esperança que temos é votar para tirar esse monstro em Novembro”.

Mesmo os familiares deixando claro que não gostariam de ter “Hallelujah” de Leonard Cohen em campanhas republicanas o pedido não foi atendido, a reclamação foi para a esfera legal. Phill Collins também está processando pelo uso de “In the Air Tonight” em um dos comícios em Iowa realizado no dia 14/10.

John Forgety, do Creedence Clearwater Revival, também não ficou nada satisfeito com “Fortunate Son” tocar inúmeras vezes durante a corrida presidencial. Em comunicado o músico afirmou: “Ele está usando minhas palavras e minha voz para espalhar uma mensagem que eu não apoio.”; o músico ainda explicou as motivações por trás da letra que vão tudo contra o que o político defende como política social.

Katy Perry vai as ruas pedir votos nas Eleições

Katy Perry entrou de corpo e alma nas eleições americanas e na manhã desta terça-feira foi às ruas de Los Angeles, na Califórnia, estado chave na disputa, pedir votos para a população.

https://www.instagram.com/p/CHGhyzyHxhH/?igshid=ku5rmwcsvk0r

Axl Rose, do Guns N’ Roses, publicou um manifesto nas redes sociais

O líder dos Guns N’ Roses publicou nas redes um texto manifesto a respeito da importância do voto e militou mais uma vez contra o presidente Trump e a favor de Biden.

https://www.facebook.com/10901008068/posts/10158978832303069/

E você também está ansioso pela definição das eleições americanas?