[Premiere] Com o auxílio de apenas um “olho mágico”, Os Chás debuta seu 1º clipe

Em julho do ano passado foi lançado o EP de estreia da Os Chás de Mogi das Cruzes (SP). O nome inclusive é ótimo e carrega duplo sentido: Já Delírio. Com vibrações psicodélicas eles te convidam para um Picnic com otras cositas mas.

A banda é formada por Gabriel Mattos (guitarra e voz) e Diogo Menichelli (bateria e percussão), ex-membros da bem sucedida Hierofante Púrpura, e Thiago Fernandes (baixo e voz) e Wesley Franco (guitarra). Eles estão na ativa desde 2016.

A proposta inicial era a de imersão no fantástico mundo dos anos 60 através das ondas lisérgicas que os permite levar os corpos e mentes a flutuar por diferentes e coloridas dimensões. Um papo bem brisa mesmo afinal de contas é hora do Chá!

Empolgados por essa sinergia cósmica e revigorante – afinal chá é vida! – eles percorreram os caminhos de bandas como Pink Floyd, 13th Floor ElevatorsMutantesOs Baobás, The Doors e tantos outros ícones do século XX.


Os chás


Desde então pude ver um trecho do show deles na Casa do Mancha em festa do Cansei do Mainstream, em festa que também contou com a apresentação da banda carioca Aura. Sempre trajados com seu figurino característico do universo de “Onde Está Wally?” eles tentam impor seu ritmo alucinante – e desgovernado – em seus shows.

Hoje eles chegam com uma Premiere de videoclipe no Hits Perdidos. A faixa escolhida foi “Megalomaníaco”, um dos singles mais chicletudos do EP que conta com seis faixas.

Na época que resenhamos o registro por aqui descrevemos a faixa assim:

“Sabe aquele ar debochado das melodias Velvet Underground, Mac Demarco, Allah-las e o tom viajante dos Mutantes? É algo que se nota em “Megalomaníaco”. Ela te convida para uma trip alucinante ~daquelas~ sem volta. Não necessariamente isso significa “deu ruim” (no popular). Porém traz uma leveza cativante. Quando você percebe está cantando os versos”

“E eu sou megalomaníaco
Inconsequente, irresponsável
Essa é minha viagem e eu vou
E eu sou megalomaníaco
E eu não estou em paz…
Se eu não tiver mais…” – Trecho de “Megalomaníaco” – Os Chás


Chás
Dá até para imaginar eles passando calor durante as filmagens com o manto quente do uniforme da banda. – Foto: Divulgação.

Premiere

O videoclipe é perspicaz pois consegue brincar com a ideia de “Onde Está Wally?” – da identidade visual – através de um olho mágico. Que também dá a ideia de alucinação e falta de rumo.

Lembrando até um pouco a áurea dos clipes faça você mesmo dos anos 90. Basta mentalizar os vídeos que passavam na MTV de artistas como Blind Melon, Weezer e até mesmo do Supergrass – no quesito simplicidade e efetividade.

Segundo Gabriel Lima o primeiro clipe da banda foi feito de maneira D.I.Y. e apenas com o artifício da criatividade.

“O clipe foi feito totalmente sem orçamento por nós mesmos apenas com o auxílio de um iphone e um olho mágico de porta mesmo. As imagens foram captadas aqui em Mogi das Cruzes.” – comenta o vocalista d’Os Chás

[Hits Perdidos] Onde e como foi o dia das gravações?

Gabriel Lima: “Foi aqui em Mogi das Cruzes mesmo, dentro de uma espécie de fazenda de plantação de eucalipto de uma companhia de papel e celulose. Uma fazenda que fica na beira da estrada…foi meio que uma “invasão” já que não solicitamos qualquer tipo de autorização. Porem no dia foi bem tranquilo para entrar e gravar.”

[Hits Perdidos] Porque optaram por usar o Olho Mágico?

Gabriel Lima: “Foi tudo gravado com telefone celular e um olho mágico de porta. Não usamos lente fish eye e “essas coisas para celular”. Foi bem “tosco” o negócio com esse olho mágico que tinha que ficar fixado em nossas mãos. As imagens foram captadas e editadas por nós mesmos.”



De Olho na Agenda

Os Chás neste sábado (10) se apresentam no Estúdio Aurora ao lado dos santistas da Amphères. Ou seja, vai ser uma noite que agradará tanto a fãs de psicodelia como a fãs de guitar bands. Inclusive será o show de lançamento do ótimo EP Dança e justamente no local onde foi concebido.


AURORA


SERVIÇO

Aurora Ao Vivo Apresenta: Amphères e Os Chás
Quando: 10 de março, sábado, 20h
Quanto: R$ 15 (dinheiro/débito/crédito)
Onde: Estúdio Aurora (Rua João Moura, 503 – sala 12)
Lotação: 50 pessoas

Como chegar: De metrô, estações Clínicas e Fradique Coutinho do Metrô. De ônibus, ficamos a duas quadras da Praça Benedito Calixto, próximo ao cruzamento das avenidas Rebouças e Henrique Schaumann. De carro, tem estacionamento 24h ao lado (só aceita dinheiro) e costuma ter vagas na rua. Mas se vier de carro, não beba!

Playlists para Aquecer

Par aquecer preparamos três playlists com bandas independentes brasileiras. Uma de Psicodelia, outra de Shoegaze e uma terceira de Rock Alternativo. Somadas elas contam com 311 bandas e mais de 21 horas de música. Ah e não esqueça de seguir o Hits Perdidos no Spotify!




Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s