[Premiere] Inflamável e barulhento, Orange Disaster lança seu 1º registro em 4 anos

Uma série de shows, um novo fôlego e mudanças. É nesse espírito que o Orange Disaster planeja aproveitar esta oportunidade de rever amigos, antigos e novos fãs. Tendo lançado seu primeiro LP em 2011, We Will Conform! 11 Steps to Reach Happiness, a banda paulistana já passou por uma série de formações. Recentemente inclusive eles passaram por mudanças […]

Read more "[Premiere] Inflamável e barulhento, Orange Disaster lança seu 1º registro em 4 anos"

[Premiere] Com o auxílio de apenas um “olho mágico”, Os Chás debuta seu 1º clipe

Em julho do ano passado foi lançado o EP de estreia da Os Chás de Mogi das Cruzes (SP). O nome inclusive é ótimo e carrega duplo sentido: Já Delírio. Com vibrações psicodélicas eles te convidam para um Picnic com otras cositas mas. A banda é formada por Gabriel Mattos (guitarra e voz) e Diogo Menichelli […]

Read more "[Premiere] Com o auxílio de apenas um “olho mágico”, Os Chás debuta seu 1º clipe"

Back to the Front: Nova Creme promete lambuzar as quartas-feiras do Clube V.U.

Com saudade da Gimme Danger? Todos estamos, a festa que marcou época no Squat era ponto de encontro dos rockers e fãs da música independente. Ir na Gimme era certeza que tudo poderia acontecer. Você podia voltar tatuado com uma tatuagem do Stone Roses (ou do Sonic Youth), podia voltar surdo, podia conhecer mais uma banda […]

Read more "Back to the Front: Nova Creme promete lambuzar as quartas-feiras do Clube V.U."

Na Linha de Frente: 10 shows nacionais que você deveria ter visto em 2017

Fazer listas de melhores do ano é fácil. Alguns simplesmente ouvem alguns discos e somam suas preferências ao que “a roda de amigos jornalistas” vai tecendo em suas listas ou conversas de bar. Mas agora comparecer aos shows eu vejo poucos, principalmente nos menores. Se nos shows independentes temos dificuldades muitas vezes de somar público, […]

Read more "Na Linha de Frente: 10 shows nacionais que você deveria ter visto em 2017"

[Premiere] Feito uma bomba relógio, Sheila Cretina perde o controle em “Vol. II”

Gostaria de começar esta resenha citando uma resposta do The Clash a um jornalista que ousou dizer após um show deles que eles deveriam voltar para a Garageland. O crítico em questão era Charles Shaar Murray, da NME. “The kind of garage band who should be returned to the garage immediately, preferably with the engine running, which would […]

Read more "[Premiere] Feito uma bomba relógio, Sheila Cretina perde o controle em “Vol. II”"