Hoje falarei um pouco de 3 bandas das Austrália, sim da terra do canguru, da gold coast, do AC/DC, do Hoodoo Gurus, do The SaintsNick Cave e do finado Radio Birdman. Até por isso hoje levaremos para vocês ótimas bandas da nova safra. Este foi apenas o primeiro post da nossa série com bandas do país. Você também pode conferir duas listas cheias lançadas em 2016 e em 2020.

Violent Soho (Mansfield, Brisbane)


Violent Soho Austrália

Violent Soho de Brisbane – Foto: Divulgação


A mais veterana das bandas, Violent Soho, foi formada em 2004. O primeiro EP deles foi lançado em 2006 (”Pigs and T.V”). O primeiro álbum só foi sair em 2008 (”We Don’t Belong Here”), depois disso a banda lançou os discos: Violent Soho (2010), Hungry Ghost (Setembro/2013).

Sendo que em 2009, os caras assinaram com o selo Ecstatic Peace! Records, este que é de propriedade de Thurston Moore, eterno vocalista do Sonic Youth.

O som da banda é um passeio pelo rock alternativo com influências de grunge e rock de garagem. Fácil de assimilar e com uma série de músicas tão catchy que ficam na sua cabeça.





Sticky Fingers (Sydney, Austrália)


sticky fingers Austrália

Sticky FingersFoto: Divulgação


Nada como um banda com uma boa resposta para a pergunta clichê:
”Como vocês se conheceram?”, não é mesmo?

Saca só a resposta deles para essa pergunta irritante.

Some bands meet from lame shit like gumtree advertisements, while others are formed with a touch of the divine. One Summers night some years ago, on a drunken street in Newtown. Dylan Frost was wrapping up a fruitless nights busking. Paddy walked past, when a by-standing bouncer commanded he, “give the bloke some coin, brew!?”

Instead, Paddy and Dyz struck up a chat. Bonding over mutual hobbies like music and weed (the basis of every substantial friendship). Soon, associate degenerates Hollywood, Crabz and Beaker banded together, and STIFI was erected.

O Sticky Fingers lançou seu primeiro disco em março/2013, Caress Your Soul, e rapidamente chegou no TOP 40 da Austrália, onde ficou por 3 semanas. Conseguindo ainda encaixar 3 singles, sendo ”Caress Your Soul” chegou a alcançar o  #17 lugar das paradas nacionais.

Deixo para eles mesmos responderem o que eles curtem ouvir e como definem seu tipo de som:

STIFI is a melting pot of reggae, psych, pop and bourbon. Hypnotising you into a swaying trance, then punching you in the face for dancing like a hippy. Their borderline contradictory fusion of flavours speaks to every walk of life, and it’s this multiplicity which makes the world their oyster.

O segundo álbum, Land Of Pleasure, saiu no último dia primeiro de Agosto. Reparem como o som dos caras muda completamente de som para som.

No primeiro vídeo é perceptível a influência de reggae, já no último a psicodelia é marcante e lembra um pouco o som da banda inglesa Kasabian.



 



The Smith Street Band (Melbourne, Victoria, Austrália)


the smith street band austrália

Diretamente de Melbourne, The Smith Street BandFoto: Divulgação


The Smith Street Band foi formado em 2009 como Wil Wagner and the Smith Street Band. O nome inicial era uma brincadeira/homenagem a ninguém mais, ninguém menos que Bruce Springsteen e sua E Street band.

Depois disso a banda preocupou-se em fazer muitas tours para divulgar seu trabalho. Ao longo do caminho ficaram amigos de bandas como Bomb The Music Industry!, Lagwagon, Frank Turner, The Menzingers, Joyce Manor, Cheap Girls e uma porrada de gente.

Pegaram uma van e cruzaram os EUA e a Europa. O que gerou frutos e explica a rápida ascenção da banda.

O primeiro registro deles é o EP South Side Facing The Wall’, depois disso vieram dois álbuns de estúdio: No-One Gets Lost Anymore (2011)Sunshine & Technology (2012). No último ano eles lançaram o EP ”Don’t Fuck with Our Dreams”.