Depois de diversas listas mensais de live sessions decidimos trazer para vocês uma coluna inédita no Hits Perdidos. Sabemos como através deste tipo de material podemos conhecer novos artistas e desta forma resolvemos destacar algumas para apresentar algumas ótimas que acontecem ao redor do mundo.

Devido ao COVID-19 muitas estão gradativamente pausando suas atividades; e por isso decidimos coletar lives priorizando as que aconteceram nos últimos meses. Então aproveitando que vocês estão em casa, conheça os canais e o trabalho dos artistas.

Melhores live sessions Gringas


Little Simz Live Sessions

Little SimzFoto: Divulgação


1) DIIV @ Vans Sidestripe Sessions 



Gravada no Global Headquarters da Vans em Costa Mesa (Califórnia), a marca iniciou uma série de sessions com diversos estilos que sempre caminharam entre quatro rodinhas. Nomeada de Vans Sidestripe Sessions, poderemos conferir a série de live sessions direto do canal oficial três temporadas de vídeos e alguns deles programados para serem lançados nos próximos meses.

O grande diferencial da session é justamente de ter o seu cenário composto como se fosse uma “caixinha” do clássico tênis. No dia 06/04 foi disponibilizado o vídeo da apresentação da banda nova iorquina DIIV por lá. Eles que lançaram no ano passado o álbum Deceiver. No set eles tocam “Horsehead” e “Blankenship”.

2) Russian Circles @ Audiotree



De Chicago, nos Estados Unidos, a Audiotree é uma gravadora de música americana que grava e publica live sessions em seu canal com certa frequência. O selo também é responsável pela promoção de artistas e organiza eventos ao vivo. Dentre as séries eles possuem o projeto Far Out.

Quem teve vídeo disponibilizado em janeiro deste ano por lá foi a icônica banda de post metal instrumental Russian Circles. Assinados com o selo Sargent House, eles são conhecidos por seus riffs precisos e potentes. A session foi gravada no Mayslake Peabody Estate, localizado em Oakbrook (IL). Você pode baixar ou ouvir em streaming esta e outras live sessions aqui.

3) CATT @ Småll Sessions



De Berlim, na Alemanha, a Småll Sessions tem a proposta de registrar live sessions e desta forma apresentar novos artistas. Quem passou por lá foi a CATT, pianista e cantora que atualmente vive na capital alemã. Ela lançou seu primeiro álbum, Moon, no ano passado. Além de piano ela também toca trombone, trompete, trompa e percussão em suas gravações.

4) Freddie Gibbs And Madlib @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em dezembro do ano passado foi o projeto Freddie Gibbs and Madlib. O grupo de Nova Iorque traz em seu som referências dos anos 60 que passam por ritmos como funk old school e o soul.

5) Wet @ The Wild Honey Pie



O The Wild Honey Pie é um canal de live sessions um pouco diferente do convencional. Dentro da programação eles tem o projeto Welcome Campers que realiza festivais em acampamentos para adultos; estes realizados em diferentes cidades. Então o cenário sempre muda.

Em fevereiro foi ao ar a apresentação da Wet, banda do Brooklyn, Nova Iorque. O som faz um passeio pelos anos 70, e toda sua nostalgia, adicionando elementos de eletrônica. O encontro intimista aconteceu em Lenox, em Massachusetts.

6) Ida Mae @ OurVinyl Sessions



A OurVinyl é uma das live sessions que se preocupa com cenário e com uma experiência agradável para tanto para os artistas como para o público final. As apresentações são gravadas em estúdios diferentes localizados em Nashville, no Tennessee.

Quem passou por lá e teve seu som ao vivo registrado foi a banda londrina Ida Mae que tocou “My Girl is A Heartbreak”; faixa presente no álbum Chasing Lights, lançado no ano passado. Uma boa dica para quem curtir blues.

7) Frank Carter & the Rattlesnakes @ Cardinal Sessions



Fundada no verão de 2010 as Cardinal Sessions tenta levar a essência das música em um formato acústico bastante intimista. A regra é: só valem instrumentos não elétricos, podendo assim ganhar outros elementos para compor a percussão ou até mesmo sopros. A ideia é traduzir nas sessions um resultado bem diferente das versões dos discos.

Os músicos podem escolher diversas locações. Como locais remotos, ruas, parques, florestas, campos, bares. Sem limitação. Os responsáveis pela session apenas validam o local e o background. A ideia é fazer com que os artistas queiram estar presentes. Eles prezam pela curadoria, para eles não importa a popularidade do artista, nem a relevância, se é desconhecido ou emergente. A equipe tem como conceito: ajudar talentos locais.

Eles também gravam sob demanda pequenos documentários de gravações de álbuns ou show. Inclusive eles deixam o contato fácil para quem se interessar. Basta acessar: cardinalsessions.com.

Quem passou por lá foi o projeto Frank Carter & The Rattlesnakes, que conta com o ex-integrante da banda punk Gallows, apresentando quatro novas canções presentes no novo álbum End of Suffering.  Incluindo a faixa título, “Crowbar”, “Kitty Sucker” e “Bleed”.

8) Lizzo @ BBC Radio 1



A rádio britânica BBC 1 também possui um lounge especial para receber live sessions. A emissora recebeu ninguém mais, ninguém menos que Melissa Vivianne Jefferson, conhecida pelo nome artístico Lizzo, cantora, compositora, rapper, atriz e apresentadora nascida em Detroit (EUA). Por lá ela apresentou seu hit “Cuz I Love You”.

9) Lauv @ BBC Radio 1



A rádio britânica BBC 1 também possui um lounge especial para receber live sessions. A emissora recebeu Ari Staprans Leff, mais conhecido pelo seu nome artístico Lauv. O cantor, compositor e produtor de São Francisco (EUA) inclusive acaba de lançar seu nov álbum How I’m Feeling. Por lá o músico apresentou sua versão para “Blinding Lights”, faixa do The Weeknd.

10) Lime Cordiale @ Triple J



A Triple J é uma estação de rádio nacional australiana, financiada pelo governo, destinada a atrair ouvintes de música alternativa, que começou a transmitir em janeiro de 1975. A estação também enfatiza mais a transmissão de conteúdo australiano em comparação com as estações comerciais.

Fato é que eles movimentam muito bem o canal de youtube, e mantém a programação com 90% dos artistas locais. Então se você está interessado em saber mais sobre o underground australiano, nos mais diversos gêneros, é o lugar que você precisa pesquisar.

O projeto Like a Version é um show à parte. Por lá toda semana um artista ou banda vai ao estúdio para gravar uma música própria e um cover de uma música que eles amem. A live session surgiu em 2004 e já levou para os estúdios artistas como Childish Gambino, Lorde, CHVRCHES, Tame Impala, Tash Sultana, HAIM, Gang of Youths, Halsey, DMA’S, Aurora e Arctic Monkeys.

Quem participou e teve sua session divulgada em setembro do ano passado foi a Lime Cordiale, duo de pop rock de Sydney, que escolheu para regravar um clássico dos anos 90, “I Touch Myself” do Divinyls.

11) Little Simz @ Triple J



Quem também passou por lá foi a Simbiatu ‘Simbi’ Abisola Abiola Ajikawo, mais conhecida por seu nome artístico Little Simz, é uma rapper, cantora e atriz britânica de Islington, Londres (Inglaterra). Por lá ela apresentou uma excelente versão para “Feel Good Inc”, presente em Demon Days lançado em 2005 pelo Gorillaz.

12) Our Girl @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.
Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi a banda Our Girl de Brighton (UK). Por lá elas apresentaram “I Really Like It”, “Level”, In My Head” e “Something About”.

13) Girl In Red @ Live on KEXP



Quem também se apresentou da live session em novembro e teve seu set divulgado em fevereiro foi Marie Ulven Ringheim, conhecida profissionalmente como Girl in Red, cantora e compositora indie pop norueguesa. Por lá apresentou “we fell in love in october”, “summer depression”, “bad idea”, “watch you sleep”, “girls”e  “i wanna be your girlfriend”.

14) Los Bitchos @ Live on KEXP



Quem passou pela KEXP também foi a interessantíssima banda londrina Los Bitchos. O quinteto conta com artistas de locais como Perth (Australia), Montevideo (Uruguai), Estocolmo (Suécia) e Croydon (Sul de Londres), mistura indie pop e cumbia; sim com várias referências viajantes pelo ritmo peruano.

15) The Shivas @ Live on KEXP



O The Shivas é uma banda de rock’n’roll de Portland (EUA) formada em 2006, tendo já passado por 25 países, entre eles o Brasil em 2015. Na live session gravada nos estúdios da KEXP em novembro do ano passado, e divulgada em fevereiro, eles apresentaram as canções “Gloria”, “Turn Me On”, “Playing On The Radio” e “If You See Me”.

16) Frankie Cosmos @ Live on KEXP



De Nova Iorque quem apareceu também nas lives sessions da KEXP foi Greta Kline, mais conhecida por seu nome artístico Frankie Cosmos. Ela é conhecida por seus lançamentos independentes, inspirados na poesia de Frank O’Hara, na ética DIY da K Records e na cena anti-folk do início dos anos 2000.

17) Slift @ Live on KEXP



Misturando elementos de garage rock, space rock, doom e rock psicodélico a SLIFT é uma banda de Toulouse, na França. Seu mais novo álbum foi lançado em fevereiro, UMMON, via Vicious Circle e Stolen Body Records.

Eles registraram uma session intensa gravada para a KEXP em uma capela. O vídeo foi gravado em Rennes (França) durante o festival Trans Musicales 2019. Foram registradas as faixas “Ummon”, “Altitude Lake Lions” e “Tigers And Bears”.