Os Doppelgangers! do Emo – Review do EP “De uma certa maneira”

dpp

Nos últimos dias tive a oportunidade de conhecer o som da banda paulistana, Doppelgangers!. Já conhecia de nome mas ainda não tinha parado para escutar o trabalho dos caras.

Formado em 2007 o power trio já tem um bom tempo de estrada. O conjunto conta com Lucas Theodoro na bateria, Marcelo Terreiro na guitarra/vocais e Vitor Ficadori no baixo.

Eis que cai na minha mão ontem o novo EP dos caras  “de uma certa maneira”,  contendo duas inéditas. Curto e rápido, a banda mostra para o que veio em pouco mais de 3 minutos de emocore.

Automáticamente ao ouvir pela primeira vez o som associei a bandas da nova geração de bandas emo como por exemplo: Tigers jaw, Captain we’re sinking, Joyce Manor, Modern Baseball, Citizen, The Dear Hunter, Red City Radio, The Menzingers, Iron Chic, Off With Their Heads, Nothington e grupos da cena atual da Philadelphia. Ela que foi citada no começo do ano em um texto da Noisey.

Mas não posso esquecer de citar as bandas: Latterman, Jawbreaker, Descendents, American Football, Jets to Brazil e Cap’n’Jazz. Que carregam o DNA e o espírito do conjunto.

Gravado e mixado no Estúdio Costella por Chuck Hipolitho em fevereiro deste ano e lançado no último dia 30. A vibe lo-fi soa descompromissada e as letras remetem ao nihilismo do college rock de bandas como Hüsker Dü.

Outra referência na parte melancólica das composições me remete as letras do Jeff Rosenstock das bandas Bomb The Music Industry! e The Arrogant Sons Of Bitches. Esta segunda que gravou um dos discos de ska/punk que eu mais curto. Ouça ele logo abaixo:

Alguns chamam de revival do emo/pop-punk do anos 00’s, porém acredito que é a mesma coisa de sempre: molecada querendo mostrar o seu valor somado a  ter crescido ouvindo muito do revival do emo que rolou nos anos 90 com bandas como:  Samian, Hot Water Music, Alkaline Trio, Seaweed, Sunny Day Real Estate, Converge, Better Luck Next Time, Avail e o já citado Jawbreaker.

Tudo isso junto ao emo 80’s como a de bandas da lendárias do Ian Mackey como o Dag Nasty e Fugazi,Rites of Spring e toda a turma de D.C. Da ala nacional o som me remete a bandas como Polara e Umnavio.

Sim, citei milhões de bandas, caso não conheça vá atrás e se encante pelo mundo do emo.

Confira alguns vídeos deles em ação:

Curtiu o som dos caras?

Acompanhe o trabalho deles no Facebook, no Soundcloud, no Tumblr, no BandCamp e para entrar em contato clique aqui.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s