Spotify inaugura casa para empoderar nova geração de mulheres na música

Fortalecer o trabalho das minas com conteúdo produzido por elas e com a devida estrutura para deixar um legado que vai muito além de um projeto temporário. Essa é uma das premissas do #EscutaAsMinas, projeto do Spotify Brasil que pretende impulsionar as mulheres dentro do ecossistema da música. Em um mercado onde as oportunidades, técnicos, […]

Read more "Spotify inaugura casa para empoderar nova geração de mulheres na música"

Durante a 3ª edição do WME, DATA SIM dá início a pesquisa sobre mulheres na música

O DATA SIM é o núcleo de pesquisa da SIM São Paulo e no último ano tem catalogado dados sobre o mercado da música. A SIM São Paulo desde 2015 adotou como critério a equidade de gênero tanto nas atividades do evento (showcases, palestras, etc.), como nas equipes de produção, curadoria e direção que atuam durante […]

Read more "Durante a 3ª edição do WME, DATA SIM dá início a pesquisa sobre mulheres na música"

[Entrevista] Festival Timbre celebra à diversidade e tem como foco o empoderamento da mulher

O Festival Timbre tem se consolidado nos últimos anos como um dos mais relevantes do país. Sendo já passagem obrigatória para quem vive no triângulo mineiro. Neste ano ele chega a sua quinta edição e com uma novidade em sua programação: o tema “Nossa Voz, Nosso Poder” – uma celebração à diversidade e, principalmente, ao […]

Read more "[Entrevista] Festival Timbre celebra à diversidade e tem como foco o empoderamento da mulher"

“O futuro da música é onde não tenhamos mais que nos preocupar com gênero” diz coordenadora do Sonora SP

A 3.ª edição do Festival Sonora acontece no segundo semestre deste ano mas se engana quem acha que os preparativos ainda não começaram. Neste mês de março inclusive já acontecem alguns shows e eventos relacionados ao festival. O Sonora objetiva ser vitrine para o trabalho das compositoras, ser um centro de informações e formar profissionalmente mulheres […]

Read more "“O futuro da música é onde não tenhamos mais que nos preocupar com gênero” diz coordenadora do Sonora SP"