O DATA SIM é o núcleo de pesquisa da SIM São Paulo e no último ano tem catalogado dados sobre o mercado da música. A SIM São Paulo desde 2015 adotou como critério a equidade de gênero tanto nas atividades do evento (showcases, palestras, etc.), como nas equipes de produção, curadoria e direção que atuam durante o ano todo.

Tendo a percepção do aumento de profissionais na área surgiram alguns questionamentos:

“Onde as mulheres estarão daqui a 5 anos?
Qual a expectativa das mulheres sobre a progressão de suas próprias carreiras?”

Então porque não fazer um estudo mais aprofundado
sobre a participação das mulheres no mercado da música? 

A ideia é a de que, daqui a alguns anos, o DATA SIM possa avaliar se essas expectativas se realizaram e quais as principais dificuldades das mulheres nessa trajetória profissional.

Em parceria com o Women’s Music Event (WME) e compatibilizada com a pesquisa Women In The U.S. Music Industry: Obstacles And Opportunities da Berklee Institute e Women In Music (WIM), a DATA SIM inicia durante a edição 2019 do WME a pesquisa. A pesquisa poderá ser respondida durante o WME.

Desdobramentos

A pesquisa também servirá para produzir um diagnóstico inicial sobre o mercado brasileiro, a fim de alimentar com dados confiáveis a recém-lançada rede SatéliteLat de mulheres na indústria da música latino-americana.

DATA SIM @ Women’s Music Event

A WME acontece nesta sexta-feira (22/03), e ás 14 horas no Centro Cultural São Paulo será realizado o painel “DATA SIM: dados como alimento da música”.

Além da gerente de projetos Renata Gomes, também participam da conversa Carina Shimizu, da JLeiva Cultura & Esporte, Karla Megda, da Sympla, parceiras das primeiras pesquisas do DATA SIM; e Fernanda Paiva, da Natura Musical, patrocinadora dos primeiros estudos do núcleo de pesquisa da Semana Internacional de Música de São Paulo.


santa-mala-simwomen

Santa Mala. – Foto: Divulgação


Outros Destaques

Santa Mala, Anelis Assumpção, Maria Beraldo, Mahmundi, Josyara e Paula Lima também estão entre as mais de 100 mulheres confirmadas em painéis, workshops e showcases do WME 2019.

Além da conferência no CCSP, o evento conta também com uma programação noturna no Jazz nos Fundos e no Clube Jerôme, além da festa de encerramento gratuita no domingo, 24 de março, na House of All, com shows de Linn da Quebrada, Lei Di Dai, Bivolt, BrisaFlow e Carne Doce.

Claudia Assef e Monique Dardenne, fundadoras do Women’s Music Event e do WME Awards, também fazem parte do Conselho Consultivo da SIM São Paulo que, desde 2015, tem como critério a equidade de gênero tanto nas atividades do evento (showcases, palestras, etc.), como nas equipes de produção, curadoria e direção que atuam durante o ano todo.