“Sêr Estrela”, Jennifer Souza homenageia Vander Lee em canção interestelar

 “Sêr Estrela”, Jennifer Souza homenageia Vander Lee em canção interestelar

Jennifer Souza lança “Sêr Estrela” – Foto Por: Luiza Ananias

Assim de mansinho em plena segunda-feira de Copa do Mundo Jennifer Souza, conhecida por seu trabalho ao lado das bandas Moons e Transmissor, lança um lindo B-Side. “Sêr Estrela”, é uma faixa que foi produzida por Leonardo Marques (Ilha do Corvo) ao lado da artista tendo sido gravada no mesmo período que seu aclamado álbum de estreia Pacífica Pedra Branca (Balaclava Records/2021).

De Minas Gerais, a artista faz uma homenagem com a canção ao seu conterrâneo, o músico Vander Lee, compositor de “Românticos”, “Iluminado” e “Esperando Aviões”, e conhecido por parcerias com grandes astros da música brasileira como Gal Costa, Elza Soares, Maria Bethânia, Nando Reis e Zeca Baleiro. O músico que era amigo de Jennifer nos deixou em 2016 e ela com muita leveza apresenta hoje esta canção com linhas de guitarra etéreas e transmitindo paz ao longo dos 7 minutos da canção.

“Vandeco era um querido… sempre muito presente e generoso. Foi-se um grande artista, e também um grande amigo”, explica Jennifer.


Jennifer Souza lança Sêr Estrela _Por Luiza Ananias
Jennifer Souza lança “Sêr Estrela” – Foto Por: Luiza Ananias

Jennifer Souza “Sêr Estrela”

A beleza da composição mora nos detalhes da homenagem que trás versos singelos mas repletos de carinho como “Sem se preocupar em partir assim, sem dizer adeus. O que aqui ficou e é parte de ti, será um eco de mim, de tantos”, canta a artista.

“Eu tinha essa música, que na verdade era outra… tocava de um jeito diferente os acordes. Tudo se deu mesmo com a letra, que veio poucos dias depois dele partir… chegou pronta assim, de uma vez, ainda com aquele nó na garganta. Acho que foi um jeito de me despedir ou de na verdade dizer que ele sempre estará aqui”, relata Jennifer Souza

A existência e a finitude da vida é imortalizada na faixa que discorre sobre a passagem do tempo e a transformação da matéria. A beleza ecoa nos acordes numa atmosfera indie folk que aprendemos a amar com artistas como Wilco e Phoebe Bridgers, com muita sensibilidade, piano e progressão de acordes para traduzir a passagem em algo quase celestial.

O “sêr estrela” como característica de quem vem para brilhar, encantar e aquecer corações durante sua vinda para este plano. Se somos o que cativamos, na memória de Jennifer Souza, Vandeco virou se transformou em uma estrela que continuará a guiar seus passos.

Jennifer Souza “Sêr Estrela”

Perceber a dimensão / desse breve existir, até o fim //
Sem pensar, atravessar / Perdurar o tempo que levar, até sumir / Se transformar //
Vi você mergulhar, depois subir peixe-luz //
Sem se preocupar em partir assim / Sem dizer adeus / O que aqui ficou e é parte de ti / será um eco de mim, de tantos //
Outra vez a porta aberta, outro lugar / Outra vez você é o céu e o mar / Outra vez ser lua, sol, virar estrela //
Ser estrela, um sêr estrela.



Ficha Técnica

Produção Musical: Leonardo Marques e Jennifer Souza
Gravado, Mixado e Masterizado no estúdio Ilha do Corvo em Belo Horizonte por: Leonardo Marques
Voz, guitarra, violão, guitarra barítona: Jennifer Souza
Guitarra***: Henrique Matheus
Bateria: Felipe Continentino
Baixo: Frederico Heliodoro
Trombone: João Machala
Sax Tenor: Jonas Vitor
Piano: Marcus Abjaud
Trompete: William Alves
Foto da capa: Luiza Ananias
Design: Yannick Falisse
***Gravada por ele no Estúdio Frango no Bafo

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!