Pluma e Boogarins misturam frequências em “Querer Nunca Fez Planos”

 Pluma e Boogarins misturam frequências em “Querer Nunca Fez Planos”

Pluma – Foto Por: Amanda Oliveira

“Querer Nunca Fez Planos” evidencia a convergência sonora entre Boogarins e Pluma

A tônica de experimentar feats e collabs já era tendência na música mundial e na pandemia parece que ganhou ainda mais força. Destes encontros a Pluma e Boogarins (leia entrevista) puderam tirar proveito das sonoridades bastante convergentes dos grupos. Aliás há duas semanas outro feat bem interessante dos goianos com a Betina apareceu por aqui.

Os paulistas que se preparam para a primeira apresentação no exterior, em pleno Primavera Sound, de Barcelona, lançam hoje em Premiere no Hits Perdidos o single “Querer Nunca Fez Planos”, totalmente imersos nos inúmeros pensamentos que tivemos durante o período de isolamento social.

Foi um sonho, poder participar de um dos maiores festivais do mundo, onde estão alguns dos artistas são as maiores referências pra gente é incrível, um prazer enorme.

A ficha foi caindo aos poucos, comemoramos umas 4 vezes já, e conversando entre nós, rola uma mistura de sensações, de expectativas incríveis com não saber o que pode acontecer, mas estamos ensaiando e preparando o melhor show possível, queremos aproveitar pra realizar esse sonho de tocar fora da melhor maneira possível, tentar tirar muita onda, se divertir e assistir muita coisa boa, absorver o máximo possível.”, conta Teixeira sobre as expectativas de poder tocar pela primeira vez ao lado da Pluma no exterior


Pluma em foto analógica por Amanda Oliveira lança “Querer Nunca Fez Planos”
PlumaFoto Por: Amanda Oliveira

Pluma e Boogarins “Querer Nunca Fez Planos”

A canção, produzida por Pluma em conjunto com Benke Ferraz (guitarrista do Boogarins). “Quem Nunca Fez Planos” tem versos de encorajamento a viver seus sonhos com frases sobre arranjar forças mesmo que para conseguir seus objetivos tenha que passar por todos os tipos de adversidades possíveis.

As texturas, grooves e batidas vão do jazz a neo-psicodelia mas sem esquecer do lo-fi hip hop, e dos teclados voláteis para dar vazão a explosão de sentimentos que reverbera numa canção bastante introspectiva.

“Uma ideia nossa, coisa simples. Era um groove e alguns compassos de harmonia, a partir daí a gente foi sacando tudo junto”, diz Guilherme Cunha, baixista da Pluma.

Nesse feat não pensamos tanto em referências externas, óbvio que sempre rola uma junção do que todos nós estamos consumindo no momento mas dessa vez focamos mais em unir a sonoridade das duas bandas, pensando em como seria essa junção da melhor forma, ao mesmo tempo que desse pra sacar o som e estética de cada banda dentro da música.

Sobre o processo, nós fomos pro estúdio com Dinho e Fefel, que estavam aqui em SP, com um começo de ideia, uma base pra trabalhar em cima, e gravamos ela em uma sessão ao vivo geral tocando junto, depois produzimos e finalizamos o som com o Benke, a distância.”, completa o músico em entrevista exclusiva para o Hits Perdidos

Para Dinho Almeida, dos Boogarins, a ideia era aproveitar o grande caldeirão de referências de ambos os projetos. “Nossas linguagens acabaram se encontrando nesse lugar de misturar influências, estilos e ritmos para tentar criar um lance novo, o que fez com que a coisa toda fluísse muito fácil. Ele ainda completa “Nossa canção acabou desenhando um lugar bem bonito nesse ponto, misturando onde fazia sentido e ressaltando a cara de cada banda em outros momentos, fechando o pacote de um jeito bem único e especial”. 

Já para o tecladista Diego Vargas, da Pluma, já faz planos pra o futuro. “Tem o suficiente das duas bandas na música para agradar tanto os fãs de uma quanto de outra. Queremos muito tocar essa música ao vivo, em algum dos próximos shows que formos fazer vai rolar com certeza”

“O instrumental da música foi composto durante um ensaio, provavelmente depois de uma jam, e o intuito inicialmente não era nem que fosse um feat necessariamente. Foi muito legal ver os meninos colocando a cara deles na música e entender como ficaria a mistura.

Pra compor o restante eu e o Dinho sentamos no dia da gravação e desenvolvemos a letra e melodia. Esse processo rolou durante a pandemia então o tema de superar desafios veio meio que naturalmente. Acho que na música dá pra sacar bem as referências e influências das duas bandas, tanto no instrumental quanto nas vozes.”, revela Marina

Álbum de estreia a Caminho?

“Estamos compondo o álbum! Estávamos na verdade, quando soubemos dos shows no Festival Nômade e no Primavera paramos pra ensaiar e organizar melhor nosso show. Depois que voltarmos vamos continuar de onde paramos.”, revela Vargas



Ficha Técnica “Querer Nunca Fez Planos”

Composição: PLUMA e Boogarins
Gravado em: Artsy Club Studio e Estúdio Rockambole
Produzido e captado por: Diego Vargas, Guilherme Cunha, Lucas Teixeira, Marina Reis e Benke Ferraz
Mixado por: Thiago Fernandes
Masterizado por: Matheus Ullmann

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!