[Premiere] Blocked Bones condena justiceiros no vídeo Tarantinesco para “Black Boots”

O duo paraense Blocked Bones é formado por Fil Alencar (guitarra) e Ivan Masocatto (bateria).

Em 2016 eles lançaram seu álbum de estreia, Animals. Desde então tem feito shows mesclando em seu repertório canções do disco e do EP, Death Mails in Black Letters (2013).

Nesta sexta-feira (25/01) eles chegam para escrever mais um capítulo em sua história com o lançamento do videoclipe para “Black Boots”. A canção presente em seu debut, Animals, disco produzido por Iuri Freiberger, ganhou um clipe com influência estética de Grindhouse, de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez.

Suspense, sangue e violência, são marcas tanto das produções tarantinescas, como do videoclipe dirigido por Gabriel Manso. A trama leva o espectador a tirar conclusões precipitadas sobre o desfecho do vídeo, que mesmo sem entender sob qual contexto seu roteiro está inserido: julga.

Mais do que julgar, procura culpados e já quer sua cabeça. Feito os justiceiros, de programas policiais, e comentaristas de internet. Fato é que é necessário assistir o videoclipe até o final para se surpreender.

A história narra três pontos de vista sobre uma cidade em decadência e um crime sem explicação, revelando preconceitos e a fúria provocada pelo medo. Não é Grinderhouse, True Detective, nem Black Mirror mas o espectador é convidado para tentar entrar na mente de cada um dos personagens interpretados pelos atores Marcelle Cerutti, Wesley Corrêa e Cléber Galo.



No vídeo, um fotorrepórter segue uma moça misteriosa que carrega uma maleta em que o conteúdo é desconhecido. Ele não imagina que suas intenções são as piores e que, no final da história, alguém sairá sem vida.

O questionamento que fica é: vale a pena tentar fazer justiça com as próprias mãos em uma sociedade repleta de injustiças?

E digo mais: vale a pena armar uma população cega e sem moral? A quantos passos de um colapso social estamos? O que é ser um “cidadão de bem” em 2019?

Para onde estamos indo? 

This post was published on 25 de janeiro de 2019 10:00 am

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Posts Recentes

Dupla 02 vai do Trap ao Rock, da MPB ao Reggaeton no singular “FÉMY”

O som da DUPLA 02 é diferente do que você está acostumado a acompanhar por…

27 de janeiro de 2022

Zero To Hero discorre sobre a emancipação em “for the first time in a long time”

Diretamente do Vale do Paraíba, a Zero To Hero começa a apresentar os próximos da…

26 de janeiro de 2022

Os Melhores Clipes Independentes | Dezembro (2021)

Confira os melhores clipes independentes lançados em Dezembro | 2021 em seleção especial feita pelo…

25 de janeiro de 2022

Turmallina flerta com o Shoegaze e o Dream Pop no EP “Aurora”

Para quem está com sede de banda nova a dica de hoje irá agradar quem…

24 de janeiro de 2022

Rosa Chá aposta no groove e no poder das conexões em “Nada Mudou”

Após no ano passado lançar seu EP de estreia, a Rosa Chá prepara uma série…

21 de janeiro de 2022

Pitty lança o documentário “Casulo Musical” com participações de Drik Barbosa, Jup do Bairro, Badsista, Pupillo e Monkey Jhayam & Rockers Control

Depois de lançar seu novo EP, Casulo, através do seu novo selo independente homônimo, Pitty apresenta…

19 de janeiro de 2022

This website uses cookies.