The Gap Year levanta bandeiras em novo videoclipe

A um tempo atrás apresentamos para vocês o trabalho do conjunto The Gap Year. O quarteto formado por Filipe Oliveira (Guitarra e Voz), Alex Carvalho (Guitarra), Rogs Cunha (Baixo) e André Leite (Bateria) estava no habitual “corre” para divulgar seu EP de estreia Over Some Power Chords (2015).

over

Com uma sonoridade característica e precisa, o EP resgata as raízes do hardcore melódico, gênero consolidado na década de 90 por bandas como Face To Face, Garage Fuzz, Street Bulldogs, Millencolin, Satanic Surfers e tantas outras.

O EP que além da positividade também teve espaço para letras com um viés político/ativista. Causas como as lutas contra: o preconceito, o conservadorismo, a intolerância, o racismo e a homofobia foram abraçadas.

Por mais absurdo que ainda seja termos que lutar por tudo isso em 2015, infelizmente é a realidade em que vivemos. E os movimentos sociais parecem mais uma vez estar ganhando verdadeiros hinos com pouco mais de três acordes.

Screen Shot 2015-11-18 at 3.29.28 PM

No videoclipe dirigido por César Passa-Mal (Lomba Raivosa e Boring Assholes) e Rogs Rogs, vemos críticas no melhor estilo denúncia a figuras publicas –  que deveriam enojar a população a cada atitude retrógrada – como Silas Malafaia, Bolsonaro, o pastor Marco Feliciano e Levy Fidelix.

Vemos também como vivemos tempos em que a homofobia apesar de ter leis para combatê-la: ainda passa impune em muitos casos.

Screen Shot 2015-11-18 at 3.28.03 PM

Screen Shot 2015-11-18 at 3.27.26 PM

No dia-a-dia se abrirmos um pouco mais os olhos podemos ver como esse problema afeta a vida de milhões de pessoas diariamente: seja recebendo xingamentos, sendo alvo de perseguições, bullying, agressões e até em alguns casos extremos causar a morte.

“Se existe uma coisa que eu não entendo
É como nós vivemos em pleno século XXI
E ainda somo julgados em relação a quem escolhemos amar
Amor nunca foi uma questão só de escolha
Eu fico louco toda vez que as pessoas se importam
Se você namora uma garota, um garoto ou quem diabos você queira”

O amor livre e o poder de escolha são os temas centrais desta canção. Tiro certeiro em uma sociedade opressora e que trata de arrastar problemas para debaixo para o tapete. Afinal de contas o amor é feito para ser motivo de alegrias e não sofrimento e discriminação.

Screen Shot 2015-11-18 at 3.30.35 PM

“Eu encontrei um velho amigo outro dia
Eu não conseguia acreditar em como ele mudou e nas coisas que ele dizia
Suas ideias conservadoras e homofóbicas
Tudo isso soa muito estranho pra mim
Eu quero viver em um mundo em que você seja livre
Pra tomar suas decisões e ser respeitado por quem você é”

Confira o videoclipe de “Power To Decide” lançado no último dia 11:

Ficha Técnica:
Edição e Câmera: César Passa-Mal
Direção: César Passa-Mal e Rogs Rogs

gap

Site Oficial
Facebook
Bandcamp
Outros Players
Download do EP

Advertisements

One thought on “The Gap Year levanta bandeiras em novo videoclipe

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s