Podcast “Fila de Banheiro” aposta nas histórias da noite paulistana

 Podcast “Fila de Banheiro” aposta nas histórias da noite paulistana

Podcast “Fila de Banheiro” estreia em todas as plataformas digitais neste 01/09

Após um ano e meio de pandemia pudemos nos deparar com os mais diversos tipos de projetos. Do amigo padeiro ao novo jardineiro, muitos se aventuraram a escrever livros, esquematizar projetos pós-apocalípse e alguns ousaram a até mesmo a empreender.

Para o trio de DJ’s e agitadoras culturais, Debbie Hell, Liu e Joyce Guillarducci o passatempo escolhido foi o de reviver boas (e outras nem tanto assim) vivências da noite e da cena independente paulista.

Podcast Na Fila do Banheiro


Com o curioso nome “Fila de Banheiro”, o podcast promete trazer à tona histórias – e causos – que revelam mais sobre o comportamento, e autoconhecimento, em situações que vão do caos a histórias proibidas para menores de 18 anos. Com o bom humor como carro chefe, é possível se divertir e até mesmo se identificar com as diversas situações apresentadas ao longo das gravações.

Conhecidas por seus trabalhos envolvendo a cena independente de SP seja nos palcos, nas cabines, no backstage, na produção, na cobertura, nas entrevistas, na divulgação e no desenvolvimento do rolê, elas colecionam histórias hilárias e inusitadas sobre suas vivências na noite.

 

Podcast Fila de Banheiro

Na Fila de Banheiro tem espaço para tudo, da fofoca de cena, perrengues, histórias com bandas, confusão, amor clandestino, fugas, e até mesmo histórias fofas como a história da Joyce com o sueco que veio se apresentar no Brasil e acabou apaixonado pela Catuaba.

Para interagir com os novos fãs, elas criaram a página no Instagram. Siga agora clicando aqui.


Podcast Na Fila do Banheiro


É literalmente uma conversa que teríamos no rolê – e que continuamos tendo mesmo que à distância – só que com o microfone ligado. É um programa ótimo pra quem sempre quis saber do que a gente tanto ria nas cabines, afirma Débora Cassolatto (a Debbie Hell das pistas, do programa de rádio Debbie Records, e dos textos em que esperneia sobre música espalhados pela internet).

“Eu tava doida pra sair contando as histórias que ouço delas ou em alguma mesa de boteco, sei lá. Acho que tem muitos ensinamentos baseados nos perrengues que a gente passa em rolês.”diz Liu Anno, que já tocou nas Readymades, Kid Foguete e Fluhe e trabalhou em diversas casas de show paulistanas.

Só vou conseguir ver isso à noite agora gente, pode mandar sem o meu, confefssa a ocupada Joy Guillarducci, que além de comandar o festivo blog Cansei do Mainstream, trabalha com engenharia elétrica e passa seu tempo livre projetando painéis.


Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *