Rosa Chá aposta no groove e no poder das conexões em “Nada Mudou”

 Rosa Chá aposta no groove e no poder das conexões em “Nada Mudou”

A banda capixaba Rosa Chá apresenta o primeiro single após o EP de estreia – Foto Por: Melina Furlan

Após no ano passado lançar seu EP de estreia, a Rosa Chá prepara uma série de lançamentos para 2022. Com influências de nomes como The Weeknd, Dua Lipa, Daft Punk, Prince, Madonna, Michael Jackson, Men I Trust e até mesmo de Ed Motta; na bagagem, a banda capixaba lança hoje seu novo single em Premiere no Hits Perdidos.

O grupo que conta com Gabriel “Pit” Raymundo (contrabaixo), Guilherme Sadala (voz), Vitor Rocha (guitarra) e Roberto “Bob” Hoffmann (bateria) apresenta hoje o single “Nada Mudou”. Nele o groove dançante, a estética despojada e o baixo como motor aquecem as batidas e jogam o ouvinte diretamente na pista de dança.

O lançamento chega pelo selo Casulo, iniciativa para fortalecer o trabalho de artistas independentes do Espírito Santo.


Rosa Chá lança o single "Nada Mudou"
A banda capixaba Rosa Chá apresenta o primeiro single após o EP de estreia – Foto Por: Melina Furlan

Rosa Chá “Nada Mudou”

A temática da canção reflete sobre o lado afetivo, a faixa conta a história de um amor que não deu certo mas que tenta se reconectar das mais diversas formas. A sonoridade investe nos anos 70 e 80, em grupos como o Chic, Funkadelic e Prince que acabaram inspirando nomes como Daft Punk, Parcels e L’Impératrice.

“‘Nada Mudou’ tem essa pegada mais antiga. Na letra, falamos do orelhão, por exemplo, enquanto na melodia trazemos influências da década de 80, como Prince e Madonna, comenta Guilherme Sadala

Sobre a escolha o vocalista comenta: “A relação dessa música com o nosso último trabalho, o EP Rosa Chá, está muito presente na narrativa do amor, mas, nesse single, foram as referências que trouxeram o toque especial”. Além dos citados, completam as referências do single nomes como The Weeknd e Ed Motta, Michael Jackson e os franceses do Daft Punk.

A produção é assinada por Rodolfo Simor, que também é co-autor da faixa ao lado de Sadala. Já o material foi gravado no Bravo LAB, mesmo estúdio onde foi gravado o EP homônimo.


Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!