A partir do dia 01/04 o SoundCloud pagará os artistas independentes pelo número de ouvintes e não mais pelo tradicional modelo de número de plays como fazem Spotify, Deezer, TIDAL entre outros.

A Plataforma de Streaming apelidou o modelo de monetização de sistema de pagamento centralizado no usuário. O sistema é também chamado na indústria audiovisual como “fan-powered royalties” e encaminha para ser mais uma das mudanças radicais no negócio da música.

Na prática este modelo de pagamento funcionaria desta forma: se o assinante paga 10 dólares e só ouve 5 artistas, estes 5 dividirão igualmente o valor da mensalidade, independente do número de streams de um único artista.

Soundcloud Logo

As Mudanças na indústria do streaming

“Muitos na indústria querem isso há anos”, diz o CEO do SoundCloud Michael Weissman

Estamos entusiasmados por sermos os únicos a trazer isso ao mercado para melhor apoiar os artistas independentes. O SoundCloud está posicionado de forma única para oferecer este novo modelo transformador devido à poderosa conexão entre artistas e fãs que ocorre em nossa plataforma.

Como a única plataforma de streaming de música direto para o consumidor e empresa de serviços para artistas da próxima geração, o lançamento de royalties movidos por fãs representa um movimento significativo na direção estratégica do SoundCloud para elevar, crescer e criar novas oportunidades diretamente com artistas independentes.”, completa Michael

Quais serão os artistas beneficiados pela iniciativa do SoundCloud?

Entretanto os artistas assinados com majors não terão o mesmo acordo, visto que as gravadoras tem acordos específicos com o SoundCloud. Para que isto fosse possível seriam necessárias mudanças contratuais.

Serão beneficiados os artistas que possuem os planos de monetização Premier, Repost, and Repost Select. Segundo a plataforma estes somados chegam a 100.000 artistas que sobem sua música diretamente no SoundCloud.

Artistas independentes que não fazem parte dos planos de monetização receberão o modelo tradicional. A empresa informa que atualmente 20% dos royalties repassados vem de artistas independentes. Artistas com grandes comunidades mas ainda independentes serão os mais beneficiados pela novidade.

Aos poucos Bandcamp e SoundCloud vem propondo ideias mais interessantes que os principais players de mercado. E vocês o que acharam da novidade?

Saiba mais sobre a Plataforma de Lives do Bandcamp