Mergulhe no mundo nostálgico do Cocoricore

De vez em quando surgem projetos que começam apenas pela diversão e acabam ficando maiores do que o esperado. Talvez o estouro do Mamonas Assassinas foi a prova de que a sátira poderia render frutos.

Nos EUA por exemplo tem o Steel Panther que alopra o hard rock farofa: fazendo versões de hard rock com letras sobre aquele espírito de vida decadente dos anos 80.

Mas não precisamos ir muito longe para vermos sátiras causarem certo impacto. Quem lembra do The Milk Fellas?

Yuri Moraes e Cauê Bravim, vieram de São José dos Campos para São Paulo, com a intenção fazer trilhas sonoras para os filmes de sua produtora.

Mas no meio do caminho daquela onda da U.D.R. e Bonde do Rolê eles – rockeiros natos e fãs de Punk Rock – resolveram pegar beats de eletrônica e funk para tirar sarro com tudo que estivesse na mão como: hipsters, metal, maçonaria, cosplay, sertanejo, Rua Augusta e outras coisas que naquela época fazia todo sentido tirar onda.

Um exemplo de grupo que nessa linha de satírica que ficou conhecida entre o pessoal foi o Hardneja Sertacore. O grupo basicamente se aproveitou da moda do Emo/Hardcore Melódico e resolveu fazer versões de clássicos do estilo.

Quem pensa que a brincadeira virou uma piada momentânea, que ficaria na piada interna de underground e fim. Se enganou, embora a banda não esteja mais na ativa, eles chegaram a assinar um contrato com a major Universal Music.

Outro dia mesmo estávamos falando por aqui sobre o mundo mágico das versões de temas de desenhos animados. E nos últimos dias como passe de mágica surgiu na timeline o link do Soundcloud de uma banda chamada Cocoricore.

cocoricore

Confesso que ao ler o nome do grupo eu fiquei por uns momentos incrédulo no que estava lendo. E apenas pensando: que genial!

Ao mesmo tempo que a sensação de nostalgia só foi aumentando ao ouvir cada faixa presente no soundcloud. O projeto explora as músicas tema dos programas de TV brasileiros infantis dos anos 80/90 em versões punk rock. Ou seja, só alegria.

Rá-Tim-Bum – Banho é Bom

tchau

Que criança nascida nos anos 90 nunca foi para o chuveiro cantando: “Meu pé meu querido pé que me aguenta o dia inteiro…”?

A TV Cultura sempre saia na frente quando o assunto era programas infantis de qualidade.

TV Colosso 

TV-COLOSSO-globo.jpg

A cachorrada da turma da TV Colosso ficou anos na programação matinal da TV GLOBO.

Ficando no ar de 1993 a 1997, o programa era dirigido por Luiz Ferré, Roberto Dornelles e Boninho (que nem sonhava em dirigir BBB nessa época), que se utilizaram de bonecos caracterizados como cães, simulando todas as instâncias de uma emissora de TV; do presidente ao office-boy.

Curiosidade a parte: Se o programa entrou no lugar do Xou da Xuxa, com seu fim quem abocanhou seu espaço na programação da rede Globo foi outra loira: Angélica. Com os também finados programas Angel Mix e Caça Talentos.

Turma do Arrepio 

arre.jpg

A Turma do Arrepio foi ao ar através da extinta TV Manchete – que deu lugar a Rede TV – como uma adaptção dos quadrinhos para a TV.

turm.jpg

As revistinhas (1989 a 1993) saiam pela Editora Globo. Já o programa foi ao ar na Rede Manchete a partir de 1995. Mas para quem acha que o sonho da turma mais maluca do edifício acabou de vez: em 2009 a editora As Américas voltou a publicar os quadrinhos. Confira a versão:

Bambuluá

bambu

Caso não lembre, fica um vídeo para refrescar a memória e lembrar como era tosco. O programa foi ao ar logo depois do fim da TV Colosso em 2000 e tinha constantes participações da Angélica.

*Reparem nos belíssimos efeitos especiais.

Alguns dizem que a MC Mayara se inspirou em Bambuluá para compor seu personagem em seu mais recente videoclipe. O que acham?

may.gif

Besteiras a parte, fique com a versão:

Cocoricó

coco.gif

A turma do Cocoricó liderada por Júlio fez história na TV Cultura. Não é por menos: a maioria das músicas do programa são facilmente lembradas por toda uma geração.

ri.png

Sua estréia foi no ano de 1996 na TV Cultura, mais tarde em 2004 o programa foi transferido para a TV Rá-Tim-Bum estando no ar na TV paga até hoje. Porém sua produção foi encerrada em 2013. Sim, pudemos acompanhar novos episódios de Cocoricó por 17 anos.

Inclusive em 2012 estreou no cinema nacional o curta Cocoricó Conta Clássicos, episódios especiais inspirados em grandes clássicos da literatura, que posteriormente também foi veiculado na TV Cultura. Querido dos pais pelo teor educativo Cocoricó marcou toda uma geração.

Confira a versão do tema:

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s