Hits Perdidos Entrevista: TremBemDitos

Ô trem bom, sô!


Screen Shot 2015-09-10 at 3.29.58 PMCalma! Não é desse Trem que vamos falar hoje.


Hoje vamos falar de uma banda que carrega Minas Gerais tão intrinsecamente em seu DNA que nem no nome isso passou batido: a TremBemDitos, de Belo Horizonte.

Formado em 2008, o grupo é composto por quatro amigos: Othon de Saboia (vocal, teclado, guitarra e gaita), Ricardo Augusto (vocal e baixo), Thiago Alves (bateria) e Vinícius Brandão (guitarra). Em 2011, foi lançado o primeiro EP, este homônimo (TremBemDitos). Dois anos mais tarde, os mineiros depois de uma “mãozinha” dos fãs via campanha no Catarse, conseguiram financiar e lançar seu primeiro disco, O Mistério Mineral (2013).


TremBemDitos em ação | Foto Por: Elmo Gomes |
                                              TremBemDitos em ação | Foto Por: Elmo Gomes |


Após o lançamento de O Mistério Natural (2013), chegou a hora do quarteto de BH mostrar o novo vagão e percorrer novos trilhos. A próxima viagem da banda ainda não tem nome mas esta será um EP. Ele contará com uma potente e colaborativa faixa, toda politizada e cheia de rimas, para abrir os rumos dessa nova fase da banda.

soul

“Soul A Favor” foi gravada no último mês de junho pelo produtor Oculto Beats em parceria com artistas consagrados da cena mineira de Rap; os MC’s Hot Apocalypse, Oreia, Kdu dos Anjos e Roger Deff.



Aliás, uma marca registrada desse novo trabalho será esta: Cada faixa será gravada por um produtor diferente. A próxima canção a ser liberada “Verdade Incompleta” – que terá seu lançamento no fim de Setembro através de um videoclipe – foi gravada junto ao produtor André Melo – mesmo de O Mistério Natural (2013).

Além destas, o disquinho contará com outras três composições que passarão pelo mesmo processo e terão como resultado final:

Um EP. Cinco singles. Cinco produtores diferentes e um mar de influências (mesmo Minas não tendo mar).


trembe


Conversei um pouco com Vinícius Brandão (Guitarrista) da TremBemDitos sobre as vivências da banda, o processo de composição, raízes e o futuro do grupo. Confira!

[Hits Perdidos] Qual a origem do nome da banda?

“TremBemDitos é uma palavra criada durante uma brincadeira logo no início da banda, quando nos conhecemos na época de faculdade. Ele remete à nossa forte identificação com nossa terra natal Minas Gerais, onde tudo é TREM. Chamamos as mais diversas coisas de trem, então o significado fica em aberto e ao mesmo tempo revela o que buscamos dizer através das músicas. Mensagens boas que se relacionam com os ditos que ditam nosso dia a dia. Então na verdade se trata de um substantivo criado para identificar um grupo que se uniu em prol da paixão pela música e pela utilização desse meio para passar suas mensagens. Trem é aquilo que escapa Bem, segundo contavam os Ditos. É mais ou menos por aí…Rs.”



[Hits Perdidos] Por mais que vocês afirmarem que tem influências de Classic Rock ao ouvir eu consigo ouvir elementos de Soul, Funk, Rock Progressivo, Rock Psicodélico, MPB, além claro da parceria com a galera do rap na mais recente faixa ”Soul A Favor”. Gostaria de saber como conseguem lidar com este grande leque de influências na hora de compor?

“É muito bom poder tocar com liberdade. Fazendo música “na tora” podemos ficar despreocupados com os rótulos e deixar fluir as diversas influências, que entre os 4 integrantes da banda já são bem variadas, como você mesmo identificou. Quando abrimos ainda mais o leque para parceiros de fora da banda isso fica ainda mais claro, como é o caso de “Soul a favor”, uma música de discurso universal, com várias vozes se unindo em prol de uma construção coletiva. Os parceiros de “Soul a Favor” já tinham feito alguns improvisos com a banda em diversas oportunidades levando o Rap para nossos shows por Bh. A partir daí veio a idéia de produzir algo com o pessoal. Na realidade essa música marca uma especie de passagem de fase da banda. Após a fase do “Mistério Mineral” a banda queria produzir algo diferente, justamente buscando essa variação de estilos e influencias. Fazer música é isso. Acho que também o brasileiro carrega em si um trem natural da mistura mesmo. Somos acostumados a misturar tudo e todos. Essa é uma característica do nosso povo e uma qualidade que só faz somar ao som da banda.”

[Hits Perdidos] As composições muitas vezes bastante poéticas e com temas libertários de contra-cultura parecem funcionar como força motriz do som de vocês. Quais as influências nesse campo?

“Assim como na questão musical nas mensagens por trás das músicas nossas influencias também são diversas. Podemos citar os poetas Beats, Marx, Osho, a Poesia Marginal, Ferreira Goulart, Leminski entre outros mestres da poesia e da MPB. A questão da contra-cultural é natural do Rock N’ Roll, e os TremBemDitos tem nítido essa visão de arte como processo transformador e nosso flerte com a poesia é constante na cidade recheada de Saraus como é BH.”


[Hits Perdidos] Que bandas foram fundamentais para a existência do grupo? E quais do cenário mineiro do cenário atual vocês destacariam?

“O trio The Doors, Raul Seixas e Jimi Hendrix faz parte do nosso DNA, tanto que quando rola um cover no nosso show fica por conta desses caras. Mas a banda pira em tudo quanto é clássico do rock nacional e internacional como Titãs, Led Zeppelin, Bob Marley e etc. Em Minas o cenário é fértil, curtimos muitas bandas locais e parceiras das quais destacaríamos Zeca PolinaDjalma não entende de política, Pequena Morte e Djonga.”
[Hits Perdidos] O EP Mistério Mineral em sí, ilustra as raízes de vocês, e soa como uma homenagem ao mineiro. Como vocês observam o momento atual do estado?

“Minas vive um momento muito bom no sentido artístico, principalmente na parte de produção. Mesmo com a escassez de investimentos na área cultural vemos diversos grupos de artistas se juntarem para fazer a diferença. A efervescência é grande Movimentos culturais estão pipocando em BH e no estado como o Sarau Comum, Sarau Vira-lata, Sarau Luiz Estrela, novos poetas surgindo, como o Vagabundo Iluminado, as movimentações horizontais de ocupação cultural da cidade, os coletivos como Casinha, Quilombo do Abacate… O ressurgimento do carnaval em Bh… Enfim mil e uma coisas estão rolando, mas o incentivo público ainda deixa a desejar. O bacana é que há um sentimento compartilhada de “Do it yourself”.”



[Hits Perdidos] O grupo parece ter bastante preocupação na parte estética das capas e nos clipes. Os clipes de”O Mistério Mineral” e “Mineiro”, viajam por mares psicodélicos e contrastam com ilustrações simples. Como foi o processo de criação de ambos e quem está envolvido por trás?

“Tanto o clipe de”Mineiro” como”O mistério Mineral” contou com a colaboração de parceiros da banda. A artista Mara Rodrigues, aqui de belo horizonte, foi a criadora da arte do álbum “O Mistério Mineral”. Essa arte permeou o trabalho dos clipes e foi a base da estética da banda nos últimos 2 anos.”
“Para o clipe de “Mistério Mineral” a arte da Mara foi utilizada a pedido do diretor Samuel Rodrigues. Ele mesclou as imagens dos integrantes da banda produzidas para o clipe com imagens do nosso baixista Ricardo Augusto imerso em uma banheira de liquido não newtoniano( uma especie de areia movediça – mistura de maizena, água, tinta e  óleo). O clipe foi gravado em um dos estúdios do Grupo Giramundo Teatro de Bonecos. Tudo na parceria, produzido com muito esforço e colaboração dos amigos e artistas que gostam da banda. O resultado ficou muito bonito.'”
“O clipe de”Mineiro” foi feito pelo multiinstrumentista da banda Othon de Saboia. Ele gosta tanto da música que acabou fazendo esse vídeo com a letra da música e as artes da Mara. Além desse clipe ele já tinha feito o clipe de “Benedito” e os lyric vídeos de”Aonde” e”Deixego” do primeiro EP da banda. O cara canta, toca, edita, quebra o pé… Enfim, praticamente um Jedi…”


[Hits Perdidos] O TremBemDitos está na ativa desde 2008, acredito que muita coisa aconteceu ao longo dos anos. Como vê a evolução da banda ao longo do tempo?

“Acredito que a evolução da banda foi ocorrendo de forma natural. As gravações, criações dos álbuns, singles, clipes, shows; Tudo isso foi dando mais confiança e experiência para os integrantes. A possibilidade de gravar com pessoas diferentes. Gravar”O Mistério Mineral” com o André Melo e o Marin Gonzaga foi um processo completamente diferente de gravar”Soul a Favor” com o Oculto Beats. O lance de participar de diferentes shows, ocupações culturais na cidade, tocar para casa cheia, para casa vazia, na rua, no teatro… Enfim tudo isso faz com que nossos horizontes estejam em constante mudança. Hoje nos consideramos uma banda mais madura, caminhando para um trabalho e identidades cada vez mais próprios.”

[Hits Perdidos]  A banda tem previsto para o fim do ano lançar um novo EP este que já contará com a canção colaborativa ”Soul A Favor”. O que podem adiantar sobre e quais os planos após o lançamento?

“Estamos pra lançar o segundo single desse novo EP.”Verdade Incompleta” vai ser lançada em primeira mão já acompanhada de um videoclipe que está em fase de produção. Além dela, está engatilhada a gravação de outras duas músicas, com produtores diferentes das duas primeiras. Esses lançamentos de 2015 marcam uma nova fase da banda, onde fica claro a variedade de influências e ao mesmo tempo vai dando uma cara mais direta pro nosso som. Enquanto o”Mistério Mineral” teve uma veia mais conceitual, as músicas novas estão mais viscerais. E ao final vamos ter um EP com músicas bem diversas, não só no estilo e composição, mas também no processo de gravação, já que cada uma está sendo trabalhada com um produtor e em estúdios diferentes. Ainda não tem nome mas vai ser algo bemmm louco (Sic). Vocês não perdem por esperar.”

tbd

Site Oficial
Facebook
Instagram
Soundcloud
Twitter
Youtube
Contato

Advertisements

2 thoughts on “Hits Perdidos Entrevista: TremBemDitos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s