Os Melhores Clipes Independentes | Fevereiro (2021)

Confira os melhores clipes independentes lançados em Fevereiro | 2021 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2021

As listas de melhores clipes independentes 2020 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo quinto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de melhores clipes independentes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos. O programa encerrou em Agosto de 2020 suas atividades (saiba mais como ajudar para que ele volte clicando aqui).

Listas de Melhores Clipes (2021)

* Janeiro

Seu Clipe na TV

Fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Os Melhores Clipes Independentes lançados em Fevereiro | 2021

Neste mês de Março trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 92 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Fevereiro

Em Fevereiro inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 92 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 3,28 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 92 artistas de 17 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE FEVEREIRO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1) Ipásia “Paura”



A banda sergipana Ipásia, antes conhecida como Tori, apresentou a primeira faixa com o novo nome. “Paura”, inclusive ganhou um belíssimo clipe dirigido, roteirizado, e filmado por Jéssica Dias – com direito a performance butô de Isa Maga. No vídeo a fotografia, narrativa imersiva, performance, maquiagem e transições acabam se destacando.

“A dança butô surgiu no Japão pós-guerra, nas raízes da tradição japonesa porém com significados universais. Este estilo busca romper com as formas preconcebidas da dança, destruindo o arquétipo do ensino tradicional.

É a dança que deixa o corpo falar por ele mesmo, para revelá-lo para rejeitar a superficialidade do banal, do dia-a-dia. A dança que conversa com os mistérios da vida, desde a morte ao nascimento, entre nossas sombras desconhecidas que habitam nosso interior e as memórias vividas”, relata Maga

2) Tagore “Tatu”



Prestes a lançar seu novo disco o pernambucano Tagore apresentou o videoclipe para “Tatu”. Presente em Maya (2021) a faixa foi inspirada na cacofonia de Tom Zé em Estudando o Samba (1976) e foi composta ainda em 2018. Os simbolismos e coreografias acabam servindo como elementos para o videoclipe dirigido por Fabrício Koltermann e pela produtora Toca Audiovisual.

Como locação o vídeo teve como cenário um casarão de tijolos localizado em Restinga Sêca (RS) com uma narrativa lenta para convidar o espectador para que adentrasse na amplitude da composição.

A história que teve como inspiração o filme Midosommar (Ari Aster) mostra a ida da protagonista a uma oficina mecânica tocada por mulheres que na verdade serve de fachada para a prática de alguns rituais. A dança inclusive é assinada pelo elenco que procurou se guiar pela melodia, o que dá um charme ainda maior para a produção.

3) Monkey Jhaymam, Enme e Terra Treme “Kolapso”



Uma narrativa cyber-futurista se faz presente no clipe para “Kolapso”, parceria de Monkey Jhayam, Enme e Terra Treme. O roteiro é até mesmo instigante assim como seu desenvolvimento com direito a drones e uma atmosfera que nos aproxima de filmes como o clássico Blade Runner.

“Após décadas sofrendo com a infestação de um vírus incontrolável, firmou-se um sistema onde só os muito ricos têm acesso à cura. O mundo entrou em colapso e ninguém se sente seguro.

Um grupo de resistência sediado na Amazônia manteve viva sua cultura e, através da tecnologia ancestral, desenvolveu uma nova solução, que traz a imunidade eterna. A cura está sendo distribuída de forma gratuita nos guetos e periferias. A nova solução pode inverter o que um dia foi conhecida como pirâmide social.

Nas vozes do paulistano Monkey Jhayam e da estrela maranhense Enme, a música “Kolapso” (produzida pelo duo Terra Treme) anuncia a esperança de um futuro melhor, onde o dinheiro não é fator determinante para o acesso à cura. 

Essa história de futuro pós-apocalíptico como consequência da pandemia e da desigualdade social é contada com linguagem afrofuturista, direcionada ao resgate e perpetuação do protagonismo Preto.”

O clipe tem estética Afrofuturista. Com referência nos quilombos e nos grupos revolucionários de resistência formados ao redor do mundo, que lutam contra as desigualdades e injustiças causadas pelo sistema capitalista, Monkey Jhayam e Enme produzem um dispositivo de cura digital, conduzidos pelo Beat do Terra Treme e o som dos atabaques.

Através de um sistema de hologramas a cura para o Kolapso foi desenvolvida e é distribuída nas comunidades, afirma o produtor musical Lázaro, do Terra Treme.

4) BaianaSystem e Bnegão “Reza Forte”



A ancestralidade e o momento do mundo reverberam tanto nos versos como na produção audiovisual de “Reza Forte”, parceria do BaianaSystem com o Bnegão. O isolamento e seu mergulho profundo transparecem na obra que conta com imagens da Ilha de Itaparica e repleta de uma carga ancestral.

Numa terra onde os terreiros de Candomblé convivem ao lado dos terreiros de Eguns, onde os Caboclos de Itaparica desfilam nas ruas em 7 de janeiro comemorando a Independência do Brasil, numa representação identitária híbrida que remete a nacionalidade brasileira e a mestiçagem de seu povo, tudo foi conduzido com naturalidade e guiado pelas pessoas da ilha. O vídeo foi dirigido por Belle de Melo e conta com a participação do ator Fábio Lago.

5) Turnos e Paula Cavalciuk “Queda Livre”



De Sorocaba (SP) a banda Turnos em parceria com a cantora Paula Cavalciuk aparecem por aqui com o videoclipe para “Queda Livre”. A animação foi vídeo foi produzida pelo Pêu Ribeiro e finalizada pelo Daniel Bruson.

A canção narra o fim de um relacionamento e as consequências da ruptura, o que se traduz no vídeo que descreve as torturosas passagens que isso ocasiona na rotina. Entre a angústia e o sentimento de solidão que tomam conta do corpo do protagonista da trama.

6) Fernando Motta “Tridimensional”



Daqueles clipes com a estética dos videoclipes que passariam nas madrugadas da antiga MTV da Abril, o mineiro Fernando Motta lançou o clipe para “Tridimensional”, faixa que estará presente em seu terceiro disco Ensaio Para Destruir.

Com atmosfera surrealista com direito a um mosaico de cores e sinergia com a canção lo-fi, e a estética noventista VHS, o clipe tem a direção de Gabriel Rolim. A temática “Tridimensional” além da narrativa audiovisual também se estende para a composição inspirado em artistas como Mautits Cornelis Escher (1998-1972). Na faixa ele evoca a vontade pela profundidade, essa crise tão conhecida dos nossos tempos.

“Nessa música, todas as coisas estão acontecendo/soando ao mesmo tempo. Nada dá licença pra outra coisa entrar. É uma música inquieta sobre a inquietação – que talvez seja o principal tema do disco”, explica Fernando Motta.

O álbum que será lançado no fim de março tem produção de Vitor Brauer (Lupe de Lupe/ Xóõ / Desgraça/ Ginge) e ainda conta com participações de Apeles, João Viegas (Raça / Ombu), e Mafius.

7) Supercolisor “Nada é Melhor”



O Supercolisor junto do lançamento do seu tão aguardado disco apresentou o videoclipe para “Nada É Melhor”, obra audiovisual guiada pela dança.

“Estruturamos uma história como subtexto que nos guiasse dentro da coreografia inspirada pela letra, e essa nossa história fala sobre memória, mais especificamente a afetiva. Uma mulher surge no cenário aparentemente sozinha e aos poucos uma segunda presença a encontra: um homem está ali personificando os momentos que eles viveram juntos, uma memória”, explicam os dançarinos Marcel Anselmé e Carolina Martinelli, que coreografaram e protagonizam o vídeo, desenvolvendo os conceitos juntamente aos coreógrafos Isa Kokay e João Corrêa.

Antes disso eles já tinham lançado 6 videoclipes e você pode assistir todos aqui. Com dez faixas, sendo uma delas uma reprise de “Torto” em feat com Maurício Pereira, o álbum trata de destilar sentimentos e situações do nosso cotidiano através de melodias e arranjos sensíveis que nos transportam para memórias feito uma viagem (no tempo e espaço).

8) Serena “Dengo”



No fim de fevereiro a cantora Serena lançou o single “Dengo”, seu primeiro single de estúdio, e a faixa ganhou um videoclipe dirigido por Derick Borba e Serena.

“A inspiração de ‘Dengo’ foi um chegar em casa, cheia de memórias, de momentos muito gostosos, de vontades que eu não precisava guardar pra mim, uma reciprocidade no toque.

Foi uma memória de um momento muito valioso, muito genuíno e puro, no meio de um desejo que às vezes a gente acredita que ele não é profundo e sagrado, né? É um desejo profundo de uma coisa que às vezes a gente acredita que seja uma surperfície de um sentimento”, conta Serena.

A Produção

“Quando eu estava pensando no clipe, nesse lance da interação com essa luz interna, essa luz vital, eu pensei em pessoas próximas de mim que tinham alguma

manifestação de arte diferente, um jeito de amar diferente, pessoas que eu sabia que tinham histórias pra contar através do corpo.

Assim escolhi meu bailarinos, e amigos também, pessoas que eu admiro nesse campo artístico corporal pra manifestar esse amor, essa dúvida, esse desejo que é a dança do clipe”, diz Serena.

‘Dengo’ fala das sensações, da vontade de interagir com o corpo do outro e eu quis passar isso também imageticamente, e o lance sensorial tem completamente a ver com a dança, com o corporal. É uma coisa a se pensar em como passar uma sensação através de uma tela de vídeo. E eu acho que a dança é um caminho bem explícito nesse lugar”, completa a artista que lançou seu primeiro EP no ano passado

OUTROS CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 8 eleitos como melhores do mês de Fevereiro | 2021 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

BK’ “Mudando o Jogo” (RJ), Braza “Cartas do Tarô” (Rio de Janeiro / RJ), Julico feat. Curumin “Todo Santo Dia” (SE), Rap Plus Size “Só Pego o Que Me Cabe” (São Paulo / SP), Gilberto Gil, Gilsons e Bem Gil “Refloresta” (Salvador / BA), Pedro Mann “Estou Vivo” (RJ), Sessa “Grandeza”, Tuim feat. Sandyalê “Dia Santo” (RJ).

Melhores Clipes Independentes Fevereiro | 2021 | Parte 2

Jão “Coringa” (SP), 43 “Frio e Sol” (Paranavaí / PR), Gaby Amarantos feat. Jaloo “Tchau” (PA), Čao Laru “Livre”, BaianaSystem “Nauliza” (BA), Almir Chiaratti “Mãe Terra” (RJ), Acidental “Mesmo Que Mude” (SC), Alice Levy “Vida Que Vai” (Londrina / PR), Caio Nunez feat Tássia Reis “Só Que Não” (RJ), Fabiana Santiago “Deixa” (PE).

Plutão Já Foi Planeta “Acostuma” (Natal / RN), Aminoácido “Carinho Safadeza” (PR), Clarice Falcão “Irônico (Segundo Clipe Oficial)” (RJ), Haikaiss e Kawe “No Toque da Meca” (São Paulo / SP), Laura Petit “Sol na Virilha” (Brasília / DF), Selvagens À Procura de Lei e Lucy Alves “Sede Ao Pote” (Fortaleza / CE).

Melhores Clipes Independentes Fevereiro | 2021 | Parte 3

Lucas Adon “Madalena” (SP), WRY “Longitude” (Sorocaba / SP), Mitomano “SPMXPRM”, Rodrigo Vellozo “Não Canto em Vão” (RJ), Dirty Lion “Despertar de uma Manhã” (RS), Sofá a Jato “Lugar” (Porto Alegre / RS), Leean “Quero Sim” (Belo Horizonte / MG), Costa Gold “Aí Bebê” (São Paulo / SP), Ana Carol “Alma Nua”, Neptunea “Eles Vivem” (SP), Aydê “Tenta de Novo” (CE), The Bombers “A Morte” (Santos / SP).

Marina Silva “O Que Vem De Macho Não Me Atinge” (Rio Claro / SP), Bárbara Silva “Não Esconda” (Brasília / DF), Kant ‘Inferno de Kant”, Lau e Eu e Rafael Castro “Eu Sei, Adeus” (SE), Katze “Psicostasia” (PR), Sellva “Desilusão” (Brasília / DF), Pablo Vermell feat. Sara Não Tem Nome “Todas As Possibilidades” (Santos / SP), Ego Kill Talent “Deliverence”, Nimbo “Tua Paz” (Recife / PE), MariaLuiza “Alta Vibração” (Porto Alegre / RS). 

Melhores Clipes Independentes Fevereiro | 2021 | Parte 4

Léo da Bodega “Fica essa Noite” (Olinda / PE), Anis “Crua” (Florianópolis / SC), Lorenzo “Traços” (MG), Costa Alves “Interiormente” part. Andy (São Paulo / SP), Grapapo “Lar” (RJ), Mustta “La Puta Triste” (MA), LuvBugs “Desaparecer” (RJ), Sozinho No Sotão “Quero Festa” (GO), Gui Daiher “Não Pense Faça” (Rio de Janeiro / RJ), Rohmanelli “Viúvo”, Amsterdan “Zerovinteum” (RJ).

Barba Ruiva “Praia” (RJ), Iara Rennó “Outros Tantos”, Luiza Breves “Você não sabe” (RJ), Alef Totem feat. Lumin “Pipa no Céu” (Itapevi / SP), Calêendula “Tudo de Bom” (Atibaia / SP), Murillo Augustus “Espertofones” (SP), Dani Vieira “Vendaval” (BA), Flavy e Os Espelhos “Bomba Viva” (Patos de Minas / MG).

Melhores Clipes Independentes Fevereiro | 2021 | Parte 5

Vito Velasso “Por Engano” (Belo Horizonte / MG), Allan Pieter “Ela Mexe Comigo” (São Caetano do Sul / SP), Flávia Simão “#EleNão” (Belo Horizonte / MG), Júlio Ferraz “Templo de Nuvens” (PE), Rebel Machine “Not So Rebel After All” (RS), Le Tour Du Monde “Black Sand”, Marina Peralta “Na Mão de Quem” (MS), Nanasai “A Japonesa” (Itaperuna / RJ), Txio Paulinho “Sombra e Água Fresca” (RN).

Fenestra “Heróis dos Porões do Mundo” (São Paulo / SP), Insanidade “Destroy Rock n Roll” (Catalão / GO), Devaneio “Miragem” (Rio de Janeiro / RJ), Vertigem Tropical “Arapuca” (São Paulo / SP), Dionisio Dazul “Eu sei, eu sei que é triste”, Tobias Hessieme “Sunburst do Universo” (RJ), Dr Sin “27”, Lumière “Existe Algo Mais” (SP), godofredo “Dopamina” (MG), O Vento Solar “Ladeira do Mar” (São Paulo).



PLAYLIST NO YOUTUBE (Fevereiro | 2021)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 92 videoclipes coletados durante o mês de Fevereiro | 2021. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Fevereiro (2020). Dos 92 vídeos do post, 87 possuem as faixas no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify<-



Qual dos melhores clipes independentes você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes | Fevereiro | 2021 você mais gostou!

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Recent Posts

As Melhores Live Sessions | Setembro (2021)

As Melhores Live Sessions | Setembro (2021) O Que São Live Sessions? Live Sessions tem…

5 dias ago

Supergrupo Vacilant lança novo álbum em tempos bravos

O supergrupo cearense chamado Vacilant, formado por Yuri Costa, músico e produtor da banda maquinas,…

2 semanas ago

Como fazer sua música bombar no TikTok?

No dia 27/09 o TikTok, plataforma de vídeos curtos na vertical, alcançou a marca de…

2 semanas ago

Bemti busca por refúgios, afetos e possíveis recomeços em “Logo Ali”

Quando um mineiro vira para você e diz que algo é logo ali, desconfie, muitas…

3 semanas ago

As aventuras de Djane Fonda, o projeto eletrônico de Bárbara Eugênia

Feito um projeto que veio de uma brincadeira com amigos, Djane Fonda surge em meio…

3 semanas ago

O Melhor da Semana: Brvnks, Autoramas, Las Ligas Menores, Francisco, el Hombre, Papisa, Jennifer Souza e Persie

Sexta-feira é aquele dia onde temos diversos lançamentos e muitas vezes muita coisa boa acaba…

3 semanas ago

This website uses cookies.