O Melhor da Semana: Brvnks, Autoramas, Las Ligas Menores, Francisco, el Hombre, Papisa, Jennifer Souza e Persie

 O Melhor da Semana: Brvnks, Autoramas, Las Ligas Menores, Francisco, el Hombre, Papisa, Jennifer Souza e Persie

Brvnks lança o primeiro single do seu novo disco. – Foto Por: Mayã Guimarães

Sexta-feira é aquele dia onde temos diversos lançamentos e muitas vezes muita coisa boa acaba se perdendo em meio a muita informação. Problemas típicos da nossa era mas por aqui você fica ligado no melhor que rolou. Por isso nessa semana trazemos mais uma edição da coluna O Melhor da Semana. Confira os destaques!

Capa do Single “happy together” da Brvnks - Foto por Mayã Guimarães - O Melhor da Semana
Brvnks lança o primeiro single do seu novo disco. – Foto Por: Mayã Guimarães

Brvnks “happy together”

Não parece mas já se passaram dois anos do lançamento do álbum Morri de Raiva (2019). Agora Brvnks apresenta uma faixa delicada, minimalista e olhando para si, com uma energia que certamente faz lembrarmos de discos de contemporâneas como Snail Mail e Soccer Mom, mas com uma luz própria e buscando dialogar com sentimentos profundos.

Com violão, leveza mas sem perder o ar indie-pop despojado, ela chama o ouvinte no pé do ouvindo para cantar junto a balada açucarada. Como inspiração a faixa teve o filme homônimo de Wong Kar Wai, de 1997.

Antes de um novo disco, planejado para o ano que vem, virão alguns singles, então fiquem ligados. Na produção do novo material estarão Gabriel Mielnik e Gaspar Pini, já nas as participações especiais do álbum prometem bastante, Ana Frango Elétrico, Lucas Silveira (Fresno) e a banda Raça são presenças já confirmadas.

Já o vídeo colorido e cheio de ilustrações para “happy together” contou com a direção de Gabriel Rolim.



Las Ligas Menores @ KEXP

Com influências de nomes como Galaxie 500, Pavement e Guided By Voices, Las Ligas Menores e um quinteto de Buenos Aires que neste ano completa 10 anos, eles que já lançaram materiais via o selo Platense Laptra (Él Mato a un Policía Motorizado, Bestia Bebé e 107 Faunos), com estilo pautado no lo-fi a banda portenha já lançou dois discos de estúdio, o autointitulado em 2014 e Fuego Artificial, em 2018, além de uma série de EPs.

Com apoio do governo argentino, o grupo se apresentou na cultuada live session KEXP e teve nos últimos dias o vídeo publicado no canal da rádio estadounidense. Por lá apresentaram as faixas “Hice todo mal”, “La nieve”, “Peces en el mar”e “A 1200 km”.

Veja também nossa lista com 8 bandas independentes argentinas!



Autoramas “Eu Tive Uma Visão”

Feito uma fábrica de singles, os Autoramas apresentam uma balada chiclete. “Eu Tive Uma Visão” é uma parceria entre Érika Martins e Gabriel Thomaz que estará no próximo álbum do grupo, Autointitulado, que sairá nas próximas semanas.

Com direito a sintetizadores, sing-alongs e letra reflexiva para tempos difíceis, ela reforça o sentimento de empatia, cada vez mais rara em nossos tempos. O sentimento de se sentir inerte, ou perdido, em meio a tempos desafiadores acaba abraçando o ouvinte do outro lado do “rádinho”.



Francisco, el Hombre “Nada Conterá a Primavera”

Após um tempo lançando músicas em diversos projetos paralelos, a Francisco, el Hombre apresenta sua primeira faixa inédita em um bom tempo – e flerta com a música cubana, a salsa, passando pelo mambo ao jazz latinoamericano.

A canção “Nada Conterá a Primavera” integrará o terceiro álbum dos paulistas que sucederá RASGACABEZA (2019). Sem perder a postura ativista o grupo relembra que uma das maiores inspirações foi o MST.

“Mesmo em meio ao caos político e social e as tentativas de criminalização, o MST, os movimentos agrários, têm se mantido firmes, têm conseguido plantar, colher e distribuir. É daí que nasce a ideia.

Já as flores, somos nós, que existimos e resistimos, apesar desse momento de turbulência. Estamos aqui cantando esse hino da resistência, pelas vielas, esgotos, becos e bares. A letra nasce pensando no MST, mas também acaba pensando em toda essa movimentação de esquerda que resiste”, comenta Sebastianismos



Jennifer Souza “Pacífica Pedra Branca”

Prestes a lançar seu novo álbum após 8 anos longe da carreira solo, Jennifer Souza (Moons), lançou na quinta-feira o single “Pacífica Pedra Branca” pelos selos Disk Union (Japão) e Balaclava Records. Com muita delicadeza, raízes mineiras e lo-fi o som conta com vocais melódicos, sing-alongs e vem para apresentar o lado B do disco que está para sair do forno.



Papisa e Haēma “Fortuna”

Papisa volta a lançar uma música inédita com direito a clipe com a dupla portuguesa Haēma, formada por Susana Nunes e Diana Cangueiro. “Fortuna” tem camadas lo-fi, dissonâncias, aura espiritual, um belo trabalho de colagens e mixagem e uma atmosfera feita para atravessar o nosso peito em busca do autoconhecimento.

“Tem um pouco de caos e incômodo e a sensação de libertação do que nos aprisiona, indo mais pro centro das coisas, pro que é essencial”, revela Papisa sobre a letra

“Surgiu de um projeto que eu realizava sobre casa e intimidade. Entrevistei vários amigos no sofá da minha antiga casa, em Lisboa, e ela trouxe essa fala potente e libertadora”, conta Susana sobre a fala de Cecilia Gallindo que abre a faixa, a amiga acabou filmando e figurando a produção audiovisual

O clipe foi filmado na extensa serra de Sintra, próximo à Lisboa, em meio a vegetação para catalisar toda a mística e experimentação da canção.



Persie “Buraco de Minhoca”

Com uma energia que nos remete ao universo dark do Echo & The Bunnymen, e flertando com o post-punk, Persie apresenta o single “Buraco de Minhoca” que faz parte do seu álbum de estreia Odaléa que saiu no dia 27/08. Segundo a artista a canção fala sobre paixões e sentimentos profundos como um elogio a humanidade.

A letra  compara  pessoas a  imensidão do universo, com luz própria e poder de brilhar cada vez mais se incentivada. Nos passando a sensação de transcender e ir em direção dos nossos próprios sonhos.

Já o título vem diretamente da teoria de Einstein, que fala sobre uma distorção do “espaço-tempo”, dando a possibilidade de atalhos a uma viagem ao passado, futuro ou outras possibilidades de universos paralelos. Algo meio Dark, não é mesmo?



O Melhor da Semana

Gostaram dos destaques da coluna O Melhor da Semana do Hits Perdidos?

Deixe um comentário!

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post