[Premiere] Feito uma bomba relógio, Sheila Cretina perde o controle em “Vol. II”

Gostaria de começar esta resenha citando uma resposta do The Clash a um jornalista que ousou dizer após um show deles que eles deveriam voltar para a Garageland. O crítico em questão era Charles Shaar Murray, da NME. “The kind of garage band who should be returned to the garage immediately, preferably with the engine running, which would […]

Read more "[Premiere] Feito uma bomba relógio, Sheila Cretina perde o controle em “Vol. II”"