100 Hits Perdidos de 2022 – Playlist Oficial

 100 Hits Perdidos de 2022 – Playlist Oficial

Retrospectiva 2022: 100 Hits Perdidos de 2022

Há algumas semanas listamos por aqui os 50 Melhores Álbuns Nacionais (2022) (Leia Mais). Uma lista de recomendações para correr atrás do que melhor aconteceu na música brasileira nos últimos 12 meses. Na semana passada listaremos também os Melhores EPs Nacionais de 2022. Também listamos as Melhores Capas de Discos e outros 101 álbuns que você deveria ter ouvido.

Agora chegamos com a já clássica Playlist de 100 Hits Perdidos. É a sexta vez que fazemos a lista de sons por aqui e a cada ano que passa conseguimos mostrar ainda mais hits que para muitos podem ter ficado “perdidos”.

Sem compromisso de ter sido lançado como álbum, EP, split ou apenas como single, a lista que faz uma Retrospectiva 2022 tem o papel de trazer novidades e fazer você conhecer o maior número possível de novos artistas. A safra é boa e a música agradece.

Confira também as Retrospectivas Anteriores:

Confira:
Os 100 Hits Perdidos de 2021
100 Hits Perdidos de 2020
100 Hits Perdidos de 2019
Lista: 100 Hits Perdidos de 2018
Ouça Agora: 100 Hits Perdidos de 2017
Playlist: 100 Hits Perdidos de 2016


100 Hits Perdidos de 2022 - Capa Playlist


Retrospectiva: 100 Hits Perdidos de 2022

1-10

O Terno Rei lançou seu quarto álbum Gêmeos (leia entrevista) e “Dias de Juventude” sintetizou uma nostalgia de um jovem adulto olhando para dias mais simples. Já Black Alien trouxe no single “Pique Peaky Blinders” uma dose de filmes de ação, rap e bom humor. Representando o emo/hardcore o menores atos veio com o potente single “Aquário”, o grupo carioca também lançou disco em 2022. No dia do seu aniversário Cícero revelou a reflexiva “Sem Distância“. Com várias parcerias na cena paulistana, Pedro Bienemann disponibilizou “Ultravioleta”, faixa título do disco de mesmo nome. Pop sem medo de se expor, é esse o espírito do single da Clarissa, “bonita e miserável”. Imagine juntar dois nomes em alta do pop brasileiro em uma faixa com clima tropical? É esse o resultado do encontro entre os mineiros da Lagum e Marina Sena em “Veja Baby”. Quem veio com feat mas explorando a MPB foi Haroldo Bontempo (Mineiros da Lua) e Mariana Cavanellas em “Brasil, 17h”, ambos lançaram discos em 2022 (ele um disco e ela uma mixtape). Em nossa lista também tem estreia solo com a Helo Cleaver, que tocava na brvnks, e lançou seu primeiro EP, Preguis, via Cavaca Records, por aqui você ouve “Café com Leite”. Depois de um tempo sem lançar nada e mudando o formato do projeto a Leza aparece com o som psicodédico, “Coisa Nova“.

11-20

Na onda do revival do emo o Bullet Bane antes de apresentar seu novo disco nos trouxe o single “Pra Não Ter Que Enxergar Onde Errei”. Com uma série de trocadilhos e bom humor, Luna França aparece por aqui com “Como”, single presente em Um que entrou em nossa lista de Melhores Álbuns Nacionais (2022). O duo capixaba d’A Transe apostou em feat com a Ana Muller, “Pela Cidade”. Quem brilhou em nossa lista de 40 Melhores EPs Nacionais (2022) foi Rico Dalasam e por aqui o feat com RDD, “30 Semanas”, é a décima quarta canção da nossa playlist. Prestes a lançar disco em 2023, a paranaense Betina trouxe um single açucarado com a participação dos Boogarins, Tagua Tagua e Bonifrate, “Polaroids“. De Londrina, O Hipertrópico que em seu som trás rock, Soul e Funk, aparece por aqui com o single “Bilhete de Ida”. Quem também lançou disco em 2022 foi a Bratislava e por aqui destacamos um dos primeiros singles a ser revelado do trabalho, “Terra do Nunca Mais”. Sofi Frozza cantora, compositora e tiktoker aparece em nossa lista cantando em inglês em “You Look Like Me”. Donos de um dos melhores discos de pop rock nacional, a Maglore aparece com clima de verão na apaixonada “Amor de Verão”. O encontro entre Giovanna Moraes e Bola (Zimbra) deu frutos na delicada “Voar”.

21-30

A Ombu disponibilizou seu álbum de estreia, Certas Idades, e o single “Pare” foi o seu cartão de visitas. Quem voltou a dar um “oi sumida” para os fãs foi a Viratempo e por aqui vocês ouvirão o single “Prazer”. Com seu reggae instigante e pop, Dada Yute aparece por aqui com “De Rolex”. Da série feats que quebraram a internet temos Baco Exu do Blues com Luísa Sonza em “Quarto de Hotel”. Bruna Pena que já foi vocalista das bandas Janela Oval, Hot Beigal Shop e Six Pack Squad, se aventura em carreira solo e em nossa lista aparece com “Tu Dum”. No espírito de Rosalía, a potiguar Luísa e os Alquimistas, surge com fogo em “Guapetona”. Com liberdade acima de tudo, Davi Sabbag, em música com Pedrowl, marca presença com “BICHO SOLTO!!”. A baiana Lou Garcia que em 2015 apareceu no programa The Voice Kids, lançou o single “Não Foi Tão Tarde”. De Maceió, Bruno Berle em faixa com produção de Batata Boy, roubou a cena em 2022 como uma das revelações da música brasileira e por aqui o single “Quero Dizer” marca presença. O sorocabano Pobre Orfeu lançou seu terceiro disco em 2022 e você ouve “Me Amar”.

31-40

A aposta em feats poderosos continua como tendência e em 2022 não foi diferente, esse foi o caso de Luizga (Graveola, Rosa Neon) e iZem (Forfun, Braza) em “Yemamaya”. Outro feat bastante diferenciado aconteceu no encontro entre os amazonenses Dan Stump e Victor Xamã, em “Sambatango”. Antes de lançar seu belíssimo novo disco a baiana Josyara nos apresentou “Essa Cobiça”. Conhecida na cena brasiliense, mas originalmente de Aracaju, Gaivota Naves pousa em nossa playlist com seu single de estreia solo “Dois”. O pop rock jovem d’O Grilo, do selo Rockambole, surge na lista com “Cajueiro”. A cantora, compositora e atriz paulista Luíza Lapa apresentou o single “Sinto Sua Falta”, já o Planet Hemp marcou sua inflamável volta com direito a feat com o Criolo na explosiva “DISTOPIA”, um dos singles do ano. Do Pará, o Molho Negro lançou a dobradinha single + clipe bastante criativo para “Não Nasceu Para Brilhar”. Via Matraca Records, Uiu Lopes apresentou a delicada “Horizonte” que também ganhou um clipe cinematográfico. Daqueles feats marcantes temos também Criolo com Ney Matogrosso em “Algoritmo Íntimo”.

41-50

Lori representa os novos nomes do pop com “Prison On My Mind”. Com feat poderoso AVUÁ, Jota.Pê e Bruna Black aparecem na lista com “BENTEVI”. Já Fióti faz feat com outra grande revelação de 2022, Marissol Mwaba em “Vem pra Curar”. Luedji Luna em feat com Oddisee marca presença com “Nova Deli”. Das voltas que nos surpreendem temos os Sex Beatles com o single “Oui Je Regrette Tout”. Na sequência temos uma dupla de mineiros, Guto com “Mal & Bem” e Bia Ferreira com “Dois Dedim”. Um dos destaques de 2022, Gilsons, surge na lista com “Um Só”. Dos feats que unem gêneros musicais e artistas inovadores temos AÍLA com Rincon Sapiência com “Tô de Onda”. Ligando os motores e com muito flow Mc Tchelinho, do Heavy Baile, aparece na pista com “Faixa Preta na Linguada”.

51-60

Representando o lado mais soturno do rock alternativo paranaense, Feralkat nos apresenta o single “Existo”, faixa teve clipe produzido apenas por mulheres. Em feat de respeito a Vitrola Sintética aparece no horizonte em parceria com Manoel Cordeiro em “Massa Muscular”. Diretamente do sul do país, Gabrre aparece na playlist com “agua de beber”. “Magia”, de Rincon Sapiência com Mc Menor, vem para agitar o clima da lista com muito flow. O duo brasiliense Sunflower Jam dá as caras com o single “Se Joga”. Um dos nomes do soul fluminense, o duo YOÙN, empolga em feat com BIAB e Pretinho da Serrinha, em “Lá Vem a Noite”. Outro duo que voltou a produzir em alto nível foi a NPKN, “Let Go All The Pressure”. Em ritmo de protesto a Canto Cego se une ao rapper Marcão Baixada no single “Bater Panela”. Representando o alternativo temos a dobradinha com Carabobina (“Terra Noite”) e a estreia do dozaj (“parede alta vista curta”).

61-70

Sair da zona de conforto é justamente o que aconteceu com os cariocas do The Outs em seu disco novo (aqui você ouve “Toda Essa Bad”) e os do Far From Alaska que fizeram um feat unindo Lenine e um EP de música eletrônica (ouça “olha”). O produtor musical brasiliense, Lucas Maranhão, também colocou na rua trabalho em 22 e por aqui você ouve “Desponte”. Em feat inflamável a Trampa se une ao Machete Bomb, selecionamos “Fogo”. Representando o lado mais introspectivo e eletrônico do indie brasileiro, o duo KASSEL aparece com “Fear”. Também da capital federal a Ellefante dá as caras com “Celebrando”. Com ares eletrônicos e rock, Caacto é destaque na playlist com o single “Ventania”. Brincando com acordes e ritmos vocálicos, Raquel Dimantas apresenta “Sing a Song” do disco 8Bits!. O projeto mineiro A Outra Banda da Lua reverbera com “3 Fitinhas”. Já a Banda Gente faz feat com a Letrux em “Fumaça”.

71-80

O Vanguart lançou disco em 2022 e por aqui você ouve “Amorosidade”. Já o pop da OUTROEU aparece com “Ninguém Precisa Saber”. A Lagum aparece em outro feat, desta vez com ANAVITÓRIA, em “Caixa Postal”. Na sequência Pedro Calais (Lagum) aparece com Zeeba e Mariana Nolasco em “Teu sim, mas não.”. Neste bloco mais pop ainda tem embalos de Hotelo (“Fica Um Pouco Mais”), Gabi Shima e Plutão Já Foi Planeta (“Domingo”) e bernardo e André Prando (“Cidadão de Bem”). A psicodelia ganha forma nas parcerias entre Pluma e Boogarins (“Querer Nunca Fez Planos“) e “Tanto”, novo single do Tagua Tagua. Outro feat que deu as caras por aqui é o de GIO e Linn da Quebrada (“Agora Vai!”).

81-90

Um feat que brilhou foi o de Casel, Tuyo e Xan com “Vilão”, na sequência tem dobradinha com a Tuyo em “Ela Sorriu Pra Mim”, do EP Depois da Festa. Já a Goiana Bruna Mendez apareceu no COLORS e por lá apresentou a canção “Temporal”. O pernambucano Barro aparece em feat com Vincee em “Veleiro”. Outro feat de destaque ficou por parte de Quinhones com Bebé em “Água Salgada”. O duo LOOA, do Paraná, lançou o single “Voltar”. O mineiro JP juntou Copacabana, amores perdidos, pagode, indie e a Holger em “arroz de polvo“, disco chega em janeiro deste ano. Homenageando um grande amigo, a mineira Jennifer Souza surge na lista com a ótima “Sêr Estrela“. Rashid e Liniker fazem feat em “Ver Em Cores“, faixa também ganhou clipe. Quem nos surpreendeu por sua gama de sonoridades e ritmo leve foi a Festa Tempestade, por aqui destacamos o single “Vale”.

91-100

Com seu darkpop, a catarinense Gab Ferreira surge no horizonte com “karma”, destaque de visions. O projeto pandêmico à distância Dersuzalá em feat com Bruna Alimonda colore ainda mais as camadas do experimental com “Cadeira de Praia”. Agora com a PWR Records, JUNE lançou o álbum Crying For Attention e por aqui destacamos “Under the Ocean”. Com discos de versões do indie rock brasileiro, Vestígios, Siso aparece com “Nada Além”. Já o mineiro Leonardo Marques em parceria com Yannick Falisse aparece com o single “Pouco a Pouco”, do seu Flea Market Music. Misturando ritmos e quebrando barreiras, Quiriku em parceria com Thales Castanheira, aparecem por aqui com o single “Par de Meias“. Os catarinenses da Adorável Clichê aparecem com “Alarmes e Relógios“, os também conterrâneos da Jandaia aparecem com “Plano Certo”. Representando o Pop mineiro Clara x Sofia aparecem com “Sem Maldade“. Quem fecha a playlist com os 100 Hits Perdidos de 2022 é a banda sorocabana Justine Never Knew The Rules com “Avalanche”.

Playlist: 100 Hits Perdidos de 2022

Para Outras Playlists Exclusivas
Siga o Hits Perdidos no Spotify


Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!