Marina Gasolina vai até as profundezas em “Know Nothing”; single antecipa o segundo disco “Dispopia”

 Marina Gasolina vai até as profundezas em “Know Nothing”; single antecipa o segundo disco “Dispopia”

Marina Gasolina no clipe para “Struck” – Foto: Divulgação

“Know Nothing” antecede o segundo disco de Marina Gasolina, Dispopia, que sairá no dia 28/11

Compositora, cantora, professora, artista visual, escritora, Marina Vello, mais conhecida como Marina Gasolina, retorna a música após quase 10 anos do seu álbum solo de estreia lançado em 2013, Commando. Conhecida como uma das fundadoras do Bonde do Rolê, a artista também é metade do Madrid (duo formado com Adriano Cintra).

O novo álbum, Dispopia, está programado para ser lançado no dia 28/11 e trás consigo algumas curiosidades. Como, por exemplo, ter sido gravado em 2014, quando residia em Paris. O material acabou engavetado por anos quando Marina precisou se resguardar para lidar com a dependência química. O lançamento em 2022 acaba por si só sendo simbólico. O disco foi resgatado, mixado e masterizado por Rafael Panke (Ruído por mm/Delta Cockers).

Dispopia é uma obra sobre luto, pulsão de morte, uma ode às drogas e ao fim do mundo. Ao fim de tudo.”, sinteriza Marina Gasolina sobre o encerramento de um ciclo


Maria Gasolina - Dispopia
Marina Gasolina no clipe para “Struck” – Foto: Reprodução/Youtube

Marina Gasolina Dispopia

O primeiro single, “Struck”

Para aquecer para o lançamento Marina Gasolina lançou no meio de setembro o single “Struck”. Gravado em Paris, ela comenta que a faixa fala sobre as paixões etéreas, sobre a euforia destrutiva após o fim de um casamento.

Não é à toa que para retratar a profundidade da dor, a locação escolhida para seu vídeo além de possuir uma energia bastante pesada, nos lembra do passado para que ele não volte a se repetir.

O videoclipe foi filmado em Petrova Gora em um monumento abandonado chamado Monumento à Revolta do Povo de Kordun e Banija, é um monumento construído em um terreno onde costumava ser um Hospital Partidário durante a Segunda Guerra Mundial.

“É um símbolo icônico da luta antifascista, enfrentando os nazistas durante todo o período. Durante as guerras separatistas na Iugoslávia, o local voltou a ser usado como hospital, agora para o Exército Sérvio, responsável pelo genocídio de mais de 100.000 croatas e bósnios no início dos anos 90.”, conta Marina que assina o filme ao lado de Fernando Nogari que já assinou trabalhos para artistas como Selena Gomez, Ladytron e Luisa Sonza 



Premiere: Marina Gasolina “Know Nothing”

Hoje em Premiere no Hits Perdidos ela apresenta o segundo e último single antes do disco. “Know Nothing” é o resultado de um diálogo interno ilustrando o dissociado e o trauma, conforme relata Marina Gasolina.

Como curiosidade ela conta que esta foi a primeira música que compôs num teclado. Anteriormente ela tinha o hábito de iniciar novas canções sempre com a guitarra ou violão como base.

Com vídeo mininalista que mostra uma timeline de fotos, e vídeos, fora de ordem de passagens de sua vida direto da tela de um computador, ela rebobina o filme da vida para aprofundar ainda mais a viagem interna. A guitarra crua e gélida traz consigo a intensidade e a luta interna contra a própria escuridão.



Agenda de Shows

Marina Gasolina tem três shows em São Paulo e se apresentará duas vezes antes de lançar oficialmente Dispopia nas plataformas digitais. Confira as datas e programe-se para assistir.

04/11/22 – Associação Cecília Cultural com Sky Down
26/11/22 – Laje com Frescobol, Fogo Fera e Renata Simões
03/12 – PORTA com Pink Opak


Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!