Balaclava Fest 10 Anos recebe Fleet Foxes, Alvvays, Crumb, Ombu e mais; saiba como garantir seu ingresso

 Balaclava Fest 10 Anos recebe Fleet Foxes, Alvvays, Crumb, Ombu e mais; saiba como garantir seu ingresso

Alvvays, da esquerda para a direita: Sheridan Riley, Kerri MacLellan, Molly Rankin, Alec O’Hanley, Abbey Blackwell – Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (01/09) a Balaclava anunciou as quatro primeiras atrações confirmadas do Balaclava Fest 10 Anos. A edição especial para comemorar os 10 anos de atividade está programada para o dia 11 de Dezembro, no Tokio Marine Hall (antigo Tom Brasil com capacidade para 4000 pessoas), em São Paulo.

O selo e produtora promete que esta seja a maior edição da história do festival e para aquecer os tambores já anunciou logo de cara três atrações internacionais de renome dentro da música indie. Diretamente de Seattle, Fleet Foxes com seu indie folk é o nome de mais peso a ser anunciado até o momento; o line up ainda conta com  indie pop melancólico e cheio de distorção dos canadenses canadense Alvvays e a psicodelia do Crumb com sonoridade trip hop e música brasileira sessentista.

Além deles, o trio paulistano Ombu, que integra o casting da Balaclava Records, também apresentará as faixas do seu mais recente lançamento, o álbum de estreia Certas Idades (leia a resenha no Hits Perdidos).

Garanta Seu Ingresso no dia do Ingresse agora mesmo clicando aqui


Alvvays_L to R_ Sheridan Riley, Kerri MacLellan, Molly Rankin, Alec O’Hanley, Abbey Blackwell - Balaclava Fest 10 Anos
Alvvays, da esquerda para a direita: Sheridan Riley, Kerri MacLellan, Molly Rankin, Alec O’Hanley, Abbey Blackwell – Foto: Divulgação

Balaclava Fest 10 Anos

Conheça mais sobre as atrações que estarão no Balaclava Fest 10 Anos:

Fleet Foxes

Fleet Foxes é considerada uma das principais bandas norte-americanas na música indie e folk da última década, liderada pelo cantor e compositor Robin Pecknold. Logo em seus primeiros lançamentos no ano de 2008, o EP “Sun Giant” e o altamente aclamado álbum “Fleet Foxes”, se tornaram destaque na então nova cena folk e conquistaram a atenção da imprensa mundial. O sucesso de faixas como “White Winter Hymnal”, “Ragged Wood” e “Tiger Mountain Peasant Song” os levou a se apresentar nos maiores festivais do mundo, ganhando comparações a Simon & Garfunkel, The Zombies e Crosby, Stills & Nash.

>Com uma carreira consistente ao longo de mais de uma década em atividade, o Fleet Foxes lançou em 2020 seu quarto álbum intitulado “Shore”, levando a uma indicação no Grammy na categoria Melhor Álbum de Música Alternativa. Neste mais recente trabalho, o brasileiro Tim Bernardes participa da faixa “Going-to-the-Sun Road” e esteve em turnê solo abrindo shows do Fleet Foxes pelos EUA e Europa. No show em São Paulo, Robin Pecknold se apresenta com a banda composta por Skyler Skjelset, Casey Wescott, Christian Wargo, and Morgan Henderson.

Alvvays

Formada em 2011 em Toronto, Canadá, a banda Alvvays (pronuncia-se Always) tem sua sonoridade associada aos estilos indie pop, dream pop, twee pop e noise pop. Em 2014, lançaram seu disco de estreia “Alvvays”, emplacando uma série de canções em college radios da América do Norte, como “Adult Diversion”, “Next of Kin”, “Party Police” e “Archie, Marry Me”. O disco se tornou queridinho da imprensa indie e foi muito bem recebido no mundo todo com destaque no Reino Unido, conquistando fãs de Teenage Fanclub, The Smiths e Camera Obscura.

Em 2017, o álbum “Antisocialites” consolidou o quinteto no rock alternativo, trazendo sucessos como “In Undertow”, “Dreams Tonite” e “Not My Baby”. Após uma pausa não planejada de cinco anos, o grupo retoma às atividades em outubro de 2022 com o lançamento de seu terceiro trabalho “Blue Rev”, incluindo os já prestigiados singles “Pharmacist” e “Easy On Your Own”, remetendo a guitarras de referências como My Bloody Valentine, Yuck e The Pains Of Being Pure At Heart.
Alvvays é composto atualmente pela vocalista e compositora Molly Rankin, Alec O’Hanley (guitarra), Kerri MacLellan (teclados), Sheridan Riley (bateria) e Abbey Blackwell (baixo).

Crumb

Crumb é uma banda fundada em Boston, EUA, formada por Lila Ramani (guitarra, vocais), acompanhada por Jesse Brotter (baixo), Brian Aronow (sintetizadores, teclado, saxofone) e Jonathan Gilad (bateria). Se reuniram em 2016 para desenvolver e gravar uma coleção de músicas que Ramani começou a escrever no ensino médio e na faculdade, criando arranjos cheios de personalidade. O resultado disso foram os dois primeiros EPs, “Crumb” de 2016 e “Locket” de 2017, nome este que dá título a uma das faixas de maior sucesso do grupo.

O som do quarteto norte-americano traz uma mistura de música psicodélica dos anos 60, jazz, indie rock e pop relaxante. Há ainda uma forte influência da música brasileira, com menções a Arthur Verocai como referência. Crumb foi comparado pela imprensa e público a nomes como BadBadNotGood, Tame Impala, Melody’s Echo Chamber, Stereolab e Broadcast.

O álbum de estreia “Jinx” veio em 2019 e firmou a banda como uma das principais apostas alternativas pelo mundo, incluindo os hits “Ghostride” e “Part III”. A calma e leveza nas canções tornou o Crumb a trilha sonora perfeita para um público imenso durante o período da pandemia, de forma quase meditativa. O trabalho mais recente é “Ice Melt”, segundo álbum da carreira lançado em 2021. As sessões ao vivo do grupo no YouTube se tornaram marcantes e chamam a atenção pela intensidade das performances e a criatividade, sempre presentes nas listas de “bandas para seguir” dos últimos anos.

Ombu

Formado em 2012, o Ombu é um trio composto por João Viegas, Santiago Obejero Paz e Thiago Barros. Enquanto seus EPs anteriores (“Mulher”, 2012, e “Pedro”, 2015) eram marcados pela crueza e simplicidade dos instrumentos, o álbum de estreia “Certas Idades”, lançado em agosto de 2022 pela Balaclava Records, apresenta inspiração em discos antigos de estúdio de big-bands como Wrecking Crew, em “Pet Sounds” dos Beach Boys e Clube da Esquina, em seu disco homônimo.

Gravado no Rio de Janeiro em 2020 e com produção de Alexandre Kassin (Los Hermanos, Caetano Veloso), o novo trabalho traz uma maturidade nítida da banda e aborda as mudanças da vida, atribuindo diferentes pesos a cada fase, mas sem estabelecer uma idade específica para experiências e desejos.

A sonoridade acompanha esse movimento, colocando em prática a vontade de explorar o desconhecido e levando a banda a novas inspirações e desafios, como no uso de arranjos de cordas e sopros, além de novos instrumentos, com destaque para piano, órgão e mellotron. O álbum é repleto de sensações nostálgicas, firmando a identidade da Ombu com visões modernas sob uma estética original e de vanguarda.


Balaclava Fest 10 anos


Serviço

Balaclava Fest 10 Anos com Fleet Foxes, Alvvays, Crumb, Ombu e mais

Datas: 11 de dezembro de 2022
Local: Tokio Marine Hall (Bragança Paulista, 1281 – Várzea de Baixo)
Próximo à estação João Dias (Linha 9-Esmeralda CPTM)
Horários do festival:
Portas 15h
Encerramento 23h
Classificação etária: 16+
Ingressos: ingresse.com/balaclavafestdez22
lote 1 pista – R$ 450 (inteira) e R$ 225 (estudante / solidária)
em breve informações sobre ponto de venda físico 

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!