Kapivara Fest anuncia a 1ª Edição em Piracicaba e confirma o Planet Hemp como headliner

 Kapivara Fest anuncia a 1ª Edição em Piracicaba e confirma o Planet Hemp como headliner

Planet Hemp é a primeira atração a ser confirmada no Kapivara Fest – Foto: Divulgação

Novo festival, Kapivara Fest, pretende movimentar Piracicaba e região

Com seu nome inspirado na simpática capivara que constantemente aparece às margens do rio Piracicaba, localizado nas proximidades do Engenho Central, cartão postar da cidade, o novíssimo festival de música apresenta a sua primeira edição ainda em 2022.

Localizado a cerca de 200 Km da capital paulista, o Kapivara Fest pretende reunir na cidade um misto entre nomes consagrados da música contemporânea, misturando com outros em destaque no cenário alternativo e apostando em novidades.

“O público do Kapivara será tanto de pessoas que moram em Piracicaba como de cidades do entorno, Limeira, Campinas, Americana, Santa Bárbara d’Oeste. Será, mesmo, um evento para movimentar a cultura regional.

Vai movimentar bem Piracicaba, afinal, de cara a pessoa que vir ao Kapivara já conhecerá o Engenho Central, um local incrível e histórico, que a cada ano fica mais bem estruturado. Ali, nos tantos barracões devidamente restaurados, acontece o Salão Internacional de Humor e em breve terá o moderno Museu do Açúcar, por exemplo.”, conta Bruno Genaro, organizador do festival que tem na bagagem longa trajetória no fomento local

Uma das propostas do festival é trazer na experiência o choque entre o interiorano e o lifestyle urbano, prometem os organizadores. O Kapivara Fest já tem data confirmada, o encontro da música acontece no dia 17 de dezembro no Engenho Central (Rua José de Jácomo Filho, 43 – Verde) e também já tem aberta as vendas oficiais através do site do Clube do Ingresso (Garanta o seu aqui). O espaço tem capacidade para cerca de 4000 pessoas.


Planet Hemp confirmado no Kapivara Fest
Planet Hemp é a primeira atração a ser confirmada no Kapivara FestFoto: Divulgação

A primeira atração a ser confirmada oficialmente já chega para levantar a fumaça para o alto. O Planet Hemp vem completo com nomes como Marcelo D2, BNegão e toda a tropa para apresentar Hits e quem sabe até dar uma canja das novas composições visto que estão com disco prestes a ser lançado.

Uma outra novidade a ser revelada em primeira mão no Hits Perdidos é justamente outra confirmação: “Teremos um evento pre-Kapivara que movimentará a música local. E outro detalhe, vamos ocupar bem o Engenho Central”, revela Bruno Genaro

Genaro é o produtor do Kapivara Fest. Natural de Piracicaba, ele vive nos Estados Unidos desde 2011. Começou a produzir shows ainda em 2005, entre seus 14 e 15 anos, quando criou a Hardcore Pride, uma marca que posteriormente se tornaria referência em produção de eventos do nicho hardcore/punk no interior paulista. O festival do segmento chegou a reunir grandes nomes do estilo como Have Heart (EUA), 25 TaLife (EUA), No Turning Back (Holanda), Nueva Etica (Argentina), Asunto (Chile), entre outros.

Ainda sob a marca no mês passado aconteceu o Reunion Fest II, que colocou mais de 500 pessoas no histórico Teatro São José para assistir Ratos de Porão, Dead Fish, Gritando HC e outras sete bandas.

Sobre a nova empreitada com o Kapivara Fest ele nos adiantou detalhes e expectativas.

“A capivara é o maior meme da cidade, uma referência visual e o nome ainda sugere algo do caipira, que também tem tudo a ver com Piracicaba, o povo daqui tem orgulho em se reconhecer como caipira, no bom sentido, não no pejorativo”, reflete o produtor sobre a escolha do nome

“Já tinha uma ideia, baseado em festivais gringos, de fazer uma mistura de estilos – até mesmo heavy metal entraria numa primeira ideia para o Kapivara, mas foi ficando mais leve e, ao mesmo tempo, mais plural.

A ideia, com muita base na minha experiencia no João Rock deste ano, é unir rock, reggae e rap, estilos que, de certa forma, compartilham um senso contracultura. Vamos balancear com nomes importantes e em alta para ser um festival agradável e divertido para todos”, revelou um pouco mais sobre a identidade e dos encontros possíveis em termos de diversidade no line-up

“Em 2004 eu estive no lendário Monster Rock Festival, que aconteceu ali mesmo no Engenho Central, um festival gigante que teve de Hateen, CPM 22, passando por Rodox, Sugar Kane, Ratos de Porão, Dance of Days e até Paralamas do Sucesso.

É um festival muito falado até hoje na cidade. Naquela época eu falei pra mim mesmo: um dia quero fazer algo como isso e creio que estamos chegando perto. Na época não tinha rap, mas tem tudo a ver colocar, principalmente para se comunicar com o background do hardcore da Hardcore Pride, conta animado sobre a participação do Planet Hemp logo na primeira edição do festival que pretende ser realizado anualmente.

Em breve mais atrações e informações serão anunciadas, além de mapa do evento e outros atrativos para Piracicaba e região.


Kapivara Fest confirma Planet Hemp

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!