The Kooks comemora os 15 anos de “Inside In, Inside Out” embalado pela nostalgia e hits radiofônicos

 The Kooks comemora os 15 anos de “Inside In, Inside Out” embalado pela nostalgia e hits radiofônicos

“Seaside”, canção que abriu o set contou com voz e violão do vocalista Luke Pritchard. – Foto Por: Beatriz Paulussen (@beaplssn)

Após 4 anos o The Kooks retornou a São Paulo para celebrar os 15 anos do seu álbum clássico

Tendo em seu currículo diversas passagens pelo Brasil, o The Kooks é uma daquelas bandas que sabe que seu disco Inside In / Inside Out é de longe o mais cultuado pelos fãs. Integrante do casting da Virgin Records, a banda de Brighton, na Inglaterra, é uma das atrações da edição carioca do MITA Festival, em sua edição carioca, mas reservou um espaço em sua agenda para o MITA Day.

Os festival e os shows extras são produções assinadas em conjunto pela Bonus Track e a 30E – Thirty Entertainment.

A apresentação aconteceu no Espaço Unimed, conhecido pelos paulistano como Espaço das Américas, na sexta-feira (20/05) e hits como “She Moves in Her Own Way” e “You Don’t Love Me”, claro não iam ficar de fora da turnê especial que tem como objetivo comemorar 15 anos do disco de maior sucesso da banda, Inside in/Inside out, que ganhou uma versão deluxe ainda no ano passado mas também com o intuito de promover seu lançamento mais recente, o álbum Let’s Go Sunshine (2018).

“Depois de um longo período parados, estamos animados para comemorar os 15 anos de nosso primeiro álbum e sair em turnê. Vamos tocar músicas desse álbum e também muitas composições de diferentes fases de nossa carreira, como um agradecimento a nossos fãs”, comentou o vocalista Luke Pritchard sobre a ansiedade pelo reencontro com o público brasileiro


The Kooks no Mita Day 2022 - Foto Por Beatriz Paulussen (@beaplssn)
The Kooks no MITA Day, show aconteceu no Espaço das AméricasFoto Por: Beatriz Paulussen (@beaplssn)

O Show do The Kooks no MITA Day

Programado inicialmente para começar às 21:30h, para que todos pudessem chegar no Espaço Unimed e não perder nenhum segundo de show, a entrada dos ingleses teve um atraso de cerca de 20 minutos. Até que o vocalista, Luke Pritchard, desse início a apresentação com a companhia apenas de seu violão para cantar “Seaside” sendo recepcionado aos berros pelo público presente, em sua maioria composto por mulheres e casais.

Inclusive, as 7 primeiras canções do set fazem parte de Inside in/Inside out, incluindo hits radiofônicos como “Ooh La”, “You Don’t Love Me” e “She Moves in Her Own Way”. Entre uma música e outra, já empunhando a guitarra desde a segunda faixa, o vocalista se comunica com o público elogiando a beleza, contando sobre felicidade por estar ali e dizendo o quanto gosta do país. Os outros integrantes do The Kooks são mais contidos mas não disfarçam a felicidade distribuindo sorrisos ao ver o público cantando junto as canções lançadas há pouco mais de uma década.

Considerada Indie Rock por alguns, o grupo tem manejo e sabe encaixar hits com facilidade em seus discos, podendo até ser considerada de maneira mais correta como Pop Rock. O que não é um problema em si. Até por isso após a sequência do disco, eles emendam com outro hit, “Bad Habit”, esta presente em Listen (2014).

Para mostrar que não se vive apenas do passado, eles tocam “Connection”, esta lançada neste ano mas pouco conhecida por um público que claramente esteve presente em uma noite fria de São Paulo – onde os termômetros marcavam 11 graus – para se aquecer com hits.


The Kooks no Espaço das Américas - Foto Por Beatriz Paulussen (@beaplssn)
O show foi pautado no aniversário de 15 anos do disco “Inside In/Inside Out” – Foto Por: Beatriz Paulussen (@beaplssn)

Outros discos acabam entrando no repertório da apresentação

E eles não faltam dentro do repertório que ainda nos apresenta “Shine On”, “Do You Wanna” e “Always Where I Need to Be”, do disco de estreia do Kooks, Konk (2008), desta forma não esquecendo dos fãs mais antigos. E também “Junk of the Heart (Happy)”, faixa título do álbum de mesmo nome lançado em 2011.

No meio disso tudo Inside In/Inside Out é tocado na íntegra causando euforia nos fãs. O show ainda reserva momentos mais intimistas com direito ao vocalista pedir para que ligassem as luzes dos celulares, alguns fãs mais ousados, ligam o isqueiro durante a apresentação de uma das dezenas de baladas românticas da discografia do The Kooks.

Do disco mais recente marca presença dentro do Bis, “No Pressure”. Depois de executar a última que restava do seu maior sucesso, “Matchbox”, os ingleses se despedem dizendo sobre o quanto estavam felizes por estar ali. Avisam que desta vez seria a última canção do show mesmo e que o público já saberia qual seria ela.

Foi a vez de “Naive”, hit das pistas de dança na era de ouro do indie rock nas baladas alternativas de São Paulo, ser tocada com direito a coro e gritaria do começo ao fim.
Uma noite nostálgica que cumpre o que promete, embora muitas vezes o show acabe sendo um pouco morno e previsível. Mas para quem adentrou a casa de shows com o jogo já ganho, a apresentação acaba entregando o fan service que se propõe desde o início.


Setlist: The Kooks no Espaço das Américas – 20/05/202

  1. Seaside
  2. See the World
  3. Sofa Song
  4. Eddie’s Gun
  5. Ooh La
  6. You Don’t Love Me
  7. She Moves in Her Own Way
  8. Bad Habit
  9. Connection
  10. Shine On
  11. I Want You
  12. Jackie Big Tits
  13. If Only
  14. Always Where I Need to Be
  15. Do You Wanna
  16. Got No Love
  17. Time Awaits
  18. Junk of the Heart (Happy)

    Encore:

  19. Matchbox
  20. No Pressure
  21. Naïve

The Kooks se apresentou em São Paulo no dia 20 de Maio de 2022 - Foto Por Beatriz Paulussen (@beaplssn)
“Seaside”, canção que abriu o set contou com voz e violão do vocalista Luke Pritchard. – Foto Por: Beatriz Paulussen (@beaplssn)

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!