Os Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)

 Os Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)

Confira os melhores clipes independentes lançados em Novembro | 2021 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2021

As listas de melhores clipes independentes 2021 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo quinto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de melhores clipes independentes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da PlayTV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos. O programa encerrou em Agosto de 2020 suas atividades (saiba mais como ajudar para que ele volte clicando aqui).

Listas de Melhores Clipes (2021)

* Janeiro
* Fevereiro
* Março
* Abril
* Maio
* Junho
* Julho
*Agosto
* Setembro
* Outubro

Seu Clipe na TV

Fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Os Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)

Neste mês de Dezembro trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube – e Spotify – com os 132 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Novembro

Em Novembro inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 132 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 4,4 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 130 artistas de 17 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE NOVEMBRO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1) Nego Bala “Sonhos” com Elza Soares



Nego Bala talvez tenha lançado o melhor curta-metragem musical de 2021. O funkeiro lançou junto do seu disco Boca de Lixo a produção audivisual idealizada pela joint venture AKQA\Coala.LAB e produzido pela Stink Films (mesma parceria responsável pelo vídeo de “Bluesman”, do rapper Baco Exu do Blues, vencedor de um Grand Prix na categoria “Entertainment for Music” do Cannes Lions).

O vídeo foi dirigido por Douglas R. Bernardt, nele a passagem de Nego Bala pelo centro de detenção para jovens é reproduzida como ponto de partida para percorrer por novas possibilidades para além daqueles muros. Para isso, a faixa “Sonho”, que conta com a participação de Elza Soares, é utilizada no campo sonoro.

“A gravação foi um flash de várias emoções e um misto de aprendizado monstro pelo qual passei”, afirma o MC.

O roteiro – baseado em fatos reais – amarra passado, presente e futuro, mostrando como a dança e a música são sabedorias e tecnologias ancestrais capazes de conectar e também mudar a vida das pessoas, é a representação da luta e da história de um povo. Ele faz as pazes com a sua criança e transforma as lágrimas de tristeza em lágrimas de inspiração.

No vídeo, também há espaço para a menção ao rap (com uma citação a “Vida Loka Parte I”, dos Racionais MCs) e também ao funk.

“A ideia central do disco era a de unir as minhas poesias em diferentes formas de fazer funk, criamos a atmosfera necessária para cada uma das letras, como um laboratório”, comenta Nego Bala.

2) Marina Sena “Por Supuesto”



Um dos nomes mais comentados do pop em 2021, Marina Sena, lançou o videoclipe para uma das suas faixas mais tocadas nas plataformas de streaming, “Por Supuesto”. O material que teve a direção de Vito Soares mostra a cantora em um salão onde canta, dança e performa em um salão. Algumas cenas, inclusive, foram inspiradas no filme Beleza Americana (Sam Mendes, 1999) e teve apoio de uma marca de maquiagem.

“Acho que este clipe é para brindar a vitória de uma mulher, artista independente que está conquistando um lugar muito importante na história da música brasileira”, afirma Marina.

“A gente já esperava que o disco, por ter sido feito com muita verdade, ia conquistar as pessoas e por isso coloquei o nome “De primeira”. Mas, tudo tem acontecido de forma ainda mais surpreendente”, comemora sobre os feitos do trabalho de estreia

3) Quebrada Queer “ABC do QQ”



O coletivo de rap LGBTQIA+, Quebrada Queer, fez um comeback após dois anos sem lançamentos com o clipe para a inédita “ABC do QQ”. Ativista por natureza, o clipe volta para os tempos de colégio para refletir sobre vivências, experiências e de forma educativa orientar quem assiste. Referências de histórias de luta, tal como a Tia Ciata, símbolo da resistência negra pós-abolição e uma das principais incentivadoras do samba quando as rodas ainda eram proibidas, e Luana Barbosa, mulher, preta, lésbica, que em 13 de abril de 2016 foi assassinada após uma abordagem policial aparecem ao longo da trama.

“O ambiente escolar sempre foi um espaço pouco explorado, quando levamos em consideração tudo o que uma pessoa LGBTQIAP+ passa durante esse período de formação”, conta Quebrada Queer. 

“Nada mudou, e continuamos lutando para criar um ambiente seguro e menos tóxico para o que nos sucede, isso não é só por nós, mas para toda uma comunidade que tem o direito de existir nesse cenário, de ocupar esses espaços! É incrível como estamos a frente disso a muito mais tempo que artistas como Lil Nas X, como o Brasil tem potencial e artistas fazendo isso aos montes e tratamos isso com descaso e aplaudimos os produtos exportados, como se já não fizéssemos isso aqui desde 2016”, contam sobre o cenário do Brasil desde o lançamento do grupo.

Produzido por Mavo Content, com direção de Gabriela Rabaldo, o vídeo teve patrocínio de uma grife de roupas.

4) D’Água Negra “Acopalices”



O trio amazonense D’água Negra lançou videoclipe para o single “Acopalices” que vai do neo soul ao nu jazz. O vídeo foi dirigido por Eberth Santana, e tem roteiro elaborado pelo diretor ao lado da banda, já a produção executiva é de Thabata Da Fonseca.

“Num momento de esvaziamento dos hábitos cotidianos causados pelo isolamento, “Acopalices” é uma implosão interna que vira arte, onde conseguimos encontrar uma brecha para gritar nosso posicionamento ao mundo”, explica Bruno.

“Todos nós perdemos alguém próximo da família para esse vírus e nos vimos, em muitos momentos, sem força para transformar a realidade, impotentes. Por outro lado, não podemos nos dar ao luxo do luto porque temos que pensar na sobrevivência cotidiana. O  brasileiro ri da tragédia como um antídoto para sua dor. Precisamos ir em frente, sempre, nossa vida depende desse movimento”, contextualiza Melka sobre o nome da faixa que evoca um meme que viralizou durante a pandemia

O vídeo foi gravado numa sala, basicamente sem móveis, refletindo a ausência e o isolamento provocados pela pandemia. “Remetendo a uma passagem onírica e faz uma ode à sobrevivência e ao desejo de recomeçar, relata Clariana.

5) Dan Stump “Céu Tropical”



Na nova canção do amazonense Dan Stump assina a composição e canta, já o produtor Viktor Judah toca violão, guitarra, contrabaixo, bateria, máquina de ritmo, percussão e teclados. No dia 26 de novembro fizemos a Premiere do videoclipe da música que vai beber da latinidade e da pulsação para falar sobre os sentimentos. Os destaques da produção vão justamente para a direção de arte, o figurino e a coreografia.

“A música surgiu quando estávamos entrando em quarentena, naquele período em que as incertezas aumentaram. A única coisa que me dava esperanças era olhar para o céu e pensar que teríamos dias melhores. Era um momento de absorver emoções, angústias… ‘Céu Tropical’ é esse céu que conecta as pessoas em diferentes regiões, ainda que distantes”, conta Dan, que ao lado de Ramon Ítalo assina a direção do clipe

Como locação o músico escolheu a cidade de Presidente Figueiredo, no interior do Amazonas. A região é conhecida por sua abundância de cachoeiras. A produção audiovisual conta com coreografias dos bailarinos, Athyrson Silva e Diego Leonardo, que através da dança evocam um ritual pautado pela conexão com a mãe terra.

6) Bemti e Fernanda Takai “Quando o Sol Sumir”



A composição de Bemti em parceria com a também mineira Roberta Campos ganhou uma produção audiovisual. Segundo o músico a letra de “Quando O Sol Sumir” é um romance que brinca com a dualidade do “sol sumir” ser um simples pôr do sol ou um evento cataclísmico.

“A música tem essa mensagem de um amor tão grande que continua existindo mesmo depois que o mundo acaba e o clipe conversa muito com essa euforia ‘pós-pandêmica’ de nós querermos aproveitar a vida ao lado de quem nós amamos independente de qual seja o vínculo desse amor.

A roupa do astronauta foi feita sob medida pelo figurinista Luiz Dias (tem até a bandeira de Minas Gerais e o meu nome bordado nas costas como dá para ver em alguns planos) e queríamos que tivesse uma pegada lúdica para estar no mesmo universo do dinossauro inflável, que é uma figura com uma movimentação muito engraçada. A maioria das cenas do clipe em que eu to rindo, é uma risada de verdade”, reflete o artista sobre a composição

A Participação de Fernanda Takai

Tendo a participação de Fernanda Takai, com seus doces vocais, o roteiro da produção tem a atuação da artista que interpreta um dinossauro (algo que o espectador só descobre durante o desenvolvimento do enredo), ao lado de Bemti, que assume o papel de astronauta, para juntos aproveitarem o “último dia” em diferentes lugares e situações antes que o fim se aproxime.
A faixa ainda conta com Hélio Flanders (Vanguart) no trompete, o arranjo inicia um jogo delicado entre o piano de cauda e a viola caipira de 10 cordas tocada por Bemti.

“A Fernanda Takai teve um papel muito importante na minha tomada de coragem pra construir meu trabalho solo quando eu toquei viola caipira em um show dela em 2016! Quando eu e a Roberta Campos começamos a pensar em nomes pra convidar pra música, a Fernanda surgiu logo de cara e foi uma jornada muito linda desde eu tomar coragem pra fazer o convite até a música estar pronta. Só gratidão por essa troca! Deu toda a grandeza pra essa música que é sobre um amor tão imenso que continua existindo até depois do mundo acabar”, agradece Bemti

O Clipe

Lúdico e com a mesma energia do projeto Música de Brinquedo, o videoclipe mostra o poder do amor e do ato de celebrar a vida antes do fim. Com direito a diversos cenários e uma atmosfera que dá a entender que eles realmente se divertiram durante as gravações. Bemti aproveita sua habilidade como roteirista de audiovisual para adaptar sua primeira ideia; e o resultado é ao mesmo tempo sensível e adequado para nossos tempos.

“O clipe de ‘Quando o Sol Sumir’ é o mais ambicioso do ‘Logo Ali’ até agora. Assim como os outros, ele ‘sofreu’ com as limitações da pandemia, mas conseguimos encontrar soluções e estamos bem orgulhosos do resultado! Fiquei imensamente feliz da Fernanda ter topado participar do clipe, foi dela a ideia do dinossauro inflável e do momento de revelação quando o espectador descobre que ela é o dinossauro.

A minha ideia original para o clipe, bem no começo da composição, era uma animação com dois dinossauros que se apaixonam e planejam um casamento enquanto o meteoro se aproxima. Nós transpusemos um pouco dessa ideia original para um ‘live action’, substituindo esse casamento por um ‘último dia’ antes do mundo acabar, e duas figuras a beira da extinção (o astronauta e o dinossauro) aproveitando esses momentos na companhia um do outro.”, conta Bemti sobre o clipe

“Foi muito divertido adaptar a ideia inicial da animação para um clipe de ‘carne e osso’. Ele tem essa pegada muito colorida e engraçada, mas assim como a música, é só parar pra prestar atenção que você percebe que tem um apocalipse à espreita. No final das contas é um clipe sobre aproveitar momentos valiosos ao lado de quem a gente ama, independente de qual seja esse vínculo. Espero que essa mensagem ressoe para quem assistir, principalmente num momento ‘pós-apocalíptico’ mas ainda cheio de incertezas como esse que estamos vivendo”, completa o mineiro

Ficha Técnica

Para sua equipe de gravação, Bemti reuniu nomes do Teatro Independente de Belo Horizonte, como o diretor e diretor de fotografia Kléber Bassa, o figurinista Luiz Dias e a diretora de arte Thálita Motta. Formado em Audiovisual pela USP, Bemti assina o roteiro e a montagem da produção. As locações apresentam lugares de Belo Horizonte, como o icônico Edifício Maletta, o Parque Roberto Burle Marx e o parque de diversões Casa do Sol.

7) Castello Branco “4/4” 



Para divulgar seu quarto álbum, NISKA, o cantor e compositor carioca Castello Branco disponibilizou o videoclipe para 4/4. com direção de Harmonia em colaboração com Gattopardo e Ana Marta Dias, o vídeo capricha nas locações, direção de arte, composição de cores e imersão ao universo onírico da canção.

“A mensagem do disco é sobre a vida num futuro possível. O impossível me interessa: ver o mundo consumir de maneira consciente, agindo para resolver os principais desafios contemporâneos, entre eles a desigualdade social, as alterações climáticas e a poluição”, explica, citando o Solarpunk, movimento artístico focado em como será o amanhã se a humanidade conseguir resolver esses grandes desafios estruturais.

4 / 4“, abre com a fala do filósofo indiano Jiddu Krishnamurti (1895-1986) provocando: há paz em um mundo dividido, descompassado? “Acordo desse sonho para questionar a velocidade que estamos caminhando e consumindo”, diz o artista.

8) Táia feat Dry “Ser”



De Aracaju, Sergipe, Taiá lançou a faixa “Ser” com participação de DRY, inclusive, ela mesmo assina o roteiro ao lado da diretora Letícia Negalê. Com cartas de tarôt, misticismo e com destaque para os detalhes na produção, maquiagem e figurino, o vídeo é contemplativo para imergir na temática da canção.

“Ser” acho que foi a música mais sem caminhos do que eu queria de todo o projeto. Fiz a guia com uma nota só no violão e cantando uma ideia de melodia e Fabricio Rossini fez uma mágica que eu tô doida pra mostrar pra vocês! E a parceria com DRY foi pra vocês caírem dures mesmo, porque ficou perfeita demais!”, conta a artista em post em uma rede social 

9) Gah Setubal “Perguntas” 



Gah Setubal apresentou a canção “Perguntas” através de um divertido videoclipe em stop motion gravado diretamente do Minhocão, no centro de São Paulo. A produção audiovisual foi dirigida por Deco Farkas, que já assinou clipes anteriores do músico, e a participação da atriz Lívia Lagatto.

“Foi um grande desafio fazer o stop motion e poder colocar um pouco de humor no clipe. Sempre admirei muito o trabalho do Déco, e achei divertida a proposta: deitar no Minhocão, ter outra perspectiva da cidade e das pessoas”, conta Lívia

“Uma música para corações confusos: com um olhar bem humorado a canção passa pelas mil questões que o amor apresenta quando vem ou vai. É uma música sobre superar a frustração amorosa rindo.”, define Gah sobre a temática da canção

10) Cometas Salutares “Cuidado” part. Camilo Frade



Diretamente do Vale do Paraíba, a Cometas Salutares disponibilizaram junto do EP, lançado via Bangue Records, um vídeo para a faixa título, “Cuidado”. A produção audiovisual foi realizada pelo artista Márcio Mota, que procurou ressignificar a masculinidade através da construção de um mundo animado, psicodélico e lúdico, com personagens em situação de carinho, afeto e cuidado.

OUTROS CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 10 eleitos como melhores do mês de Novembro | 2021 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Gloria Groove “Leilão (São Paulo / SP), Iza “Sem Filtro” (RJ), YMA “Aquilo Que Habito” (São Paulo / SP), Bonifrate “Venus” (Paraty / RJ), Jadsa “Run, Baby” (Salvador / BA), Caburé feat. Val Donato “Dona do Gozo” (João Pessoa / PB), Anchor The Sun “Going Through The Motions”, Gab Ferreira “karma” (Criciúma / SC), Miri Brock “Me Diz o que que é” (RS), Pluma “Revisitar” (São Paulo / SP), Tiê e Valmir Lins “Pacto” (São Paulo / SP), Daparte “Você Gosta Dela” (Belo Horizonte / MG), Xênia França “Paixão/Loving You” (Candeias / BA).

Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)| Parte 2

Luccas Carlos “Jovem Carlos” (Rio de Janeiro / RJ), Larissa Luz“Afrodate (Dreadlove)” (Salvador / BA), Crime Caqui “Quartzo Aranha” (Sorocaba / SP), JAN e CARU “Domingo” (Rio de Janeiro / RJ), Zéca Vieira “Rua do Passeio” (Rio de Janeiro / RJ), Edgar “A Teologia da Violência” (Guarulhos / SP), Rico Dalasam “Vividir” feat Dinho Souza (São Paulo / SP), Clarissa “Nada Contra (Ciúme)” (Rio de Janeiro / RJ), Don L “Na Batida da Procura Perfeita” (Brasília / DF), Rhaissa Bittar “Um Dia Útil” (Santos / SP), Viridiana “tua, toda.” (Porto Alegre / RS), Fresno “Vou Ter Que Me Virar” (Porto Alegre / RS), Weks e Tássia Reis “Pérola” (SP), Floresthá “Estacionáutica” (SP), Jazzkey feat Fúria na Voz “Beijo Bom” (Florianópolis / SC), Janu “Vey” (AL).

Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)| Parte 3

Deltas “Loyo”, Fresno e Lulu Santos “Já Faz Tanto Tempo” (Porto Alegre / RS), Manu Gavassi “Bossa Nova” (São Paulo / SP), Illy “Você Só Quer me Comer” (Salvador / BA), IIGOR “GOLD // Hide or Show” (RJ), Jovem Dionísio “Cê me viu ontem” (Curitiba / PR), LagumEmicida “Descobridor” (Belo Horizonte / MG), Luma Schiavon “Luzes e Cachaça” (Juiz de Fora / MG), Sebastianismos “Todo Fim é Fim do Mundo”, Djonga e Tássia Reis “Ostentação da Cultura” (SP / MG), Davi Cartaxo “Estrela do Mar” (Fortaleza / CE), Ana Clara + Meio Amargo “Berceuse” (Belém / PA), Two Wolves “Secret Place” (Goiânia / GO).

Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)| Parte 4

Chico e o Mar “Cê não me escuta” (Belo Horizonte / MG), Romero Ferro e Lucy Alves “Essa Paixão” (Recife / PE), , Leopold Nunan “Ballin’ in Beverly Hills” (featuring Pietra Parker) (RJ), Marô “Madame da Night” (Rio de Janeiro / RJ), Tiago Iorc “Masculinidade” (Brasília / DF), Casaprima “Eu Canto” (PE), Lilian “Bem-Vindo Amor Próprio” (Rio de Janeiro / RJ), Arthur Nogueira “Voo e Mansidão” (Belém / PA), MC Soffia “Acreditar” (São Paulo / SP), Gabi Farias, Gabe AX e Guilherme Bonates “Olhos Negros (Devaneio)” (AM), Soma Soma “Como Criança”, Nervochaos “Golden Goblet Of Fornication” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)| Parte 5

Julia Svacinna “Era Você” (RJ), Gabriel Grossi Zélia Duncan “Nosso Amor Vadio” (RS), Venvs “I Think I Like Girls” (São Paulo / SP), Vicky Luz “Não Tem Jeito” (Rio de Janeiro / RJ), Brina Costa “20/21” (São Paulo / SP), Cali “Sem Tempo” (São Paulo / SP), Léo SantanaMahmundiBK’ e Martinho da Vila “Origens” (Rio de Janeiro / RJ), Ana Gabriela “Não Me Chama de Sua” (São José dos Campos / SP), Mariah Nala “Carma” (Rio de Janeiro / RJ), Persia “solitude” (SP),

Ju Moraes “Essa Minha Canção” (BA), Thiago Pantaleão “Grande Amor” (Rio de Janeiro / RJ), menores atos “Breu” (Rio de Janeiro / RJ), Supla e Daniel Rey “SPUTNIK” (São Paulo / SP), Cardamomo “Sem Chão” (Porto Alegre / RS), Black Days “Reação”.

Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)| Parte 6

Clara “Negra” (RN), Dada Yute, Matuê e Rael “Aquarela Luz” (São Paulo / SP), Karen “Preta” (RJ), GabilyDJ 2F “Vou Jogar Pra Você” (São João de Meriti / RJ), Henrique Portugal “Impossível” (Belo Horizonte / MG), Augusta Barna (feat. Dudu Amendoeira) “sem oferta” (Belo Horizonte / MG), Hoze “Diabos & Santos” (Campinas / SP), Drowned Men “On This Halloween” (MG), Oswaldo Montenegro “Lembrei de Nós” (Rio de Janeiro / RJ), ArrudaJorge Aragão “Poder é Pele Preta” (Rio de Janeiro / RJ), Thays Prado “Popô” (RS), Os Três MSC “Cancelado” (Salvador / BA), WRY “Campo Profundo” (Sorocaba / SP), Daniel Arena “Pure Water”.

Apuke “Ca$Ada Com Ela” (São Paulo / SP), Meu Funeral “Um Brinde Ao Início do Fim” (Rio de Janeiro / RJ), ventilas “contraindicação” (Sorocaba / SP), Elisa Fernandes “Você não sabe o que é ser preto” (Rio de Janeiro / RJ), Di Ferrero “Aonde é o Céu” (SP), Yasmin Umbelino “Plexos” (MG), Luísa e os Alquimistas feat MC Tchelinho “I LOVE YOU LULU” (Natal / RN), Bravaguarda “É Amor Que A Gente Tem” (São Paulo / SP), Belina “Quero ser pai de pet com você” (Belo Horizonte / MG).
Bianca Obino “Placa Tectônica” (RS), Luciane Dom “Pode Ser às Dez” (Rio de Janeiro / RJ), David Mour “Se Não é Amor” (Londrina / PR), NOKAOS “De Peito Aberto” (Abc Paulista), Stall The Örange “Eventually” (Brusque / SC), Thiago Guimarães “Passarinho”, Matheu Corrêa “Filho” (Viamão / RS), Enzo Banzo “Estômago” (Uberlândia / MG), Excluídos “Não Passarão Jamais” (SP), Howay “Mergulho” (Olinda / PE), Kosmovoid “Lower Levels”.

Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021)| Parte 7

Lucifer Kabra “Horror” (Porto Alegre / RS), Lumee//Prismo “Fear” (São Paulo / SP), Acústicos & Valvulados “O Dia D é Hoje” (Porto Alegre / RS), Biel Lima “Será O Amor?” (São Paulo / SP), BC Raff “BLIC” (Guarulhos / SP), João d Deus ft Negreen The Creator “Dois Toques” (Ribeirão Preto / SP), Supernova “Fake” (PR), Claudio “Brota Comigo” (Rio de Janeiro / RJ), Mattheus “Gosto de Ser Sozinho” (Rio de Janeiro / RJ), Edley INC “California Dream (12 Drink’s)” (Fortaleza / CE), lobne “Mexe-Remexe”.

Ivan Conti Mamão & Síntese “Ferrolho de Besouro” (São José dos Campos / SP), Berg Menezes “Depois de Toda Essa Bad” (Fortaleza / CE), Zeit “Rua Sardenha” (Belém / PA), RVST, “My Violent Friend!” (Porto Alegre / RS), Basttardz “Chupacabra” (MA), Xadrez “Ela Cativa” (Belo Horizonte / MG), Sotam “Bola Outro” (SP).

Os Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021) - Nego Bala


PLAYLIST NO YOUTUBE (Novembro | 2021)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 132 videoclipes coletados durante o mês de Novembro | 2021. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play.



PLAYLIST NO SPOTIFY (Novembro | 2021)

Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Novembro (2021). Dos 132 vídeos do post, 2 têm as faixas disponíveis no Spotify!

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify <-



Qual dos melhores clipes independentes | Novembro (2021) você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes | Novembro (2021) você mais gostou!

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Related post

error: O conteúdo está protegido!!