Quem conhece a YMA sabe que todo lançamento é uma surpresa positiva e o clipe de “White Peacock” não foi diferente. O vídeo – que entrou no Top 5 da seleção dos Melhores Clipes de Março (2021) do Hits Perdidos –  veio para abraçar o single que já havia sido lançado em dezembro e agora juntos, os dois se completam com perfeição. Depois do seu primeiro álbum ‘Par de Olhos’ (Ouça), a artista traz um trabalho mais maduro mas sem perder sua essência.

Em todos seus projetos, sejam musicais ou visuais, Yasmin nos mostra um pouco o lugar incrível que parece ser sua imaginação. Muito diferente do nosso habitual, tornando tudo mais lúdico e fantástico. A artista nos conta que isso acontece por conta do prisma diferente através do qual ela enxerga o mundo e pela forma livre que ela tem de sentir todas as coisas.

Eu amo me abrir e ser tocada pela vida, tudo isso me faz imaginar e querer criar. Venho desse lugar, onde as reflexões da realidade que habito, e a liberdade que proponho a minha imaginação, se encontram dentro da minha subjetividade que se expande, transforma e se concretiza através da arte, seja um pensamento, um gesto, uma música, um rabisco.”


Foto YMA “White Peacock” por Sillas H.

YMAFoto Por: Sillas H.


YMA “White Peacock”

“White Peacock” nos coloca dentro de uma fábula, com uma mulher e um pavão branco, onde tudo faz e não faz sentindo ao mesmo tempo. Agora, no período de isolamento é fácil se identificar com a história, principalmente se você mora sozinho. O tempo escorre pelas paredes, os momentos se tornam repetitivos e a linha entre o sonho e a realidade se torna ainda mais fina. De uma forma fantástica e sinistra a artista interpreta ambos os personagens, trazendo um tom ainda mais pessoal para a história. 

“Eu adoro o universo onírico, dos sonhos, justamente por essas referências se misturarem, se confundirem, se sobreporem, se perderem. Visto assim, tudo parece fazer sentido né, ou talvez não.”, comenta YMA

Ela e o diretor, Gui Bohn, mergulharam juntos na história do clipe e foram fundo na jornada dos personagens. A partir daí começaram a enxergar o pavão como uma figura mística, criaram sua história e pensaram em representá-la de uma maneira que flertasse com um conto clássico infantil.

Eles contaram com artistas incríveis para sua execução: Clara Trevisan que fez as belíssimas ilustrações, Henrique Schlickmann, que absorveu e colocou a história em belas palavras e, por fim,  a dupla Rafael Duarte e Lucas Carvalho, que deram movimento e vida à animação. 

Pelo momento atual Yasmin tem caminhado no seu tempo, sem se cobrar tanto para o futuro; “Estou feliz com o resultado do clipe e ele me estimula a continuar. É claro que dá muita vontade de estar mais em movimento, produzindo bastante, mas o momento está muito pesado. Há uma força que me faz silenciar e buscar a olhar com mais cautela para o que está acontecendo dentro e fora de mim. Não luto contra ela, respiro e respeito.”