O que acontece quando dois fenômenos da música brasileira se encontram? A resposta é um feat de peso. O jovem trapper Mc Caverinha juntou forças com o rapper Djonga em um novo single que versa sobre racismo, preconceito e violência.

A data escolhida para o lançamento do videoclipe foi o Dia da Consciência Negra (20/11) data também marcada pelo triste acontecimento da morte de Beto em um Carrefour de Porto Alegre (RS), o que só atenta como discurso é mais do que necessário.

Ainda adolescente o trapper revela um misto de emoção e admiração pela possibilidade em poder gravar junto do seu maior ídolo dentro do Rap Nacional: “Uma vez me perguntaram três artistas que gostaria de gravar. Respondi Djonga, Djonga e Djonga, brincou MC Caverinha


Mc Caverinha e Djonga - Meu Corre

Mc Caverinha e DjongaFoto: Divulgação


Sobre a importância de servir como exemplo para uma nova geração o MC complementa: “É difícil não só para mim, mas para vários ‘molecadinha’ na quebrada de todo o Brasil. A meta é estudar, focar no sonho e quebrar barreiras”, completou o Príncipe do Trap, quando perguntado sobre como é crescer sendo negro e vindo da periferia em um país tão desigual.

O videoclipe que conta com uma bela locação foi dirigido por LF OQ e nas rimas os rappers comentam também sobre as dificuldades passadas e ascensão. Em março Djonga lançou seu terceiro disco de estúdio, Histórias da Minha Quebrada e nos últimos dias foi entrevistado no programa Encontro com Bial onde pode falar mais racismo, intolerância e seu corre na música.