Categories: Spotify

Polêmica! Spotify começa a permitir podcasts com música

Uma decisão bastante aguardada era do Spotify permitir com que podcasts e música pudessem se entrelaçar. Demorou ao todo quase dois anos e nesta quarta-feira (14/10) a plataforma de streaming começou a testar uma nova modalidade no Anchor que permite com que os usuários insiram faixas inteiras durante os episódios.

Uma solução que sempre esbarrou no problema dos direitos autorais, ainda mais para programas de Web Radio, podcasts que simulam programas musicais e a própria Rádio convencional. A novidade de início funcionará apenas nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido e Irlanda. O acervo contará com o catálogo do Spotify que no momento tem mais de 60 milhões de faixas.



Como Funcionará?

A princípio o uso será bastante simples, o criador do podcast poderá organizar as canções através de uma pilha de bloquinhos na linha do tempo do episódio.

A Polêmica e os Jabutis

Nem tudo são flores e a novidade vem com “jabutis” inclusos. Além da permissão só acontecer com o Anchor, os podcasts que usarem o recurso só poderão ser escutados dentro do ecossistema do Spotify, especialmente por conta dos acordos com a plataforma com as gravadoras.

Outra limitação envolve as contas gratuitas que só poderão escutar uma prévia de 30 segundos de cada faixa reproduzidas nos episódios enquanto os usuários Premium terão acesso as obras selecionadas na íntegra.

“Nós pensamos que esta será outra ferramenta para os creators desbloquearem sua paixão pelo storytelling” escreve a gerente de programação da rede Liz Gateley à Variety, ao qual confirma que artistas também poderão utilizar o recurso para divulgar novos trabalhos;

“Ela empodera os amantes da música com algo a dizer sobre suas músicas favoritas, a fazer aquele show perfeito enquanto beneficiando os artistas” [Fonte: B9]



O Que Acharam da Novidade?

Por aqui acreditamos que a decisão é polêmica e mais uma tentativa da plataforma conseguir novas assinaturas. Porém em um mundo onde podemos ouvir programas completos em outras plataformas porque focar apenas em uma? Parece mais um entrave entre as gravadoras versus a tecnologia.

Já para os usuários ouvir 30 segundos de uma música pode soar bastante frustrante até mesmo para um usuário de conta gratuita podendo dificultar a fidelização do novo formato. Se a experiência gratuita já é ruim, com a novidade ela tende a ficar ainda pior para os amantes de programas de rádio interessados em ouvir estes na plataforma.

Fica o questionamento, te interessaria virar premium para isso? Os produtores de podcasts serão pagos para isso ou a novidade beneficiaria apenas as gravadoras e o tempo de uso do Spotify? A resposta da segunda pergunta provavelmente é não.

This post was published on 14 de outubro de 2020 2:41 pm

Rafael Chioccarello

Editor-Chefe e Fundador do Hits Perdidos.

Posts Recentes

C6 Fest 2024: Segundo dia tem brilho do Black Pumas e Raye, Cimafunk como surpresa, Romy e Soft Cell jogam para a torcida

C6 Fest 2024 tem como destaque no segundo dia Black Pumas e Cimafunk Depois da…

19 de maio de 2024

Lobofest anuncia line-up com Boogarins, FBC, DJ Ramemes, Rodrigo Alarcon, Cidade Dormitório e mais

Produtora Lobotomia, de Sorocaba (SP), é a responsável pelo Lobofest que realiza a sua segunda…

15 de maio de 2024

31ª edição do Prêmio da Música Brasileira, conheça os indicados

Ao todo a premiação de 2024 da 31ª edição Prêmio da Música Brasileira, que acontece…

13 de maio de 2024

16º In-Edit Brasil divulga lista de filmes nacionais selecionados

Programação do 16º In-Edit Brasil acontece entre de 12 a 23 de junho, em São…

13 de maio de 2024

Ouvimos Antes: Black Pantera, Bebé, Apeles, Atalhos e The Holydrug Couple, Lauiz

Seleção da semana do Hits Perdidos conta com Black Pantera, Bebé, Apeles, Atalhos e The…

10 de maio de 2024

Entre sonhos e nostalgia, Renan Rocha lança “Debaixo do Travesseiro”, seu primeiro single solo e em português

“Debaixo do Travesseiro” é o primeiro lançamento em português de Renan Rocha Conhecido por fazer…

9 de maio de 2024

This website uses cookies.