Live Sessions tem sido um recurso bastante utilizado pelas bandas e em Julho não foi diferente. Muito por conta da necessidade de mostrar seu trabalho ao vivo para contratantes. Mas também é uma oportunidade de engajar seu público a comparecer em eventos futuros. Por isso desde 2018 reunimos as mais legais que tem surgido no país.

Confira a lista com as Melhores lançadas em Julho; e não esqueça de enviar sua live session lançada nos próximos meses, vai que ela aparece também por aqui!

As Melhores Live Sessions de 2020

Confira as listas anteriores com as melhores live sessions do independente brasileiro lançadas neste ano.

Janeiro
Fevereiro
Março
Abril
Maio
Junho

Melhores Live Sessions | Julho 2020


terno-rei melhores live sessions julho 2020

Terno Rei na live session para Violeta. – Foto: Divulgação


1) Terno Rei #LIVENOCASA



Em meio a pandemia o primeiro show virtual do Terno Rei no ano foi realizado no Nico’s Studio. Além das faixas do Violeta o Set ainda conta com faixas dos discos anteriores. O intuito foi arrecadar uma grana para ajudar o projeto Vid’ Art (Instagram: @institutovidart).

Sobre o Vid’Art:

“O Instituto Vid’Art é um Projeto Sociocultural localizado na Zona Norte de SP. Atualmente atendemos em torno de 600 Famílias em situação de vulnerabilidade social e econômica. Nosso objetivo é tornar a cultura e arte acessível, oferecemos aulas de Ballet, Jazz, Canto, Violão, Teatro, Karatê, Zumba e FitDance.

No segmento de Artes, a nossa missão é promover qualidade de vida, bem estar, saúde física e mental. Seguindo esta missão, mesmo com a Pandemia nossas aulas seguem online para manter nossas famílias ativas, cuidando do corpo e da mente. No lado Social, estamos distribuindo Cestas Básicas e Kit Higiene. Já foram atendidas mais de 1.000 famílias em situação de vulnerabilidade econômica e estamos com uma lista de espera de aproximadamente 300 Famílias.

Nós não temos convênio e nem patrocínio, todas as ações são realizadas através de doações da comunidade e parceiros de outras instituições. Portanto, se vocês puderem contribuir, será muito importante para mantermos o Projeto Artístico funcionando em tempos de Pandemia e para que possamos continuar atendendo às Famílias que tanto precisam de alimento, afeto e carinho.”

https://apoia.se/livenocasaternorei

2) Sessa @ KEXP



Após lançar Grandeza (RISCO), Sessa já lançou alguns singles e por aqui até falamos já sobre as novidades. Ele participou das lendárias sessions da KEXP onde por lá tocou “Flor do Real”, “Dez Total (Filhos de Gandhy)”, “Infinitamente Nu” e “Grandeza” que recentemente foi regravada pela francesa Laure Briard.

3) Rafa Castro



Você pôde conhecer o trabalho do Rafa Castro recentemente no Hits Perdidos e durante o período de isolamento ele liberou algumas live sessions com a direção de Lorena Dini.

4) ALPARGATOS feat. Valentin
@ Ao Vivo no Agulha



A Alpargatos disponibilizou um registro para “Bonecas Russas” faixa que conta com a participação de Valentin. O vídeo faz parte de uma série realizada pelo Projeto Aldeia, iniciativa que visa mapear a cena independente do sul do Brasil através de registros audiovisuais.

5) Pod Ser @ Epifonia Sessions



O duo de Brasília Pod Ser lançou no dia 31 a sua participação na Epifonia Sessions. O registro revisita as faixas do álbum Estrada lançado no ano passado.

A gravação que ocorreu no Epifonia Laboratório de Música, durante os festejos do Momo 2020, conta com as faixas “Luz/Sombra”, “Amor, presente” e “Ao meu lado”. O vídeo foi gravado e dirigido por Sérgio Ramalho.

6) OZU @ Sofar São Paulo



A OZU, de Cotia (SP), teve a live session para “Here and There” divulgada no começo de Julho mas ela foi gravada ainda em fevereiro enquanto ainda era possível assistir shows presenciais em segurança. Confira a apresentação no Sofar São Paulo.

7) Ventilas @ Sofar Sorocaba



Gravada em agosto do ano passado a live session do Ventilas no Sofar Sorocaba para “Festa” foi divulgada oficialmente no começo de Julho e entrou direto para a nossa lista.

8) MACHETE BOMB
feat. Pete Mcee, Pecaos & Odair José



A Machete Bomb disponibilizou uma live session para a faixa “Que Loucura” que conta com a participação de Pete Mcee, Pecaos & Odair José. O registro foi gravado no Estúdio Nicos.

9) Sarah Abdala “Cavalgada”



A cantora e compositora goiana Sarah Abdala lança uma sessão ao vivo para “Cavalgada”, faixa que lançou em 2017 em seu disco Oeste que ganhou uma versão repaginada.

“‘Cavalgada’ foi escolhida porque é uma das músicas principais de ‘Oeste’ e acho que esse disco e o Pueblo tem um elo. Costumo dizer que esses dois discos são irmãos. No primeiro, quero traçar a minha trajetória pessoal, buscar minhas raízes, minha infância, lugares onde morei…

No segundo, também vou em busca das minhas raízes, agora como povo e não como indivíduo. Então decidimos colocar ‘Cavalgada’ ao lado de suas obras irmãs, num mesmo contexto musical”, conta a artista.

10) Tangolo Mangos @ EAD LO-FI Sessions



A Tangolo Mangos, de Salvador (BA), lançou uma live session gravada à distância e em breve eles devem lançar um trabalho com diversas canções inéditas.

“Gravamos 5 músicas em casa, separados, cada um de seu canto, adaptando canções antigas em novos formatos e testando faixas novas em roupagens caseiras, despretensiosas e ao vivo.”, conta a banda

Eles tocam: “Poca”, “Ressacas de um Tarô”, “Hipóteses, Telhas, Pandas, Ovelhas”, “(Já Dizia) Isaac Newton”, “O Gato Gateia” e “Você Quer Saber”.

11) Romero Ferro @ Milk Box



O pernambucano Romero Ferro foi o responsável por estrear a série de live sessions Milk Box. Por lá ele apresentou os singles “Corpo em Brasa” e “Verdadeiro Amor” e teve a companhia de U.GOT e Suliano, produtores do Milk Music.

“São duas músicas que o público se identifica muito e é um desafio prazeroso demais gravá-las completamente ao vivo, sem cortes. São vários desdobramentos de um mesmo trabalho, eu acho maravilhoso poder fazer isso.

Antes da música ficar super produzida, ela era mais comedida. Optar por gravar as canções assim mais cruas vem um pouco da vontade de mostrar como elas nasceram”, conta Ferro.

Sobre a Milk Box

“Acredito que a melhor forma de extrair o melhor de um talento é da maneira mais nua e crua possível: ao vivo e em um take contínuo, sem cortes. Foi o mesmo conceito que apliquei à série que criei junto ao Leo Gandelman, Hip Hop Machine, onde foi tudo captado e gravado em um plano sequência.

O artista que toca e canta pode performar sozinho, ou até mesmo pode levar um músico acompanhante. Mas como fazer música é fazer bagunça e brincar, pode ser que acabe alguém da Milk ajudando a arranjar ou tocar junto. Nesse caso, a regra é o que funcionar melhor pra exaltar o talento do artista”, explica Bruno Costa, diretor artístico da Milk Music e um dos idealizadores do projeto.

12) Ceano @ Cada Um Na Sua Casa



A Ceano, de Campinas (SP), gravou uma live especial de Quarentena para “Décimo Quinto” e, claro, respeitou as normas de distanciamento social. Cada um gravou diretamente de sua respectiva casa e eles ainda tiveram a participação de Katu Hai, nas vozes, trompete e tuba.

13) Cachalote Fuzz @ Casa Verde Sessions



A Cachalote Fuzz, de Uberlândia (MG), gravou em junho uma live session registrada na Casa Verde. Entre as faixas apresentadas temos no vídeo “Só de Ser”, “Disparos de Canhão”, “Bar das Famílias” e “Lince”. Este projeto foi realizado através do edital SMC 003/2020 da Prefeitura Municipal de Uberlândia.

14) Infraaudio @ Cas@



A Infraaudio, de Jacaraí (SP), através do Edital Cas@ da Fundação Cultural de Jacareí, que utilizou os recursos do Fundo Municipal de Cultura, também registrou uma live session durante a pandemia. Por lá eles tocaram as faixas do EP Tempo. A produção audiovisual foi gravada diretamente da sala Ariano Suassuna.

15) Fenrir’s Scar



Para apresentar seu novo single o duo Fenrir’s Scar optou por gravar uma live session à distância. “Curse of Mankind” fará parte do álbum Love | Hate | Hope | Despair, segundo álbum da banda. A faixa estreou na sexta-feira (31/07) nas principais plataformas de streaming.

“Essa música tem uma mensagem urgente, e é uma história que todos nós compartilhamos: Aquecimento global, incêndios criminosos nas florestas tropicais, oceanos sendo poluídos a todo momento… Tudo em nome da ganância humana”, conta André Baida

16) Varal Estrela feat. Don Betto @Deaf Haus



A Varal Estrela, de Sorocaba (SP), registrou em fevereiro uma live session para “Seguir” e em julho ela foi oficialmente divulgada. A session gravada no estúdio Deaf Haus contou com a participação de Don Betto.

17 a 20) Música de Selvagem @ CCSP

A série do grupo instrumental Música de Selvagem conta com quatro vídeos apresentando canções do álbum Volume Único (2018). Gravada diretamente da mística sala Adoniran Barbosa, no Centro Cultural São Paulo, o registro conta com as participações de Tim Bernardes, Luiza Lian, Sessa e Pedro Pastoriz como vocalistas convidados.

Sessa canta sua “Música”, Luiza Lian vai de “Dois Blocos” (que mistura suas “Cadeira” e “Tem Luz (Úmido V)”), Pedro Pastoriz canta “Assovio” e o vocalista do grupo O Terno canta “Morto”. Os quatro são acompanhados pelos músicos do grupo, o baixista Arthur Decloedt, os saxofonistas Filipe Nader e Oscar “Cuca” Ferreira, o baterista Guilherme Marques e o trumpetista Amilcar Rodrigues.