Depois de mais de 3 anos de listas de clipes independentes brasileiros muitos perguntavam: e a lista de clipes internacionais quando vai rolar? 

Aos poucos fomos incrementando com a rotineira lista de live sessions gringas e mais recentemente com as mini-resenhas de discos estrangeiros que estão chamando a atenção…e claro uma lista de clipes internacionais era só questão de tempo.

Claro que já pesquisávamos e observávamos o que mais de significativo acontecia ao redor do globo nas produções audiovisuais mas até então não fazia muito sentido para o lado de cá.

Para começar a brincadeira escolhemos 10 clipes internacionais que saíram recentemente e que se destacaram ou pela qualidade da produção ou pela relevância artístico. Uma boa desculpa para descobrir novos artistas e conferir aquele videoclipe do artista que você gosta mas que ainda não teve a oportunidade de assistir. Vamos lá!


Arca - Clipes Internacionais

ArcaFoto: Divulgação

 


1) Khruangbin “Pelota”



Na última sexta-feira o Khruangbin lançou oficialmente seu terceiro álbum de estúdio, Mordechai. Mas antes disso veio a ótima animação para promover o single “Pelota” que como o próprio nome diz é cantado em espanhol. O vídeo foi dirigido por Hugo Rodríguez Rodríguez e teve edição de Nils Crompton e Leonardo Grassi.

2) Rolling Blackouts Coastal Fever “Cameo”



Os australianos do Rolling Blackouts Coastal Fever apareceram por aqui nas indicações de discos do ano mas recentemente foi lançado também um ótimo e criativo clipe.

“Cameo” usa do artifício das caixas para revelar cenários que se intercalam com a banda tocando. Feito filmes na TV, a escuridão se confunde com as intervenções. Um humor tipicamente australiano.

3) Arca “Mequetrefe”



De Caracas, Venezuela, Alejandra Ghersi, conhecida como Arca, lançou na sexta-feira (26/06) seu novo álbum KiCK i. Para promover foi disponibilizado na semana passada o vídeo para “Mequetrefe”, este repleto de críticas sociais a estereótipos. Sua construção e edição deixam o espectador vidrado do começo ao fim. Definitivamente não recomendado para epilépticos.

4) Muzz “Knuckleduster”



O Muzz é um trio formado por membros de bandas de post-punk revival de Nova Iorque. Entre eles está Paul Banks (Interpol), Josh Kaufman que já trabalhou com bandas como The National e The Hold Steady e Matt Barrick (The Walkmen).

Depois de 5 anos juntos o primeiro álbum juntos foi lançado no dia 06/06 via Matador. E um pouco antes veio o clipe para “Knuckleduster” que claramente agrada a quem já ama Interpol e The National.

5) Sevdaliza “Joanna”



Sevda Alizadeh, conhecida como Sevdaliza, nasceu no Irã mas vive na Holanda. Misturando art pop, R&B, música eletrônica, trip hop e experimental, ela costuma sempre surpreender e com o clipe para “Joanna” não foi diferente. A faixa que estará presente em seu próximo álbum fala sobre um clássico amor não correspondido. A direção do vídeo é compartilhada por Marlou Fernanda & Sevdaliza.

6) IDLES “Grounds”



O IDLES é uma banda que até quando arrisca bastante, joga seguro. “Grounds” pode até ter estranhado alguns durante a primeira audição mas eu tenho a certeza que foi crescendo ao longo do tempo. Depois de um hilário clipe de Quarentena eles investiram em deixar mais claro os caminhos do novo disco que sairá no segundo semestre. O clipe é todo cheio de tensão e a trama é bem amarrada.

7) Tom Misch & Yussef Dayes “Nightrider” (feat. Freddie Gibbs)



Em abril Tom Misch e Yussef Dayes lançaram um álbum em parceria pela Blue Note Records e em “Nightrider” tiveram a participação do aclamado Freddie Gibbs.

Dayes é um baterista de Jazz bastante experimental e Misch é um guitarrista com influências de R&B mas a admiração mútua e a motivação por fazer algum em parceria os uniu. O vídeo é uma animação com muitas cores, assim como o resultado da parceria que também tem uma pitada de música eletrônica no conjunto da obra.

8) Metronomy “The Light”



Só a existência do Metronomy por si só já deveria ser celebrada. Daí que eles lançam esse videoclipe total anos 90 que nos levam para a época da MTV no melhor estilo Junior Senior – e a nostalgia bate forte ainda mais forte. Parece até mesmo, de certa forma, uma homenagem a cultura clubber. O vídeo é dirigido por Gabriel Rolim, que colaborou na série Metronomy TV durante a Quarentena.

9) Michael Kiwanuka “Light”



Viver no mesmo tempo de Michael Kiwanuka é um privilégio por poder apreciar sua obra em tempo real. O músico lançou o videoclipe para “Light” na semana passada e tem tudo a ver com o momento político e social estadounidense. Sensibilidade incrível do diretor Jeremy Ngatho Cole.

10) Buscabulla “Nydia”



A banda de Porto Rico mas residente em Nova Iorque Buscabulla está tempo um ano ímpar após o lançamento de Regresa em maio. O campo imaginário e surrealista dos sonhos acaba refletindo no videoclipe para “Nydia” que foi feito inteiramente na casa do duo. O roteiro inclusive é assinado por Raquel Berrios e Antonio Santini.