Confira os melhores clipes independentes lançados em maio | 2020 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2020

As listas de melhores clipes independentes 2020 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo quarto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos.

Listas de Melhores Clipes Independentes

⦿ Janeiro
⦿ Fevereiro
⦿ Março
⦿ Abril

Udigrudi na Play TV

Em 2020 continuamos a parceria com o programa Udigrudi da Play TV, onde o Hits Perdidos seleciona semanalmente alguns clipes para aparecer por lá.

Inclusive fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Vários clipes dos listões já tem aparecido na programação. Lembrando que o programa vai ao ar todos os domingos às 20:30h.

Os Melhores Clipes Independentes lançados em Maio | 2020

Neste mês de Junho trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 140 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Maio

Em Maio inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 140 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 4,51 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 139 artistas de 17 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE MAIO. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1 Malu Maria “Ela Terra”



A paulista Malu Maria lançou em maio sua nova música, “Ela Terra”, com direito a um belo videoclipe. A faixa é o primeiro single do novo disco de Malu, Ella Terra, que será lançado em breve.

“A inspiração na hora de fazer essa música veio junto com um sentimento de empatia pelas qualidades maternais da terra, fiz uma ode à pachamama celebrando também a presença de minhas avós, tias, mãe e tantas outras mulheres, que a princípio eu nem conhecia, mas que juntas partem de uma mesma ancestralidade”, explica a compositora.

Dirigido por Vini Poffo e Sillas H., o clipe de “Ela Terra” foi gravado em Santa Catarina ainda antes da pandemia.

“Vinculei as filmagens do clipe a processos ritualísticos integrando à natureza,  arte e magia. Personagens como a mãe, o tempo, o nascimento e a morte, são incorporados, trazendo ao clipe um ar de jornada arquetípica”, detalha Malu.

A locação, edição, roteiro e fotografia acabam se destacando entre vários simbolismos abraçados pela produção audiovisual.

Sobre o momento e nossa relação com o planeta ela destaca:

“Uma boa hora de entendermos o que de fato nos é essencial e o que é  consumismo inconsequente e atitudes desconectadas da natureza e do todo. Um momento de nos posicionarmos em prol da natureza e dos povos mais simples que passam necessidades por conta da ganância de outros. Já está mais do que na hora dos filhos dessa mãezona amadurecerem”, declara a cantora.

2 Mariana Degani “Horda Mulheril”



O feminino e a união entre as mulheres são os protagonistas do novo videoclipe de Mariana Degani. “Horda Mulheril” foi dirigida e editada por Gabi Jacob,  que já trabalhou com nomes como Emicida, Pabllo Vittar, Xênia França e Rael.

Nas imagens, a reunião de um grupo de mulheres em serena harmonia, transportadas num cenário de cumplicidade, prazer e cooperação. A faixa integra o álbum Opera Vênus que será lançado em junho.

“Era como se estivéssemos por muito tempo sozinhas, num quarto frio e escuro, e de repente alguma de nós acendeu um fósforo. E então percebemos que estávamos todas lá dentro. Juntas”, conta Degani.

3 Os Amanticidas “Deitado Parado Travado”



Os Amanticidas que atualmente é um dos principais expoentes pós Vanguarda Paulista…nos 45 do segundo tempo (de janeiro) lançou na plataformas digitais seu terceiro disco de estúdio. Teto conta com a produção de Fernando Catatau (Cidadão Instigado) e tem participações de gala de nomes como Alzira E. e Juçara Marçal. Entre as influências principais estão artistas como Itamar Assumpção, Tom Zé e Ná Ozzetti (os dois últimos assinam parcerias com a banda).

Mas como lançar qualquer coisa agora?

Tem sido difícil pensar em lançar qualquer tipo de material sem considerar o mundo externo. Sem ter empatia, sem pensar como vai reverberar, sem planejar. E até por isso tem muitos bons lançamentos que outrora teriam mais destaque passando em branco em meio a tantos novos materiais.

Até por isso eles optaram em lançar o videoclipe para uma faixa que por si só foi ressignificada para nossos dias. Mesmo não tendo sido originalmente pensada para esses tempos, ela acaba incorporando personagens e vivências dessa nova realidade. De maneira sutil e com sensibilidade. Até por isso eles resolveram não segurar mais.

A Premiere

Em conversas com eles combinamos uma pequena ação no instagram onde eles produziram uma pequena websérie, de 3 episódios, no fim de semana que antecedeu a Premiere no Hits Perdidos.

Eles resolveram brincar até mesmo com os versos da música na narrativa que converge com a temática da canção que fecha o álbum. As “conversas com o teto” acabaram se tornando o principal argumento da prosa audiovisual. O resultado pode ser visto no vídeo logo abaixo.



A Saga d’Os Amanticidas

Depois do capítulo final que foi exibido simultaneamente nas contas de instagram do Hits Perdidos (@hitsperdidos) e d’Os Amanticidas (@osamanticidas) na segunda-feira (11/05) fizemos a Premiere do videoclipe.

A ideia da data também não é mera coincidência, visto que na semana passada foi anunciada a extensão da quarentena na cidade de São Paulo antes prevista para o dia 10/05.

Não sabemos até quando ela será estendida, se teremos ou não um lockdown (famoso “tranca rua”) nos próximos dias mas de fato o videoclipe soa como um abraço virtual coletivo em tempos onde abraços estão definitivamente proibidos. Os próprios feriados, e datas comemorativas, foram diferentes para quem respeita este momento da forma correta.

A Surpresa

Segundo a banda a faixa de contornos niilistas “é um olhar de dentro pra fora, da solidão do quarto para o mundo, expressa através de um diálogo absurdo, angustiado e bem- humorado entre uma pessoa e o teto de seu próprio quarto, costurado por convenções e interlúdios.”

“Fui ouvir ‘Teto’ e levei um puta susto. Me pegou de fazer chorar. Não é arrogância não, é a mais pura coincidência: a gente, meio que sem querer, acertou em cheio numas coisas. Fizemos um disco sobre estar em casa, dentro do próprio quarto, olhando pra fora e pensando pra dentro.

Sobre conversar com o teto, enrolar pra levantar da cama, se preocupar com a família, sobre angústia, amores distantes e vingança”, reflexiona João Sampaio (guitarra e voz).

“São faixas que já tinham seus sentidos mais ou menos explícitos e intencionais, mas que de repente nessa conjuntura mostram vários outros que eu nunca poderia imaginar. ‘Teto’ é bonito e estranhamente apropriado”.

A ideia do clipe definida, executada e finalizada antes da quarentena, era traduzir sua atmosfera tanto sufocante, outro tanto cômica. O resultado caiu como uma luva, ou uma bomba, em tempos de pandemia.

4 Clarice Falcão “Dia D”



Um dos clipes mais divertidos e descontraídos da lista com certeza é “Dia D” da Clarice Falcão, faixa que integra o álbum Tem Conserto. O vídeo que foi realizado por realizado por Pablo Monaquezi e Filipe Oliveira tem como tema o sexo.

“A música foi composta para aliviar um pouco o clima denso do Tem Conserto e fizemos ela pensando em uma música para ouvir se arrumando para sair. E veio dessa frase do ‘Eu vou dar’. A música é sobre uma pessoa muito ansiosa pois sabe que hoje ela vai dar”, conta Clarice, rindo.

“É como se o seu dia de dar fosse tão importante que você contratou um fotógrafo para registrar esse momento. O vídeo surgiu com a ideia de registrar esse Dia D, esse dia especial com a sua melhor roupa”, complementa Clarice

O bom humor, diversas participações e figurinos exóticos acabam ganhando as telas em um vídeo envolvente e criativo. Tendo espaço para piadas, surrealismo, atuação e garantindo boas risadas para quem assiste. Afinal de contas clipe também é entretenimento.

5 Oto Gris “Uma Prece”



Os cearenses da Oto Gris voltam a aparecer na nossa tradicional lista com um incrível vídeo. As tradições, a ancestralidade e a religiosidade acabam ganhando protagonismo nesta bela produção audiovisual dirigida por Jonathas Aipoim e Rafael Neves. Destaque fica para a montagem, edição e externas.

6 Supercolisor “Eu Não Te Esqueci”



Os manauaras da Supercolisor estão de parabéns pela sequência de clipes para promover o lançamento do álbum Viagem ao Fim da Noite. Uma interessante história de amor ganha as telas em “Eu Não Te Esqueci”. Nele podemos presenciar a arte dos encontros que a vida pode proporcionar através de um romance (quase) de cinema.

O vídeo foi dirigido por Lucas Striani e estrelado pelos atores Carol Martinni e Dudu de Oliveira.

“Há anos eu tinha essa imagem em mente: duas pessoas, misteriosamente, sentem uma vontade irresistível de caminhar nas ruas em direção a um possível outro, sem a certeza de que encontrarão algo no trajeto.

Já tinha comentado com a turma toda sobre esse conceito, e esperamos até o momento em que apareceu a faixa certa pra abriga-lo. Daí foi só chamar um time de feras pra executar o filme”, com o vocalista, pianista e compositor Ian Fonseca

O Dueto

“‘Eu Não Te Esqueci’ é o primeiro single do disco sem featuring, onde nos reconcentramos sobre a banda. Por isso eu, inclusive, aceitei o desafio de cantar, em diálogo com o Ian. Então não estranhem se notarem um vocal com sotaque francês – não é interferência do rádio”, se diverte Jérôme.

“Também, depois de abordar nos singles anteriores temas mais densos, desta vez queríamos assumir uma poética resolutamente romântica e bem-humorada. Queríamos mostrar essa variedade num arco narrativo que vai do sombrio ao solar, do denso ao aéreo”, finaliza o músico

7 Alex Albino “Casmurro”



Quem volta a estrelar nossa lista este mês é o músico Alex Albino com a libertina “Casmurro”, uma faixa autobiográfica como ele mesmo frisa. O vídeo foi dirigido e editado por Gabriel Novis.

O astral divertido da faixa acaba se traduzindo através das lentes. Ele se diverte nas belas locações, corre, dança e ri de si mesmo. Diversos takes parecem até mesmo fotografias ou quadros, algo que vemos muito nas produções de grupos como o BTS. É desta forma que o diretor escolhe para fazer a ponte entre os universos do cinema, da música e da literatura.

“Quando ela surgiu, era um momento de muita dúvida entre seguir ou não por um caminho artístico, por algo que sempre acreditei.

A melodia traduz essa antítese da letra. Começa super suave, mas ao mesmo tempo dramática e se torna até engraçada, além do canto, com uma voz mais suave nas estrofes e um vocal mais rasgado e gritado no refrão”, relembra Alex.

8 Orfélia “Insónia”



Orfélia une Brasil e Portugal e o duo tem caprichado em seus videoclipes. Em “Insónia”, clipe dirigido por João Catarino e Catherina Cardoso, a fotografia e a narrativa se destacam em uma narrativa que ilustra muito bem o drama para dormir durante uma Quarentena. O escuro por si só se torna uma personagem da obra.

9 Versa Libertália “A Toxidade”



Um clipe com uma ótima contextualização da repetição dos tempos tinha mesmo que estar entre nossos destaques. Com direito a cenas de domínio público de momentos históricos, de luta pela liberdade a direitos iguais.

O vídeo produzido em parceria com o Muto, duo criativo focado em projetos audiovisuais, é cirúrgico em relembrar as conquistas, e batalhas, da democracia. Algo que vimos no último domingo, nos atos pró-democracia, que ocorreram nas principais capitais do Brasil.

“’A Toxidade’ traz em sua canção uma leitura sobre o enraizamento da cultura produtivista e do sistema econômico de objetivos perversos, onde desejos egoístas se sobrepõe à coletividade”, diz a banda Versa Libertália

“Traz também em seu arranjo e sonoridade um chamado à comunhão das pessoas para uma causa comum: a luta para um mundo mais justo e igualitário”, completa o trio paulistano 

10 Leo Fazio “Se Pá…”



Leo Fazio, do Molodoys, não para de produzir em seu projeto solo. Segundo o próprio músico o clipe para “Se Pá…” foi inspirado no Expressionismo e no Cinema Marginal.

A inquietação, solidão, apreensão, ansiedade, claustrofobia e epifania acabam entrando como elementos chaves da produção audiovisual assinada pelo cineasta e diretor criativo Adriel Maia. O vídeo ainda contou com assist. de direção do poeta e também cineasta Leonardo Chagas.

11 ÀIYÉ “Pulmão”



A performance se destaca no vídeo para “Pulmão”, da ÀIYÉ, projeto de Larissa Conforto (Confira Entrevista). O vídeo foi filmado nas regiões do Alentejo e Vale do Tejo, em Portugal, e contou com a direção de Marina Abadjieff, artista visual brasileira que está radicada em Lisboa e finalizado por André Morbach.

A faixa se ressignifica em dias conturbados como estes que estamos vivendo.

“Acho que essa música se ressignificou com o momento de agora. Estamos cada vez mais sendo bombardeados com as piores notícias possíveis, e vai faltando energia para lidar com as complexidades da vida em isolamento. Vamos nos enchendo de conteúdo desesperado, e nos esvaziando de emoções que nutrem. São muitos furacões, muita ansiedade, muita instabilidade.

Estávamos tão acostumados a viver com a voracidade de informações do mundo globalizado, que desaprendemos a respirar, acalmar, esvaziar. No meio do caos, é preciso redescobrir a simplicidade da vida e o valor das pequenas coisas, tal como a respiração. ‘A vida está no ruído’.

É tempo de se reinventar e prestar atenção naquilo que há tempos deixamos de valorizar: um dia de sol, o céu de outono, a brisa do mar, um mergulho, pé na terra. É um outro tempo, o agora. Com menos ponteiros, e mais dilemas”, reflete Larissa. 

12 Infraaudio “Tempo”



A Infraaudio de Jacareí (SP) lançou ainda no ano passado seu quinto material de estúdio o EP Tempo (2019). Inclusive você conferiu por aqui em primeira mão o clipe para “Vice e Versa” (Leia), faixa que compõe também o lançamento dos paulistas.

“A música “Tempo” fala de relacionamentos, o passado, e de como é importante esperar o tempo passar para transformar o futuro, mas para o vídeo trouxemos a ideia de um viajante do tempo que tenta entender os mistérios do tempo.”, comenta Fênix da Infraaudio

Já o videoclipe traz a sina de OZNE, um viajante do tempo o qual tudo admira de sua poltrona e tenta entender os mistérios do tempo. Segundo os músicos, “Ele cria faces para sua sobrevivência nos mundos criados pela fenda do tempo” A partir daí o roteiro se desenrola.

Os mensageiros oferecem então para OZNE, o “Monolito”, o “Black Mirror” (o espelho novo) que aguça sua curiosidade, fazendo-o transportar-se ao início e ao fim, uma vez que os mensageiros brincam com o tempo. O resultado desta epopeia você confere logo abaixo.

A Direção

Esse trabalho envolveu em torno de 15 pessoas na produção, e segundo os envolvidos, isso fez diferença no resultado final; todos os setores alinhados com a proposta.

Thiago conta que foi feito um roteiro baseado nós anseios da banda e levando em conta a temática da música, foi bastante pesquisa, acertos e erros, ressalta a participação do artista plástico de Jacareí (SP) Raico Rafael, que foi responsável pelas máscaras que deram o tom para o clipe, a confecção levou cinco meses.

Ele comenta: “um trabalho dedicado ao clipe, alinhado aos signos que buscamos”. Sobre a relação ele conta: “Foi fácil trabalhar com a Infraaudio, pois eles já tem 10 anos de estrada e isso faz com que o profissionalismo apareça, todos comprometidos a um resultado elevado.”

O Figurino

O processo de figurino foi elaborado por Isabela Correia. Com uma produção independente, toda a produção do figurino foi formada com peças de garimpos em brechós e bazares da cidade.
O desenvolvimento da estética foi pensado em conjunto com o diretor e banda. Assim, teve como resultado a influência do estilo vintage formal, anos 70 no personagem principal. A relação entre a Infraaudio e a estória do videoclipe foi figurada por meio da utilização das cores, uma paleta terrosa utilizada nas roupas em conversa com a direção de arte presente no cenário.

A Produção

Felipe Fênix  que integra a Infraaudio também assina a produção executiva do vídeo e contou mais detalhes sobre o momento e o curta-metragem.

“A Infraaudio completa 10 anos em 2020 e não tínhamos ainda um videoclipe com um roteiro bem formulado. Ou seja, que não era uma monte de imagens da banda tocando, então era uma vontade grande em ter um material bem produzido e com uma história; fazendo da banda apenas coadjuvantes.

Como sabemos que toda carreira independente e que vive no underground é difícil e cheia de desafios, principalmente econômicos, consegui montar uma equipe incrível com profissionais fantásticos, de forma totalmente colaborativa.
Me ajudou trabalhar com TV e ter trazido esses amigos para compartilharmos uma produção fora da TV Câmara Jacareí. O processo correu bem, foram alguns meses de desenvolvimento de roteiro, confecção de máscaras, culminando em 2 diárias de gravações.”, comenta Felipe Fênix

13 Semper Volt “Se Juntou”



A produção caseira virou realidade na vida de muitos artistas e produtoras e claro isso tem que ser refletido em nosso listão. O do João Tenório, da Semper Volt (saiba mais), não foi diferente e se destacou justamente pela criatividade.

O clipe nasce da limitação, de não poder juntar pessoas, o que dificulta muitíssimo as filmagens. Fui editor de vídeo, então achei que dava pra encarar essa técnica, porque acaba sendo basicamente edição de fotos. O curioso é que se não estivesse numa quarentena, talvez eu não tivesse feito esse vídeo desse jeito, porque a técnica demanda muito tempo e paciência.

Os bons clipes são os que não tentam ser literais, mas oferecem outra perspectiva sobre a música e dessa colisão criam outros significados. Foi o que tentei fazer aqui em casa com a ajuda da minha companheira e da minha filha.

As cenas foram criadas em sequência ao longo de 10 dias, buscando achar ligações com o tema da letra. O clima caseiro, que partiu de uma limitação, acaba retratando o momento que estamos vivendo, isolados em nossas casas”, conta Semper Volt que assina a direção e edição

O clima hostil do país se reflete no vídeo

Pra mim, a música fala do encontro de diferentes ideias, vindo de pessoas de origens e histórias distintas e de como essa fricção forma novos mundos e novas formas de ver. Eu lembro, por exemplo, de estar num fumódromo na calçada e passar um policial andando e de repente todo mundo ficar quieto. Foi a primeira vez que vi isso na vida.

Mas, ao mesmo tempo, a gente estava apoiando uns aos outros. Nessa época um cara se suicidou no prédio onde moro, pulando da cobertura. Depois disso as pessoas começaram a olhar mais umas para as outras no prédio e puxar assunto no elevador, perguntar o nome, o apartamento, etc. Depois disso conheci pessoas de uns 8 apartamentos diferentes, enquanto antes não conhecia ninguém.

Mas, creio que o ponto principal da letra veio principalmente de um show da Luiza Lian no Teatro Oficina. Ela disse que estarmos ali juntos no show já era um ato de resistência, revela Semper Volt.

14 Weks “Feel Free”



Adoramos animações e é ótimo poder destacar por aqui este tipo de trabalho. O Hip Hop ao Soul e R ́n ́B, passando por neo psicodelia e Trip Hop transparece no videoclipe do single de estreia do projeto Weks, do Danial Weskler, conhecido nacionalmente por seu trabalho ao lado do NX Zero e Pitty.

A faixa, “Feel Free”, em parceria com Karen Dió (Violet Soda), ganhou uma animação produzida pela Inseto Filmes. A produção contou com a animação de Vinicius Kos e ilustração do potiguar Filipe Anjo que também integra a banda Joseph Little Drop. O curta passeia por um universo relaxante e as cores no espaço ilustram toda a viagem psicodélica.

15 Getúlio Abelha “Sinal Fechado”



Inspirado nos filmes de terror dos anos 70 e 80, sobretudo “The Rocky Horror Picture Show” (1975) e “Christine, o Carro Assassino” (1983), o clipe de “Sinal Fechado” do Getúlio Abelha ganha destaque em nossa lista.

O clipe foi roteirizado e dirigido por Lucas Sá, realizado de forma independente com uma equipe inteiramente maranhense e gravado em vinte e quatro horas em espaços do centro histórico de São Luís (MA).

“Este trabalho vai representar um novo passo na minha carreira musical e audiovisual pois é o meu clipe com maior produção, onde eu deixo de investir em relações documentais como nos vídeos anteriores e performo num roteiro, cenografia e conceito pré-estabelecidos”, observa Getúlio.

O vídeo é uma realização Jirau Filmes, Kasarão Filmes, ClockWork Filmes, Captura ProduçõesFabrika Filmes.

OUTROS MELHORES CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 15 eleitos como melhores do mês de Maio | 2020 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Tuyo “Eu Sou Dragão” (Curitiba / PR), Letrux “Eu Estou Aos Prantos” (Rio de Janeiro / RJ), ABC Love “Flertes (feat. YMA & Gab Ferreira)” (São Paulo / SP), Marcelo Gross “Carnaval” (Porto Alegre / RS), TARDA “Breath” (Belo Horizonte / MG), Bullet Bane “Escuridão” (São Paulo / SP), Trampa “Farda” (Brasília / DF), Marrakesh “Anymore” (Curitiba / PR).

Gustavo Bertoni e Vivian Kuczynski “Louder Than Words” (Brasília / DF), Marcus Alves “MAS” (Sorocaba / SP), Trapézio “Uncovered” (São Paulo / SP), Horney “Knees” (Joinville / SC).

Hellbenders “Delírio” (Goiânia / GO),  Jay Horsth “Um Fim” (Belo Horizonte / MG), Os Replicantes “Libertà” (Porto Alegre / RS), Gloria Groove “Incondicional” (feat. Gina Garcia) (São Paulo / SP), Riviera Gaz “Pere Ubu”, Luvbites “Do lado de lá” (Londrina / PR), Rincon Sapiência “Quarentena” (São Paulo / SP).

Carla EL
“Despeinada” (Porto Alegre / RS), Oblomov “Noites Longe de Você” (GO), Wiseman “Against” (São Paulo / SP), Angular “Construindo” (São Paulo / SP), Bel_Medula “Clitóris” (Porto Alegre / RS), Elisa Gudin “O Melhor Carinho” (São Paulo / SP), Muntchako “Buddah Loves” (Brasília / DF).

Melhores Clipes Independentes de Maio | 2020 | Parte 2

Rosabege e Ana Frango Elétrico “Quem Será” (Rio de Janeiro / RJ), Radical Karma “Fez” (São Paulo / SP), Tika “Nós”, Thunderbird “A Obra” (São Paulo / SP), Inês é Morta “Algoz” (São Paulo / SP).

Davi Bandeira, Tchelo Gomez “Dói, Mas Passa (Mesmo)” (São Paulo / SP), Pedro Mann “Nó” (Rio de Janeiro / RJ) Qairo “Grapes” (Belo Horizonte / MG), Dona Cislene “Dias Melhores Virão” (Brasília / DF).
Luiz Lopez “Como É Que Eu Vou Fazer Pra Encontrar Alguém” (Rio de Janeiro / RJ), Rocartê “Café” (Porto Alegre /RS), Illy “Querelas do Brasil” (Salvador / BA), Eugênio “Foi Mal” (Sorocaba / SP), Mayer Soares “Me Perder” (Florianópolis / SC).

Fuga “Depende” (São Paulo / SP), We are the Cosmos “Psycho Jam” (Gramado / RS), UELO “Falso” (Guarujá / SP), Amargo “É isso ou suicídio” (Porto Alegre / RS), Mariana Nolasco “Transforma(dor)” (Campinas / SP), BARROSO EUS “Infinito Blues” (feat. Lone Barroso) (São Paulo / SP), Lucca Poeta feat. Joana Castanheira “Carpe Gin” (Florianópolis / SC).

Valciãn Calixto “Faz Tanto Tempo” (Teresina / PI), ROCCA “Salto para o desconhecido” (Fortaleza / CE), A Drama “Abadia” (São Paulo / SP), D. SELVAGI “Atolado em Dívidas” (Mogi das Cruzes / SP), Porno Massacre “Jack” (São Paulo / SP), Pirikito “Quiet Days” (ES), Mulungu “No ar” (PE/RN), Animal Trees “sunken in clouds” (Vitória / ES).

Parte 3: Melhores Clipes Independentes de Maio | 2020

Hipertrópico “Mediterrânea” (Londrina / PR), Clarice Falcão “Só + 6” (Rio de Janeiro / RJ), Emicida “Quem tem um amigo (tem tudo)” part. Zeca Pagodinho, Tokyo Ska Paradise Orchestra e Prettos (São Paulo / SP), Cabra Guaraná “Voltou Chorare” (Brasília / DF), Tangolo Mangos “hipoteses_telhas_pandas_ovelhas.wav” (Salvador / BA).

Camarones Orquestra Guitarrística “Surfers” (Natal / RN), Seletores de Frequência “Tony Árabe” (Rio de Janeiro / RJ), Autoramas “Coisas Pra Caramba Pra Fazer” (Rio de Janeiro / RJ). Ira! “Mulheres à Frente da Tropa” (São Paulo / SP), MOMO. “Till the End of Summer Time”, Rota 54 “Garota Suicida” (São Paulo / SP).

Quebrante “Hey Man” [feat. Lurdez da Luz] (São Paulo / SP), REV “Destination” (Porto Alegre / RS), Fuze “Sonho” (Rio de Janeiro / RJ), Henrique Cartaxo “Sete Dias” (Salvador / BA).
Lagum “Hoje Eu Quero Me Perder (Acústico)” (Belo Horizonte / MG), Dj Mista Luba e Marciante Land “Plenitude” (SP), Alex Sant’Anna “Por um clique” (feat. Diane Veloso) (Aracaju / SE), Pedro Bienemann “Verdade seja dita” (Santo André / SP), Justu “Almar” (Ribeirão Preto / SP).

Melhores Clipes Independentes de Maio | 2020 | Parte 4

Bravaguarda “Chega” (São Paulo / SP), Pássaro Vivo “Apartá” (Juiz de Fora / MG), Famoso “Foda-Se Perca Tempo” (Vitória / ES), Saudade “Afago” (Rio de Janeiro / RJ), Xamã feat. Kevin o Chris “Adrenalina” (Rio de Janeiro / RJ),

Volupz “Se Sinta Bem” (Rio de Janeiro / RJ), Beto Soul “Outro Lugar” (São Paulo / SP), Dirty Lion part. DJ RM “Respeita” (RS).

Natalhão feat. Lodk47 “Nice” (Rio de Janeiro / RJ), Roger Deff e Barulhista “Reflexões do Isolamento” (Belo Horizonte / MG), Ifall “The Master”, Life Aquatic “Single Digit Millionaire” (Santo André / SP), Fish Ventura “Mãe da Pele Preta” (Florianópolis / SC), Marilia Calderón “Saudade que não quer Cessar”.

Froid “Best Friend” (Belo Horizonte / MG), Deadman Dance “Hard Times” (São Paulo / SP), Cattarse “Vou me Perdoar” (RS), LAZURE “Me Deixa Aqui” (São Paulo / SP). Astronova “1403” (Jundiaí / SP), Cronistas “Ultravioleta” (Santos / SP), Stoned Pipe “Gray River Song” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes de Maio | 2020 | Parte 5

Black Lines “Mills” (Goiânia / GO), Arthur Belino “Contorno” (Rio de Janeiro / RJ), Napkin “Together” (Joinville / SC), Pedro Simples “Piratas do Kariri” (Santo André / SP), Felipe Quadros “Como Ela” (Porto Alegre / RS), Lucas Trindade “Ontem” (Salvador / BA), Projota “Ombrim” (São Paulo / SP), Lila “Bené”.

Gabriel o Pensador “A Cura Tá No Coração” Feat. Cynthia Luz (Rio de Janeiro / RJ), Amanda Magalhães “O amor te dá” (Rio de Janeiro / RJ), As Bahia e a Cozinha Mineira “Éramos Chuva” (São Paulo / SP), João Leopoldo “Mundo Umbigo” feat. Clara Nolasco & Renato Arteiro (São Paulo / SP), MARTTE “Já Foi” (São Paulo / SP), Skinner “Clichê Sertanejo” (Horizontina / RS).

Gallena “Primeiros Passos” (Brasília / DF), Octorama “Seu Cheiro” (Paraisópolis / MG), Junoplast Cave “Cheap Lies” (Belém / PA)Mama Feet “Red Lights” (Rio de Janeiro / RJ), OBSP “Passeio” (RS), Supla “Meu Próprio Mundo” (São Paulo / SP), Romulo Carvalho “Bem-Vindo ao Fim” (Blumenau / SC), A Olívia “Atenção” (São Paulo / SP), Alpist “Bilhete” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes de Maio | 2020 | Parte 6

Gustavo Infante “Casa Branca” (Guaxupé / MG), Renan Cavolik “Céu Jeitinho” (São Paulo / SP), Pessoa “A Lei”, Infuria “Wi-fi Love” (RS), Morris “OnÇa-Çá” (São Paulo / SP). Riso do Abismo “Epílogo/Prelúdio” (Goiânia / GO) e Síntese “Mais Leve” (SP).


Melhores Clipes Independentes Maio - 2020


PLAYLIST NO YOUTUBE (Maio | 2020)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 140 videoclipes coletados durante o mês de Maio | 2020. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play. Porém três não podem ser colocados na playlist por conta das configurações do vídeo (mas estão hyperlinkados no post!).



PLAYLIST NO SPOTIFY

Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Maio (2020). Dos 140 vídeos do post, 130 possuem as faixas no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify<-



Qual dos melhores clipes independentes você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes em Maio | 2020 você mais gostou!