Embora pouco ouvirmos falar da música produzida nos países hispânicos na mídia mainstream brasileira, existem milhares de artistas dentro de um mercado que se retroalimenta. Um intercâmbio que não se restringe apenas a música e se estende para outros campos como cultura, política, economia e moda e estilo de vida. Como quem não quer nada começamos a pesquisar sobre o Indie Espanhol.

O que acabou resultando em uma playlist com mais de 9 horas de duração. Indo dos anos 80 a 2020 e misturando estilos como Alternative Rock, tem Pop, tem Surf Music, tem Garage Rock, tem eletrônica, synth pop, punk rock, folk, post-punk, entre outros.

A lista conta com artistas do norte ao sul da Espanha e celebra a música fora do mainstream do país Ibérico. Com direito a artistas que tem visibilidade mundial como Hinds, Russian Red, Rata Negra, Belgrado, La Polla Records, Ska-P e Hickeys. Mas também apresentará dezenas de artistas novos para suas playlists.

Aliás as listas com artistas estrangeiros tem aparecido por aqui com certa frequência. Já tivemos por aqui especiais de países como Austrália (Parte 1 | Parte 2), PalestinaTurquiaPaíses ComunistasHolanda e Coréia do Sul.


Indie Espanhol


Playlist Indie Espanhol

A lista conta atualmente com 163 sons mas a ideia é ela continuar sendo alimentada com o tempo. Por isso deixamos ela aberta para descobertas e indicações de quem acompanha o Hits Perdidos ou está conhecendo o site neste momento.

Entra as bandas espanholas que nos apaixonados montando a playlist temos artistas como: Lisasinson, La Casa Azul, Los Nastys, Los Bengala, Pantocrator, Tulsa, Bifannah, La Habitación Roja, Ginebras. Além de encontramos artistas bem diferentes como Hidrogenesse, Pony Bravo, The Homens, Texcoco. E surpresas como Kings of The Beach, Cuello, Tachenko, Neuman, Julieta 21, Diamante Negro, Melenas e Yawners.

Tem até mesmo música para a KEXP e em homenagem ao ator Macaulay Culkin na nossa playlist!

Sentiu falta de algum som?
Deixe um comentário aqui!

Siga o Hits Perdidos no Spotify