Depois de diversas listas mensais de live sessions decidimos trazer para vocês uma nova coluna no Hits Perdidos. Sabemos como através deste tipo de material podemos conhecer novos artistas e desta forma resolvemos destacar algumas para apresentar algumas ótimas que acontecem ao redor do mundo.

Devido ao COVID-19 muitas estão gradativamente pausando suas atividades; e por isso decidimos coletar lives priorizando as que aconteceram nos últimos meses. Então aproveitando que vocês estão em casa, conheça os canais e o trabalho dos artistas. No mês passado trouxemos a Parte 1 da lista (Confira), agora conheça a Parte 2!

Melhores Live Sessions Gringas


Porridge Radio Melhores Live Sessions Gringas

Porridge Radio – Foto Por: El Hardwick


1) Laura Marling @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em abril foi a incrível Laura Marling.

Por conta do Coronavírus uma ida aos estúdios foi impossibilitada mas a live session, assim como outras, tem trazido vídeos caseiros. Direto da sala da sua casa, em Londres, a inglesa tocou três canções do seu recém-lançado Songs For Our Daughter.

2) Soccer Mommy @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em abril foi a incrível Soccer Mommy.

Por conta do Coronavírus uma ida aos estúdios foi impossibilitada mas a live session, assim como outras, tem trazido vídeos caseiros. Direto da sala da sua casa, Sophie tocou três canções do seu recém-lançado Color Theory.

3) Rodrigo y Gabriela @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em abril foi o duo Rodrigo y Gabriela.

Por conta do Coronavírus uma ida aos estúdios foi impossibilitada mas a live session, assim como outras, tem trazido vídeos caseiros. Direto da sala da sua casa, em Zihuatanejo, no México, o duo tocou quatro canções.

4) Harry Styles @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em abril foi o Harry Styles.

A live session foi gravada antes do Coronavírus então ainda foi possível gravar no costumeiro estúdio cheio de prateleiras de livros ao fundo. O ex-One Direction tocou por lá as faixas “Cherry”, “Watermelon Sugar”, “To Be So Lonely” e “Adore You” acompanhando da sua banda.

5) Indigo Sparke @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em abril foi a australiana Indigo Sparke.

A live session foi gravada antes do Coronavírus então ainda foi possível gravar no costumeiro estúdio cheio de prateleiras de livros ao fundo. Por lá ela gravou as faixas “Colourblind”, “the day i drove the car around the block” e “Burn”.

6) Rex Orange County @ Tiny Desk Concert



Uma das live sessions mais renomadas é a Tiny Desk Concerts. A série de apresentações que nasceu em 2008 pertence a NPR Music, acontece em Washington (D.C.) e tem como apresentador Bob Boilen. Quem teve session divulgada em abril foi o britânico Alexander O’Connor, mais conhecido por seu nome artístico Rex Orange County de apenas 22 anos.

A live session foi gravada antes do Coronavírus então ainda foi possível gravar no costumeiro estúdio cheio de prateleiras de livros ao fundo. Por lá ele gravou acompanhado de sua afiada banda as faixas “Loving Is Easy”, “Pluto Projector”, “Always” e “Sunflower”.

7) Millie Turner @ Cardinal Sessions



Fundada no verão de 2010 as Cardinal Sessions tenta levar a essência das música em um formato acústico bastante intimista. A regra é: só valem instrumentos não elétricos, podendo assim ganhar outros elementos para compor a percussão ou até mesmo sopros. A ideia é traduzir nas sessions um resultado bem diferente das versões dos discos.

Os músicos podem escolher diversas locações. Como locais remotos, ruas, parques, florestas, campos, bares. Sem limitação. Os responsáveis pela session apenas validam o local e o background. A ideia é fazer com que os artistas queiram estar presentes. Eles prezam pela curadoria, para eles não importa a popularidade do artista, nem a relevância, se é desconhecido ou emergente. A equipe tem como conceito: ajudar talentos locais.

Eles também gravam sob demanda pequenos documentários de gravações de álbuns ou show. Inclusive eles deixam o contato fácil para quem se interessar. Basta acessar: cardinalsessions.com.

Quem passou por lá foi a Millie Turner, a inglesa gravou diretamente de casa a faixa “January”.

8) Porridge Radio @ Cardinal Sessions



Fundada no verão de 2010 as Cardinal Sessions tenta levar a essência das música em um formato acústico bastante intimista. A regra é: só valem instrumentos não elétricos, podendo assim ganhar outros elementos para compor a percussão ou até mesmo sopros. A ideia é traduzir nas sessions um resultado bem diferente das versões dos discos.

Os músicos podem escolher diversas locações. Como locais remotos, ruas, parques, florestas, campos, bares. Sem limitação. Os responsáveis pela session apenas validam o local e o background. A ideia é fazer com que os artistas queiram estar presentes. Eles prezam pela curadoria, para eles não importa a popularidade do artista, nem a relevância, se é desconhecido ou emergente. A equipe tem como conceito: ajudar talentos locais.

Eles também gravam sob demanda pequenos documentários de gravações de álbuns ou show. Inclusive eles deixam o contato fácil para quem se interessar. Basta acessar: cardinalsessions.com.

Quem passou por lá foi a Dana Margolin, da Porridge Radio, a inglesa gravou diretamente de casa as faixas: “Sweet”, “Nephews”, “Born Confused”, “Circling”, “Long” e “Lilac” de um dos álbuns que já é candidato a melhor disco de 2020.

9) The Dead South @ OurVinyl Sessions



OurVinyl é uma das live sessions que se preocupa com cenário e com uma experiência agradável para tanto para os artistas como para o público final. As apresentações são gravadas em estúdios diferentes localizados em Nashville, no Tennessee.

Quem passou por lá e teve seu som ao vivo registrado foi a The Dead South de Regina, no Canadá, que tocou “Diamond Ring”; faixa presente no álbum homônimo lançado no ano passado. Uma boa dica para quem curtir folk.

10) Angel Olsen @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.

Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi a Angel Olsen de San Luis (EUA). Por lá ela apresentou “All Mirrors”, “Spring”, “Lark” e “Chance”.

11) Say Sue Me @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.

Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi a banda Say Sue Me de Busan (Coréia do Sul). Por lá eles apresentaram “Old Town ”, “Good People ”, “Just Joking Around” e “Let’s Don’t Say Anything ”.

12) Corridor @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.

Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi a banda Corridor de Montreal (Canadá). Por lá eles apresentaram “Agent Double”, “Junior”, “Grand Cheval” e “Domino”.

13) Vagabon @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.

Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi Vagabon de Yaoundé (Camarões). Por lá ela apresentou “Secret Medicine”, “Water Me Down”, “In A Bind” e “Cold Apartment”.

14) Kikagaku Moyo @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.

Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi a Kikagaku Moyo de Tóquio (Japão). Por lá eles apresentaram “Old Snow, White Sun”, “Cardigan Song”, “Green Sugar”, “Nazo Nazo”, “Kodama” e “Gatherings”.

15) Caroline Polachek @ Live on KEXP



Um dos projetos mais consolidados e longevos em live sessions é o Live on KEXP. Este que nasceu como KEXP’s Live Performances mas depois mudou de nome. A proposta do estúdio da emissora mundialmente conhecida consiste em trazer performances em estúdio e também remotas. Toda semana eles levam para seu canal oficial no youtube novas apresentações. De artistas emergentes, de diferentes estilos, gêneros e culturas.

Quem passou por lá e teve sua apresentação disponibilizada em março foi a Caroline Polachek de Connecticut (EUA). Por lá eles apresentaram “Old Snow, White Sun”, “Cardigan Song”, “Green Sugar”, “Nazo Nazo”, “Kodama” e “Gatherings”.

16) Alexisonfire @ Triple J



Triple J é uma estação de rádio nacional australiana, financiada pelo governo, destinada a atrair ouvintes de música alternativa, que começou a transmitir em janeiro de 1975. A estação também enfatiza mais a transmissão de conteúdo australiano em comparação com as estações comerciais.

Fato é que eles movimentam muito bem o canal de youtube, e mantém a programação com 90% dos artistas locais. Então se você está interessado em saber mais sobre o underground australiano, nos mais diversos gêneros, é o lugar que você precisa pesquisar.

O projeto Like a Version é um show à parte. Por lá toda semana um artista ou banda vai ao estúdio para gravar uma música própria e um cover de uma música que eles amem. A live session surgiu em 2004 e já levou para os estúdios artistas como Childish Gambino, Lorde, CHVRCHES, Tame Impala, Tash Sultana, HAIM, Gang of Youths, Halsey, DMA’SAurora e Arctic Monkeys.

Quem participou e teve sua session divulgada em abril foi o Alexisonfire, banda canadense de post-hardcore, que escolheu para regravar um clássico dos anos 70, “(I’m) Stranded” dos australianos do The Saints. O vídeo foi gravado durante a passagem da banda pelo país em 2010.

17) Regina Spektor @ Triple J



Triple J é uma estação de rádio nacional australiana, financiada pelo governo, destinada a atrair ouvintes de música alternativa, que começou a transmitir em janeiro de 1975. A estação também enfatiza mais a transmissão de conteúdo australiano em comparação com as estações comerciais.

Fato é que eles movimentam muito bem o canal de youtube, e mantém a programação com 90% dos artistas locais. Então se você está interessado em saber mais sobre o underground australiano, nos mais diversos gêneros, é o lugar que você precisa pesquisar.

O projeto Like a Version é um show à parte. Por lá toda semana um artista ou banda vai ao estúdio para gravar uma música própria e um cover de uma música que eles amem. A live session surgiu em 2004 e já levou para os estúdios artistas como Childish Gambino, Lorde, CHVRCHES, Tame Impala, Tash Sultana, HAIM, Gang of Youths, Halsey, DMA’SAurora e Arctic Monkeys.

Quem participou e teve sua session divulgada em abril foi a Regina Spektor, de Moscou (Rússia), que escolheu para regravar um clássico dos anos 90, “No Surprises”,  do Radiohead. O vídeo foi gravado durante a passagem da artista pelo país em 2010.

18) The Physics House Band @ Pinehouse Concerts



Live Session estreando por aqui e logo com o The Physics House Band e seu rock progressivo. Os ingleses estiveram presentes na Pinehouse Concerts, uma plataforma de música independentes sem fins lucrativos de Portugal. O destaque fica para a ambientação e clima intimista proporcionado pela produção da session.

19) Throes + The Shine @ Pinehouse Concerts



Quem também passou pela live session foi a Throes + The Shine que vieram para a SIM São Paulo de 2019. Os portugueses estiveram presentes na Pinehouse Concerts, uma plataforma de música independentes sem fins lucrativos de Portugal.

20) Cave Story @ Pinehouse Concerts



Quem fecha a nossa lista é a live session é a Cave Story. Os portugueses estiveram presentes na Pinehouse Concerts, uma plataforma de música independentes sem fins lucrativos do país.

21) Soccer Mommy @ SiriusXMU Sessions



A SiriusXM é uma extensão de rádio FM, uma espécie de rádio por assinatura que existe nos EUA. Um projeto que eles tem já a algum tempo é a SiriusXMU Sessions e quem passou por lá recentemente foi a Sophia Regina Allison, conhecida popularmente como Soccer Mommy. Por lá ela surpreendeu a todos com uma bela versão para “Drive” do The Cars.

22) July Talk



Já os canadense do July Talk, que falamos por aqui pela primeira vez lá em 2014 (confira), no fim do ano passado lançaram uma session emocionante. Trata-se de uma versão impressionante para “mirrored heart” do emblemático segundo álbum da FKA TWIGS, Magdalene (2019). Os vocais de Leah chegam a arrepiar e o piano de Peter, por sua vez, carrega junto toda a emoção. Uma aula de cover com personalidade.