Confira os melhores clipes independentes lançados em abril | 2020 em seleção especial feita pelo Hits Perdidos!

Melhores Clipes Independentes 2020

As listas de melhores clipes independentes 2020 estão a todo vapor no Hits Perdidos. Você já conhece e acompanha por aqui elas todo mês e damos o pontapé inicial pelo quarto ano consecutivo.

Para quem é novo por aqui seja bem-vindo e acompanhe o Hits pelas redes sociais (temos InstagramFacebookSpotify…).

2017 foi marcado pelo grande sucesso dos listões de videoclipes que até deram origem a um estudo super detalhado sobre a produção audiovisual do independente brasileiro.

Em 2018 veio a parceria com o UDIGRUDI da Play TV onde escolhemos os mais legais para passar na programação aos domingos.

Listas de Melhores Clipes Independentes

⦿ Janeiro
⦿ Fevereiro
⦿ Março

Udigrudi na Play TV

Em 2020 continuamos a parceria com o programa Udigrudi da Play TV, onde o Hits Perdidos seleciona semanalmente alguns clipes para aparecer por lá.

Inclusive fizemos um guia completo de “Como fazer para seu clipe aparecer na TV?“.

Vários clipes dos listões já tem aparecido na programação. Lembrando que o programa vai ao ar todos os domingos às 20:30h.

Os Melhores Clipes Independentes lançados em Abril | 2020

Neste mês de Maio trarei os melhores que saíram no último mês e que merecem destaque. Claro que o listão continua democrático e no fim você encontrará uma playlist no youtube –  e Spotify – com os 125 coletados ao longo do mês.

A produção independente cresce a cada dia que passa e o investimento na divulgação também. Em uma geração em que poucos escutam um disco do começo ao fim, o artifício dos web clipes tem sido uma boa maneira de expor seus trabalhos.

E estes são feitos de todas formas, com alto ou baixo custo de produção. Com ideias mais certinhas a criativas. No fim das contas o que interessa é eternizar aquele momento e expor seu trabalho com a estética que mais convém atrelar a imagem da banda.

Os “Scouts” dos clipes independentes lançados em Abril

Em Abril inúmeras bandas começaram a divulgar seus curtas promovendo singles antigos ou que estarão presentes em seus futuros álbuns ou EP’s.

Reunimos 125 clipes lançados neste mês que mostram alguns dos novos talentos da música independente brasileira.

O que impressiona é termos uma média de 4,16 clipes sendo lançados no independente por dia. Na lista temos 122 artistas de 17 estados.

OS SELECIONADOS TAMBÉM FAZEM PARTE DA PLAYLIST CRIADA ESPECIALMENTE PELO HITS PERDIDOS PARA ETERNIZAR OS VÍDEOS LANÇADOS NESTE MÊS DE ABRIL. ALIÁS NÃO DEIXE DE SEGUIR O PERFIL DO HITS NO SPOTIFY!

1 Ella Buzzi “Passear”



Além de cantora, Ella Buzzi também é cineasta e artista visual o que contribui bastante para o incrível resultado do videoclipe do seu single de estreia “Passsear”. O clipe da brasiliense radicada no Rio de Janeiro foi filmado em Nova Iorque em 16mm pela artista em parceria com o cineasta e co-diretor Craig Scheihing e mostra Ella em um universo lúdico cercada de objetos “não oficiais” (feitos de feltro e costurados à mão), representando o quão ilusória é a nossa construção da vida adulta.

“O filme e a música compartilham do mesmo sentimento: um desejo muito grande por realização e a grande cobrança interna e externa que acompanha esse sentimento. Na música falo do café e da Ritalina, que a meu ver são estimulantes que materializam externamente essa cobrança por produtividade, performance, resultado, foco.

Como uma adolescente diagnosticada com TDAH, sempre tive muitas dúvidas a respeito da minha performance e capacidade. A música fala dessa crise de sentir que se tem um grande potencial mas não vê-lo se materializar em nada. É sobre a agonia da espera de um potencial não materializado”, explica Ella.

Curiosidade

A curiosidade ficou por conta do clipe ter ficado pronto antes mesmo da própria música.

“Fizemos o clipe antes de eu ter produzido a música. O clipe inclusive que me deu a confiança e coragem de gravar uma canção, minha primeira música. O cinema em toda sua graça pavimentando o meu caminho de volta pra música, provando que arte é mesmo algo indissolúvel e generoso. Tudo parte do mesmo bolo. E quero seguir assim, esse bolo de expressão”, reflete.

2 YPU “In Circles”



O cinema, a música, a espiritualidade, o tribal, o tecnológico, o jazz, a psicodelia, o rock alternativo e a eletrônica tem abrigo e pluralidade som da YPU de Brasília (DF).

Os mineiros Ayla Gresta e Gustavo Halfeld são movimentadores da cena de candanga e contribuem de diversas formas através de diversos projetos. Gustavo, por exemplo, fez parte da Cassino Supernova, é engenheiro de som, produziu boa parte dos discos de destaque da nova cena e também é um dos responsáveis pelo selo Quadrado Mágico.

“In Circles”, faixa da YPU, foi composta originalmente para a trilha de Ainda Temos a Imensidão da Noite; filme estrelado pelo duo que teve produção mista entre Brasil e Alemanha.

No longa-metragem, eles atuaram como integrantes de uma banda (fictícia), a Animal Interior, que sai de Brasília para se arriscar na Alemanha e lá se envolve em uma espiral de decepções, fracassos e choques de realidade.

Mesmo não tendo entrado de fato na trilha final do filme, onde Artur, vivido por Halfeld, estava passando por maus bocados ela acabou entrando no repertório do projeto que nasceu juntamente com as gravações.

Na cena em questão, o personagem abria seus demônios para seus parceiros.
Claro que isso mais tarde se tornaria um clipe!

YPU “In Circles” (leia mais)

O videoclipe para “In Circles” conta com direção de João Diel Bastos; roteiro de Ayla Gresta e Danilo Fleury e fotografia realizada por Rafael Resende. A trama envolve a história dos habitantes de grandes cidades, seus medos, demônios, tentações e experiências.

Eles contam que o curta foi realizado através da colaboração de uma rede cada vez mais extensa de amigos. O processo colaborativo teve um resultado final que surpreendeu a até mesmo a YPU. O diretor de “Ainda Temos a imensidão de Noite”, André Carvalheira, assinou a finalização da fotografia do videoclipe.

Com um roteiro bem amarrado, a produção audiovisual trabalha muito bem os cortes, edição e sensação de movimento circular. Muitas vezes a sensação de aprisionamento, e de sentir sufocado, ganha as cenas. Os demônios invadem a mente dos personagens que acabam sucumbindo aos pecados – e armadilhas da cidade. Claro que a arte da margem para diversas viagens particulares assim como o enredo do filme permite. Por isso ele entrou na nossa lista de melhores clipes independentes de Abril!

3 Supercolisor “Sempre” (part. Leo Fressato)



A banda amazonense radicada em São Paulo Supercolisor apresentou o terceiro single de seu novo disco Viagem ao Fim da Noite através de um videoclipe. “Sempre” conta com a participação de Leo Fressato. No vídeo, dirigido, fotografado e editado por Alberto Whyte, ele surge com a sua drag queen Rita Lina, em um dueto que debate sexualidade com delicadeza.

“‘Sempre’ significa pra nós, em termos musicais, talvez o ponto mais espontâneo de todo o disco: a canção é basicamente um one-take de todos os instrumentos e vozes, que a princípio estruturamos para depois sofisticar, mas que nos viciou na sua forma mais pura. Até aos ruídos ambientes (característico de guias) nós nos apegamos”, adianta o vocalista, pianista e compositor Ian Fonseca.

A fotografia, as luzes e a delicadeza de traduzir a faixa para a produção audiovisual acaba sendo o grande destaque por si só. É nos detalhes que a balada ganha corpo e a dramatização oriunda da fusão entre a melodia e a dança cria uma atmosfera ímpar.

4 Wado “Faz Comigo”



O alagoano Wado no dia 30/04 lançou o videoclipe para “Faz Comigo”, faixa que conta com a participação da Flora. A composição foi feita por Wado ao violão mas como o artista mesmo diz: “era uma canção “meio haikai, com letra muito pequena”. Logo ela foi transformada ao receber seus novos versos. “FLORA trouxe muito de si para a música”, explica Wado.

O videoclipe dirigido pela própria Flora foi gravado em Maceió. Os elementos para compor a peça audiovisual deixam ela ainda mais sentimental através de seus pequenos signos. É na simplicidade do P/B indo de encontro com a quentura dos tons avermelhados que a intensidade do romance transparece.

5 Diablo Angel “Texas”



O diretor pernambucano Felipe Soares lançou na quinta-feira o curta-metragem “Texas” que conta com a trilha sonora da banda Diablo Angel (leia mais). O filme levou um ano para ser produzido e é um curta híbrido que mistura documentário e musical; a produção ainda conta com a participação da líder comunitária, Joelma Andrade, mãe de Mario Andrade assassinado a tiros em 2016 no bairro do Ibura, zona sul da capital pernambucana.

“Texas foi gravado entre a paisagem urbana do Recife e o semiárido em Surubim (PE). Gravar sob o sol forte do agreste foi o maior desafio desse filme”, relembra o diretor.

No roteiro o vídeo tem apelo político pelo armamento irresponsável da população e como a vida se torna cada dia mais descartável nesse processo. É uma realização Filmaço Produções e tem produção executiva de Priscila Botelho.

Sinopse

“Joelma é a mãe de Mário Andrade, menino negro, de apenas 14 anos, assassinado a tiros por um policial militar. Enquanto Joelma luta por justiça em meio a uma sociedade que banaliza a vida das pessoas, em especial a população negra e da periferia; uma mulher mítica, guiada pela Mãe Natureza, busca na essência humana uma salvação.”

6 Cuscobayo “O Brasil Vai Acabar”



A Cuscobayo, de Caxias do Sul (RS), no dia 30/04 lançou o videoclipe para “O Brasil Vai Acabar”. A produção da faixa que estará presente em Não É Bem Assim, que será lançado pela Natura Musical, foi dirigida por Matheus Fighera da Roch.

“Alguém consegue ver algum futuro nesse país da forma que está sendo gerido e da forma com que muitos dos nossos compatriotas estão desenganados? O poço no qual se encontra o Brasil parece não ter fundo, e a impressão é que este país está literalmente a ponto de se acabar”, desabafa o vocalista Rafael Froner sobre a composição

Já o curta metragem foi inspirado no Inferno (Divina Comédia), de Dante Alighieri, em alusão ao Brasil de 2020.

“Criamos personagens que representam autoridade e que servem como alegorias sobre o Brasil dentro desse contexto de inferno, buscando inspiração principalmente no cinema dos diretores David Lynch e José Mojica Marins”, aponta o diretor Matheus Fighera da Roch que também é co-roteirista da peça.

7 Pedro Pastoriz “Dolores”



O cantor e compositor gaúcho Pedro Pastoriz (Mustache e os Apaches) deu início ao lançamento de seu terceiro álbum e teve como o primeiro lançamento o single, “Dolores”. A faixa acompanha um clipe dirigido por Bruno Ferreira e integra Pingue-Pongue com o Abismo que será lançado em Maio via RISCO.

O clipe foi dirigido pelo artista visual e videomaker Bruno Ferreira e foi filmado na Baixada Santista.

“Dolores é um videoclipe em que memórias e realidades se confundem na tentativa de reter pequenos guardados que aliviam convenções atmosféricas instáveis e corações partidos”, explica o diretor do clipe, que sugeriu filmar entre Santos e São Vicente, foi a primeira vez que Pedro visitou a região.

“Passamos um dia muito agradável fazendo as imagens e depois as projetamos sobre outras cenas, filmadas no ateliê do Bruno, brincando com a sensação de um passado projetado no presente, e ações sobre as imagens, tentando recriar alguns daqueles movimentos”, complementa Pastoriz.

Sobre a composição Pedro Pastoriz conta um pouco mais sobre a origem.

“Compus essa música em uma noite durante uma viagem com os Mustache e os Apaches para o Rio de Janeiro – quando a banda foi pra alguma festa e fiquei no hotel, assistindo algum filme praiano na TV sem volume e tocando, totalmente relax”Pedro conta a origem da canção.

“Logo que comecei a tocar, lá pelos 14, 15 anos, eu compunha bastante desse jeito, e essa noite foi muito gostosa. A letra também veio naturalmente, tem uma coisa de tentar recriar aquele mundo mágico do Harry Belafonte e do Henri Salvador, aquela atmosfera praiana e doce”, pontua.

8 Aldo “Restless Animal”



Quem também lançou um clipe digno de destaque foi o Aldo. Os paulistas inclusive tem uma videografia bastante coerente e com produções que vira e mexe aparecem por aqui. O vídeo para “Restless Animal” teve a direção de Gondrs Cavel e traz a distopia entre o futuro e o presente, algo um tanto quanto Blade Runner. A edição e a forma de contar a história que se destacam dentro da peça audiovisual.

9 Dead Fish “Não Termina Assim”



Os capixabas do Dead Fish uma hora antes do discurso do presidente lançaram o videoclipe para “Não Termina Assim”, faixa presente em Ponto Cego (2019). A veterana banda de hardcore fez justamente um ataque a péssima imagem do ex-atleta em atividade.

A criação, edição e animação são Rafa Godoy que aproveitou de cada detalhe absurdo das falas do governante. Além da qualidade da produção audiovisual, o timing foi um dos grandes acertos. A direção de arte é assinada por Jordana Hissa.

10 Rafa Castro “Cheiro de Mar”



A canção “Cheiro de Mar”, do mineiro Rafa Castro, acompanha vídeo dirigido pela fotógrafa Lorena Dini. “Cheiro de Mar” ressoa como um desabafo após uma retiro no meio da mato. Até por isso a espiritualidade, o sobrenatural e o sentimento à flor da pele transparecem dentro da sua narrativa.

“Depois de passar por uma situação que você ainda não consegue enxergar, ao elaborar sobre aquilo, você se renova e traz um sentido para esse acontecimento. Isso te permite dar um passo à frente”, reflete Rafa.

“Um cubo de espelhos o faz flutuar. Ao mesmo tempo que ele está dentro do mar, ele aparece sobre o mar. Existe um certo respeito em relação à natureza e as águas e o significado dessa experiência aparece como reflexo para ele”, comenta Lorena, que também fez a direção artística e a fotografia. 

O desenrolar, após a criação da melodia, veio no momento em que Rafa Castro estava em uma viagem pela Amazônia. Ali a composição começou a tomar forma. Esta que ele chama como o resultado de um processo de cura; feito um desabafo com todo um oceano à sua frente.

Purificando a Alma

As águas cristalinas do mar, a luz do sol e o figurino de Rafa Castro no videoclipe dão todo o tom espiritualizado e místico a peça audiovisual. Os arranjos parecem dialogar com a força da corrente que move as ondas do mar criando por si só um universo particular de sensações para o espectador.

Cada frame nos remete a calmaria e automaticamente ao processo de cura após a tormenta. Até mesmo sua estética nos leva para os anos 70, e até por isso dialoga com as referências musicais do projeto que vão do Clube da Esquina a George Harrison. A própria ideia de expurgo, e de cura é traduzida em seu ritmo lento e doloroso. Assim como os cristais dos espelhos que ajudam a mostrar o outro lado da alma.

11 Luiza Audaz “Bahia-Flor”



Natural de Vitória da Conquista (BA), Luiza Audaz lançou em abril o videoclipe para “Bahia-Flor”. O registro contou com direção geral de Luciano Matos, direção de fotografia de Lico Pimentel e edição de Filipe S. Souza. A locação escolhida para o clipe que tem como força a força ancestralidade da região foi o centro histórico da capital baiana.

“Comecei a narrar como se estivesse vendo, pelo olhar de um menino, toda dor do deslocamento da África até aqui. ‘Bahia-Flor’, na verdade, é uma expressão alegórica de uma dor que também me atravessa pois sou fruto da miscigenação dos povos e me vejo como pedaço de África”, explica a baiana sobre suas inspirações. 

A máscara que a cantora usa no clipe faz, inclusive, referência à Máscara de Flandres usada pela Escrava Anastácia. “Porém sem a parte que fechava a boca, já que me sinto como uma interlocutora dessas mulheres ancestrais”, finaliza Luiza.

12 Lau e Eu “Motores Sagrados” (Alguém Comum)



Nascido em Aracaju (SE), e radicado em São Paulo, Lau que assina seus trabalhos sob o codinome de Lau e Eu no dia 13/04 disponibilizou o videoclipe para “Motores Sagrados” (Alguém Comum).

Com direção de Gabriel Barreto (Instagram), o vídeo faz uma viagem tecnológica e derretida através do cotidiano. Traduzindo de forma quase literal os acontecimentos narrados na canção. Deixando o espectador por si só inerte.

13 Cardamomo “Idris Elba”



O trio Cardamomo no ano passado lançou seu EP de estreia. Com apenas três faixas, o material acabou entrando na nossa lista de destaques lançados em 2019 (confira a lista). Para dar continuidade a divulgação do trabalho, os gaúchos lançam hoje em Premiere no Hits Perdidos o videoclipe para “Idris Elba”.

Para quem não conhece, Idris Elba é um ator, DJ e diretor de cinema britânico. Conhecido por seus trabalhos em Rock’n’Rolla – A Grande RoubadaLutherMotoqueiro Fantasma e Thor. Seu nome chegou até a ser ventilado recentemente para ser o protagonista da clássica série de cinema, 007. Ele ainda é conhecido pela atuação em The Wire e por produzir músicas de soul e hip hop.

Conversamos com eles sobre a origem da canção e do videoclipe que tem ares da série da HBOTrue Detective (leia mais). Com Del Rey ligado, a trama do curta-metragem é marcada por muito suspense, mistério e uma atmosfera um tanto quanto sinistra. Segundo o power trio eles quiseram trazer um pouco do clima das apresentações ao vivo para a produção audiovisual que entrou na nossa lista de Melhores Clipes Independentes.

O Roteiro

O roteiro também prende bastante a tensão, afinal o protagonista em fuga busca abandonar
um corpo dentro da mata. A trama policial marca a parceria entre a banda e o diretor – e produtor de vídeos – Fábio Spolti. Ele que é conhecido por dirigir videoclipes de rock e rap na capital gaúcha.

Fábio é o responsável pela direção, gravação, edição, roteiro e finalização. Como protagonista temos Luciano Bolobang, além da participação dos próprios integrantes da Cardamomo.

A fotografia, coloração e sangue frio dão o tom a trama e conduzem o espectador a entrar em cena. A adrenalina e a hesitação do protagonista deixam o clima ainda mais tenso. O surf punk embala feito uma trilha, e deixa aqueles momentos de ação, ainda mais à flor da pele.

14 Arthur Melo “2012, o Ano Bege”



O mineiro Arthur Melo conseguiu trazer para a narrativa do videoclipe para “2012, o Ano Bege” um roteiro bastante interessante. O que sintetiza o espírito da lista de Melhores Clipes Independentes.

O vídeo foi dirigido por Felipe Vignoli, Ieda Lagos e o próprio Arthur. Segundo eles, a canção é autobiográfica e representa o contexto geral de seu próximo disco que será sobre enfrentar e saber lidar com as tristezas e melancolias da vida. A estética da produção audiovisual é baseada nessa ideia melancólica porém esperançosa que é um pouco o que a música diz – o instrumental alegre que contradiz com a letra.

O uso do preto e branco não só pela beleza estética, mas também para trazer uma aura monocromática de um momento sem coisas boas, onde as únicas válvulas de escape do personagem são coloridas. Para trazer este conceito para o filme, o roteiro baseia-se nas memórias do Arthur e remete a uma reflexão no presente sobre uma dor do passado.”, contam os responsáveis pelo clipe

OUTROS MELHORES CLIPES INDEPENDENTES

Além dos 14 eleitos como melhores do mês de Abril | 2020 nas playlists do Youtube e Spotify vocês poderão encontrar os clipes dos artistas e bandas:

Soledad “Pássaros, Mulheres e Peixes” (Fortaleza / CE), Tuyo “Terminal” (Curitiba / PR), Vovô Bebê “Polícia do Mundo” (Rio de Janeiro / RJ), Duda Beat “Bédi Beat” (Recife / PE), Yamasasi “Breath In/Out” (Piracicaba / SP), Mel Azul “Dreaming” (São Paulo / SP), Mulamba feat. BadSista “Espia, Escuta (Remix)” (Curitiba / PR), Crime Caqui “Somos Demais” (São Paulo / SP), Raça “Sotaque” (São Paulo / SP), Heavy Baile, Leo Justi, DJ Seduty “Vai Quebrando (Desce que Desce) (Rio de Janeiro / RJ), Thiago Ramil e Duda BrackTropeço” (Porto Alegre / RS).

Ego Kill Talent “Lifeporn” (São Paulo / SP), Luísa e os Alquimistas “Like Attack” (Natal / RN), Tai Veroto “O Sal de Todo o Mar” (Santos / SP), Mineiros da Lua “Minas Gerais” (Belo Horizonte / MG), MASM, TOLENTINO “O Cachorro do Ano” (Maceió / AL), Baboon Ha “Quarantine” (Rio de Janeiro / RJ), LUVBITES “YOUTHQUAKE” (Londrina / PR).

Melhores Clipes Independentes de Abril | 2020 | Parte 2

JUNE “Summer Day” ft. Franky Hill, Terra Treme ft. Clarianas “Canto de Proteção (Remix)”, Sebastianismos “Sexo de Manhã”, Carbona, Magaivers, Gramofocas e Davi Pacote “Blitzkrieg Hop” (RJ/PR/DF/RS), SFAC “Rua” (São Paulo / SP), Čao Laru “La Ruta Natural”, Mauricio Tagliari “Sede” (feat. Luedji Luna) (São Paulo / SP), Os Fugitivos “Farol” (Maceió / AL), Alteris “Ancestral” (Volta Redonda / RJ), Alt Niss feat Budah “Imensidão” (São Paulo / SP), Matheus Who “Careless” (Rio de Janeiro / RJ).

Allice “Caso Raro” (Londrina / PR), David Ballot “Karma” (SP), Clarice Falcão “O After do Fim do Mundo” (feat. Linn da Quebrada) (Rio de Janeiro / RJ), LoreB feat. Pedão “Ska Amy (Caber)” (Maceió / AL), BAKA “Dá Pé” (Belo Horizonte / MG), Gabo “Nada Nada” (feat. VIRIDIANA) (Porto Alegre / RS), gabrre “mula sem cabeça” (Caxias do Sul / RS), Templates “O Ato” (GO), Biltre “Cobra Coral Clipirata” (Rio de Janeiro / RJ), Velho Manco “Ad Nauseam” (Jundiaí / SP), Decurso DramaLinha Tênue” (Florianópolis / SC), casü “when the lights hits her face” (Vitória / ES).

Rael “Beijo B” part. Thiaguinho (São Paulo / SP), Bruno Chaves “Revesso” (Pelotas / RS), Bioma “Cidade Perdida” (São Paulo / SP), Morenas Azuis “Bom tempo” (Brusque / SC),  Contradição Arkana “Retroceder” (Santos / SP), Onze:20 “Razão Pra Existir” (Juiz de Fora / MG), Varal Royal “Egrégora” (Avaré / SP), Alan James “Baby Let’s Go” (Rio de Janeiro / RJ).

Parte 3: Melhores Clipes Independentes de Abril | 2020 |

Arnaldo Brandão feat Tavinho Paes & Leela “A Falange do Cavalo Branco” (Rio de Janeiro / RJ), Jupta “Tarja Preta” (Jundiaí / SP), Flavia K “Janelas Imprevisíveis” (São Caetano do Sul / SP), PC e Filipim  “Amor Pelo Brasil (MORRER DE)” (Belo Horizonte / MG), Cardamomo “Labrador” (Porto Alegre / RS), Kikee “Jardim” (Lajeado / RS), Pedro Mann “Pela Janela” (Rio de Janeiro / RJ), A BALSA “JUNTOS” (São Paulo / SP), César Lacerda “Isso Também Vai Passar” (Diamantina / MG).

francisco, el hombre & Luê “Juntos, Nunca Sós” (SP), Carta Preta “Seguir” (Curitiba / PR), Orfélia “Sábado”, Hibizco “Bicicleta Branca” (Porto Alegre / RS), Zé Bigode Orquestra “Tikulafe” (Rio de Janeiro / RJ), Rafa Pinta “Daydream”, Davy e Os Jones “Case-se comigo” (Americana / SP).

Cícero “Some Lazy Days” (RIo de Janeiro / RJ), Eletroacordes “Sono Tão Profundo” (Porto Alegre / RS), Vini Sant “Cicatriz” (Curitiba / PR). Estesia “Dissentir” (PE), Baco Exu do Blues “Mate Todos Eles” (Salvador / BA), Julio Secchin “Probleminha” (Rio de Janeiro / RJ), Belize e Bermudas “Embaça” (Piracicaba / SP), Bit Beat “Odiado” (Sorocaba / SP), Tukum “Portal” (Rio de Janeiro / RJ).

D’grand’stilo feat Japão Viela 17 “G Funk do Helipa á Ceilândia” (São Paulo / SP), Andrey Vieira “Chego Tarde Nunca Mais” (Maceió / AL), Not So Fast “Noise Addiction” (São Paulo / SP), Toinho Melodia “Liberdade Sofrida” (Recife / PE).

Melhores Clipes Independentes de Abril | 2020 | Parte 4

Versa Libertália
“Somos Livres” (São Paulo / SP), Armada “Bandeira Negra” (São Paulo / SP), Síntese “MMXX” (São Paulo / SP), Budang “Abominável Procrastinador de Leve” (Florianópolis / SC), Cavalo Motor “Vida Passe Devagar” (Governador Valadares / MG), Carcadia “Burning Eyes” (Santa Rita do Sapucaí / MG), Earlier “Sobre o efeito das tuas cores em mim” (Brasília / DF), Os Astronautas “Menina Louca” (São Paulo / SP), O Leopardo “Dislexia” (Belo Horizonte / MG), Gui Fleming “Zezé” (Niterói / RJ), Thomson “Amor e Mais Nada” (SC).

Validuaté “Poeira de Estrelas” (PI), Não Não-Eu “Antes Tarde” (Belo Horizonte / MG), Rodrigo Zin “Pequeno Céu Vermelho” (Curitiba / PR), Guevara “Sempre que Tentou” (Rio de Janeiro / RJ), godofredo “37”, Sobrecéus “Sob as calçadas, a praia” (Itapipoca / CE), BARROSO EUS “Ato I . Amar” (São Paulo / SP), Vítor Guima “Por Aí” (São Paulo / SP), Abrão Sarai Tribos” (Guarulhos / SP), Cronistas “O Revoar” (Santos / SP), MAIKÃO e francisco, el hombre “Fumaça de Pamonha” (Miguelópolis / SP).

Melhores Clipes Independentes de Abril | 2020 | Parte 5

Orlângelo
feat Ariadna Sampaio “Canção da Resiliência” (Itapipoca / CE), Gallena “Como Se Comportar” (Brasília / DF), 90 Contos “8-bit Song” (Rio de Janeiro / RJ), Sr. Banana “Pétala de Flor” (Curitiba / PR), Daniel ADR, Reiner “Saudade” ft. Emischramm (Belém / PA), 100 Dogmas “Resistência” (Blumenau / SC), Sr. Banana “Só Eu e Você” (Curitiba / PR), Malik Mustache “Dirty Town” ft. Tau (São Paulo / SP).Vanessa Bumagny “Cinema Ilusão” (São Paulo / SP), O Retrô Ativo “Parcela de Culpa” feat Victoria Borges (Rondônia), Sr. Banana “Basho” (Curitiba / PR), Diva Box “Você Não Anda Só” (Salvador / BA) e Lumière “Começo do Fim” (São Paulo / SP).

Melhores Clipes Independentes Abril 2020


PLAYLIST NO YOUTUBE (Abril | 2020)

Preparamos também uma playlist no Youtube com os 125 videoclipes coletados durante o mês de Abril | 2020. Assim quem quiser ver tudo de uma vez basta apertar o play. Porém três não podem ser colocados na playlist por conta das configurações do vídeo (mas estão hyperlinkados no post!).



PLAYLIST NO SPOTIFY

Desta forma chegamos a playlist com os melhores clipes independentes lançados no mês de Abril (2020). Dos 125 vídeos do post, 117 possuem as faixas no Spotify.

Muito disso por conta que algumas faixas serão disponibilizadas quando o EP ou álbum forem lançados na plataforma. Já outros singles por conta do artista (ou banda) não ter material por lá.

-> Siga o Perfil do Hits Perdidos no Spotify<-



Qual dos melhores clipes independentes você mais gostou?

Conta para gente nos comentários deste post qual dos Melhores Clipes Independentes em Abril | 2020 você mais gostou!