Os clipes funcionam como uma extensão dos artistas, onde podemos compreender mais da obra em si. Nem sempre é fácil aproveitar essa ferramenta. Tão interessante quanto os vídeos são os álbuns visuais, onde pode-se criar uma narrativa, uma história, junto com o registro das músicas e contar algo importante para o público, com mais tempo e mais opções.

A banda paraibana Bessa Beach Army, nos fornece exatamente isso, um mergulho, um EP visual, com 5 músicas como plano de fundo de uma história de romance entre o personagem Victor e Helena, que dura curtos 10 minutos. Cada música do registro gira entorno de 2:00 minutos de duração.


Bessa Beach Army

Bessa Beach ArmyFoto: Divulgação


O Visual

A melodia das canções se apresentam de forma mais solar, colorido, um som gostoso pra viajar sem sair de casa. Quando pudermos sair também servirá. Tudo isso se reflete no álbum visual, com cenas coloridas, tropicais, dando até um tom californiano, que a banda não nega. Passado e presente se misturam no vídeo, de forma não-linear nos contando uma história marcada para acabar. Apesar de soar meio triste, tudo se passa no bairro do Bessa, em João Pessoa, onde a praia faz o cenário mais bonito possível.

Beach Bessa Army: As Origens

Formada em 2017, por Kaio Augusto e Rafael Jordão, o nome dado por eles foi uma homenagem ao bairro do Bessa, cujo estilo de vida os inspirou. Nos anos de 2018 e 2019 trabalharam no EP de estreia Sad Nostalgic Dream; que nos foi entregue agora em Março com gravação e mixagem de Ruy Oliveira.

O registro conta com participações de Gustavo Limeira e Ernani Sá (banda-fôrra), Jonathan Beltrão (ex-Augustine Azul), Júlia Schenkel, Arthur Vieira (Vieira). A banda pode agradar os ouvidos de quem gosta de dream pop, ou algo como Mac Demarco, Mild High Club e Sunset Rollecoaster.

Ouça Beach Bessa Army no Spotify