Documentários musicais são como caixinhas de chocolate: você nunca sabe o que esperar. Assistir a um documentário é um exercício de aprendizado. Nele encontramos todo trabalho de pesquisa ”mastigado” e resumido para as telonas. Muitos deles demoram anos e exigem uma árdua pesquisa de campo por parte dos documentaristas, seja realizando entrevistas, buscando dados em biografias e averiguando veracidades e contradições. Hoje separamos quase 30 documentários que ajudam a contar a história da música brasileira.

Em 2014 fizemos um post com 30 documentários musicais e a poucos dias atualizamos os links. Em sua maioria eram documentários estrangeiros. Até por isso preparamos uma lista de documentários brasileiros, post que ficou bastante popular por aqui.

34 Documentários que ajudam a contar a história da música brasileira (Clique Aqui)

A Segunda Lista de Documentários Brasileiros

Após muitos pedidos resolvemos disponibilizar uma parte II da lista documentários que nos ajudam a entendermos mais sobre a trajetória da música brasileira. Confira mais 26 documentários!


Documentários Música Brasileira Parte 2

Documentário, “Meu Nome é João Rubinato”, relembra vida e obra de Adoniran Barbosa.


1) As Batidas do Samba



O documentário de Bebeto Abrantes, lançado em 2010, propõe uma reflexão sobre a evolução histórica do ritmo sob o ponto de vista da própria música e das mudanças no comportamento dos artistas, relacionando as composições aos papéis sociais de cada época.

2) Time Will Burn



Sinopse

Time Will Burn relata a história quase perdida do rock alternativo que aconteceu no Brasil no começo dos anos 90. Bandas independentes que tocavam com guitarras em alto volume, cantavam em inglês e produziam os próprios shows foram responsáveis pela formação de uma cena musical urgente e visceral, que rapidamente chamou a atenção da mídia e até de ícones da música internacional, no tempo em que a internet comercial ainda não existia.

Um período intenso e impactante na música brasileira estrelado por bandas como Pin Ups, Killing Chainsaw, Second Come e Mickey Junkies. Um capítulo praticamente escondido entre o pop rock nacional dos anos 80 (Titãs, Paralamas) e das revelações da segunda metade da década de 90 (Raimundos, Planet Hemp) que finalmente ganha um registro documental em vídeo.”

3) Jovem aos 50



Sinopse

“Em 1965, estreava na TV Record um programa de jovens cantores que iria revolucionar os costumes de toda uma geração. Meio século depois, o documentário reúne depoimentos de mais de 50 artistas e traz grandes revelações sobre o período.

O registro é narrado pelo ator Milton Gonçalves e conta com participações e depoimentos de mais de 50 artistas que se destacaram na época, além de historiadores, empresários e apresentadores. Os depoimentos são intercalados por imagens de programas e filmes da época, sobreviventes aos vários incêndios que destruíram quase todo acervo da antiga TV Record.”

No documentário aparecem nomes como Erasmo Carlos, Wanderléa, Caetano Veloso, Ronnie Von, Martinha, Jerry Adriani e Nilton Travesso entre outros.

4) Sound System – A Voz da Quebrada



Sinopse

“Sound System – A Voz da Quebrada” faz um mergulho neste universo cheio de graves vibrantes, dubska e reggae para mostrar a cena vivida por milhares de jovens de periferia, que se entregam em todos os finais de semana aos ritmos jamaicanos.”

5) Heróis da Guitarra Brasileira



Documentário de curta-metragem, de apenas 18 minutos, produzido a partir de depoimentos coletados para o livro “Heróis da Guitarra Brasileira”, de Leandro Souto Maior e Ricardo Schott (Ed. Irmãos Vitale, 2014).

Com Andreas Kisser, Armandinho, Edgard Scandurra, Kiko Loureiro, Luiz Carlini, Toninho Horta, Sérgio Dias e Zé Menezes (in memoriam), participações de Lanny Gordin e Pepeu Gomes.

Dirigido por Leandro Souto Maior, roteiro de Leandro Souto Maior e Ricardo Schott. Direção de Fotografia por Felipe O’Neill e edição por Fabiano Battaglin.

6) Elza Soares – O Gingado da Nega



Sinopse

Na faixa Bis Docs, Elza Soares comenta sua história, carreira, casamentos e ídolos e conta com o depoimento de fãs e parceiros, como Pedro Bial, Jorge Aragão, Negra Lee, Zeca Baleiro, Dj Muralha e Luiz Melodia.

7) Novos Baianos Futebol Clube



Sinopse

Novos Baianos F. C. foi filmado por uma emissora de TV alemã, inédito até hoje no Brasil. O dia-a-dia de Moraes Moreira, Pepeu Gomes, Baby Consuelo, flagrados pelas lentes numa representação dos ícones “ripongas” nos anos 70.  Após saírem da gravadora Som Livre, se fixaram em um sítio de Jacarepaguá, onde gravaram com a continental o disco Novos Baianos F.C..

Neste sítio, viviam quase em anarquia, em pleno regime militar, dividindo-se entre futebol e música, o que fazia com que eles considerassem o grupo além de uma banda, um time de futebol. O documentário traz  canções que apresentam vários outros gêneros brasileiros como frevo, baião, choro, samba e pitadas de Rock N’ Roll.”

8) Cauby – Começaria Tudo Outra Vez



Sinopse

“Documentário que conta a história do cantor Cauby Peixoto, uma figura icônica na música brasileira. Interpretando músicas desde a Bossa Nova até o Rock’n Roll, ele é considerado o maior cantor do Brasil por grandes nomes da música brasileira, como Elis Regina e Agnaldo Rayol.”

Direção de Nelson Hoineff. Ano 2015.

9) Viva Viva – Punk



Sinopse

“Viva Viva é um documentário experimental da diretora Carolina Pfister sobre punks, identidade e a experiência urbana de São Paulo. Duas gerações de punks colocam frente a frente suas ideias, seus fanzines, suas revoltas e suas dificuldades.”

Aparecem no documentário Ratos de Porão, Inocentes, Dominatrix, Ruína, Invasores de Cérebro, No Violence, Restos de Nada, The Dealers, Fato Expressivo, Pátria Odiada, Infect, I Shot Cyrus, Point of No Return, Constrito entre outros.

10) Nas Paredes da Pedra Encantada



Sinopse

“Nas Paredes da Pedra Encantada é um road movie que viaja pelas lendas do mítico Paêbirú – Caminho da Montanha do Sol, álbum lançando em 1975 por Lula Côrtes e Zé Ramalho.

Os diretores Cristiano Bastos e Leonardo Bomfim arrumaram uma Kombi para levar Lula Côrtes de volta a Ingá, recanto do agreste paraibano envolto no misticismo de uma pedra talhada com signos pré-milenares.

Entre as lembranças de Lula e as histórias de figuras diversas da cena udigrudi nordestina, (como Lailson, Alceu Valença e Kátia Mezel) o filme investiga, não só a riqueza musical de Paêbirú, mas também o imaginário do interior da Paraíba e o momento psicodélico dos anos 70 na ponte entre Recife e João Pessoa.”

Documentários que ajudam a contar a história da música brasileira

11) Meu Nome é João Rubinato



Sinopse

Adoniran Barbosa, autor de sucessos como “Trem das Onze” e “Saudosa Maloca”, carrega o título de maior sambista paulista de todos os tempos. A cidade de São Paulo era a personagem principal de suas canções e radionovelas. Através de imagens de arquivos raras e nunca vistas antes, o compositor e cantor paulistano, que faleceu em 1982, é redescoberto pelo público.”

12) Brega S/A



Com direção de Vladimir Cunha e Gustavo Godinho, o documentário fala sobre tecnobrega e aparelhagens em Belém do Pará.

13) Sou Feia Mas Tô Na Moda



Sinopse

“O filme retrata o universo do funk sob a ótica feminina a partir de uma excursão pela Cidade de Deus e mostra a importância alcançada pelo ritmo no dia a dia da periferia carioca. Cantores e ídolos do movimento falam de fama, reconhecimento e dinheiro, além de analisarem o preconceito que sofrem.”

14) Wilson Simonal – Ninguém sabe o duro que dei



Sinopse

“A trajetória do ex-cabo do exército Wilson Simonal, que se tornou cantor de grande sucesso nos anos 60. Lançado por Carlos Imperial, Simonal vendeu milhões de discos e lotou estádios em seus shows até ser condenado ao ostracismo devido à acusação de que era informante da ditadura militar, o que sempre negou.”

15) Los Hermanos: Esse é só o Começo do Fim da Nossa Vida



Sinopse

“Após cinco anos de separação, em 2012, a banda se reúne para uma turnê pelo Brasil. Em um registro fiel e único, o documentário acompanha o grupo em apresentações por Recife, Brasília, Salvador, Porto Alegre e Rio de Janeiro, relevando o cotidiano da turnê, bastidores dos shows e participação dos fãs.”

16) Chico Buarque: Dia Voa



O documentário ‘O Dia Voa’, de Bruno Natal, em que mostra o processo de gravação do disco “Chico”.

17) Noel – O Poeta da Vila



Sinopse

“A história da vida de Noel Rosa, desde a sua juventude como estudante de Medicina e amigo de operários, favelados e prostitutas até o encontro casual com Ismael Silva e o desafio que o transformou num dos grandes compositores da música brasileira.”

Lançado em 2007 o filme foi dirigido por Ricardo van Steen.

18) Raul – O Início, o Fim e o Meio



Sinopse

“Enquanto o mundo fervilhava no ritmo frenético de Elvis Presley, um menino da Bahia deu a luz ao Rock no Brasil. Um jovem sem limites que conquistou o coração e a mente de milhares de fãs, Raul Seixas foi um homem que virou mito.

O filme desvenda por imagens raras de arquivo, encontro com familiares, conversas com artistas, produtores e amigos, a trajetória da lenda do Rock brasileiro. Raul Seixas morreu jovem porque viveu intensamente e queria viver da sua obra e morreu por ela.”

Lançado em 2012 com direção de Walter Carvalho.

19) Rock Brasília – Era de Ouro



Sinopse

“Documentário nacional sobre a trajetória do cenário rock/musical de Brasília nos anos 80, desde os primórdios, das bandas embrionárias até o estouro nacional de Legião Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude. Com depoimentos de diversos músicos, familiares e personalidades importante, o filme revela detalhes sobre a chamada Era de Ouro da cidade e a origem de diversos grupos.”

Documentários que ajudam a contar a história da música brasileira

20) Uma Noite em 67



Sinopse

“Resgate histórico do 3o. Festival de Música Popular Brasileira, em outubro de 1967. Entre os candidatos aos principais prêmios figuravam Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Mutantes, Roberto Carlos, Edu Lobo, dentre outros. Com imagens de arquivo e apresentações de músicas hoje clássicas, o filme registra o momento do tropicalismo, os rachas artísticos e políticos na época da ditadura e a consagração de nomes que se tornaram ídolos.”

21) Velho Amigo: O Universo Musical de Baden Powell



Sinopse

“Powell foi um virtuoso do violão. Na história da música brasileira, ele se destaca como o músico que partiu em busca de suas raízes africanas, abrindo caminhos para as novas gerações de cantores e violinistas.

Como resultado do seu trabalho, inúmeros ritmos brasileiros foram catalogados e salvos do esquecimento. Este documentário permite compreender a trajetória incomum seguida por Baden Powell e, acima de tudo, conhecer o homem que ele foi.

Jean Claude Guiter, o diretor do documentário, era amigo pessoal de Baden Powell. Juntos eles retornaram a lugares importantes para Baden no Brasil e em Paris. Através das visitas a esses lugares, nos é oferecido um panorama que inclui o seu aprendizado, seu começo como músico profissional no Rio dos anos cinqüenta, sua parceria com Vinicius de Moraes, seu encontro com o poeta francês Pierre Barouch e com Claude Nougaro e o seu amor pela Europa, que o recebeu de braços abertos e o aclamou.”

22) O Homem Que Engarrafava Nuvens



Sinopse

“Este documentário conta a trajetória do compositor Humberto Teixeira, parceiro de Luiz Gonzaga, que juntos foram os responsáveis pela popularização do Baião na cultura nacional. Produzido pela filha Denise Dumont, conta com depoimentos, entre outros, de Gilberto Gil, Caetano Veloso, Bebel Gilberto, Daniel Filho, Elba Ramalho, Otto e David Byrne (Talking Heads).”

O homem que engarrafava nuvens é um documentário brasileiro lançado em 2009, dirigido por Lírio Ferreira.

23) Coração Vagabundo



Sinopse

“O documentário acompanha Caetano Veloso no exterior, durante a turnê de lançamento de seu único disco integralmente gravado em língua inglesa, A Foreign Sound.”

24) Solaris 1996–2006–10 anos de Independência



O portal O Inimigo preparou uma seleção com três documentários sobre a música Potiguar. Entre eles está Solaris 1996–2006–10 anos de Independência.

“Doc produzido por Alexandre Alves (Thee Automatics e capo do selo SOLARIS) e Ricardo Pinto e fala sobre o selo potiguar mais antigo especializado em rock, com depoimentos de artistas, bandas, produtores, jornalistas e muita gente que participou dessa história. O lançamento do doc resultou no fim do selo que lançou bandas como Movement, Chronic Missing, Zaratustra, Florbela Espanca, Snooze, Darma, Montgomery, Dead Funny Days, Mellotrons e Adriano Azambuja.”

25) RÁDIO S.AMB.A.Doc – Nação Zumbi



Sinopse

“Uma viagem ao centro do mangue’ apresenta em formato de documentário a história do período de reinvenção da banda Nação Zumbi, que resultou no incrível álbum Rádio S.Amb.A.. Lançado originalmente em 2000, após o período de luto da banda pela perda de Chico Science, um dos fundadores da Nação e mentor do movimento manguebeat.

O projeto documental foi gravado no ano de 2019 e exibido nessa versão de 36 minutos durante os festivais de cinema IN-EDIT – com sessões especiais em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, seguidas por shows da Nação Zumbi interpretando o álbum na íntegra – e no MIMO Festival.

Em 2020, celebrando os 20 anos do álbum, o projeto está sendo remontado para o formato de longa-metragem com duração estendida e conteúdos adicionais. O álbum Nação Zumbi Rádio S.Amb.A. foi originalmente lançado em CD pela YB Music em Julho de 2000 e relançado em vinil duplo 140g em Março de 2019 pela Marafo Records.

O filme apresenta, além de entrevistas com a banda Nação Zumbi sobre o período de produção do álbum, Rodrigo Brandão que é amigo da banda e testemunha dessa época, interpretando o radialista celestial da fictícia Rádio S.Amb.A.

O registro reúne perfomances de Maciel Salu e Eder “O” Rocha, que também participaram do álbum, Marcelo Subrín como caboclo de lança e entrevistas com Fred 04, Renato L, Lorena Calábria, Russo Passapusso, DJ Nuts, Instituto, Lurdez da Luz, Lan Lanh, Fabio Trummer, Robert Urbanus, YB Music, Daniel Bozzio, Berna Viera, Ricardo Magrão e Fernando Nunes.

Produção Executiva Marafo Records e 2022 Studio, direção, roteiro e montagem por Andre Almeida, produção por Eduardo Medina, direção de fotografia por Samuel Esteves, roteiro e pesquisa por Vinicius Castro, texto adicional por Rodrigo Brandão e entrevistas por Ramiro Zwetsch.

26) Country Music Made in Brasil



Outra dica encontramos no portal especializado em música folk FolkdaWorld. O documentário Country Music Made in Brasil retrata a influência da música country americana no país e sua propagação através das composições feitas por brasileiros.

Enraizado no país desde os anos 1970, através de Carlinhos Borba Gato, o country ganhou força na década de 80 com surgimento de bandas como a Nashville Express, de Marcos Decunto, e Dollar Company, de Dave Maclean. Desde então, o estilo nunca mais deixou de ganhar novos adeptos.

“Através de depoimentos de músicos, o filme pretende mostrar como é viver de música country no Brasil e do desafio de lidar com os preconceitos de se instituir um estilo musical de regionalismo internacional no cenário brasileiro, principalmente, pela diferença linguística. Entre os depoimentos estão os relevantes Eduardo Araujo e Dave Maclean, que relatam suas impressões a respeito dessa história e do movimento musical country nos dias de hoje.

A proposta do Country Music Made in Brasil é fazer um filme irresistível para quem gosta de música, em especial para os amantes de country, blues, rock e até mesmo sertanejo. Uma produção independente que revela a história desses grandes guerreiros da música country brasileira e que promete emocionar e cativar a todos que o assistir.”, conta o FolkdaWorld em matéria

Gostou da nossa seleção de documentários da música brasileira?
Compartilhe nossa seleção nas redes sociais!